01/02/08 - 01/03/08 ~ NETOIN!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

A estória e animação fora do comum de "Byousoku 5 Centimeter"...

Prepare-se para conhecer "Byousoku 5 Centimeter"...

Um breve prefácio...

Imagine uma amizade na época da mais simples infância se transformar em amor. Imagine esse mesmo sentimento separado por desvios do destino, como a mudança para uma cidade bem distante. E agora imagine que este sentimento ficou sólido em mente, mas perdido no coração, na fase adulta. A vida deve seguir o seu rumo...

Não. Isto não é um trecho de uma poesia ou algo assim. Trata-se de uma frase que pode resumir bem o que se passa neste filme de animação japonesa, intitulado "Byousoku 5 Centimeter".

Sim, trata-se de uma estória que poderia se confundir com a realidade, uma vez que está bem próxima da mesma.

Uma estória de prender a atenção...

A pequena Akari Shinohara.

A animação divide-se em três partes distintas, sendo elas: a infância, a adolescência e o mundo adulto.

Tudo tem início com a apresentação de dois personagens, ainda crianças, correndo pelas estreitas ruas de uma grande cidade. Trata-se de do jovem Takaki Tohno e da pequena Akari Shinohara. São grandes amigos e se entendem de uma maneira muito harmoniosa e inocente.

Se conheceram na escola, ambos entrando nela no decorrer do ano letivo. Por terem corpos fracos, passavam o tempo juntos na biblioteca, o que acabou criando um laço natural entre eles. Nem as brincadeiras de seus colegas de classe impediram que a amizade entre esses dois continuasse florescendo. Até que a Akari teve que se mudar de cidade.

Conversavam muito sobre seus anseios, confiando um ao outro seus segredos e desejos.

Uma importante passagem do filme tem aqui o seu início...

Mesmo estando distantes, o sentimento continuou o mesmo. Se comunicavam por carta, e foi uma delas que os jovens marcaram para se encontrar em uma estação de trem. Marcaram um horário, mas devido a inúmeros problemas o rapaz chegou muito tarde ao seu destino. Mas ela estava lá, esperando por ele.

O reencontro esperado então ocorreu. Mas teriam de se separar, pois Takaki iria se mudar para muito longe, e uma triste despedida ali se fez...

Takaki Tohno e Kanae Sumita: um forte sentimento escondido pela garota...

Passa-se o tempo, e Takaki está no interior do Japão. Aparentemente, seus sentimentos passados estão oscilantes e confusos. Sem perceber, despertou a atenção de uma jovem em sala de aula: trata-se de Kanae Sumita, que adora praticar surf.

Kanae Sumita: a expressão fiel de uma garota tímida...

Kanae é tímida ao extremo, referindo-se ao que sente por Takaki, desde que ele entrou em sua escola. Claramente, ela tenta reunir forças para declarar-se ao rapaz.

Nessa parte o filme fala sobre anseios e dúvidas, onde o rapaz penas sobre o seu sentimento passado, e a garota tenta de algum modo dizer o pensa.

O futuro: que animação espetacular...

Takaki está novamente em Tóquio, como universitário. Tem sua vida com uma moça, mas aparentemente esse enlace conjugal não anda bem. Da outra parte, Akari também está seguindo com sua vida, prestes a se casar.

A vida foi dura com Takaki e com Akari durante estes anos...

O cruzamento: perderam-se os sentimentos com o tempo?

Esperanças, anseios, sonhos, sentimentos: tudo se perdeu ao longo desta estória? Takaki e Akaki não sentem mais nada um pelo outro? No que pensam neste momento?

Objetivamente...

Takaki e Akari: um casal feito da mais pura inocência...

Não se deve pensar na estória deste anime como melodramática ou superficialista. Ela se aproxima muito à uma realidade bastante plausível de se ocorrer.

Para quem gosta dos animes da atualidade, falando à respeito de aspectos gráficos e sonoros, "Byousoku 5 Centimeter" dá uma bela aula de perfeição. Suas músicas entoam no momento adequado e combinam perfeitamente com a história mostrada. A animação é simplesmente fantástica, lembrando e muito o anime "Ef - A Tale of Memories".

O filme em si é fruto de um trabalho árduo e notório. Não se aplica à ele fatos de imitação ou cópia de alguma coisa. É uma história própria e de muito caráter sentimental, alinhada a um repertório musical caprichado e de apresentação visual excelente.

Opinião pessoal...

Resumindo: "Byousoku 5 Centimeter" é um título que merece ser apreciado, por tudo aqui foi relatado, e por outras características que somente quem o assistir poderá atribuir.

Recomendado em sua totalidade!

[ made in NETOIN! ]

O NETOIN! presente no "Catálogo de Blogs"...

O NETOIN! se fazendo presente no Catálogo de Blogs.

Hoje em dia é muito comum notarmos novas e diversas ferramentas para cadastramento de sites e blogs como um todo. Além do importante fator das postagens de relevância, quanto mais seu blog for conhecido, mais visitas o mesmo poderá ter. Isso se faz muito útil.

Assim como o novo BlogBlogs e o tradicional Technorati, o Catálogo de Blogs está aí para fazer exatamente a função de cadastros de blogs. As pessoas tendem a visitar estes portais citados ( e outros existentes ), na procura de uma informação mais detalhada referente a algum assunto em específico. Nesta busca, um blog cadastrado pode ser de grande auxílio.

Obviamente, cadastrar seu blog ou site é um passo de grande importância para tornar o mesmo mais conhecido na web.

Eis uma boa dica.

[ Made in NETOIN! ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Acesse aqui o Catálogo de Blogs.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Consulta e satisfação no "Códigos Blog" !

O Códigos Blog.

Incrementar o blog com mais ferramentas é algo muito bom de se ver, agradável aos olhos de quem o visita, e igualmente agradável ao seu proprietário.

Nas costumeiras pesquisas sobre este assunto, acabei por encontrar um blog bem chamativo e interessante: trata-se do Códigos Blog.

O "Códigos Blog" possui o intuito claro e objetivo de prestar auxílio aos blogueiros e donos de sites, com informações precisas e detalhadas sobre o assunto, abrangendo neste contexto vários segmentos, como templates para uso, ícones, menus, e uma gama considerável de outras características.

Basta notar aqui no "NETOIN!" o uso destas ferramentas, como o buscador e o menu mais acima, no topo do blog.

Caso você não conheça o "Códigos Blog", acesse-o e assim descobrirá que o seu blog e/ou site pode se tornar muito mais atrativo. Assim como frisado anteriormente: bom para quem o visita e bom para o seu proprietário.

[ Made in NETOIN! ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Acesse aqui o Códigos Blog.
Comunidade do Códigos Blog no Orkut: acesse aqui.

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Dica de player: XULPlayer !

A procura por players de áudio e vídeo que se adéqüem às necessidades do usuário, e que ao mesmo tempo sejam flexíveis e de fácil manuseio, é muito corredeira.

Deste modo, após fazer testes em programas realmente ótimos como o The KMPlayer, o VLC Player e o GOM, foi experimentado o XULPlayer que, assim como os programas citados anteriormente, possui seus atrativos e proporcionou uma experiência de áudio e vídeo muito positiva.

Definições, compatibilidade e características

No "full mode", o programa exibe toda uma barra de status de arquivo. Algumas opções também são mais visíveis, como a captura de tela ( screenshoot ), devidamente simbolizada no canto superior direito...

O XULPlayer foi feito pela Mozilla XUL e MPlayer. O seu intuito básico é o de ser um player flexível e de uso amigável, com suporte para muitos dos mais populares formatos de áudio e vídeo existentes.

Sua disponibilidade é para Windows.

Sobre a compatibilidade, convém destacar:

* Audio: MP3, Vorbis, AAC, AAC+, AAC+v2, WMA, RealAudio, MusePack, Speex, FLAC, WavPack, WAV;
* Video: MPEG 1/2/4, AVI, MP4, MKV, H.264, XviD, DivX, Theora, Flash Video, WMV (Windows Media Video), ASF, RMVB (RealVideo), MOV (QuickTime);
* Image: JPEG, PNG, GIF.

As opções do programa.

Dentre as suas características:

* Faz screenshoting dos vídeos;
* Suporte para legendas de vídeos e letras de músicas;
* Dual Video-Mode: suporta dois vídeos simultaneamente, sem a perca do áudio;
* Não necessita de nenhum pacote de codecs instalado no computador.

Impressões do programa

A central de controle do programa.

A qualidade do programa é ótima, cumprindo com perfeição o seu propósito inicial. Apesar de não possuir ainda tradução para o português brasileiro ( o que para alguns é motivo de afastamento de um programa ), sua interface é das mais simples e amigáveis, onde um mínimo de conhecimento de inglês resolve tudo.

Dentre as suas funções, merecem destaque a possibilidade de se tirar screens de vídeos, a compatibilidade com letras de músicas e a função dual video, onde pode-se assistir com um mínimo de perca de qualidade dois vídeos simultaneamente.

Falando das screens: elas são salvas no diretório de instalação do programa, como por exemplo em C:\Arquivos de programas\XULPlayer, no formato PNG por padrão.

[ Essa é a dica do NETOIN! ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Site do programa aqui.
Para baixá-lo em outras fontes, seguem-se o Baixaki e o SourceForge.net.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

História, humor, romance: isto é "Raimuiro Senkitan"!

As garotas invocando os seus Raimus.

Poucos devem conhecer este título, que provém de um game para PC's. Trata-se de um anime que mescla várias características, envolto em uma passagem real da história japonesa, mas com aquela pitada extravagante de ficção.

Além disso temos dosagens de comédia, drama, romance ( com umas pitadas de ecchi ) e batalhas. Ou seja, é um anime que procura atender aos mais variados gostos.

Este é "Raimuiro Senkitan".

Sobre a sua estória...

As beldades de Raimuiro Senkitan, da esquerda para a direita: Katou Asa, Honda Sarasa, Kuroda Rinzu, Fukushima Kinu, e abaixo dela Sanada Momen.

Como mencionado anteriormente, o anime se passa durante a Guerra Russo-Japonesa, no início do século XX ( 1904 ). Nesta ocasião os russos queriam alargar seus poderes para o leste, e o império japonês experimentava uma rápida ocidentalização trazida pela Era Meiji. Isto levou os dois países a um conflito.

No anime, as cinco garotas ( mostradas na figura acima ) fazem parte da Unidade Raimu. Pertencente ao exército imperial, esta unidade trabalhava os dons especiais que estas garotas apresentavam em forma de poder de combate. O local de tudo isso é o navio de batalha Amanohara, que pode voar pelo céu ( ! ) graças ao poder de uma pequena e abusada mocinha...

Cada uma delas possui um Raimu em específico. Através de uma prece de invocação, o Raimu apresentava-se para a batalha, mas não com vontade própria. Sua mestra ( uma das garotas ) deveria fazer os movimentos necessários no solo, a fim de que o Raimu os repetisse no ar, durante a batalha, o que acabava sendo exaustivo para as garotas.

O uniforme de batalha das garotas. Seria a marinha imperial?

Para tanto, era necessário alguém que as treinasse. Com a morte de seu antigo tutor em batalha, o professor recém-contratado Umakai Shintaro ( ex-diplomata japonês que vivia exercendo a função na Rússia ) passou à ter como obrigação preparar suas alunas para os combates, até porque as forças russas eram especializadas em Raimus...

É exatamente neste ponto que o anime ganha todas as suas características...

As personagens...

Rinzu: quieta, concentrada, espirituosa e magnífica...

Cada uma das personagens é uma verdadeira terra à ser explorada: Momem é energética e extrovertida, muito brincalhona e inocente; Asa é conservadora e de comportamento um tanto quanto masculino; Sarasa é a vaidade em pessoa, fazendo da abertura do Japão para o Ocidente um pretexto para as suas extravagâncias; Kinu é tímida e chorona, sempre levando sermões da Asa pelo seu comportamento "feminino demais"; e Rinzu é espirituosa e recatada, de poucas palavras e muito inteligente.

Além delas temos a médica da Unidade Raimu, Ichijouji Sumi, que adora fzaer das suas perversões com o "pobre" Shintaro, e a bela e enigmática Sophia, que era a noiva de Shintaro na Rússia.

Sonhos, anseios, verdades e mentiras...

As garotas em um momento de descontração.

Além do fator guerra, histórias paralelas vão se desenrolando ao longo do anime. Estas histórias trazem todo o anseio e vontades das personagens principais.

A Asa não suporta a idéia de alguém estar no comando da Unidade no lugar de seu antigo tutor. Tal reflexão sobre isso será feita por ela, na medida em que conhecer melhor o Shintaro.

A Momem sonha em um dia poder rever seu irmão, que cuidava tão bem dela. Incrivelmente, Shintaro se assemelha a ele em diversos aspectos...

Kinu tem medo de quase tudo, especialmente de perder seus amigos. Adora brincar com bonecos vudu ( ! ), e chora demasiadamente. Restabelecer sua auto-confiança é uma das metas de Shintaro.

Sarasa vem de uma rica família, e vê em Rinzu sua rival em tudo ( mas a contra-parte não ocorre ). Orgulhosa, e às vezes metida e arrogante, não sabe usar adequadamente as palavras. Graças a isto, esconde um temor terrível de ficar sozinha algum dia...

Rinzu é quieta e tradicionalista. Educada, porém de poucas palavras. Tem guardada em sua mente um terrível acontecimento de seu passado em família, que quando vem à tona a tira do sério...

Além das histórias em particular de cada uma das garotas, temos a questão dos anseios do próprio Shintaro, que não consegue apagar da memória as lembranças de seu único e verdadeiro amor até então, a Sophia. Como se já isso não bastasse, Shintaro não consegue conter-se a coragem das meninas, nem às crescentes manifestações de respeito e de carinho por parte das mesmas para ele ( nem da doutora pervertida... ).

Como se nota, é um anime envolto em várias situações.

Sensualidade à prova: não é fato raro neste anime...

O exército russo, comandado por Rasputin, também possui seus poderosos Raimus, comandados por duas garotas e um rapaz, cada qual assemelhando-se às japonesas com suas razões para ali estarem.

Esta imagem resume bem o anime...

Com tudo isto à mostra, e contando com dois OVA's que dão o perfeito encerramento à esta série, "Raimuiro Senkitan" acaba gerando pontos positivos, tornando-se um anime altamente recomendado!

[ made in NETOIN! ]

domingo, 17 de fevereiro de 2008

A letra de "Over", do anime "Clannad"...


O "NETOIN!" apresenta a letra da música "Over", entoada no anime "Clannad" em seu episódio de número 18.

Em japonês...

Niji ga sugite bokura wa mou mayotta
toho de doko made?
Yume ni mita tooi basho made
Atarashii mono nante nakatta kono machi ni mo
shiranai
Keshiki ga fueteitta


Hitotsu me no kado nara me wo tsumuttemo magareru
Harikitte atama wo posuto ni butsukete kimi wa naita

Donna kotoba wo kaketemo kimi wa sunetamama de arukitsuduketeta
Kono machi ga yuuhi ni tsutsumareteta tachinaranda sono kage wo O BA


Kuji wo sugite boku wa yatto kiduita
kurayami no naka
Nemutageni me wo kosutte
Maa douzo kochira ni kitetatte nagamete goran
hikari no
Kazu dake fueta mono wo


Kawarihateteshimatte jibun hitori ga nokosareru
Sore wa sabishii koto datoitte kimi wa mata naita

Yakki ni natte mata me wo tsumutte kondo wa hashitteitta kimi no
Sono saki ni mo zutto tsuduiteiku yo hikari ni terashidasareta michi
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

二時がすぎて僕らはもう迷った
徒歩でどこまで? 夢に見た遠い場所まで
新しいものなんてなかったこの町にも
知らない景色が増えていった
 
ひとつめの角なら目をつむっても曲がれる
 張りきって頭をポストにぶつけて君は泣いた
 どんな言葉をかけても君はすねたままで歩き続けてた
 この町が夕日に包まれてた 立ち並んだその影をオーバー

九時をすぎて僕はやっと気づいた
暗闇の中 眠たげに目をこすって
まあどうぞこちらに来て立って眺めてごらん
光の数だけ増えたものを
 
 変わり果ててしまって自分ひとりが残される
 それは寂しいことだといって君はまた泣いた
 躍起になってまた目をつむって 今度は走っていった君の
 その先にもずっと続いていくよ 光に照らし出された道

Em inglês...

Two o’ clock passed and we are lost
Where should we walk to? That faraway place we saw in our dreams
Even in this town whereby nothing new happens
Unknown scenery starts to pop up
 
‘Even with the corner of one eye, or even totally closing my eyes, I can still navigate around’
You got so enthusiastic, you hit your head on the mailbox and started to cry
No matter what I say, you continued to sulk as we walked on
This town is covered in the evening sunlight, over the shadows that line by each other

Nine o’ clock passed and I finally realised
In the darkness, I rubbed my sleepy eyes
Well, why don’t you come over here to take a look?
At the lights that are just increasing in number
 
‘Everything has changed completely leaving only myself.
That is something really lonely’, you said, and started to cry again.
You eagerly shut your eyes once more, and this time you walked on
On that light-shone path that stretches on before you


O "NETOIN!" segue na ativa...

-------------------------------------------------------------------------------------------------

A letra foi postada na comunidade do Orkut "Clannad~クラナド~-Brasil", por meio de seu integrante "Eterno Sonhador".

Os créditos deste trabalho são para ele.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Vídeos invertidos: que tal fazer o seu!?

Antes de mais nada, o tutorial original foi concebido no portal YouTube, em um vídeo do usuário "YamiMario".
Os créditos originais são para ele.

Os programas usados no NETOIN! divergem dos originais usados no vídeo exibido pelo usuário acima.


----------------------------------------------------------------------------------------------------

Na verdade, tudo não havia passado de simples curiosidade. Mas tal curiosidade "converteu-se" em vontade.

E o NETOIN! traz agora o tutorial sobre como fazer o seu próprio vídeo invertido.

O que é requerido!?

São requeridos quatro programas, neste caso são todos free:

* um conversor de vídeo: Media Coder;
* um programa de captura e gravação de áudio: Audacity;
* um extrator de áudio de arquivos de vídeo: AoA Audio Extractor;
* um programa para reverter os vídeos em AVI: Video Time Reversal.

Também é necessário um editor de vídeos. Neste caso, foi usado o Windows Movie Maker.

Tutorial passo a passo: o vídeo

Primeiramente, pegue o vídeo que você queira reverter e lance-o no Media Coder. Apenas atente que o vídeo não poderá estar no formato AVI, caso contrário a conversão não será satisfatória. É necessário que o formato de saída seja o AVI, usando-se do Motion JPEG. Segue-se:

O formato de entrada não pode ser AVI, mas obrigatoriamente o de saída tem de ser.

*Audio: source MPlayer, encoder Lame MP3;
*Video: mode Bitrate-Based, format Motion JPEG, container AVI;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*LAME: rate mode ABR, channel Auto, bitrate quality 120 , algorithm quality 2.

Depois é a vez de se usar o Video Time Reversal. Nele será lançado o vídeo convertido para AVI com Motion JPEG. Atente que o vídeo ganhará a terminação ".reversed .avi".

Exemplo: nomedovídeo.avi ficará como nomedovídeo.avi.reversed.avi .

Este pequeno programa deixará o seu vídeo "de trás para frente"...

Se o que você quer é apenas reverter o vídeo em si ( sem o áudio ), todo o processo termina aqui.

Porém, se deseja fazer o trabalho de reversão juntamente com o áudio do vídeo, então se fará necessário seguir mais alguns passos.

Tutorial passo a passo: o áudio

Com o AoA Audio Extrator, iremos extrair o áudio do arquivo de vídeo original ( nomedovídeo.avi ) e convertê-lo para o formato WAV ( wave ).

O programa converte rapidamente o arquivo de áudio.

Como mostrado acima, agora você deverá estar de posse do áudio do seu arquivo de vídeo.

Esse arquivo de áudio em WAV será lançado no Audacity ( agradecimentos universais para o grupo que concedeu este programa gratuito tão completo ).

O Audacity é intuitivo o bastante.

Vá até "Arquivo", e abra o áudio em WAV que passará pelo processo de reversão. Em "Efeitos", selecione "Inverter início e fim". Automaticamente o programa começará o processo de reversão deste arquivo de áudio.

Caso queira, você poderá ouvir o resultado obtido, clicando no símbolo de "play" na parte superior esquerda do programa.

Não clique em "Salvar", mas sim em "Exportar".

Estando tudo em ordem, vá novamente até "Arquivo" e clique em "Exportar". Você irá selecionar o local onde seu arquivo de áudio revertido será salvo.

Certifique-se de salvá-lo no formato WAV ( sem o ".avi" no nome ), ficando como "nomedovideo reversed.wav". O nome completo deve ser colocado após, ficando então como "nomedovideo.avi.reversed.wav". Com isso, a nomenclatura do arquivo de áudio ficará a mesma que a do vídeo retrocedido pelo Video Time Reversal.

Agora se fará necessário o uso de um programa editor de vídeos. Como mencionado anteriormente, neste caso foi o usado o Windows Movie Maker.

Atente totalmente para os nomes dos arquivos de áudio e de vídeo.

Estando de posse do vídeo AVI e do áudio WAV revertidos, e de mesmo nome, lance-os no Windows Movie Maker, ou no software de sua escolha para edição de vídeos.

Faça um teste para verificar o resultado e salve o seu projeto. No caso do Windows Movie Maker, com os arquivos de áudio e de vídeo em seus lugares ( como na imagem acima ), vá até "Arquivo" e selecione "Salvar arquivo de filme".

Neste instante, o arquivo será unificado em formato WMV, pronto para ser apreciado por você e seus amigos.

Com insistência, o NETOIN! fica na ativa novamente...

[ Versões dos programas utilizados para este tutorial: Media Coder 0.6.1.4026 ; AoA Audio Extractor 1.1.8.80128 ; Audacity 1.3.4 Beta ; Video Time Reversal sem dados relativos à versão do programa. ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Sites nacionais recomendados: Baixaki, Superdownloads e Zigg.
O download do Video Time Reversal só está disponível no site de seu idealizador.


segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Media Coder: atualizações...

A versão 0.3.9 ainda agrada muito. Mas a família 0.6.1 apresentou ótimas melhoras.

Recentemente resolvi abrir mão de uma "pirraça", e testei a nova versão do Media Coder, que acabara de entrar na família 0.6.1, acrescida de algumas melhorias.

O tutorial à seguir serve para das versões 0.6 à 0.6.1.4026.

Iniciando: recapitulação e novos tutoriais de conversão

Anteriormente, já havia sido publicado aqui no "NETOIN!" um tutorial simples, porém eficaz sobre a conversão para os formatos AVI, MKV, MPEG e AVI com DviX/Xvid. Mais tarde, este tutorial foi acrescido da conversão para o formato MP4.

O processo de conversão para MKV: primeiro o programa transcodifica o áudio, para depois fazê-lo com o vídeo.

O processo de conversão para MKV pode ser feito da seguinte forma:

*Audio: source MPlayer, encoder Nero Encoder;
*Video: mode Bitrate-Based, format H264, container MKV;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*Nero Encoder: profile HE-ACC2, rate mode Target Quality, bitrate quality 20 à 40.

Melhor visualização das configurações de áudio do processo para MKV.

O modo postado anteriormente, com o codec de áudio Lame MP3 e usando do codec de vídeo MPEG4 ( DviX 4/5 ) pode ser usado tranqüilamente. Inclusive, pode-se usar o vídeo H264 com o áudio Lame MP3 também.

O processo de conversão para MP4 é basicamente idêntico ao processo para MKV.

O processo de conversão para os formatos MP4 e AVI permanecem os mesmos daqueles mostrados no tutorial postado faz algum tempo. Recapitulando...

- para AVI ( normal ):
*Audio: source MPlayer, encoder Lame MP3;
*Video: mode Bitrate-Based, format MS-MPEG4-V2, container AVI;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*LAME: rate mode ABR, channel Auto, bitrate quality 120 , algorithm quality 2.

- para AVI ( padrão para DVD-Players compatíveis com Xvid ):
*Audio: source MPlayer, encoder Lame MP3;
*Video: mode Bitrate-Based, format Xvid, container AVI;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*LAME: rate mode ABR, channel Auto, bitrate quality 120 , algorithm quality 2.

- para MP4:
*Audio: source MPlayer, encoder Nero Encoder;
*Video: mode Bitrate-Based, format H264, container MP4;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*Nero Encoder: profile HE-ACC2, rate mode Target Quality, bitrate quality 20 à 40.

A mensagem que indica que o processo de conversão foi concluído com sucesso.

Entretanto, a conversão para MP4 também pode ser feita utilizando-se de outros codecs de áudio, como por exemplo o Helix MP3. Seguindo-se:

A conversão para MP4 com áudio Helix MP3.

*Audio: source MPlayer, encoder Helix MP3;
*Video: mode Bitrate-Based, format H264, container MP4;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*Helix MP3: mode Joint Stereo, bitrate quality entre 80 à 120 ( apropriado 100 ).

No entanto, esta nova versão teve um certo bug de MPEG corrigido. Segue-se à seguir os parâmetros de conversão para este formato:

Necessário atentar-se na aba LAME ( à direita ), e colocar o rate mode em ABR.

*Audio: source MPlayer, encoder Lame MP3;
*Video: mode Bitrate-Based, format MPEG1 / MPEG2, container MPEG1 / MPEG2;
*Bitrate: entre 200 e 800 kbps;
*Picture: resize 320x240 / 320x160 / 240x180, crop Disabled;
*LAME: rate mode ABR, channel Auto, bitrate quality 120 , algorithm quality 2.

As conversões para MPEG1 ou para MPEG2 são similares.

Deixar o rate mode do Lame em ABR auxilia ao áudio do arquivo à acompanhar os arquivos de vídeo que possuem o bitrate muito variável no processo de conversão, como é o caso do formato RMVB.

Característica importante: sem o navegador Firefox, poucas opções possuem pleno acesso...


Opção de vídeo.

O Media Coder, para alguns, pode ter se tornado muito "intrometido". Isso se deve ao fato de que, grande parte de mudança nas opções do programa vir à ser possível somente através da utilização do navegador Firefox.

Antes que se pergunte: mas isso com qualquer opção!? Resposta: não necessariamente.

Mudando a dimensão de tela para um valor que não está pré-determinado pelo programa.

Note que, na imagem acima, existe o nome de uma opção com uma caixa de "sugestões definidas" ao lado. Por exemplo, "Crop" ou "Frame Rate". Você pode mudar livremente a opção para uma das existentes. Mas se a que você gosta não está presente, somente através da internet tal ação poderá ser feita.

No caso pessoal, cliquei em "Resize" para poder mudar a dimensão de tela para 304x192.

Algumas mensagens de erro também aparecem, apresentando uma caixa de diálogo especificando um código de erro e de onde o mesmo provém. Geralmente são ocasionadas por erro de muxer e, para ver a descrição total do erro, deve-se clicar na dita caixa de diálogo e a mesma dará acesso ao site do programa, mais precisamente em sua wiki com todos os dizeres à respeito.

Onde começa por "Last Error Code...": clica-se ali para ir à wiki do Media Coder.

No entanto, o Media Coder pede ( por assim dizer ) que você tenha instalado o navegador Firefox em seu computador, e que ele seja o seu navegador principal. Caso contrário, ele lhe abrirá uma página de download para o mesmo.

Opções de dispositivos portáteis: somente através do navegador Firefox.

Interessante...

O programa agora pode converter para formatos como WMV, Flash Video, 3GP ( nativo de celulares e outros dispositivos móveis ) e o Real Media ( RMVB ).

No entanto, antes que se pergunte, as configurações de conversão para estes formatos ainda são desconhecidas de minha pessoa, ao mesmo passo que o site do Media Coder não apresenta dados concretos sobre o mesmo. Aliás, o site do Media Coder em si não apresenta as configurações claras de conversões sobre nenhum formato, mas apresenta uma tabela comparativa de tempo de conversão sobre certas características.

Inclusive, no site do programa, não é apresentado nada sobre estes formatos terem se tornado passíveis de conversão de saída pelo software.

A odiosa mensagem de erro. Em um programa com tantas funcionalidades e opções, é normal errar em algo e tal mensagem aparecer durante o processo de conversão, ou até no final do mesmo...

Torna-se atrativa a idéia de visitar o site, em especial esta área comparativa, encontrada na página "Commercial Solutions". Vamos denominar tal área como uma espécie de atendimento ao usuário do programa.

No entanto, vale a pena dar uma olhada em sua ampla seção de extras, bem como a vasta área de download de todas as versões já feitas do programa.

Isso é tudo de momento.

[ Versão deste tutorial: Media Coder 0.6.1.4026 ]

[ made in NETOIN! ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Sites nacionais recomendados: Baixaki, Superdownloads e Zigg.

O sétimo trabalho pessoal: "Anime Clip #3 - Especial Key" !

Após algum tempo finalmente trago até o "NETOIN!" o sétimo trabalho pessoal em AMV's: trata-se do "Anime Clip #3", que nada mais é um especial feito sobre os animes da Key.

Seu tema musical é "Yume no Ato", presente no game de "Kanon" e no anime "Kanon 2006". Para assisti-lo, clique aqui.

Kanon 2006.

Caso tenha gostado, não deixe de escrever um comentário sobre ele, ok?

Grato pela atenção.

[ made in NETOIN! ]

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Sobre compactação e descompactação de arquivos...

Compactar arquivos para ocupar um mínimo de espaço no HD é fundamental. Não apenas por isso, como também para enviar os mesmos por e-mail, salvar em dispositivos móveis, entre outras utilidades.

Todos conhecem os programas WinRAR e WinZIP, líderes neste ramo faz muito tempo. O que pesa é que estes programas são pagos e, a não ser que se adquira a licença deles, as pessoas os conseguem por outros meios, os quais não precisam aqui de maiores descrições...

No entanto, existem muitos programas free que realizam esta tarefa. Alguns deles são bons o bastante para rivalizarem com os programas pagos desta categoria.

Seguem-se alguns destes programas.

7-ZIP

O programa é open source, tratando-se de ser o software free mais conceituado que tem dentro de sua categoria. Seu formato de compactação e descompactação nativo é o 7z. Suporta para compactação e descompactação o formato nativo, acrescido de outros como o ZIP e TAR. Formatos como o RAR e o CAB são aceitos apenas para descompactação.

Importante: o 7-ZIP possui uma versão própria para Linux, que está separada para as distribuições baseadas no Fedora Core, no Gentoo, no Debian e no AltLinux.org.

Também conta com versões para o Mac OSX, para o FreeBSD e para o BeOS.

Site: aqui.

jZip

O novato da área. O programa é proveniente da tecnologia do 7-ZIP. Grande parte de suas características são similares a do seu co-irmão.

A exceção, ao menos por hora, é que o jZip só roda em Windows.

Site: aqui.

Zip Genius

Este programa, nativo da Itália, possui uma interface muito familiar ao Explorer do Windows XP, não que isso signifique tudo. Suporta formatos tradicionais como o ZIP e o RAR, e formatos nativos de sistemas UNIX como o TAR.

Site: aqui.

IZArc

O IZArc foi um dos primeiros programas free desta categoria a ser compatível com o Windows Vista. Ele comprime arquivos em formatos como ZIP, 7z e TAR. Aceita mais de 40 formatos para descompactação, como o RAR.

Site: aqui.

TUGZip

Este programa também é muito versátil, e sua integração com o Explorer do Windows é ótima. Assim como seus rivais da categoria, compacta arquivos em formatos como o ZIP, 7z, TAR e TGZ. Descompacta arquivos nos formatos acima citados e em outros, como o RAR e o ZOO.

Site: aqui.

Intenção...

A intenção de tudo isso é a mais pura análise destes programas free que, devemos reconhecer, fazem por muito merecer respeito. Mas existem outros programas free desta mesma categoria ( verificar nos links ao final do texto ).

Tirando o fato de não compactarem no formato RAR, o resto está excelente.

Visitando os sites destes programas, vocês irão deparar com várias informações que ajudarão na escolha do programa que mais agradá-los. Além do download do software em si, existem também plugins ( ícones, pacotes de tradução ), add-ons e ferramentas diversas.

Ótima pesquisa para todos!

[ Made in NETOIN! ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Sites nacionais de busca de programas recomendados: Baixaki, Superdownloads e Zigg.

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Vamos nos divertir com o anime "Nagasarete Airantou" ?

Remédio!? Funcionou direitinho...

Voltando ao ano de 2007, muitos foram os animes que causaram impacto, por diferentes razões e aspectos. Alguns ainda estão em exibição.

Mas o anime em questão não figurou entre os mais conceituados do ano que passou. No entanto, se o negócio é a mais pura descontração, contendo vários arquétipos e variações, então nada melhor que uma comédia romântica.

E para preencher tal lacuna, temos "Nagasarete Airantou". Um verdadeiro harém...

O pessoal da série, esbanjando simpatia...

"Nenhum homem é uma ilha": o novo sentido da frase...

A história deste anime é curiosa e interessante, mesmo em se tratando de algo tão manjado e presente em comédias românticas.

Tudo tem início quando o jovem Ikuto, após um naufrágio, acaba indo parar em uma ilha. Uma bela garota o acaba pescando, e tenta reanimá-lo. Trata-se de Suzu, uma honesta e espontânea jovem.

Aos poucos, Ikuto vai estranhando os locais da ilha por onde anda com a Suzu até chegar na casa dela. Não tanto pelos locais em si, mas sim porque ele só encontra mulheres nesta terra. Uma delas inclusive tenta atacar Suzu, tratando-se da Ayane, sua maior rival ( ! ) na ilha.

Tonkatsu: porco de estimação da Suzu, e mascote da série.

De maneira inusitada, Ikuto se vê às voltas com tamanho número de garotas que ficam admirando-o ou em seu encalço, literalmente. Uma delas é a carpinteira da ilha, Rin, que apesar de belos dotes físicos possui uma força descomunal, a ponto de enfrentar a pequena Yukino e seu amigo urso pela atenção de Ikuto. Aliás, a própria Suzu é mais forte do que pode aparentar...

Mas é depois de ver a Chikage ( a cientista do lugar ) e Machi ( irmã da Ayane ), que ele põe na cabeça a idéia de deixar a ilha e voltar para casa.

Suas tentativas tornam-se falhas, uma vez que a ilha é cercada de redemoinhos, que impedem a saída de qualquer um da mesma.

Sente cócegas, Suzu!? Vejamos então...

Tudo acontece neste lugar...

Após a "bela sinopse" descrita acima, temos então uma pequena parte do que acontece neste anime.

Após ser informado de que é o único homem na ilha, Ikuto começa a perceber os apuros que enfrentará em sua estadia forçada no lugar. Todas as garotas querem tirar uma "lasquinha" do único rapaz da ilha, nem que tenham que usar da força para isso, literalmente.

Fato comum na série: eventualmente, as moças perdem suas roupas, ou desejam tomar banho junto do Ikuto...

Certamente um dos pontos altos deste anime são as cenas de sangramento excessivo das narinas de nosso amigo Ikuto. Bom, em se tratando de um lugar em que não existiam garotos, as moças não tem essa noção de privacidade, certo!? Pois bem, não são poucas as vezes em que elas ficam nuas ou sexualmente atraentes em frente ao jovem Ikuto, o que poderá levá-lo à morte qualquer dia desses ( como o próprio Ikuto costuma enfatizar )...

Isso é muito comum, para demonstrar a excitação masculina...

Da esquerda para a direita: Suzu, Ikuto, Rin, Ayane, Machi e Yukino.

Contudo, o anime possui algumas doses de romance e sentimentalismo, principalmente quando a Suzu refere-se à sua mãe, ou quando Ikuto começa a sentir falta de casa e da sua irmã mais nova.

Na verdade, todas as garotas possuem características peculiares, que as diferenciam muito bem umas das outras. Se o Ikuto for obrigado a escolher uma delas, será uma difícil decisão, concordam!?

Suzu e Ikuto: até que formam um simpático casal...

No mais, o anime tem a clara intenção de descontrair quem o assiste. É uma comédia romântica interessante em todos os sentidos onde, apesar dos "momentos ecchi", não deixa de ser recomendada para qualquer pessoa.

Além da ilha...

Para quem quiser assistir, o anime vale muito a pena. Ponto positivo!

[ made in NETOIN! ]

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

A série "Higurashi" e sua intrigante estória...

Rena: a dupla personalidade da garota que possui o "modo "kawaii" e o exímio manejo de um cutelo.

Quando as cigarras choram - ひぐらしのなく頃に

A série "Higurashi", quando transmitida em 2006 no Japão, causou um certo alvoroço entre seus telespectadores.

O primeiro episódio de "Higurashi no Naku Koro ni" apresentou os personagens principais da série, e o começo de uma trama. A primeira cena antes da abertura demonstrou bem a história que iria se passar nesse anime. No entanto, tratava-se de uma trama "sem fim"...

Sem fim!?

Toda a estória desta série gira em torno de estranhos acontecimentos em uma pequena vila ( fictícia ) do interior japonês. Essa vila é Hinamizawa.

A população vive sob o temor da maldição de Oyashiro-sama, que ocorre sempre no Watanagashi, um festival local em adoração à ele. Segundo consta na vila, uma pessoa morre e outra desaparece durante o evento.

Além disso, Hinamizawa é comandada pelas três grandes famílias, sendo a de maior reputação a família Sonozaki ( não que esta reputação seja totalmente positiva ). As outras famílias são a Furude e a Houjou, sendo a última taxada de traidora por aceitarem um acordo para a construção de uma represa que acabaria com a vila.

Mas o anime não se prendeu nisso apenas. Na verdade, eventos simultâneos aos já citados também possuem impacto na estória. De certa forma, um evento é resultado de um outro e até ligado à outro, em um cálculo que chega à ser bizarro...

Rena, uma das principais personagens da série.

No avanço dos capítulos, fatalmente perguntava-se: "Como pode isso ter ocorrido, se foi de outra forma que aconteceu!?"

Os capítulos: divisórias e interligação simultâneos

Como o anime provém de um game para PC, muitas ramificações dentro da estória foram feitas. Isso induz à "n" possibilidades diferentes dentro da série "Higurashi". E são essas ramificações, cada qual situada dentro de um capítulo, que dão maior gás à série.

Tratam-se de oito capítulos, onde temos quatro que servem de perguntas, e quatro que servem de respostas. Além disso, existe o fascínio da procura do "melhor final".

A síndrome de Hinamizawa ( um dos pontos chave do anime ) foi muito explorada, ao lado de reviravoltas e importantes descobertas.

São os capítulos de pergunta: Onikakushi-hen , Watanagashi-hen, Tatarigoroshi-hen e Himatsubushi-hen. Seguem-se como capítulos de resposta o Meakashi-hen, o Tsumihoroboshi-hen, o Minagoroshi-hen e o Matsuribayashi-hen.

Dos oito capítulos, cinco se fizeram presente na primeira temporada de "Higurashi", e os outros três apresentaram-se na segunda temporada do anime.

Existem ainda os capítulos extras, o qual não existem em forma de animação.

A segunda série: "Higurashi no Naku Koro ni Kai"

O pessoal do clube: atividades e brincadeiras regadas à punição para os perdedores...

A segunda temporada ( "Quando as cigarras choram: Solução" ) tem o intuito perceptivo de "tapar" os buracos da primeira exibição do anime. Além de contar com os três capítulos restantes da trama, um novo capítulo foi feito pelo criador da série, especialmente para esta nova temporada.

A violência presente na primeira exibição desta série acabou por não se fazer presente na segunda temporada. Acredita-se que o alarde feito em algumas séries que tiveram episódios ou trechos dos mesmos censurados tenham contribuído para tal fato, vide exemplo de animes como "School Days" e "Myself; Yourself".

No entanto, a segunda temporada conseguiu prender a atenção de quem a assistia, pelo fato da exaustiva chegada a um culpado comum para todas as tragédias de Hinamizawa.

A Rena em seu famoso "modo kawaii". O alvo da vez é a Furude Rika. Uma frase: "Vou te levar para casa!"...


(...)

Em resumo, o anime é digno o bastante de ser assistido, por possuir uma trama forte e consistente, onde a diferença entre o certo e o errado não é nítida.

[ made in NETOIN! ]

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Acesse aqui o site do anime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons