Análises em Geral - parte #51: terminou Shakugan no Shana... ~ Netoin!

domingo, 8 de abril de 2012

Análises em Geral - parte #51: terminou Shakugan no Shana...

Shakugan no Shana III Final.

A temporada de primavera vem tendo seu início apoteótico nos últimos dias, com prosseguimento marcado ainda para os próximos. Ainda assim, alguns animes da temporada passada ainda fazem por merecer serem comentados, ao mesmo passo que ainda há aqueles que começaram em outubro'2011 e encerraram-se apenas agora, em março'2012.

Este é o caso de duas obras: Chihayafuru e Shakugan no Shana III Final. O primeiro título, que primou pelo drama e pelas demonstrações de karuta, fez com todas as glórias o seu papel e ganhou ótimas menções por parte da crítica e também de muitos fãs de animes. E quanto ao segundo?

Em si, Shakugan no Shana sempre carregou um certo stigma entre os fãs e a crítica. Uma parte pela primeira temporada ( out'2005 à mar'2006 ) que conseguiu atrair a atenção e deixar, propositadamente, lacunas para serem preenchidas posteriormente. A outra parte pela segunda temporada ( out'2007 à mar'2008 ) que tentou unificar o útil ao agradável, em duas metades distintas, mas que acabou dividindo opiniões e fazendo o fandom da série passar por um certo aperto.

Shana, entre o final da temporada predecessora e o início da última aventura...

A terceira temporada, que iniciou em outubro'2011, já trazia em seu nome o limiar de tudo: Shakugan no Shana III Final. Os pontos seriam devidamente colocados, as lacunas preenchidas e toda aquela atmosfera criada pelas ações de Sakai Yuuji ( durante a segunda temporada do anime ) seriam explicadas, dando conformidade e consciência para a nomeada última temporada das aventuras da Flame Haze Shana.

A temporada final desta série conseguiu mostrar que as motivações de um Flame Haze não se restringem, unicamente, a estabelecer o equilíbrio na Terra em virtude das ações dos tomogaras. Interessante notar que muitos dos guerreiros e guerreiras, confinados a viverem por séculos na caça aos tomogaras, possuíam as mais diferentes ambições e anseios pessoais para assim prosseguirem.

Em si, a protagonista Shana estava indecisa e cautelosa ao extremo. Um convite claro para vários de seus fãs a deixarem de lado, graças às suas ações calmas e sempre defensivas, originando uma contradição quanto à sua real natureza. Mas a Flame Haze dos cabelos vermelhos tinha uma razão muito grande para procurar agir de tal forma...

Sakai Yuuji? Rei de Guze?

A outra ponta, que fazia jus às ações da Flame Haze Shana, era administrada pelo Mistess Sakai Yuuji. As incógnitas surgem pouco à pouco, ao frescor de toda e qualquer medida tomada pelo Yuuji, que deu amostras de renegar o seu passado como ser humano e até ao mais recente, como um Mistess possuidor do Reiji Maigo.

Procurar entender o porquê da ações do Yuuji, no início de Shakugan no Shana III Final, é um claro convite ao estresse. Após o mesmo deixar clara a sua aliança com um Rei de Guze, na promessa de uma ação conjunta para a realização de um sonho ostentado pelo Mistess há muito tempo, o que mais se poderia imaginar era a Shana disposta não apenas à tentar descobrir as razões dele para tal ação, como principalmente averiguar se Yuuji havia se tornado maligno ou não.

No meio de tamanha confusão existencial, vários grupos de Flame Haze espalhados por todo o globo terrestre passaram à ficar em alerta máximo. Isto porquê Sakai Yuuji não apenas fez uma aliança com um Rei de Guze, como também tomou parte da Bal Masqué, sendo o seu novo líder. Todas as tomadas de ação, seja por parte dos Flame Haze ou parte da Bal Masqué, convergiam ironicamente para um ponto em comum...

Entre o sonho e a realidade...

As motivações de cada personagem entraram em cena. Ao lado de tal fato, uma outra característica peculiar se fez entrar em cena: a conversação. Este anime usou e abusou da prática da fala, mas não apenas dela. Diversas definições, nomes completos de guerreiros de ambos os lados entre outras nomenclaturas se fizeram lançar quase que à esmo, propiciando momentos cuja racionalização para a compreensão de tudo não fosse uma constante.

Em Shakugan no Shana III Final se fez destacar a atuação dos chamados personagens secundários que, em diversas ocasiões, foi mais determinante e concisa do que as ações levadas adiante pelos ditos protagonistas. Para este blogueiro este foi um efeito proposital. De igual forma, o número total de lutas poderá ser compreendido como pouco e/ou insuficiente para muitos fãs da série, mas certamente as batalhas que houveram despertaram interesse.

Neste anime, os anseios dos personagens e a determinação levada sempre à frente para a realização dos mesmos fez com que pairasse no ar uma dúvida: qual a definição do bem e do mal? O que aconteceu em Shakugan no Shana III Final não se equivale ao ocorrido em Magic Knight Rayearth, por exemplo, mas Sakai Yuuji e Shana conseguiram protagonizar um interessante embate pessoal no que tange à dúvida aqui lançada.

A imagem que procura sintetizar a temporada final de Shakugan no Shana...

Procurar encontrar definições, razões ou sentido para toda e qualquer ação é algo que acompanha a humanidade desde sempre. Independente da ação ser favorável ao dito bem maior ou para a realização de ambições egoístas, a raça humana carrega consigo tal poder de decisão, definindo para si todas as ações. Mesmo que, em alguns casos, no papel o resultado final seja melhor do que na realidade.

O parágrafo acima consegue definir bem o que pôde ser visto em Shakugan no Shana III Final. É bem verdade que os últimos episódios tendem à deixar em vista clara que Yuuji pode ter exagerado em suas ações e que, de igual forma, a Shana poderia ter sido mais agressiva e incisiva. No saldo final, o encerramento da série pode ser definido como muito bem-vindo e bem menos assustador do que se poderia inicialmente imaginar...

Mas fica o convite à observação e a análise. Para este humilde blogueiro, o anime teve um encerramento digno e notório, passando pelos percalços existentes e outras adversidades contextuais e de compreensão. Após uma primeira temporada de apresentações e definições e uma segunda temporada visualmente divisível em sua propriedade, a terceira temporada conseguiu estabelecer e definir o todo para o anime.

E o amor? Prevalece?

[ made in NETOIN! ]

O autor do NETOIN! é...
Carlírio NetoCarlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons