Análises em Geral - parte #50: o segundo volume de K-ON! no Brasil... ~ Netoin!

domingo, 18 de março de 2012

Análises em Geral - parte #50: o segundo volume de K-ON! no Brasil...

Capas do mangá de K-ON!, pela Editora NewPop.

Amigo visitante, é chegada a quinquagésima edição da seção Análises em Geral, que tem buscado dar um enfoque certeiros em diversas obras japonesas, sejam elas animadas ou publicações. Para um momento tão importante, a análise da vez recai sobre um dos mangás que segue em publicação no Brasil. No caso, trata-se de K-ON!.

Em si, K-ON! é uma obra que dispensa maiores apresentações. Em julho de 2011, este blog apresentou um texto no qual se faziam comentários sobre a estreia do mangá deste título em solo brasileiro ( relembre o post clicando aqui ). Na citada ocasião foram levantados pontos pertinentes à publicação nacional, feita pela Editora NewPop, bem como se fez contar um pouco da história que rege o dia a dia das jovens integrantes do clube de música leve.

Detalhe interno do segundo volume de K-ON!.

Desta vez, o segundo volume do mangá será analisado brevemente. Atente-se para as observações que serão pertinentes sobre a qualidade da publicação no Brasil, bem como também se fará presente uma breve conotação sobre a história da obra.

O mangá de K-ON! continua a apresentar páginas coloridas em seu início. Para se ter uma maior precisão, as oito primeiras páginas são enriquecidas pelas cores, vivas e fortes. Este é um quesito chamativo e de grande valor. E as boas-vindas são dadas pela personagem que se faz ingressar na história, neste volume.

Contudo, são justamente nas páginas coloridas que ocorre o problema deste volume. Para alguns pode ser algo superficial. Para outros é uma questão de importância. À rigor, trata-se de um corte nos balões de fala das personagens, mais precisamente, nas laterais das páginas. Este blogueiro não sabe enfatizar se é um problema de lote ou de tiragem ( o que é provável ). Mas a edição comprada apresenta tal fato, mais precisamente entre as páginas três e sete ( exceção à página cinco ).

O aparecimento da Azusa. O único problema do mangá
aparece nas páginas coloridas seguintes ( exemplo de uma delas à direita ).

Para evitar maiores precipitações, salienta-se que os cortes nos balões não chegam à comprometer o entendimento das falas sendo que, na maioria dos casos, faltam apenas algumas sílabas ou letras ( não chegando a uma palavra inteira por linha, por exemplo ). É bem verdade que para alguns isto pode vir à ser frustrante mas, para outros, pode vir à ser enfatizado apenas como um tipo de eventualidade inesperada. Ressalta-se que as demais páginas da publicação não apresentam tal problema, seguindo a linhagem de qualidade apresentada no primeiro volume de K-ON!.

As contra capas apresentam pequenas historinhas, clássicas do yon-koma ( que é a base real do mangá de K-ON! ). A coloração delas é diferenciada do restante da publicação. O prosseguimento da publicação é similar ao que pôde ser visto no primeiro volume deste mangá, não sendo isto um demérito de nenhum nível ou espécie.

Azusa e Yui, em uma imagem bem esperada na última capa do mangá...

A simpática Azusa é a personagem que encabeça a publicação e que se faz apresentar na mesma, para o deleite de seus fãs ( a disputa de popularidade entre ela e a Mio é realmente interessante ). O desespero da Azusa ao notar o comportamento da Yui e da Ritsu nos ensaios encanta, na mesma proporção que nos momentos de descontração na praia ou nas conversas com a Mio.

Na visão deste humilde blogueiro, o mangá de K-ON! ainda possui uma ótima qualidade. O problema citado neste texto pode ser um sinal de alerta mas, no todo, não quebra a experiência de diversão oferecida pela obra. Espera-se, de forma lógica, que tal problema não ocorra nas próximas edições do mangá, que ainda possui forte recomendação de compra.

[ made in NETOIN! ]

---------------------------------------------------------------------------------------------

Acesse o site da Editora NewPop, clicando aqui.

O autor do NETOIN! é...
Carlírio NetoCarlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 16Blogger
  • Disqus

16 Comentários

  1. saudações


    Eduardo, não citei o [Azu-miau] por uma razão bem direta: nem todos tem internet, nem todos sabem do anime qualitativamente. Então, a "tradução" de [Azu-nyan] ( que é um apelido da Azusa )pode passar desapercebida.

    É necessário pensar em todos os públicos, não é mesmo?

    Agora os cortes nos balões são outra história...



    Até mais!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Azu-Miau é tenso. Mas apesar de eu não curtir esse tipo de adaptação, dá pra entender. ADAPTAÇÕES....enfim. O corte também é um problema, não tão grave como páginas soltando ou completamente borradas, mas que já é um sinal de alerta.

    ResponderExcluir
  3. Saudações


    De fato, amiga Roberta: adaptações.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  4. Ah, sinceramente!
    Tu só achou esse erro na edição e ficou meio com receio de postar o review por causa disso?
    Isso não é nada Netoin, sério!
    Ruim é tu pegar uma revista que se propõe a ser profissional e achar erros crassos de roteiro, do nível de fanfics ruins!
    Isso sim é triste!
    Por sinal, peguei minha edição aqui e chequei a página citada, realmente, deve ter sido erro de gráfica.
    No geral, achei o mangá de K-on muito moe de tudo, orelhas de gatinho, uniformes de empregada, garotas coxudas e alguma insinuação de cunho yuri...
    Não é algo que vá mudar minha vida, mas me diverte.
    15 reais bem gastos, eu diria!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Saudações


    Sabe "The Fool", preciso para de ter medo em fazer certas postagens...
    Enquanto eu não amadurecer este lado, não crescerei verdadeiramente como blogueiro.

    É tudo questão de opinião, mas sempre com sensatez e responsabilidade.



    Até mais!

    ResponderExcluir
  6. Apesar de achar esse tipo de coisa um erro muito grave, devo dizer que deve ter sido erro de lote mesmo, pois a minha edição não veio com esse problema (felizmente). Eu pediria a troca da editora, é inadmissível pegar um manga com letras cortadas, ainda mais pelo preço que é K-ON!

    E sobre o Azu-Miau, achei perfeito. Se coloca "Nyan" é os japoneses entendem como sendo o que os gatos fazem, o que é obviamente e facilmenta _traduzível_ para "miau", que é o som que entendemos na sociedade brasileiro. Não vejo isso nem como adaptação, para mim é tradução mesmo.

    No mais, a edição tem mais alguns pequenos problemas, até estou pensando também fazer um post sobre, mas no mais está muito boa (e as histórias em si estão hilárias!).

    Gyabbo!

    ResponderExcluir
  7. Saudações


    Nobre Gyabbo, a questão da tradução do apelido pode verdadeiramente dividir opiniões. Mas começo a ver tal divisão como algo muito sadio e válido.

    Quanto ao mangá em si, no problema que reportei, aparentemente fui o único sem sorte. Parece que acabei comprando um exemplar proveniente de lote "defeituoso". Acontece, o que se pode fazer?

    Fico feliz de pensado em tal hipótese antes de ter publicado o post. Começo a ver que foi uma decisão acertada de minha parte.

    Um post seu sobre este mangá seria interessante, Gyabbo.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  8. Bom está melhor que as outras editoras pena que os títulos que ela pega nem sempre são bons de mercado e a demora dela é comparada a demora na distribuição da JBC.
    Bom corte é melhor do que uma pagina realmente cortada (rasgada) com a qual meu volume 1 de One Piece veio no mais acho a editora com a melhor qualidade no Brasil próxima das edições lendárias de A Dhama de Pharis.
    Eu achei que os cortes nos balões da pagina colorida não afetaram em nada pelo menos para mim.

    ResponderExcluir
  9. Saudações

    Iago, dou razão para ti no que diz respeito ao corte nos balões não atrapalhar (muito) na experiência de leitura. Tanto que enfatizei isto no post (mas não deixa de ser um problema).

    Entretanto, há muitas pessoas que verão nisso uma razão muito forte para desdém ou situações ainda mais graves. O jovem Gyabbo foi sensato na opinião dele também e acho que isso é que conta.

    Páginas cortadas são, realmente, um problema bem mais sério que o citado no meu post.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  10. Quero muito comprar K-ON!, vale mesmo a pena?

    Se eu for comprar espero nao pegar um lote com esses cortes nos baloes hehe ^^

    ResponderExcluir
  11. Saudações


    Gekkou, pode ter certeza absoluta de que o mangá de K-ON! vale a compra.
    Descontração garantida.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  12. O meu vol.02 deve ter sido do mesmo lote que o seu Carlírio, pois também veio com a mesma falha de impressão na página 7, mas é como você mesmo disse, nada que vá comprometer o entendimento de alguém.

    E o que também não vai fazer com que eu deixe de comprar, se for comparar na qualidade física dos títulos, mesmo com esse erro, a NewPOP ainda está muito a frente de outras editoras, como exemplo tem o que o próprio Iago disse num comentário acima, sobre as páginas da Panini virem rasgadas. E não foi de apenas um volume, já comprei vários que vieram com rasgo os dobras nas páginas, e não pode ser por causa do transporte ou algo assim, afinal, os volumes vem plastificados, então é falha da editora mesmo.

    ResponderExcluir
  13. Essas coisas fazem eu ficar pensando o quão distante de uma qualidade razoável estamos no quesito mangás.
    Mancadas desse tipo não devem acontecer no gibis de super-heróis ou nos do Tex, por exemplo.
    Mudando de assunto, Netoin, tu chegou a ler os mangás da L&PM? Acredito que eles já tenham distribuido pra todo Brasil. Procura em banca de jornal / fármacia ou outros pontos que tenham aquela prateleria giratória com livros de bolso da L&PM e procura os mangás lá.
    Valem um Review, eu tenho os 3 que sairam aqui comigo, a qualidade técnica está excelente e a escolha dos títulos também.
    Tanto que emprestei o "Aventuras de Menino" para um senhor (+60 anos) que não costuma ler quadrinhos e ele disse que "é um bom passatempo."
    Até mais!

    ResponderExcluir
  14. Saudações


    *NinhaPaz: fiz questão de deixar as suas observações em evidência no texto. Até porque, concordo integralmente com a sua opinião.

    Além disso, não pretendo desmerecer o trabalho da NewPOP com este mangá. Muito embora um pequeno sinal de alerta tenha sido acionado com tal fato.

    Entretanto, depois de ver os relatos de algumas pessoas aqui nos comentários do texto, pode-se enfatizar que tanto a minha pessoa, como também a sua pessoa, fomos [vítimas do azar].



    Até mais!

    ResponderExcluir
  15. Saudações


    The Fool, acredito deveras que tenha sido um erro inesperado de lote. Apenas fico no aguardo para que tenha sido isso mesmo.

    Quanto à Editora L&PM, já publiquei uma resenha de Solanin neste humilde blog: http://netoi.blogspot.com.br/2012/02/analises-em-geral-parte-49-um-pouco-de.html.

    Um mangá mais do que recomendável. Inegavelmente, a L&PM realizou um excelente trabalho, tanto com [Solanin] como também com [Aventuras de Menino].




    Até mais!

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons