Volta ao Passado - Temporada janeiro'2006 ~ Netoin!

sábado, 29 de junho de 2013

Volta ao Passado - Temporada janeiro'2006

"Protegendo nossos vizinhos, por quatrocentos anos!".

Um pouco mais de duas semanas atrás, este humilde blog lhe apresentou o prenúncio de uma nova seção, amigo visitante. Tratava-se, em sua concepção, de um convite ao passado no qual relatos seriam feitos sobre temporadas de anime que, de alguma forma, deixaram a sua marca. Esta seção se chamaria Volta ao Passado.

E a concepção reaparece para uma sequência. Se na primeira oportunidade (o chamado "piloto") a temporada de animes referente ao mês de abril'2009 estendeu o tapete vermelho para esta nova seção (reveja o post ao clicar aqui), desta vez a viagem no tempo será um pouco mais distante. A pauta será a temporada de janeiro'2006. Em tal período, nomes como o então aclamado Fate/Stay Night e o conhecido To Heart Remember My Memories Special marcharam à frente.

Entretanto, para este blogueiro, o ano de 2006 registrou o início de uma aventura sem igual no vasto universo da internet. É bem verdade que demorou alguns anos para a minha pessoa ter conhecimento de questões como temporada de animes, mas um pouco de pesquisa e visualização de charts antigos (como este aqui) fizeram com que, especialmente, três obras fossem aqui citadas.

Amigo visitante, esteja convidado a conhecer o que a temporada de janeiro'2006 representou para este blogueiro, o dono do humilde NETOIN!.

Hanbun no Tsuki ga Noboru Sora

Imagem do anime Hanbun no Tsuki ga Noboru Sora.

É bem verdade que este anime foi visto pelos idos de 2008, mas ao saber de quando ele originalmente tem procedência, a situação acabou fazendo com que o mesmo merecesse ser aqui citado. Hanbun no Tsuki ga Noboru Sora é uma série curta em OVA, totalizando seis episódios e mostrando uma história que soube mesclar a simplicidade e o fator drama, com exímia categoria.

A história desta obra lhe guia para aventurar-se com um casal de protagonistas, que se conheceram estando internados no mesmo hospital. O rapaz chama-se Ezaki Yuuichi, estando em um leito de tal lugar devido à sia Hepatite A, sendo ele possuidor de um comportamento ameno e muito natural. Por sua vez, a jovem detentora de um modo de ser mais agressivo em gestos e palavras tem Akiba Rika como o seu nome, estando no hospital em razão de ter um coração deveras enfraquecido.

Ao longo de seus seis episódios, este anime busca trazer à tona o quanto que uma convivência humana pode ser valorosa e de bom grado, mesmo que para uma das partes (no caso a Rika) isto não signifique muita coisa. Entre fugas da edificação, conversas aleatórias e situações nas quais a confiança de um pelo outro é colocada em xeque, Yuuichi e Rika acabam mostrando que mesmo uma bonita história de amor pode nascer de uma situação tão adversa, quanto a de estar em um leito hospital em tratamento.

Kagihime Monogatari: Eikyuu Alice Rinbukyoku

Imagem do anime Kagihime Monogatari: Eikyuu Alice Rinbukyoku.

O conceito por detrás deste anime, Kagihime Monogatari Eikyuu Alice Rinbukyoku, está em um conhecido livro. Aqui se fala em dimensões globais, pois trata-se do folclórico "Alice no País das Maravilhas" (escrito por Lewis Carrol). No conceito atribuído para o anime, entra de foram direta o gênero mahou shoujo, seguido por um drama mediano e uma história que busca entreter bem na medida.

Nesta obra animada a protagonista se chama Arisugawa Arisu, que é uma "Usuária Alice" (sendo esta a classe de guerreiras mágicas que buscam o poder, e outras guerreiras, para completar o terceiro livro das histórias de Alice). Ao conhecer um jovem chamado Kirihara Aruto (que é um fã incondicional das histórias de Alice) é que as verdadeiras emoções do anime se fazem aparecer. Nas lutas entre "Usuárias Alice" acabam aparecendo muitos confrontos entre amigas e até entre amantes em potencial (pois a obra apresenta um leve toque shoujo-ai em seu prosseguimento).

Por detrás disto tudo corre um jogo de interesses simplesmente chamativo, encabeçado por um homem chamado Takyon, sendo ele quem deseja escrever a terceira história de Alice. Possivelmente há um forte envolvimento dele por detrás das "Usuárias Alice". De uma forma meticulosa e bem presente, Kagihime Monogatari acaba sendo muito mais do que apenas um "livro bonito na estante".

Review de Kagihime Monogatari: Eikyuu Alice Rinbukyoku: aqui

Kage Kara Mamoru!

Imagem do anime Kage Kara Mamoru!.

O primeiro anime que você acaba assistindo, por obra da internet, acaba sendo aquele que tendes a guardar com certo carinho em sua mente e em seu coração. No caso específico deste humilde blogueiro, este anime tem um nome próprio, sendo Kage Kara Mamoru! o mesmo. Um inocente e superficial anime do gênero harém que, como um passe de mágica feito por alguma fada bem profissional na área, encanta na totalidade mesmo com a sua gritante superficialidade.

Nesta obra você é convidado à conhecer um jovem chamado Kagemori Mamoru. Ele é filho único de dois pais devotos do clã ninja Kagemori que, há longos quatrocentos anos, vive para proteger a família Konyaku (mesmo com a tal desconhecendo tal fato). Graças à esta missão, o jovem Mamoru e seus pais se mudam para quaisquer lugar do Japão aonde os Konyaku acabam indo residir. E o rapaz tem de proteger a sua melhor amiga, que é a filha única atual da família a ser protegida, sendo ela uma garota muito bonita mas extremamente inocente, chamada Konyaku Yuna.

O anime Kagekara Mamoru! apresenta outras garotas ao longo da história onde, cada uma a sua moda particular, busca tirar as atenções do jovem Mamoru para si. O rapaz já é acostumado as encrencas, pois proteger a Yuna não é uma tarefa fácil. Some a isso o fato de ele ter de fingir ser um nerd, pois não pode nem pensar em revelar a sua verdadeira identidade. Com isso, todos os ingredientes são lançados para o anime trabalhá-los dentro de uma expectativa, que acaba sendo bastante recompensatória.

Review de Kage Kara Mamoru!: aqui

Amigo visitante, desta forma encerra-se a segunda edição da seção Volta ao Passado. Este humilde blogueiro agradece em demasiado por você ter acompanhado este post e, desde este momento, fica no aguardo para quaisquer sugestão que você tenha para futuros temas do mesmo.

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 6Blogger
  • Disqus

6 Comentários

  1. Bem interessante está sua nova seção, li a anterior mas não comentei. Dela tinha visto os animes citados, desta aqui não vi nenhum, mas como sempre nunca me arrependi das séries comentadas e elogiadas por você aqui no blog. Devido a isso me interessei pela Hanbun no Tsuki por ser rápida e ter um tema interessante. E como você citou sobre a Kage Karu Mamoru o primeiro anime via internet marca mesmo, no meu caso mesmo conhecendo animes desde a década de 80(lógico sem saber que anime era anime) D.N.Angel foi o primeiro que vi devido a internet e mesmo hoje o achando no máximo mediano foi uma experiencia nova e que marcou bastante, mesmo que ele já fosse bem antigo quando assisti. Era o ano de 2007 e é um anime de 2003.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Nobre @Açougueiro@, pode ter certeza que Hanbun é um anime que o fará pensar muito sobre as relações humanas, dada a maneira forte como a mesma é tratada em tal anime...

      E uma vez mais, fico agradecido por suas palavras.


      Até mais!

      Excluir
  2. 2006, tempo em que eu só assistia Bleach semanalmente. Você acompanha as temporadas desde aquele tempo, Carlírio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Eu acompanho animes desde quando nem fazia ideia de que eram animes aquilo que eu assistia, nobre Tanaka. Isso vem desde os já distantes anos 80...

      No que tange à internet, só fui me ater a questão das temporadas de animes apenas em 2008 (depois de dois anos que eu já assistia animes via internet). Acompanhar temporadas, verdadeiramente falando, é algo que faço "apenas" desde janeiro de 2008 (mas o foco mesmo começou bem mais tarde, em abril de 2011).


      Até mais!

      Excluir
  3. Nossa é minha primeira vez comentando aqui no seu blog e só tenho uma coisa a dizer! Muito boa essa sua nova seção!

    Essa temporada de 2006 foi algo muito marcante para minha pessoa, pois me apresentou ao incrível universo de Fate/Stay Night, no qual até hoje ainda me traz alegria em assistir, jogar, ler ou qualquer coisa relacionada!!!

    Outro anime que me marcou pela sua qualidade foi Hanbun no Tsuki ga Noboru Sora, que mostrou um drama que foi capaz de me emocionar, coisa que só Air tinha conseguido antes!!!

    Bem espero ansioso pela seu próximo artigo, pois como dizem Relembrar é Viver!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Sinta-se à vontade por aqui, nobre Adriano.
      E sim, um pouco de nostalgia faz bem...^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons