01/07/13 - 01/08/13 ~ NETOIN!

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Duas obras conhecidas disponíveis no Crunchyroll para o Brasil!

Imagem de Natsume Yuujinchou no Crunchyroll (divulgação).

O Crunchyroll já tem mostrado muita disposição para levar, aos usuários brasileiros, uma diversidade maior de animes. Atualmente, a listagem disponível para o País sul-americano conta com mais de noventa títulos disponíveis, sendo este um número que deverá ainda aumentar nos próximos meses. Embora seja verdade que o citado site ainda tem muito para evoluir, a verdade é que os serviços ofertados pelo mesmo estão alcançando um patamar muito bom de satisfação e, com isso, a expansão é questão de tempo.

Na presente chamada, o NETOIN! lhe mostrará quais são os dois animes recém chegados à grade oficial do site para o Brasil. Tratam-se de títulos bem prestigiados, que cativaram dentro de suas possibilidades, mostrando enredos bem diferentes porém dignos de atenção. De um lado, uma história com youkais. Na outra extremidade, uma história onde um garoto ama garotas do universo dos jogos apenas.

Com tamanha dica lançada no parágrafo acima, fica fácil presumir que os animes a serem citados são Natsume Yuujunchou e Kami Nomi zo Shiru Sekai. É verdade que ambos estão com as suas mais atuais temporadas presentes no Crunchyroll tem algum tempo, mas agora estes títulos estão contemplados no citado site com as suas temporadas anteriores completas, totalmente legendadas em português.

Imagem de Kami Nomi zo Shiru Sekai (divulgação).

Em Natsume Yuujinchou, você viverá as desventuras diárias do jovem Takashi Natsume. Ele guarda consigo um grande segredo, sendo este o de poder ver criaturas conhecidas pelo singelo nome de youkais. A chave para tal habilidade pode estar em um livro antigo herdado de sua falecida avó. Apesar do plot aparentar ser muito simples, a verdade é que a obra lhe instiga a curiosidade com muitos momentos emocionantes e de profundo drama, sendo assim um convite certeiro para o seu entretenimento no Crunchyroll. As três primeiras temporadas do anime estão totalmente disponíveis no site (clique aqui para acessar a página), tendo restrições apenas no que tange a tela e à qualidade da imagem. Por sua vez, a quarta temporada do anime (Natsume Yuujinchou Shi) só tem os primeiros três primeiros episódios livres para todos, sendo obrigatória a assinatura para ver os demais capítulos (acesse a página aqui).

O anime Kami Nomi zo Shiru Sekai dispensa maiores apresentações, sendo a sua história também muito conhecida no meio animístico global. à título de recapitulação, o jovem Katsuragi Keima acabou selando um contrato com o inferno, e graças à isto tem de conquistar garotas reais para tirar dos corações delas os espíritos que escaparam das profundezas. Com a sua auxiliar Elsee e outros personagens de grande carisma, este anime realmente clama com propriedade pela sua atenção. As duas primeiras temporadas desta obra já estão liberadas no Crunchyroll, havendo as conhecidas restrições no que tange aos episódios da atual sequência do anime. Você poderá acessar a página deste anime clicando aqui.

Estas são as novidades do Crunchyroll em seus serviços no Brasil para você, amigo visitante, neste momento. Para uma maior averiguação de tais informações, você poderá ver as chamadas originais para Natsume Yuujinchou ao clicar aqui, e para Kami Nomi zo Shiru Sekai apenas aqui clicando.

Até a próxima, visitante!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

terça-feira, 30 de julho de 2013

ISML'2013: o vitorioso poder da imaginação...

ISML'2013.

A divisão Nova resolveu, enfim, despertar para a realidade no ISML'2013. O torneio parecia ter uma soberania total entre as contestantes da divisão Stella, mas o colar Esmeralda registrou a segunda investida positiva das personagens presentes no chaveamento das participantes que fazem, em sua maioria, suas apresentações inaugurais neste vasto universo chamado International Saimoe League.

Antes de mais nada, uma prévia se faz aqui necessária. Dentre as personagens que se qualificaram para a rodada final (que confere a primazia final, sendo este o colar em disputa), apenas a Flame Haze Shana podia tentar um bi-campeonato (pois detém o mesmo colar Esmeralda conquistado no ISML'2010). Todas as outras seis integrantes buscavam, igualitariamente, a primeira premiação em disputa. Algumas entraram como favoritas para a disputa, ao mesmo passo que outras desejavam aprontar com elegância.

O dito óbvio ocorreu na rodada final, que valia o colar Esmeralda e a felicidade total para uma das sete contestantes. A afirmativa aqui lançada tem total respaldo, uma vez que quatro destas personagens haviam adentrado em tal disputa com relativo favoritismo, sendo elas: a Takanashi Rikka, a Misaka Mikoto, a Mashiro Shiina e a Shana. A veterana Falem Haze passaria por maus bocados, ao passo que a Railgun havia adentrado com o maior SDO das sete finalistas do colar. Entretanto, quem levou a primazia foi uma garota que adora sonhar acordada, praticando lutas imaginárias de grande intensidade com ênfase em poderes simplesmente fantásticos.

O enquadramento da rodada final.
- Fonte: site do ISML -

A Takanashi Rikka, vinda diretamente do anime Chuunibyou demo Koi ga Shitai!, levou de forma triunfante o colar Esmeralda para a sua casa. Sua principal adversária acabou sendo a Railgun Misaka Mikoto que, ao seu favor, tinha o peso do critério de desempate oficial do ISML'2013, sendo este o SDO. mas para a tristeza da represente das séries To Aru, a baixinha de grande imaginação acabou consagrando-se nos critérios finais, onde a pontuação obtida ao longo das sete rodadas regulares da divisão Nova fez toda a diferença, uma vez que a Railgun ficou na frente no total de votos válidos da rodada final.

No encerramento de tal disputa, a Takanashi Rikka ficou apenas 1380 pontos à frente da Misaka Mikoto, o que representa uma diferença realmente pequena (principalmente ao ser comparada com as rodadas finais dos colares anteriores). Entretanto, aqui se faz registrar um dado importante, pois a Mashiro Shiina (de Sakurasou no Pet na Kanojo) continua invicta na competição regular e já classificada para a pré-disputa do top'16 ao final deste ISML. Em resumo, a Rikka acabou deixando para trás a mais representativa contestante da divisão Nova.

É bem verdade que os critérios utilizados para consagrar a vencedora da rodada final não costuma soar como justo para muitas pessoas, mas isso nem de longe pode tirar o mérito da pequena Takanashi Rikka e de seu triunfo. Quanto às outras três integrantes da rodada final, restou a felicidade em terem se classificado para tal disputa pelo colar. Para a veterana Flame Haze Shana, o quarto lugar apenas provou que a sua popularidade tão temida em outros anos é, agora, uma prerrogativa de queda acentuada na mesma.

Uma comemoração diferente...

Em outras frentes, o ISML'2013 tem mostrado que muitas das personagens já qualificadas para a Fase Final provavelmente não chegarão ao top'16 derradeiro. Isto não é algo para se lamentar, mas sim para se verificar com certo cuidado. Em uma competição onde Tachibana Kanade, Kuroneko e Mashiro Shiina surgem como as únicas invictas (até o momento) e maiores favoritas (em teoria) à consagrar-se com a Tiara, pode acabar não sobrando espaço para as outras competidoras mostrarem seus respectivos poderes de combate.

Com tal afirmativa, este blogueiro lhe convida à lembrar de outras disputas do ISML, como o do saudoso top'16 de 2009, quando a Hinagiku Katsura (de Hayate no Gotoku!) desbancou o favoritismo certo de outros nomes e levou a Tiara do citado ano, com uma campanha invicta na Fase Final. De igual forma, ninguém esperava que a Shana vencesse a Tachibana Kanade nas semi-finais do ISML'2011 em seu top'16. Na verdade, o universo desta competição contempla o óbvio e a surpresa em um mesmo espaço, sem pedir licença e já lançando os fatos na face de quem acompanha o torneio, ano após ano, desde 2008.

Por hora, fica válida tal menção. E o ISML'2013 iniciará a disputa regular de seu último colar no próximo domingo, dia quatro de agosto. Será a vez do colar Topázio entrar em cena. As últimas vagas para a Fase Final estarão sendo disputadas com força e caberá a você, amigo visitante, a missão do voto que poderá levará a sua personagem favorita ao topo. Por tal razão, não deixe passar seu voto à partir da citada data e prestigie o ISML'2013, que se aproxima de seu momento derradeiro.

Até a próxima, visitante!

Acesse o site oficial do International Saimoe League, clicando aqui

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Relatório NETOIN! de não-conformidade com: imagens de Fate Prisma Illya!

O logo de um anime mágico...

Nobre visitante, esta postagem promete ser bem especial para você, embora possa soar um tanto quanto atípica para o propósito. O Relatório NETOIN! de não-conformidade reaparece em sua essência básica, mas desta vez para se tratar de apenas um anime em específico.

A ocasião abre seu espaço para o universo das mahou shoujos. Obviamente, o anime a ser aqui trabalhado será Fate/kaleid liner Prisma Illya, sendo este uma das gratas surpresas da atual temporada. A razão para tanto está situada naquilo que a obra mostrou em três episódios vistos por minha pessoa, no qual um resumo bem aplicado pode ser aqui mostrado.

Neste anime, uma das coadjuvantes das séries Fate/Zero e Fate/Stay Night ganha o status de protagonista maior, sendo ela a Illyasivel (que na obra é mais conhecida pela versão diminuta de seu nome, Illya). Em um dia comum de sua vida pacata, tudo basicamente se transformou da "água para o vinho" após ser abordada por um cajado mágico falante. Entretanto, tal instrumento não é de longe digno de confiança e, graças a um desentendimento com a sua dona anterior, acabou escolhendo uma nova regente para si.

A pequena Illya parece não acreditar muito no que vê...

Por uma incrível circunstância do destino, a pequena e meiga Illya acabou sendo a contemplada com tal item, que lhe concedeu plenos poderes mágicos e muitos problemas. Desnecessário aqui enfatizar que toda a ambientação do anime faz com que o mesmo seja direcionado para um público-alvo bem visível, e deveras justo. O uso das cores, as músicas presentes, o nível das falas, tudo leva à crer que este anime visa os fãs da área infanto-juvenil, o que (teoricamente) não impede que outras facções de público acabem se interessando pela obra.

Com as ações perigosas e divertidas ao mesmo tempo, e ainda recebendo lições da Tousaka Rin (que aqui é a maga cujo cajado resolveu romper a parceria), a Illya acabou transformando completamente o seu cotidiano. Como se isso não fosse o suficiente, até uma rival para a pequena maga apareceu. conferindo à protagonista uma dosagem nada bem-vinda de questionamentos.

Sem maiores delongas, é hora das imagens aparecerem, com aqueles comentários do costume. Amigo visitante, não deixe a oportunidade passar em branco e sugira um tema para este bloco de posts você também. Poderá ser deveras fascinante, para a minha pessoa, trabalhar sob uma temática por você sugerida. E que venham as imagens de Fate/kaleid liner Prisma Illya.

Imagens...


Onni-chan - A pequena Illya sente um grande carinho pelo seu irmão mais velho. Trata-se de um sentimento puro entre irmaõs aqui, então não procures imaginar algo mais pervertido sobre estes dois, nobre visitante. Muito embora seja bem provável que, com o passar dos episódios, aparecem fanarts e doujins tratando a dupla com temas como o incesto e afins...


Inimigas - Olhar para estas duas já dá o ar da periculosidade em qualquer canto. A rivalidade tem nome próprio em Fate/kaleid, com certa propriedade, sendo elas a Tousaka Rin e a Luvia. Estas duas possuem uma missão nobre, entretanto tal tarefa sempre é deixada de lado quando elas se encontram. A razão para isto está nos frequentes desentendimentos entre elas, sempre ocasionados por motivos mesquinhos e fúteis. Mas os seus cajados mágicos não são muito diferentes delas, então...


Inesperado - A Illya não possui o mínimo dote para o uso adequado da magia. Quando a Tousaka Rin a encontra (enquanto buscava pelo seu ex-cajado mágico), encontrou tal objeto com sua nova dona. Sem querer, a pequena protagonista lançou um poderoso ataque em direção à Rin. Na sequência uma pequena conversa aconteceu e uma certa revelação para a Illya se fez valer. À partir daquele momento ela era, oficialmente, uma mahou shoujo que teria de cumprir uma importante missão...


Escola - A época do estudo é sempre fascinante e cheia de recordações para muitos. No caso em específico da pequena Illya, este é o seu grupo de amigas na escola. Olhar na face de cada uma já dá aquela ideia básica sobre as suas personalidades em especial. O clichê pode ser dos mais básicos, sem dúvida alguma, mas funciona de forma harmoniosa neste anime...


Ataque - Sim, o cajado dá a ideia sobre como a Illya pode desferir um poderoso ataque. Na imaginação do item de poder (se o cajado fala, logo ele deve ter uma mente e nela algo imaginar) a sua pequena dona pode desferir poderosos ataques mágicos sem grande dificuldade. Parece que aquelas aulas de poses, no quarto da Illya, tinham alguma valia real para a pequena mhou shoujo...


Conjuração - A imagem diz muito por si só, sem motivos de grandes explicações. Entretanto, impossível negar aqui a inspiração em muitas das mais conhecidas obras da animação japonesa, pertinentes ao gênero mahou shoujo. No exemplo em questão, qualquer semelhança com Card Captor Sakura será uma mera coincidência. Mas a pequena Illya parece se aplicar bem neste quesito e busca desenvolvê-lo de alguma forma. Ponto positivo para o anime...


Poder - Sair do "Mundo Espelhado" pode aparentar ser simples, mas no momento da imagem acima certas magas estavam à brigar, enquanto a Illya ficava sem saber o que fazer com aquela situação. De resto, imagine apenas que a outra jovem mestre mostrou possuir uma habilidade incrível com o uso da magia, deixando a protagonista do anime simplesmente sem palavras...


Rivalidade - Miyu e Illya passaram a ser rivais na escola, não bastando o fato de ambas serem as novas detentoras dos cajados mágicos. Porém, a diat rivalidade parte muito mais da Miya do que da Illya propriamente dita (como era de se esperar). A captura das cartas mágicas reservará muitas surpresas nos próximos episódios deste anime. Uma certeza está no ar, sendo esta a possível chegada do momento no qual o anime não será mais tão fofo e amigável tal como demonstra ser, pois algo no ambiente do mesmo haverá de passar por uma transformação...

Fate/kaleid liner Prisma Illya
anime recomendado para você pelo NETOIN!

Até a próxima, visitante!

Veja Fate/kaleid liner Prisma Illya no Crunchyroll Brasil, clicando aqui

Veja a última chamada do NETOIN! para este anime, ao clicar aqui

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

domingo, 28 de julho de 2013

Free! - Episódio #4

Recitando as lógicas da vida. Coisa que o Rei faz com maestria.

É hora das aulas de natação terem o seu início em Free!. Mas a verdade é um pouco mais profunda do que se pode imaginar, aliás la consegue ir bem fundo, no limiar de onde um ser humano pode aguentar entrar na água ou, de alguma forma, aceitar certos devaneios promovidos por um personagem deste anime. Longe de isto ser um ponto negativo para a obra, tal fato apenas fez com que alguns questionamentos viessem à mente de minha pessoa. Isto você verá mais adiante, neste post.

A temática deste anime está em amigos de infância que reorganizam o clube de natação da escola que frequentam. E até aí está tudo em plena e saudável normalidade. Um destes jovens foi aprimorar seus conhecimentos no estrangeiro e, após ter voltado ao solo japonês, simplesmente passou a negligenciar o passado e a visionar um futuro no qual derrotará, de forma brilhante, um certo amante das águas.

Todo o descrito no parágrafo acima faz mencionar, para você, todo o enredo principal de Free!, sendo este o real alicerce que sustenta a sua história (ou plot, se assim preferir). Logicamente, o comportamento de cada personagem faz com que muitos pensamentos sejam nutridos pelas fãs deste anime, algumas conhecidas pelo termo fujoshis, obcecadas em poder presenciar um envolvimento mais "emocional" por parte de integrantes do elenco da obra. Mas seguramente, nem elas poderiam imaginar que justamente o rapaz aparentemente mais centrado do anime seja, na verdade, o ponto cômico de Free! (ao menos foi neste episódio).

O Ryugazaki Rei acabou se tornando o dono do quarto episódio de Free!, mas com uma propriedade que (ao menos inicialmente) não se podia esperar do personagem. Sem abandonar o seu modo de ser e de falar (o que dirá de pensar), o jovem Rei mostrou que partituras humorísticas e de fanservice podem partir dele, mesmo totalmente sem intenção ou previamente estudadas por tal personagem.

Para o que Rin está olhando? Certamente, para uma certa competição mais à frente...

É necessário enfatizar que o Rei, como nadador, mostrou ser um completo fracasso. Ele anseia, entretanto, em poder usufruir da mesma habilidade nas águas que o companheiro Haruka, o senhor amante da prática da natação. Mas este não foi o ponto que realmente chamou a atenção para ele no episódio que, em si, encontrou o ápice durante uma visita a uma loja de vestimentas para banho. Em tal local, o Rei provou que ser inteligente não significa que a pessoa tenha, necessariamente, a definição correta para separar o lúcido do ridículo. E tudo isto graças a uma sunga com desenho de pinguim (no traseiro) que ele usava (antes de ir à loja), gabando-se da beleza da vestimenta de banho em si.

E tudo isto funcionou perfeitamente no anime, visto que tais momentos proporcionaram risadas únicas para a minha pessoa. Imaginar a mente das fujoshis em tal momento é um universo que este blogueiro não anseia em desvendar, mas é quase certo afirmar que mesmo elas devem ter ficado sem muito entender do comportamento do Rei, o jovem estudioso do quarteto praticante da natação.

O episódio não viveu apenas do Rei, pois houve uma breve e lúcida troca de ideias entre o Haruka e o Rin. Na verdade quase uma "troca de farpas", pois o rapaz de cabelos vermelhos está realmente muito zangado com o seu ex-melhor amigo. Na mente do Haruka, a responsabilidade pela troca de personalidade do Rin é toda dele, sendo a mesma proveniente de épocas de infância. Mas para o recém chegado da Austrália, tudo que lhe interessa é ser o grande vitorioso em um duelo para valer frente ao jovem amante das águas. Provavelmente, o campeonato que se aproxima tudo revelará.

No balanço técnico, o quarto episódio de Free! manteve a boa qualidade conhecida dos capítulos anteriores. A Kyoto Animation não está realizando o seu melhor trabalho na área visual, mas seguramente está prefazendo um desenvolvimento muito satisfatório com a obra. O mesmo vale para a área acústica do anime, que continua a demonstrar ritmo e certa "cadência" nos momentos mais oportunos da obra. O anime continua muito interessante de se assistir e, na próxima semana, o pessoal vai nadar no mar (pois a grande competição está se aproximando).

Momentos incrédulos?


Peso - Pode-se aqui definir que o Rei até sabe o conceito da natação. O problema, na realidade, está na aplicação prática do memso, que é extremamente sofrível...


Costume - Esta cena foi a mais comum em todo o quarto episódio de Free!, na qual o rapaz bem que tentou nadar com algum estilo. Mas a eficácia da prática mostrou sempre ser muito abaixo de quaisquer expectativa...


Confiança - Após muito estudar sobre os diferentes tipos de estilo de natação, o Rei quis mostrar que havia absorvido conhecimento suficiente para poder, enfim, nadar junto do grupo. E chegou a hora da prática formal...


Resultado - Toda a confiança do rapaz mostrou-se inútil em termos, pois na prática a natação do jovem Rei equivalia a pouca coisa. Mas as tentativas continuaram a serem feitas, inclusive com algumas aulas mais especiais...


Reunião - Em pauta estava a descoberta de uma razão, para a qual o Rei não conseguia aprender a nadar. O grupo chegou a muitas conclusões, sendo a de maior impacto a proferida pelo próprio Rei, momentos mais tarde no episódio...


Descontração - Se você achava que o Nagisa passaria em branco no episódio, melhor rever os seus conceitos. Na ocasião, ele estava a usar os óculos de seu amigo Rei, com um certo estilo peculiar...


Desconcentração - Rin e Haruka tiveram uma conversa nada amistosa, onde não apenas fantasmas do passado resolveram aparecer para os dois, como uma certa rivalidade das águas ficou à toda a prova...


Nadando - Eis que o Rei conseguiu aprender um estilo de nado, sendo este o borboleta. E com certa propriedade, graças a um professor que ama a água em seu esplendor...

Momentos sem nome?


Pinguim - Um pequena observação na sunga do rapaz já dá uma ideia básica de, talvez, a maior razão para os eu fracasso nas piscinas. O pinguim não lhe é tão amigo assim...


Arco-íris - Impreterivelmente, o jovem Rei precisa aprender um pouco de noções sobre bom sendo em vestimentas, pois está fazendo falta para o rapaz. Interessante notar que o rapaz gostou da ideia...


Borboleta - Se a vestimenta de nado anterior já era "diferente", o modelo borboleta conseguiu causar um impacto (negativo) ainda maior. Novamente, o Rei parece ter adorado a roupa para natação. Mas seus amigos não aprovaram...

Até a próxima, visitante!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

To Aru Kagaku no Railgun S - Episódio #16

A marca do medo...

O final do episódio anterior deixou o anime em uma vertente chamativa. De um lado havia o Accelerator, conjurando um grande poder para aniquilar por completo os seus oponentes naquele instante. Na outra extremidade (e caído no chão) estava o Touma, aparentemente sem nenhuma força disponível sequer para ficar de pé. No centro de tudo estava a Misaka junto de sua Sister da ocasião, prestes à morrer antes do estudante nível zero ter aparecido no lugar.

Em uma comparação direta com To Aru Majutsu no Index, este capítulo de To Aru Kagaku no Railgun S mostrou que velhas e conhecidas fórmulas podem ser mudadas em prol da consistência e da compreensão absoluta da história de uma obra. Na presente oportunidade, toda a conversação conhecida do anime de anos atrás transformou-se em algo mais direto, de momento, com excelência na direção e firmeza completa na compreensão.

Se o Accelerator havia mostrado uma faceta até então desconhecida (no que tangia a espalhar o temor pela Terra), a Misaka Mikoto despontava com uma sensibilidade bem difícil de crer que fosse da personagem. Após toda a conversa com o Touma na ponte metálica, a Railgun finalmente notou que a própria destruição não era o caminho para a resolução definitiva sobre o Projeto Sisters. O início do episódio em análise deixou tal afirmativa em xeque, com propriedade.

O prosseguimento teve duas metades bem distintas. Em uma delas, o final da luta entre o Accelerator e o Touma era a temática a ser tratada. Na outra, a Misaka Mikoto descobriu um pouco mais sobre si mesma, muito embora ainda se culpasse imensamente pela perda das mais de dez mil Sisters, pelas mãos impetuosas daquele que buscava o poder absoluto. Necessário aqui ressaltar que, em nenhum momento, se fez perder a consistência do enredo em seu desenrolar, provando que o anime possui uma condução exemplar.

A marca do pensamento...

Entre os extremos acima citados houve um espaço para a descontração, estando o mesmo presente na segunda metade do episódio, quando a Misaka Mikoto e uma das Sisters passaram a conversar não apenas de forma harmoniosa e despreocupada, como também o humor leve tomou conta e fez toda a graça daquele momento. As humanas no parque apareceram em boa hora, o mesmo valendo para a rápida aparição de uma certa personagem.

Nobre visitante, a Index se fez presente em To Aru Kagaku no Railgun S, mesmo que por poucos segundos, enquanto corria no hospital na direção do quarto onde estava o Touma. A Misaka Mikoto estava totalmente indiferente a este fato pois, seguindo a cronologia da série e o espaço temporal onde se localiza o anime em questão, a Railgun ainda não conhece a jovem que contém uma verdadeira biblioteca religiosa (de grande poder) em sua mente.

Incrível o trabalho técnico por detrás de To Aru Kagaku no Railgun S até o momento. Foram raros os momentos nos quais se fez perceber algum tipo de inconsistência na animação, isto em se tratando dos dezesseis episódios exibidos até aqui. As músicas continuam propícias e certeiras, sem nada que desabone a característica acústica do anime como um todo.

Oficialmente, o arco das Sisters chegou ao seu final no anime. Daqui por diante, pode-se dizer que tudo é uma incógnita, onde os fillers deverão tomar conta. Mas a certeza de que certas personagens reaparecerão ainda deixa tudo com um bom ponto de interesse. O Kamijou Touma fez o seu papel e, à partir daqui, pode esperar por mais momentos nos quais a Shirai Kuroko ditará as normativas de espionagem sobre a sua amada onee-chan. Por hora, To Aru Kagaku no Railgun S consolida-se como um dos grandes nomes da animação japonesa de 2013. E na próxima semana, provavelmente a palavra "descontração" tudo deverá determinar.

Momentos de ouro...


Complacência - O momento no qual a Misaka Mikoto escuta as palavras pouco dóceis do Accelerator é doloroso. Mas após isso ela diz o que pensa, e o porque de ali estar, para a surpresa da Sister e do próprio oponente...


Inabalável - Aparentemente, o jovem Kamijou Touma acabou se levantando sem nem ao menos perceber. Seu estado de saúde não é nada bom e, até aquele instante, a batalha tinha sido muito intensa para ele. Mas o estudante nível zero estava com muita vontade de fazer certas teorias não terem mais nenhuma razão...


Controle - O último toque, e a manifestação máxima do poder do Touma pôde atingir o Accelerator. O poderoso oponente ficou sem nada entender, como quem aguardava o momento no qual o golpe derradeiro seria desferido contra ele...


Pensamentos - O Accelerator possuía os seus próprios temores. Ele tinha a consciência plena de que, atingindo o poder máximo, todo o planeta o veria como uma ameaça em potencial. As clones que ele havia matado eram um fragmento da prova de seus poderes. De frente para ele, um jovem estava ousando buscar um algo à mais...


Final - O momento derradeiro da contenda. Kamijou Touma desferiu o último golpe no Accelerator, usando de sua mão direita para sacramentar os momentos finais da sangrenta luta. A Misaka Mikoto, atônita ao que via, só pôde presenciar a hora na qual o vitorioso foi declarado...


Cuidados - No hospital, o Touma já havia recebido a visita da Sister que havia salvado no dia anterior. A Misaka apareceu logo depois, levando para o rapaz alguns doces como lembrança. Na breve conversa, o estudante nível zero mostrou possuir uma sensibilidade muito grande sobre o que havia acontecido e, à sua forma, acalmou a mente (e o coração) da Railgun...


Reencontro - Dias após, Touma e Misaka se encontraram na rua. Ela queria entregar uma lembrança especial para o rapaz no hospital, mas ele tinha outras preocupações em mente para dali ter saído. Evidentemente, esta dupla não sabe ser honesta com o que sente...


Despedida - Uma breve conversa com o Touma havia se passado. Depois de ouvir seu nome ser entoado pela boca do rapaz, durante a despedida, a Misaka ficou sem ação e muito pensativa. Naquele momento, a Railgun não conseguia mais ser ela mesma. Analisando friamente, nem precisava...

Fim do arco das Sisters

Extras especiais...


Diversão - A Misaka Mikoto tentava ser uma boa irmã mais velha, responsável em suas palavras e justa no que dizia para uma das Sisters. Aparentemente a clone não estava muito incomodada com isso, ao ponto de se satisfazer brincando no balanço com as duas crianças. Embora a descontração fosse notória, este momento do episódio reservou detalhes preciosos de um bom relacionamento entre irmãos...


Espanto - Tentar adivinhar o porque da espanto da Shirai Kuroko não é uma tarefa das mais complicadas, uma vez que ela estava muito preocupada com a sua amada onee-chan. Mas a ação evasiva da Railgun deixou claro apenas uma coisa, estando esta se tratando dos domínios do coração da estudante nível cinco da Cidade-Escola...


Retorno - Alguém estará aparecendo novamente na próxima semana. Uma personagem que já havia dado muito trabalho para a Misaka Mikoto antes das lutas contra o Accelerator. E isto pode até significar alguma encrenca à vista, mesmo em se tratando de um regresso bem-vindo...

Até a próxima, visitante!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

sábado, 27 de julho de 2013

Mahou Shoujo Lyrical Nanoha Strikers e uma fanfic yuri no NETOIN!

A capa para uma nova fanfic...

Depois de três animes terem aparecido aqui no NETOIN! na forma de fanfics, eis que se faz chegar a oportunidade de uma quarta obra ganhar tal tipo de trabalho nesta humilde casa na internet>. Enfaticamente, a temática do shoujo-ai e do yuri foram bem dosadas e colocadas à toda prova nesta oportunidade. Para tanto, é válida a recordação da fanfic feita sob o universo de Puella Magi Madoka Magica, que soube deixar em evidência do que se trata tais temáticas.

Desta vez, você é convidado à acompanhar a leitura de uma fanfic feita por minha pessoa, que se baseia no universo do anime Mahou Shoujo Lyrical Nanoha Strikers, que é a terceira temporada da conhecida série de garotas mágicas, que apresentou para todos persongens do naipe de Fate Testarossa e Takamachi Nanoha, entre vários outros.

Prepare-se para mergulhar em uma história curta, de parte única, mas que certamente poderá fazer com que você entre na imensidão daquele sentimento existente entre as duas principais personagens de tal anime. Sentimento este que é tratado como uma grande amizade, oficialmente, mas que em outras vias de visão acaba ganhando outros horizontes bem mais expansíveis, sedentos em serem conquistados plenamente.

Sem maiores delongas, eis a quarta fanfic do NETOIN! para você. Amigo visitante, tenha uma boa leitura.


Quando o verdadeiro poder é outro...
Saudando o verdadeiro sentimento...

Takamachi Nanoha e Fate Testarossa, as estrelas do espetáculo...

As missões de treinamento para aquele dia já haviam se encerrado. Takamachi  Nanoha e Fate Testarossa encontravam-se extremamente cansadas no QG das Forças Especiais, sem ao menos esboçar uma resposta ante a provocação da Capitã Vita...

- Vocês duas trabalharam demais hoje. Deveriam descansar bem, pois amanhã terão mais novatos para treinar... – exclamou com seguridade a Vita, enquanto andava tranqüila em direção aos seus aposentos.

A Nanoha sempre foi conhecida por sua bondade nas ações, mesmo quando as situações exigiam uma atenção triplicada por parte da guerreira. Ela nunca se esquecera de quando treinou o famoso grupo da Tiana, Subaru e companhia. Nunca havia lhe saído da memória aquele fatídico dia, do treinamento em grupo, que resultou em muita dor pessoal.

Por sua vez, a Fate Testarossa estava sempre disposta a fazer um algo a mais por aquilo que acreditava. Desde o famoso incidente ainda em domínios terráqueos, ela nutre um forte carinho e consideração pela Nanoha, muito embora nunca tenha deixado isto muito à mostra.

Era simplesmente incrível avaliar que, uma simples dica da Vita pudesse fazer com que as duas heroínas, de longa data, pudessem se recordar de algo tão distante. Hoje o planeta Terra é um lugar muito distante para ambas, e o grupo de Avançados (ao qual pertenciam as jovens Tiana e Subaru entre outros) possui hoje as mais diferentes responsabilidades em suas próprias carreiras no Bureau.

A Fate Testaossa trabalha atualmente em uma divisão diferenciada a da Takamachi Nanoha. Ainda assim elas treinarão novos recrutas durante alguns dias. Foi um pedido especial do alto Conselho, tendo em vista a eminência de novos ataques à divisão, por parte de um estranho e desconhecido grupo. Desta forma, as duas amigas puderam se reencontrar e lembrar dos tempos passados.

Mas o momento era da mais profunda exaustão para as guerreiras. O treinamento de novos soldados foi tão puxado e exaustivo para elas, que tudo que se podia desejar era aquele descanso merecido necessário, sem tão grandes delongas.

Após terem encontrado a Vita (ao acaso), Nanoha e Fate seguiram até o banheiro, para uma ducha mais do que necessária. O treinamento havia deixado as suas aparências quase irreconhecíveis, mas não o suficiente para lhes tirar um pouco do bom humor na conversação sossegada.

- Fate, você parece que foi atropelada por uma nave de carga, coitada. Deveria se cuidar... – provocou Nanoha.
- Olha quem fala: a senhorita mãe da Vivio que só sabia falar com calma e atacar com bravura, sem hesitar. Está esgotada agora... – retrucou Fate, com certa propriedade.

As duas amigas riram suavemente após tal provocação. Embora o momento fosse de reparos na aparência e nos cuidados com o corpo, Fate e Nanoha faziam questão de deixar vir à tona as lembranças de um passado rico em desafios e conquistas. Era uma amizade deveras notável entre as duas.

Já no banheiro, elas começaram a tirar as roupas. E a conversa seguia em ritmo bem descontraído.

- Ah, tudo de que preciso é entrar na água, Fate...
-Tem razão, Nanoha. Estamos exaustas e precisamos de um bom banho...
- Mas amanhã teremos novos recrutas para serem treinados. Isto me trás lembranças simplesmente adoráveis do passado, Fate.
- É verdade, Nanoha... Mas não gosto de me recordar dos eventos com a Vivio. A pequena sofreu tanto...
- Sim, Fate. Mas agora a Vivio segue muito bem na escola de magia. Está se desenvolvendo admiravelmente, mas... – neste momento, a Nanoha foi interrompida pela Fate, que tocou em seu ombro e continuou a conversa à partir deste ponto.
- Mas você vive cercando o lugar para cuidar da Vivio, Nanoha. Parece aquelas mães super-protetoras, que não querem tirar os olhos de suas filhas por nada... Hihihi... – riu a Fate, que notou a expressão de aborrecimento da Nanoha.
- Ora, sua malvada... – respondeu prontamente a Nanoha, que levantou uma de suas mãos diretamente a um dos ombros de sua amiga.

Nisto, a Nanoha começou a acariciar todo o ombro da Fate. Era um momento no qual a garota alisava o corpo da amiga com incrível carinho, seguido de uma expressão solitária em seu rosto. Por sua vez, a Testarossa apenas observava a ação de sua antiga amiga, sem deixar de levar em consideração a expressão facial da mesma.

Enquanto a Nanoha acariciava a Fate, em sua mente vinham lembranças de duras batalhas. Lutas em que as vidas de ambas estiveram em constante risco, mesmo aquelas na Terra (quando ambas eram duas crianças). O olhar dela dizia respeito às cenas que se passavam em sua mente. A Nanoha sempre se culpou por tudo, mesmo pelas coisas mais mínimas e insignificantes. O que dizer então de sua melhor amiga.

Para a Fate não era difícil imaginar o que se passava com a Nanoha. Ela a conhecia muito bem e sabia que, mesmo em um momento de descontração, ela dava um jeito de pensar em coisas mais sérias e, às vezes, até dolorosas. É bem verdade que as carícias de sua amiga em seu ombro não haviam parado, mas algumas lágrimas que se permitiram cair pelos olhos da Nanoha chamaram a sua atenção imediatamente.

- Nanoha! Por que está chorando? O que houve agora? – disse Fate, preocupada com a sua amiga.
- Fate, me desculpe por tudo... Eu... Eu não consigo me esquecer de eventos do passado. Eles me são tortuosos demais. Por isso, eu... Eu...
- Nanoha...
- Fate, me deixe cuidar de você por hoje... Por agora... Como você merece... – disse Nanoha, acariciando o rosto de sua amiga com volúpia, enquanto as lágrimas paravam de cair.

Neste momento, o olhar das duas se encontrou com muita harmonia e paz. No semblante delas havia apenas um desejo em comum, e que aquele seria o momento da conta sentimental ser devidamente ajustada, como deveria se seguir.

- Fate, você é bela... – após dizer isso, a Nanoha beijou suavemente os lábios da sua amiga, que correspondia com carícias no cabelo e em um dos seus seios.

Após se beijarem, a Fate continuou de pé. Aquele chuveiro estava quente, e o calor da água que escorria pelos corpos das antigas amigas parecia refletir calorosamente em suas almas, anseios e vontades daquele momento. A Nanoha beijava outras áreas do corpo da Fate, descendo sempre um pouco mais.

Depois de ter acariciado os seios da Fate com exímia propriedade, a Nanoha começou a beijá-los com muita vontade. A guerreira não consegui conter o seu desejo carnal, preso durante anos a fio pelo receio da não-correspondência amorosa. Mas aquele era o desejo de ambas se materializando e se realizando.

- Nanoha... P-pare, por favor... Não estou agüentando mais... – disse a Fate, sussurrando adoravelmente, enquanto a Nanoha descia com seus beijos para o umbigo e para a área mais desejada de sua amiga.

Ao chegar ao chamado “sexo” da Fate, a Nanoha não quis perder tempo com amabilidades. Começou a se servir da área como uma boa amante, no ensejo de realizar a sua vontade e de deixar a sua amiga tão excitada quanto se podia presumir.

- N-Nahoha... E-eu... N-Nanoha... – a Fate não mais conseguia encaixar as palavras, dado o maravilhoso serviço que sua amiga lhe prestava naquele momento único.

Após a explosão do ato sexual, a Nanoha ficou rapidamente de pé. Com muito carinho em suas ações, prendeu a Fate contra a parede e começou a beijá-la de uma forma simplesmente maravilhosa. A guerreira, fora de qualquer ação, podia apenas fechar os seus olhos e se manter daquela forma, desejando cada vez mais as carícias de sua amiga.

- Nanoha, eu te amo... – esbravejou a Fate com vontade, passando a tomar as ações no lugar de sua amiga.

O cenário inverteu-se adoravelmente, mas com a Nanoha de joelhos no chão, enquanto a água daquele chuveiro descia pelos seus cabelos. A Fate a acariciava com uma incrível volúpia, beijando o pescoço de sua amiga e apalpando cautelosamente os seios da mesma.

Até que, inesperadamente, algo aconteceu...

- Trrrrrrriiiiiiiimmmmmmm... – era o som do despertador a tocar.

A Fate abriu os olhos com grande dificuldade. Pela janela, parecia que um belo dia estava por se formar lá fora. Ainda exausta, a guerreira levou as mãos ao seu rosto e se deparou com uma carta no travesseiro ao lado.

Em um pequeno pedaço de papel estava escrito:

“Eu vou à frente para treinar a equipe. Obrigado pelas massagens em minhas costas e nos meus pés, Fate. Hoje será a minha vez de lhe retribuir o favor, quando o dia de treinamento terminar. Até mais! Nanoha.”

Após ler tal carta, a Fate começou a perceber que tudo aquilo que havia se passado com a sua amiga não havia sido nada além de um breve sonho. Mas nem por isso a guerreira se deixou abater...

- Então foi tudo um sonho que eu tive? Mas não tem problema. Tentarei transformá-lo em realidade, hoje à noite. Nanoha, me aguarde! – disse de voz baixa porém consciente a Fate, dando aquele sorriso em seu rosto e pulando com velocidade da cama.

Parece que o verdadeiro poder de ambas as amigas é outro, que está além de seus espíritos combativos e da incrível magia que elas possuem. E a Fate, por sinal, tem ampla ideia disto.

A pergunta que fica no ar é apenas se, e quando, a Fate Testarossa transformará em realidade tal sonho de grande sentimento e harmonia...

Nobre visitante, este blogueiro espera que tenhas apreciado esta fanfic.
Caso queira opinar sobre a mesma, sinta-se à vontade para fazê-lo.

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]

O autor do NETOIN! é...
Carlírio NetoCarlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.


To Aru Kagaku no Railgun S - Episódio #15

Misaka Mikoto: irritada consigo mesma, mas pronta para uma importante decisão.

Este post está sendo publicado com atraso de uma semana, em razão de problemas com acesso à internet. O NETOIN!, com isso, pede desculpas e aguarda o retorno do pleno acesso à rede, para atualizar o mesmo como você procura e merece, visitante. Grato pela atenção.

Nas mãos de três personagens está o destino de um experimento que se faz existir por anos à fio. Dentre tais jovens há um super-poderoso ser, uma usuária Railgun e um estudante de poder nível zero. Embora hajam muitas diferenças entre eles, a busca dos mesmos convergem para o mesmo ponto em comum, sendo este para o resultado final do Projeto Sisters.

Kamijou Touma é um garoto de vida difícil, complicado em suas ações e um estudante dos mais azarados de que se tem notícia na Cidade-Escola. A Misaka Mikoto é a detentora do poder Railgun de maior nível da cidade, sendo ela também vítima das circunstâncias que a flagelam desde a infância. O Accelerator é um tipo de experimento, alguém em busca do poder total e absoluto, que se permitirá descansar unicamente quando o objetivo for alcançado.

To Aru Kagaku no Railgun S, em seu décimo quinto episódio, deixou na mais clara evidência possível que as razões que motivam o citado trio conseguem ir além de seus profiles minimamente esclarecidos. Isto porque teve início uma batalha bem conhecida da primeira temporada de To Aru Majutsu no Index, que foi retransmitida em Railgun S com eficácia até a proximidade de seu momento final. Se colocaram frente à frente para a contenda o Accelerator e o Touma.

A narrativa do embate pode ser contextualizada como aprazível, satisfatória e empolgante. Mesmo com os flashs mudando em alguns períodos para a Misaka Mikoto (neste anime é o ponto de vista dela que está em evidência), a luta ganhou em competência e eficácia, pois tanto o Touma quanto o Accelerator deixaram para trás as amabilidades de costume e partiram para as suas ações.

Accelerator: a confinança em excesso pode ser o seu ponto fraco.

Ao longo de todo o episódio, foi possível notar que o jovem sedento pelo poder não era manipulado para ir atrás de tal objetivo, sendo o mesmo de grande valia para ele. Por sua vez, o estudante nível zero da Cidade-Escola não estava interessado em "apenas" cumprir uma promessa, mas sim em resgatar a dignidade de alguém com uma ação justa. Embora compreensível, o movimento do Touma para seguir adiante provou, unicamente, que o rapaz prefere agir pelo instinto e "negar" os riscos que corre com decisões deste naipe.

É bem verdade que não considerar o estranho poder da mão direita do Touma beira o ridículo para a interpretação de suas ações, mas felizmente o anime (e o personagem) consegue ir para frente, mesmo com tamanho limitador de força que o jovem possui. Uma maldição das piores espécies, que nem os mais céticos conceituariam existir. Por sua vez, a Misaka Mikoto acabou se sentindo fortalecida com as palavras do Touma para ela e seguiu para a área de combate, no início do momento de impacto para a contenda.

Incrivelmente, a luta não terminara. Inesperadamente diferente do que ocorrera em To Aru Majutsu no Index, por aqui o Accelerator revelou uma nova ambição, que ia muito além de ser "meramente" o único ser de nível seis da Cidade-Escola. Para uma das Sisters, para a Misaka e de certa forma para o Touma (dada a situação com a qual o rapaz se encontrava no momento), tal motivação do Accelerator era deveras perigosa e demasiadamente inconcebível. Parar o rapaz passou a ser um tipo de meta primária para a ocasião.

Pode-se enfatizar que o trabalho visual do anime continua ótimo, o que proporciona uma experiência muito bem-vinda. Acusticamente o episódio não decepcionou, muito embora todo e qualquer toque musical tenha sido mais restrito aos momentos-chave do mesmo. To Aru Kagaku no Railgun S pede passagem uma vez mais, com indiscutível maestria. E para a próxima semana, mais emoções estarão reservadas.

Impacto...


Determinação - Kamijou Touma não enxerga outra coisa (além do Accelerator) que não seja acabar com o Projeto Sisters. A crença de que a humanidade tem operado segundo as máquinas pode até estar certa, mas para o rapaz tudo pode ser resolvido com vontade e justiça...


Segurança - Uma das Sisters foi lançada para longe pelo Accelerator, ao ponto do Touma ter de se atirar ao solo para salvá-la. Entretanto, as feridas do rapaz só aumentaram e, tomando isto por base, sua luta contra o poderoso rapaz parecia não passar de um grande erro...


Iniciando - A contenda entre o Accelerator e o Touma iniciou da forma mais esperada, com o estudante nível zero sendo golpeado com facilidade pelo poderoso rapaz...


Decisão - Após ter sido golpeado pelo Touma, o Accelerator resolveu continuar com as provocações de costume e partir para o ataque. Contudo, seu oponente contava com o estranho poder da mão direita (e de muita força de vontade) para lhe fazer frente...


Prenúncio - Kamijou Touma foi valente até onde pôde. Infelizmente acabou sucumbindo a um poderoso golpe do Accelerator, quando ele revelou que ser "apenas" o mais poderoso guerreiro da Cidade-Escola não lhe soava mais como o bastante. A chegada da Misaka Mikoto também pouco mudou o cenário geral, que era preocupante...


Confiança - À partir de tal momento, o Accelerator estava crente de que ser o melhor da Cidade-Escola não era o bastante, e que o mundo estava aos seus pés. O olhar dele para a Misaka Mikoto insinuava chamá-la de algo próximo a "inseto", desqualificando a Railgun como oponente para a ocasião. O que virá pela frente deverá ser emocionante...

O embate...


Cartão de visitas - O Touma não parecia estar muito afim de ser amável com o seu oponente. Obviamente isto nem era necessário ao extremo, mas valia-se ainda assim, sob quaisquer circunstância...


Arrastão - O Touma estava tomado por uma fúria interna incontrolável, e o uso de seu "estranho" poder veio na hora mais propícia possível, por intermédio de seu punho direito...


Combatente - Touma e Accelerator proporcionaram momentos bem interessantes na contenda. Muito embora tal luta tenha sido mais longa em To Aru Majutsu no Index, é inegável salientar que a mesma tem se desenvolvido de forma muito sólida em To Aru Kagaku no Railgun S até o momento...


Clima - A imagem fala por si mesma. E a mensagem deixada pelo Touma, ante o poderoso Accelerator, foi de que alguém queria tal ajuda, que alguém queria viver por isso. E mais nada...

Até a próxima, visitante!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons