Kyoukai no Kanata - Episódio #1: um epílogo e seus contrastes... ~ Netoin!

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Kyoukai no Kanata - Episódio #1: um epílogo e seus contrastes...

O logo do anime...

Quando a apresentação é mais longa que o previsto...

Kyoukai no Kanata representa a nova investida da Kyoto Animation com seus animes neste ano, no que já totaliza três obras apresentadas no citado período. Tamako Market e Free! tiveram as suas representatividades (com destaque certo para o segundo nome citado) e a obra em questão possui uma tendência bem diferenciada dos títulos predecessores. Isto porque será trabalhado o dito suspense ao lado do slice-of-life, com pitadas de drama que certamente j´s são aguardadas desde este momento.

Jogando as ideias do papel diretamente para a tela, Kyoukai no Kanata teve o típico episódio de apresentação. Entretanto não apenas alguns dos principais personagens se fizeram apresentar, como também uma definição bem rudimentar da história foi lançada aos telespectadores da obra. Questões como raça humana, imortalidade, poderes estranhos e ambientação escolar formam a base de características primárias que, no âmbito geral, se fizeram presentes ao longo de quase vinte e quatro minutos.

Tudo tem início com uma garota que mostra tentar um suicídio. Ao menos na visão periférica de um rapaz que observara à distância tal personagem. Ela, detentora de cabelos curtos e usando óculos, atende por Kuriyama Mirai. Nitidamente ela não é uma humana comum. Não pelo seu visual (que é tão usual quanto se possa imaginar), mas sim pela sua ação de resposta bem inesperada, quando um rapaz chega ao seu encontro.

Este é Kanbara Akihito. Não apenas ele se mostra perplexo com a por ele entendida ação da garota, como também acaba deixando bem claro o seu fetiche (que são os óculos). Imediatamente à isto, a Mirai se aproxima dele e lhe desfere um golpe certeiro no coração, usando de sua espada feita do próprio sangue. Para completar o ciclo do desconhecido (que deverá ser parte pertinente da obra), o Akihito não morreu (ele sentiu dor mas não chegou às vias de fato).

Mirai e seus chamativos óculos, na sequência de abertura do anime.

Conversa em uma sala da escola apresentou outra personagem, sendo ela a Nase Mitsuki. O comportamento dela é frio e bem calculista, mas direto no ponto que deseja almejar. Aproveitando-se de alguns conceitos acerca do Akihito, chamá-lo de pervertido é um prazer aparente para a Mitsuki. Em outro escopo, conselhos sobre a aproximação do rapaz com a Mirai são feitos constantemente pela jovem. Sua participação neste episódio resumiu-se à isto, enfaticamente. Mas Kyoukai no Kanata reservou um algo à mais para ser observado.

A Mirai pertence a uma raça mal vista pelas demais, que possui a habilidade de controlar o próprio sangue à bel prazer. Por sua vez, o Akihito vem diretamente da união entre um humano e um Youmu, fazendo com que o rapaz recebesse o dom da imortalidade (não impedindo ele de sentir dores, entretanto). Em um contexto geral, Youmu é uma raça de monstros dos sonhos, levando diretamente à crer que nem todos possam ver tais criaturas. O medo que a Mirai possui de tal raça faz com que ela use do Akihito para treinar, deixando o rapaz totalmente desconcertado com tal fato.

De uma forma mais ampla, a Mirai é uma boa lutadora em posse de sua espada feita do próprio sangue, ao mesmo tempo em que ela é totalmente desajeitada e extremamente inquieta em sua rotina costumeira. Uma personagem que será reverenciada por alguns e extremamente odiada por outros (seguramente). Ao longo do episódio, não apenas algumas cenas de combate se fazem apresentar (de bom grado) como também um humor ligeiro e "picotado' na sequência do capítulo fica amostra. Uma jovem professora (chamada Ninomiya Shizuku) aparece enfrentando um Youmu, reforçando ainda mais o escopo fantasioso do anime.

Em sua totalidade, o episódio inicial de Kyoukai no Kanata resumiu-se às apresentações. Algumas questões ficaram bem visíveis, no que tange ao enredo da obra (algo bem esperado). Visualmente, a Kyoto Animation fez o papel que lhe cabe, apresentando um anime que fluiu bem em cada sequência. Os maiores méritos (no quesito mais técnico) ficaram para as músicas da abertura e do encerramento (no caso "Daisy", por Stereo Dive Foundation), com o mesmo valendo para as respectivas sequências animadas.

Este anime será acompanhado semanalmente aqui no NETOIN! e, desta forma, fica válido o convite para que você acompanhe mais esta aventura junto deste site, amigo visitante.

Momentos...


Saudação - Nunca uma apresentação entre personagens foi tão instintivamente doída na Kyoto Animation como agora, em Kyoukai no Kanata. A dor do Akihito pode ser perceptível à longa distância...


Conversa #1 - Neste momento, o Akihito não tinha a mínima ideia do porque para a Mirai ficar tanto atrás dele. Após ele ter tal conhecimento, certamente sua expressão facial para o momento teria piorado consideravelmente...


Pirulito - A Nase Mitsuki não mudou sua expressão facial em nenhum momento do episódio. Para ela, tudo que se podia fazer era pedir ao Akihito distância da jovem Mirai, à qualquer custo...


Luta - A expressão facial da Mirai muda radicalmente, sempre que ela manifesta (com o próprio sangue) a aparição de sua espada. Como o Akihito sabe que a dor será imensa, correr pode ser a melhor saída...


Desastrada - Um ponto pertinente na personagem Mirai está em seu comportamento. Do início ao fim do episódio ficou claro que ela terá o dito efeito moe totalmente de seu lado, seja para o bem ou para o mal...


Youmu - Este é um modelo de Youmu, a raça de monstros dos sonhos. É provável que tipos diferenciados venham à aparecer durante o anime, mas é certo imaginar o porque da Mirai temer a existência dos mesmos...


Professora - O sorriso engana bastante, pois a Shizuku estava realmente atrás de tal Youmu. Quebrar parte de uma sala de aula foi a menor das intervenções possíveis para a cena...


Conversa #2 - Existia um acordo para que a Mirai não mais atacasse o Akihito. Infelizmente o mesmo era válido para apenas um dia e necessitava ser refeito na data posterior. Os gastos do rapaz com alimentação (da moça, no caso) serão exorbitantes...


Aviso - Não importava o momento ou o lugar, a Mitsuki sempre falará ao Akihito para que este se afaste totalmente da Mirai. Uma guerra de clãs aparenta estar por se iniciar...


Desilusão - O jovem Akihito pode ser imortal, mas seus problemas aparentam necessitar várias vidas para serem resolvidos na plenitude. Um bônus é adicionado nisto, pelo fato da maior parte de seus inconvenientes estarem relacionados diretamente à Mirai...


Perplexidade - Tirar os óculos foi a pior das ideias que a Mirai poderia ter tido. Seus olhos mostraram bem o porque de tal afirmativa ter poder...

Destaques!?


Balde - A melhor forma de definir a cena está na forma com a qual a Mirai vive o seu dia-a-dia, em uma eterna perseguição ao Akihito...


Resultado - O que sobrou do Youmu caçado pela Shizuku pode ser visto, com propriedade, na imagem acima...


Convivência - Pode não parecer, mas existe a possibilidade do Akihito e da Mirai serem bons amigos...


Confrontação - Sem siladas ou algo do tipo, chegou a hora da Mirai enfrentar o Youmu que a persegue na própria casa. Para tanto, o Akihito a acompanhou para pronto auxílio. O que ocorrerá neste embate terá resposta apenas daqui uma semana...

Até a próxima, visitante!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 18Blogger
  • Disqus

18 Comentários

  1. Realmente um anime que me surpreendeu, o Kyoukai no Kanata. Infelizmente eu sou das pessoas que fica sempre com um pé atrás com a KyoAni por causa do visual tão padronizado que vem adotando, mas como já tinha lido o plot fui conferir e. . . não me arrependi! Agora quero continuar acompanhando!

    Amigo Carlírio, você destacou pontos ótimos do episódio. Sabe, apesar de ter sido obviamente um início de introdução achei que tudo transcorreu de modo bem mais dinâmico do que poderia esperar (preconceito batendo de novo?). Apesar dos mistérios sobre o desenrolar da trama, só neste episódio já compreendemos o necessário para acompanhar a trama dos protagonistas.

    Ótimo que vá fazer postagens semanais sobre essa obra, vou tentar aparecer sempre para debatermos ^^

    Até mais o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Bem-vinda por aqui, amiga Mazaki.^^

      E sim. Kyoukai no Kanata usou e abusou da condição [capítulo de introdução]. Toda e qualquer definição para o enredo e afins aparecerão, unicamente, no transcorrer dos episódios.

      Como vais acompanhar o anime, fico desde agora pelos seus comentários acerca da obra.^^


      Até mais!

      Excluir
  2. Kyoukai foi o primeiro anime da temporada que vi.E já comecei muito bem!!!
    Eu adorei esse primeiro episódio, sou fã da KyoAni, e sinto que terei mais um anime apaixonante desse estúdio para me encantar esse ano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Bom que gostaste de Kyoukai no Kanata, Neliel.
      E sim, também espero por um grande anime vindo aí.


      Até mais!

      Excluir
  3. Poxa vida, não sei se meu comentário foi.... mas vou comentar novamente. Eu achei a estreia bastante agradável. Tinha ido pro anime com um pé atrás devido aos comentários negativos que recebi, mas fui surpreendida com uma boa dinâmica e quimica do casal principal. A direção conseguiu fazer com que a habitual apresentação do mundo e dos personagens fosse mais envolvente e dinâmico através de ações e ação. Assim o aprendizado é muito mais divertido XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Capitaste o apelo principal deste episódio, Roberta.
      Ele foi um verdadeiro livro aberto...

      Contudo, anseio em folhear mais páginas deste livro...XD


      Até mais!

      Excluir
  4. Se conseguir manter o padrão deste primeiro episódio não sera uma série espetacular, mas será muito boa. O problema é querer desandar para "olha como ela é bonitinha" que sempre acontece na maioria dos trabalhos do estúdio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Prefiro ficar mais ansioso pela surpresa que o anime possa apresentar do que, propriamente, em julgá-lo por agora...
      Um episódio é pouco, talvez...

      E acredito que estejas um tanto equivocado quanto à expressão que usaste sobre o estúdio, nobre...
      Mas o melhor é aguardarmos.


      Até mais!

      Excluir
  5. Eu não consigo mais acreditar na KyoAni depois de CLANNAD, o último grande anime por ela lançado, tudo bem que teve algumas obras regulares nesse período até Kyoukai, como... Hyouka, er, e só. Sendo assim não colocava muita fé nessa estreia, mesmo com um plot supostamente interessante em termos de sinopse e pelos trailers que circularam antes de sua estreia. Conferindo esse primeiro episódio, vi um universo diferente, porém, com alguns elementos presentes sempre no quesito KyoAni padrão de qualidade, ok que a animação é primorosa como todos sabem, mas o character design, cenários, tudo isso não parece variar muito, tirando o fato de que esse vai ser mais um anime entre relação dos personagens, deixando o enredo principal como plano de fundo, assim como Hyouka. Duvido muito que será um anime ótimo, se manter o padrão desse episódio inicial será 'ok', a não ser que a KyoAni relembre seus bons tempos de adaptações da Key e coloque um clímax dramático com um toque de romance, e mesmo assim, também não acho que me cativará tanto ao ponto de ser um dos animes favoritos dessa temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Eu acredito que tu se deixa levar demais pelo saudosismo da citada época do estúdio, nobre Willian.
      De minha parte asseguro de Nichijou, Hyouka e Free! foram obras muito bem trabalhadas pelo estúdio. Já Tamako Market, porventura, deveu um tanto (mas terá segunda temporada, talvez algo aconteça nela).

      Bom, quanto à relembrar velhos tempos vai muito da obra original e do diretor que a conduz, na versão animada. Kyoukai no Kanata me deixou muito mais absorto aos personagens do que à ambientação e cenários. Isto poderá ser uma prerrogativa sobre o que virá pela frente...

      No mais, este é um anime no qual muito quero crer, e espero por mais envolvimentos acerca dos personagens, que me cativaram.


      Até mais!

      Excluir
  6. Gostei deste primeiro episódio, apesar de ser uma breve apresentação dos personagens,
    estou com grandes esperança na KyoAni, pois um desejo meu era ver o potencial deste estúdio com animes neste gênero de suspense e grandes cenas ação, que podemos esperar.
    única coisa que fico com pé atrás com n° de episódios, pelo que eu sei está previsto 12, eu acho pouco por tudo que tem para nos apresentar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Eu já vejo a questão dos doze episódios com maior satisfação, pois acho mais interessante e dinâmico.
      Claro que, dependendo de como a história for tratada, isto poderá ser pouco. Mas vamos aguardar.^^


      Até mais!

      Excluir
  7. Não assisti o primeiro episódio e vim aqui atrás de uma opinião que representasse como foi a estreia de mais um animê da KyoAni. Confesso que em um primeiro momento a temática não me chamou tanto a atenção, mas acredito que em dezembro - que é quando terei mais tempo - darei uma oportunidade ao animê e quem sabe acompanhar os últimos episódios juntamente com o Japão.

    Portanto, fique firme e forte nos comentários alertando a todos nós como a obra está se desenvolvendo XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      No meu caso o plot já havia chamado minha atenção, nobre Nayara, e devo dizer que muito gostei do que vi.

      Sim, o ritmo do anime será este mesmo, ao estilo KyoAni de ser.

      E fique à vontade.
      Quando puderes assistir a obra completamente, lhe convidarei para opinar por aqui, em vias de guest post, sobre a mesma.^^


      Até mais!

      Excluir
  8. Respostas
    1. Saudações


      Eu vi vosso comentário através de meu e-mail, nobre. És da equipe do Animecodex (animecodex.com.br), correto?
      Em breve responderei ao contato que fizestes, oficialmente, no e-mail do blog.

      Sinceramente, sinto-me honrado pelas boas palavras dispostas à respeito de meu texto.

      Realmente, agradecido.^^


      Até mais!

      Excluir
  9. Desculpe por ter removido o comentário. Acabei postando com minha conta pessoal, quando deveria ter usado a conta do grupo. Mas cá estou eu, para refazer meu comentário.
    Realmente nós do Anime Codex, conhecemos e frequentamos seu blog. Aqui sempre há uma opinião bem criteriosa e embasada a cerca dos animes atuais.
    Novamente parabéns pelo texto!! Kyoukai no Kanata é um dos meus favoritos nessa temporada!
    Aguardo novos textos!! White Album 2!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      Lisonjeado, rapaz.
      Estive visitando o Anime Codex, e a proposta de vossa equipe é muito digna. Anseio em ver mais do trabalho de todos por lá.

      É, Kyoukai no Kanata me desperta fascínio, e digo isto com seguridade total nas palavras.
      White Album 2 não comentarei semanalmente, mas poderei tecer algumas palavras sobre o anime em breve...


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons