Análises em Geral - parte #37: uma pequena maravilha chamada "Ikoku Meiro no Croisée"... ~ Netoin!

domingo, 25 de setembro de 2011

Análises em Geral - parte #37: uma pequena maravilha chamada "Ikoku Meiro no Croisée"...

"Ikoku Meiro no Croisée".

A temporada de animes que está por encerrar-se deixou para trás títulos que procuraram satisfazer uma boa parte dos fãs de animação japonesa. Da luta ao drama, da comédia ao terror: nada foi esquecido. Títulos que caíram no gosto do pessoal globo afora somaram-se aos animes que o público preferiu tomar certa distância, onde o gosto pessoal tende à prevalecer.

Um título em especial chamou a atenção positivamente para este humilde blogueiro. Um slice-of-life descompromissado e casual, porém extremamente elegante em sua apresentação e muito fofo em sua concepção.

Amigo visitante, saiba um pouco agora sobre as impressões deixadas pelo anime "Ikoku Meiro no Croisée".

O anime em si...

A Yune, com o seu encantamento sublime...

O anime faz um convite muito gentil para quem quiser assisti-lo: uma volta pela culturalmente conhecida Paris do século XIX. A capital francesa, sempre tão inspirativa para multidões ao redor da Terra, é o cenário perfeito para um anime que procura unir sensibilidade e beleza em um alto grau de concepção.

Mas um ponto interessante é que a estrela maior deste anime é uma pequena japonesa, que carrega consigo até a França todos os costumes de seu País: esta é a jovem Yune. Sua educação tão refinada soma-se harmoniosamente a sua inocência tão presente. A Yune chega ao País europeu acompanhada de Oscar Claudel, que a trouxe do Japão para viver em solo parisiense.

Oscar é o dono da Enseignes du Roy. Lá ele trabalha com o seu neto, Claude Claudel. E muito embora o anime tenha a premissa calma e pacífica em sua história, saiba que o começo do mesmo já mostra um certo choque cultural vivenciado pela dupla Claude e Yune.

Claude e Yune: uma cena maravilhosa do anime...

Tal choque, em boa parte, e devido à inocência e educação da Yune expostas à seriedade e aparente rigor nas palavras do jovem Claude, que não consegue conter suas emoções em meio à uma certa atrapalhada da pequena japonesa, o que vale um sermão nada recomendável do jovem anfitrião local.

Com o passar dos episódios, o Claude passa a entender um pouco mais o modo de viver da Yune e, porque não enfatizar, até da própria sociedade japonesa, tendo como base para tanto o que a Yune conta sobre o seu País. Mas isso não significa, necessariamente, que os problemas não mais existam ou que as indiferenças cessaram. Para o Oscar, fica o sentimento honrado em ter trazido a pequena Yune do Japão para viver em sua terra, por razões que ficam bem claras no decorrer da obra animada.

As irmãs Blanche e a Yune.

O anime mostra uma realidade da época facilmente aplicável aos dias atuais, sendo esta o choque entre classes sociais. Neste quesito entra em cena duas representantes da conhecida e prestigiada família Blanche. Tal família é dona da Galerie du Roy, onde está localizada a Enseignes du Roy ( local no qual trabalha a família Claudel ). Neste quesito o anime apresenta as irmãs Camile e Alice Blanche.

A Camile é a mais velha, e guarda consigo um grande sentimento. Todavia isto que ela sente não pode vir à tona, uma vez que a dita barreira social imperava forte, e o amor que a Camile sente por um certo rapaz, desde a sua infância, impede que este mesmo amor possa seguir em frente.

Por sua vez, a Alice adora a cultura japonesa. Com a chegada da Yune em solo francês, a jovem representante da família Blanche vê uma ótima oportunidade de ficar mais à par do Japão, além do que ela guarda consigo um sonho estranho com relação à Yune...

A primeira experiência da Yune tomando café...

O anime não lhe intimidará, em nenhum instante, à ponderar sobre o certo e o errado. De igual forma, "Ikoku Meiro no Croisée" não quer que você se mate para pensar sobre as questões sociais em si ( que são bem óbvias na obra ). O anime deseja apenas que você se sinta imerso agradavelmente em sua história, seja nas passagens hilárias que envolvam a Yune, seja pelo carisma de seus personagens ( sendo este um ponto extremamente elogiável no anime ), seja pelo modo de ser do Claude e da Alice...

Um ponto à se discutir está no fato de "Ikoku Meiro no Croisée" ser extremamente fofo, em todos os sentidos ( e mesmo em suas passagens mais sérias ). Seja no visual, nas falas ou no comportamento de seus personagens, o anime não deixa isso de lado em nenhum instante. Obviamente nem todos se sentem à vontade para assistir um anime que se negue em deixar de ser bonito e simpático acima da média, por isso esse dado importante tem de ser salientado.

Quanto aos idiomas francês e japonês no anime: apenas assista, relaxe e que o detalhe presente de foram impactante ao longo do início deste título não lhe cause ideias erradas...

Objetivamente

Claude, Yune e Oscar. Presentes em um primoroso anime...

Se estás a procura de um anime extremamente caprichado visualmente, pode ter certeza de que "Ikoku Meiro no Croisée" saciará esta sua vontade. Desde o belo traço dos personagens, passando pelo uso das cores e culminando com o capricho elogiável de seus cenários, o anime tem um ponto de grande destaque neste quesito.

Se for falar de efeitos sonoros, o anime cumpre um papel justo. Não há algo em destaque, mas os temas de abertura e de encerramento refletem bem todo o panorama e ambientação apresentados no título em questão.

Entretanto, salienta-se uma vez mais que o anime é bonito até demais. Se isso não é de seu gosto pessoal, aconselha-se pensar duas vezes antes de assisti-lo.

E por tudo que foi aqui mostrado, "Ikoku Meiro no Croisée" é um anime que merece ser assistido. Se tiver a oportunidade, faça-o. E desde agora, este humilde blogueiro fica na torcida para que o mangá desta obra seja, um dia, publicado no Brasil.

Notou as pontas soltas no texto? Foram propositais...

[ made in NETOIN! ]

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Acesse o site de "Ikoku Meiro no Croisee", clicando aqui.

  • 4Blogger
  • Disqus

4 Comentários

  1. Ótimo texto =D
    Se não me engano, ouvi falar em maio sobre o lançamento deste anime na Temporada de Verão. Claro que fiquei na espera, sendo baseado em um trabalho da ilustradora de Gosick e com ideia semelhante em buscar um cenário europeu "de época".

    Gostei pra caramba da produção do estúdio Satelight, não esperava tanto esmero na produção dos cenários. O ritmo calmo e a construção bem adequada de cada personagem, cada um refletindo um ponto de vista diferente dentro dos conflitos culturais e até sociais, foram bem marcantes. Já marcou presença como slice-of-life ao lado de Usagi Drop.

    Por fim, ainda estou no final da série e pretendo maratonar o finalzinho. Tenho certeza que manteve o mesmo nível da série em geral.

    ResponderExcluir
  2. Saudações

    Realmente, Mary. Croisée foi um anime que se prontificou à entregar um tipo de anime, e o fez com todo o brilhantismo possível.

    Que bom que gostaste deste texto.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  3. Oi Carlírio, imprimiu bem sua marca registrada no texto, eu gostei. Ainda não terminei Croisée, ainda falta uns 3 episódios XD

    Mas eu gostei do anime como um todo, ele segue por uma trilha plana, assim como Usagi Drop, sem procurar entrar em grandes conflitos. Verdade que, porem, um ou dois episódios, me desapontaram. Mas no restante, entregou o que prometeu.

    Fora que no inicio, eu fiquei meio receosa pelo caminho que o anime poderia tomar, mas felizmente tudo ocorreu bem. E a Yune é mesmo uma fofa né, é impossível fechar a cara pra ela UHEHUEHUEUHEHUEUEHE

    ResponderExcluir
  4. Considero ele e Usagi Drop os melhores da temporada. E não só desta como da anterior também. Ainda não terminei, mas o contexto não deve mudar nos ultimos episodios.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons