Fotos, amizade e tranquilidade: isto é "Tamayura"! ~ Netoin!

domingo, 25 de setembro de 2011

Fotos, amizade e tranquilidade: isto é "Tamayura"!

"Tamayura".

Animes que narram a história do puro e simples são melhor conhecidos como pertencentes ao gênero slice-of-life. Nele, o que reina é o chamado diário aberto, onde todos os acontecimentos pertinentes à um personagem ( ou a um grupo destes ) são contados de forma calma, porém direta.

Contudo, o slice-of-life pode carregar junto de si algum outro gênero para servir de apoio. Neste quesito, uma boa comédia, um drama ou o mais puro nonsense são pratos cheios para a causa. Muitos animes do gênero do slice-of-life já tiveram reviews publicadas neste humilde blog. Mas...

O título que será tratado agora consegue ser um pouco diferente. Ele chama a atenção, positivamente, pela sua simplicidade e delicadeza na história, ao mesmo passo que a protagonista e suas amigas formam o esboço perfeito de ambiente humano amigável.

Amigo visitante, esteja convidado à conhecer um pouco sobre o anime "Tamayura".

Personagens...

Do alto para baixo, da esquerda para a direita:
Hanawa Kaoru, Sakurada Maon, Sawatari Fu "Potte" e Okazaki Norie.

O título "Tamayura" é uma série em OVA com quatro episódios, que foi ao ar entre setembro e dezembro de 2010 no Japão. A ambientalização desta obra se dá em uma calma cidade japonesa, na qual a protagonista do anime vive com sua mãe e sua avó.

No que diz respeito à protagonista, ela é muito amável. Possui um jeito muito simples de ver as coisas que ocorrem e consegue, ao mesmo tempo, ter lembranças de alguém importante que partiu sem abalá-la de forma compulsiva. Esta é a pequena Sawatari Fu.

Fu ( que também é chamada de "Potte" ) simplesmente ama tirar fotos. Quando mais jovem, ela adorava ficar ao lado deste alguém tão especial que partiu, tirando fotografias. O problema é que em vários momentos a Fu se concentra demais nas fotos, esquecendo de ter um certo cuidado consigo mesma. Para a sorte dela, uma garota está em seu encalço para livrá-la de perigos como este...

Momoneko-sama e Fu. O mascote da série dificulta muito
para a garota tirar uma foto dele...

Esta garota é a Hanawa Kaoru ( chamada de Kao-chan ). Ela é muito direta na hora de falar com os outros, mas sempre mantendo os bons modos e um sorriso estampado na face. Aparenta ser a mais adulta do grupo e simplesmente aprecia os mais variados aromas existentes. Ela chega, inclusive, a identificar as pessoas mais conhecidas por ela através do cheiro a uma curta distância.

Mas para balancear a aparente calmaria mostrada pela dupla Fu e Kaoru, há uma garota energética e risonha. Ela fala bastante ( até um pouco além do que deveria ) e adora coisas muito fofas e doces.

O parágrafo descreveu como é a jovem Okazaki Norie. Por adorar coisas fofas, ela acaba por apreciar muito as fotos tiradas pela Fu. Em especial uma onde aparece o irmão mais novo da protagonista, Sawatari Kou. Se por um lado a Norie fala demais, por outro há alguém neste meio que fala pouco. Bem pouco...

A Norie, em seu estado natural ao lidar com coisas fofas...

Esta pessoa que não fala quase nada é a Sakurada Maon. Uma jovem extremamente quieta e na dela, mas instintivamente observadora. Adora assoviar, chegando a usar de tal ação para substituir palavras, gerando um ponto interessante de atenção nesta animação.

O mascote da série é um gato chamado Momoneko-sama. Extremamente gorducho e fofo ( literalmente ), este felino está na maior parte do tempo dormindo em "Tamayura". E quando não está em seu momento de soneca, está andando por aí...

Mais personagens se fazem aparecer ao longo dos quatro episódios deste OVA, mantendo o bom patamar da história e fazendo com que a mesma flua de uma forma consistente, desde o início do primeiro episódio até o final do quarto episódio.

Um prosseguimento muito calmo...

Maon assovia, Kaoru e Fu observam: é a Norie cansada depois
de tanto se mover e falar...

Cabe aqui ser ressaltada uma definição interessante, no que diz respeito ao nome da obra: tamayura é o nome dado a certos borrões brancos, de diferentes tamanhos, que costumam aparecer em algumas das fotos tiradas pela pequena Fu. Se partir do princípio que a protagonista utiliza-se de uma câmera antiga para tirar suas fotos, então a chance de aparecer tamayuras em suas fotografias é muito boa.

E esta mesma câmera guarda algo muito especial para a Fu: este objeto é lembrança direta daquele alguém especial para ela, enfatizado no início deste texto. E essa pessoa tão importante para Fu é o seu pai, falecido há cinco anos ( cronologia do anime ).

A Fu busca nas fotos retratar o seu dia a dia, de sua família e de suas amigas. Pequenos movimentos da natureza, como um dente de leão planando suavemente à sua frente, são motivos mais que suficientes para uma foto. São momentos por demais inesquecíveis para ela.

Fu pensando nas fotos à tirar do Momoneko-sama...

Em "Tamayura" não existem segredos à serem desvendados. Há apenas a busca constante da Fu em fazer mais amizades. É verdade que ela possui as suas três amigas já aqui apresentadas, mas a pequena "Potte" sempre teve dificuldades até para se apresentar em sala de aula...

O ambiente mostrado no anime é calmo e pacífico. Neste sentido, é quase uma utopia animada o que se vê em "Tamayura".

A Fu vive com sua mãe e com sua avó, tal como já foi mencionado anteriormente. Ela ajuda ambas no restaurante, que tem como especialidade verdadeiras delícias adocicadas, o que acaba se transformando em um local de visitação mais do que obrigatório para a Norie...

Esta é uma paisagem das mais memoráveis...

Ainda no que remete à Norie, o irmão da Fu também é motivo de apego. O pequeno Kou é um rapaz mas que, nas fotos tiradas por seu pai e pela sua irmã, mais parece uma mocinha sendo esta, inclusive, a primeira impressão que a Norie teve ao ver uma de suas fotos...

Atente para o fato de muito do que pode ser observado em "Tamayura" está ligado intimamente a ideia da busca por um certo lugar. Trata-se de um lugar que trás lembranças para a pequena Fu. Lugar este hoje lembrado por um desenho feito pelo pequeno Kou em épocas passadas...

Objetivamente

As amigas juntas para uma foto...

Em "Tamayura" tudo é muito calmo e tranquilo. O tempo, às vezes, parece negar-se em passar. E isso não é um demérito: é um grande elogio para a série, uma vez que ela promete entregar uma história de jeito "x", sendo que em seu final ela entrega este mesmo "x", de forma harmoniosa e muito natural.

Se observar atentamente o traço e apresentação visual de "Tamayura", você notará que a obra animada não decepciona. O mesmo pode ser aplicado aos poucos efeitos sonoros presentes e às belas canções de abertura e de encerramento desta animação.

Em resumo, "Tamayura" é um convite singelo à distração em forma de paz. É uma história para se apreciar sem a menor pressa, pois assim notar a beleza mostrada nesta obra animada será muito mais fácil e prazeroso.

Se tiver a oportunidade, assista a este OVA. Descubra você também que lugar é esse que a Fu tanto está querendo encontrar, além de saber o porque de seu apelido ser "Potte". Recomendado!

[ made in NETOIN! ]

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons