Vários trovões! Um Incubator! Momento de união! - Parte #4 Final! ~ Netoin!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Vários trovões! Um Incubator! Momento de união! - Parte #4 Final!


Esta história expressa apenas passagens fictícias da série em questão, 
vindas da mente do criador deste texto. Puella Magi Madoka Magica, sua história original  e personagens pertencem exclusivamente aos seus criadores.

* continuação do capítulo anterior *

Vários trovões! Um Incubator! Momento de união!
por: Carlírio Neto

Capítulo #4 – Sentimental

Madoka estava totalmente perplexa com a ação súbita por parte da Homura. Por um lado, era o momento pelo qual ela tanto sonhou. Por outro lado, a Homura estava se aproveitando de um “momento de fragilidade” da Madoka para sapecar-lhe o beijo.

Lentamente a Homura foi se afastando da Madoka, ainda com os olhos devidamente fechados e respirando de forma muito forte, com o coração pulsando em vertiginosa velocidade e o corpo trêmulo. A Madoka continuava lá, petrificada e sem ação alguma.

E a Homura começou a abrir os olhos...

- Madoka! Você estava acordada!? – após falar isso, a Homura ficou totalmente vermelha
- ...
- Madoka, me desculpe... Sério... Eu, eu só estava...
- ...
- Madoka, não vai me responder?

Após tão interessante pergunta por parte da Homura, a Madoka começou a se mover. Ergueu o seu pequeno corpo, que trajava um pijama básico para poder dormir, com o olhar fixo em sua amiga que lhe roubara um beijo. A pequena Madoka não dizia uma única palavra, mas continuava olhando fixamente para a Homura , que estava totalmente paralisada e com uma de suas mãos na boca.

A garota mágica que temia trovões continuou a se aproximar da Homura. Lentamente, os olhos da Madoka iam se fechando, ao mesmo tempo em que seus dois braços esticavam-se para poder abraçar a sua amiga. De certo, a Madoka estava agindo pelo seu subconsciente, pois ela ficou totalmente absorta após o beijo que recebera da Homura.

Após finalmente ter abraçado sua amiga, a Madoka começou a aproximar os seus lábios aos da Homura. Agora que os papéis haviam se invertido foi a vez da senhorita do olhar frio e gélido ficar com os seus olhos devidamente arregalados. A Madoka estava prestes à beijar a sua amiga, em uma ação com a qual sonhara durante tanto e tanto tempo...

Um trovão se fez ecoar. E este era dos mais poderosos.

A Madoka “acordou” de seu transe, justamente no momento em que beijaria a Homura. Assustada, ela começou a espernear e a pedir desculpas para a sua amiga. Como havia entendido bem toda a situação, a Homura fez questão de prosseguir com os passos seguintes...

- Madoka, quem pede desculpas sou eu...
- Como assim, Homura-chan?
- Madoka, eu... Fui fraca... Acabei te... Sabe, acabei te... Te...
- “Te” o quê, Homura-chan? – Madoka sorriu timidamente e prosseguiu – Até parece que você fez algo que não devia...
- Madoka...
- Na verdade, eu que devo me desculpar com você... Quase lhe beijei... – após Madoka falar isto, a Homura se assustou com um olhar simplesmente único. A Madoka prosseguiu na seqüência – Sabe, não sei o que deu em mim, Homura-chan... Eu lhe peço muitas desculpas...
- Madoka...
- Sério, Homura-chan. Me desculpe, por favor! – Madoka começou a fazer gestos extremamente fofos após ter pedido desculpas
- Kaname... Madoka... – falou pausadamente a Homura, com o olhar totalmente petrificado na direção da Madoka.

Nisto, um grande trovão caiu ali nas redondezas da casa da Madoka. E tal barulho fez com que a pequena garota mágica ficasse totalmente em polvorosa...

- Aaaaiiiiiiiii! – gritou a Madoka

Após ter gritado de medo, a Madoka foi com todas as forças em direção a Homura, no intuito de obter proteção contra os trovões. Ela se abraçou de forma muito forte na Homura, que ficou simplesmente extasiada com o momento, ao ponto de soltar um breve suspiro de satisfação...

- H-h-huuummmmm... – suspirou a Homura

Passado o trovão, a Madoka olhou para cima e notou a Homura olhando fixamente para ela, com um sorriso dos mais bonitos em seu rosto. Aquele era um momento que merecia ser guardado para toda a posteridade, pois ver a Homura sorrir era sorte de poucos. Mesmo a Madoka nunca havia visto a sua amiga sorrir antes.

De forma muito gentil e acolhedora, a Homura começou a acariciar o cabelo da Madoka que, em resposta, levou a sua mão direita acima para fazer um carinho no rosto de sua amiga. Os olhares começaram a se cruzar lentamente. Bem lentamente...

Só foi possível ouvir elas falarem, ao mesmo tempo: “eu te amo”.

Homura e Madoka se beijaram de uma forma extremamente afetiva. Tímidas lágrimas passaram a cair por um dos olhos da Madoka, totalmente contagiada por uma felicidade que há muito tempo não conseguia sentir. O mesmo valia para a Homura que, mesmo em traje de combate, se permitiu ficar rodeada de carinho e atenção.

O beijo delas foi muito apaixonado, digno de memoráveis cenas do cinema. Entre as pausas de um beijo para a outro, as carícias eram uma constante para as duas garotas apaixonadas. O calor dominava os seus corpos e, seguramente, alguma coisa bem mais séria estava para acontecer ali. Madoka e Homura estavam se permitindo entregar ao amor verdadeiro...

- Não, não pode... Homura-chan... Não pode... – havia murmurado a Madoka

Isto se devia a um fato bem sugestivo. Enquanto se beijavam uma vez mais, a Homura começou a apalpar suavemente os seios da pequena garota mágica, por fora de seu pijama, no claro intuito de dar início a um clima mais forte e imponente. Era o tal do calor em seus corpos ganhando cada vez mais poder...

- Ah... Ah! M-Madoka... Isso é tão... Bom... – havia murmurado com vontade a Homura

Aqui havia acontecido algo bem interessante, pois a Madoka respondeu ao gesto de carícia da Homura, beijando de forma intercalada o pescoço de sua amiga garota mágica. Estava começando a se consolidar o ato de amor puro e verdadeiro ali, naquele quarto, naquela noite regada a tantos e tantos trovões...

As duas garotas trocaram muitas carícias e palavras bem sentimentais. Estavam totalmente entregues ao amor e seu pleno significado. Em dado instante, as duas ficaram de pé. Olharam fixadamente uma para a outra, com as suas mãos unidas uma à da outra na mais perfeita sintonia. Estavam se preparando para momentos mais intensos...

Homura e Madoka estavam prestes a se beijar de uma forma ainda mais intensa e, à partir de tal ato, começar algo bem mais profundo. Mas foram interrompidas...

- Homua! Madoka! Isto é terrível! Uma poderosa bruxa apareceu! – gritou o detentor de uma certa voz chata

Elas olharam para o lado, e avistaram o Kyuubei. Como ele estava em frente a janela do quarto da Madoka, as garotas conseguiram ver um grande vulto ao fundo, sendo que o mesmo pertencia a bruxa que estava atacando a cidade naquele momento.

Na mesma hora, a Madoka se transformou em uma garota mágica. O Kyuubei tomou a palavra...

- Não esqueçam de pegar a Greef Se... – o Kyuubei tinha sido interrompido

A Homura tinha usado de seu poder de parar o tempo para atirar com muita vontade no Incubator, cravando-o com muitos buracos. Passada a ação, a Madoka olhou para a Homura...

- Homura-chan, o que faremos agora?
- Vamos enfrentar a bruxa. Depois reiniciaremos a nossa conversa... – havia respondido a Homura, com o seu tradicional olhar gélido, porém com as bochechas devidamente coradas
- Certo! – respondeu sorridente a Madoka

As duas foram enfrentar a bruxa. No quarto, um Incubator ficou devidamente estirado no chão, forrado de buracos. Mas, um trovão bem forte havia trazido consigo a penumbra de um outro Incubator...

Algumas coisas realmente não terão fim...

* final *

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 4Blogger
  • Disqus

4 Comentários

  1. Esse comentário se divide em duas partes!
    Parte 1:
    Assim...posso matar o autor? Porque no meio dos finalmentes chega o bicho chato e atrapalha tudo foi de matar! x(
    Tirando isso, bom texto! =]

    Parte 2:
    Humm... agora falando sério, considerando as 4 partes do fic, achei tudo muito rápido e a última parte, com o perdão do comentário, muito gratuita.
    Talvez fosse melhor ficarem apenas nos amassos e deu. Ou melhor, se a história tivesse terminado no "Eu te amo" eu acharia correta, sem ser demais.
    Uma outra coisa que senti falta foi algum problema para ser resolvido pelas garotas. Você as apresentou corretamente, mas faltou colocar algum problema para ser solucionado.
    Isso implicaria aumentar o tamanho da história de 4 para 6, talvez 8 partes.
    No momento fico por aqui, você está postando seus fanfics faz pouco tempo então é compreensível que algumas coisas não saiam como o esperado. Espero ler mais coisas suas em breve.
    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      Lamento pela demora na resposta de seus comentários, The Fool.

      Aproveito a oportunidade para salientar que todas as suas palavras possuem grande valor. É bem verdade que não concordo com "o todo" de suas ideias. Entretanto, posso assegurar-te que deste um novo campo de visão para este humilde blogueiro, visando a retomada das fanfics para o mês de dezembro próximo.

      O contexto da história desta fanfic se dá entre uma bruxa recém derrotada e outra que acabara de aparecer. Desta forma, o enredo baseia-se unicamente no espeço temporal entre tais ocorrências.

      Apenas quatro capítulos para o prosseguimento desta fic, alinhada à velocidade com qual o enredo se fez passar, formam um fator extremamente proposital de minha pessoa. Tens razão quando diz que faz pouco tempo que publico fanfics, mas não achei tão "gratuita" as passagens do último capitulo.

      Como já se fez citar, considerarei "o todo" que descreveste em seus comentários (muito agradecido) e o convido, humildemente, à prestigiar a retomada desta área no mês de dezembro próximo.


      Até mais!

      Excluir
    2. Olá!
      Primeiro de tudo, não precisa se desculpar Carlírio, tu tava lá no lance no Nanowrito ( é assim? oO ) e eu vi tu falando disso no Facebook, então tava de boa.
      Acerca dos comentários, eu preferi comentar direito quando tivesse tudo terminando mesmo, assim eu podia dar uma opinião sobre o todo.
      Eu comentei sobre a gratuitidade da ultima parte, mas esqueci de considerar que você parte do pressuposto que as personagens já se conhecem, se amam de forma subentendida e você apenas criou uma situação onde elas podiam expressar como se sentiam.
      Quer dizer, não precisava explicar nada olhando por esse contexto.
      Então, vou fazer um pedido: escreva mais e tente dar um pano de fundo, um desenvolvimento para os personagens das próxima vez.
      Daí quando tudo estiver ok, tu taca os personagens juntos.
      Eu não comentei, mas nunca assisti Madoka Magica e sua fic me lembrou os trabalhos da Lilian Kate Mazaki, ela escreve fanfic, mas não são coisas que apenas fãs vão entender. Acho isso muito positivo!
      Ah, e eu ainda não li seu outro fanfic, então aguarde comentários nele também ok?
      Abraços!

      Excluir
    3. Saudações

      Fique tranquilo, The Fool.^^
      Eu agradeço, humildemente, a cada comentário recebido.

      E sim, quero fazer fanfics direcionadas à pessoas que ainda não viram certas obras. Não é necessário ser um admirador da obra para gostar da fanfic, é nisto que quero crer. E espero conseguir.

      Se de alguma forma a minha fanfica lhe fez lembrar os trabalhos da Mazaki, isso só tende à me deixar ainda mais contente, uma vez que meu trabalho está realmente indo para o rumo certo.^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons