Opiniões para Free! e sua segunda temporada! ~ Netoin!

segunda-feira, 3 de março de 2014

Opiniões para Free! e sua segunda temporada!

O logo da obra.

É chegado o momento de mais um guest post especial aparecer. O NETOIN!, oficialmente, cede seu espaço para que mais pessoas possam opinar sobre aquele anime que tanto gosta, gênero do mesmo, estória e afins. E a ocasião pede realmente por um trabalho bem digno e de múltipla abrangência.

Para tanto, quatro pessoas foram convidadas para tecer as suas palavras sobre Free!, o anime de natação e amizade da Kyoto Animation que (ao seu modo) soube chamar a atenção na temporada de julho'2013 e que, recentemente, teve o anúncio de sua segunda temporada feito recentemente. Tal notícia já fez com que o público alvo do anime original já ficasse em polvorosa, imaginando como poderá se seguir a nova empreitada deste anime.

Dito isto, quatro pessoas foram convidadas para deixarem aqui registradas as suas palavras, pensamentos e ideias sobre o que deverá acontecer em Free! na sua nova temporada. À seguir, você verá aquilo que estas pessoas tem à oferecer dentro de tal ideal. Sequencialmente, alguns links para textos anteriores co-ligados à este estarão à sua disposição. E também haverá um link para um blog parceiro que expôs uma outra opinião sobre Free!, pois todo ponto de vista é válido, merece respeito e serve ao propósito pleno da troca opinativa.

À partir de agora, nobre visitante, tenha uma boa leitura.

Ana Carolina
"A segunda temporada é apenas uma questão de tempo"
Twitter pessoal: aqui

O poder da roupa de mergulho!

Quem diria que o comercial da Kyoto Animation exibido durante o episódio dez de Tamako Market no dia 6 de março de 2013 renderia muito mais do que o anime do bloco em que foi transmitido.

A segunda temporada era apenas uma questão de tempo: além da frase do último end card, "see you next summer", as vendas absurdas de BDs, DVDs e licenciamentos deixavam isso claro (o primeiro volume somou mais de 40 mil unidades e depois manteve a média de 25~30 mil até o fim!). É fato que o anime dos nadadores pegadões foi o maior sucesso do estúdio entre os últimos lançamentos, que variaram entre fracasso ou pelo menos se pagou. Então imagina se eles iriam largar mão dos galinhos dos ovos de ouro, com o perdão da piadinha.

Só espero que não "caguem" com tudo na segunda temporada, só isso. É sabido que isso acontece, não é mesmo? Mas confio em Deus, faço ele de escudo e aposto no segundo acerto da Kyoto Animation, porque é só continuar fazendo o que funcionou, não tem tanto segredo.

O clássico olhar...

Imagino que o Rin com sua personalidade consertada trará ainda mais momentos fofos entre os amigos, agora reunidos e mais no clima do comercial original. O que me preocupa é: quem vai ser o miserável da vez? Um dos diferenciais da estória foi justamente um conflito digno, não apenas o slice of life do grupinho feliz de amigos fazendo coisas gays no clube.

Por isso, espero uma equipe inteira de rivais, como rolou na segunda temporada de Utapri. Além de mais homens, isso deve fazer a estória fluir e os campeonatos serem interessantes. E que eles ganhem alguma coisa dessa vez também, né. E como o segundo volume da light novel também está saindo, é possível que tenhamos mais flashbacks do primário que aprofundem a estória. Espero que sim!

Fora isso, eu gostaria muito mesmo que os casais Gou x Mikoshiba e Ama-sensei x Treinador Sasabe fossem canonizados. Não doeria no elenco e seria uma dose de kawaii a mais. E que o Nitori deixasse de ser chato para que eu possa gostar mais dele. Mas não acho que essas coisas irão acontecer.

No geral, é isso. E que tenhamos um ótimo pedacinho verão com a segunda temporada de Free!, compensando o frio de doer que estaremos passando! O anime não foi confirmado para julho ainda, mas não penso que faz sentido transmiti-lo em outra temporada no Japão.

Até!

O mascote oficial do clube de natação.

Danusa Borges
"Nos vemos no próximo verão"
Twitter pessoal: aqui

A chamada para o imprevisto?

Com o término do grande sucesso de audiência que foi o anime Free! ano passado e com o grande número de vendagens, era de se esperar uma segunda temporada. Até porque, o anime em seu último episódio, terminava com a frase sugestiva "see you next summer", ou seja, "nos vemos no próximo verão". E o próximo verão é justamente a temporada de julho no Japão este ano.

Outra característica que indicava uma segunda temporada era pelo fato do último episódio não ter mostrado um final comum e clichê, normalmente esperado pelos fãs, com os personagens principais vencendo o campeonato colegial nacional de natação - como quase sempre acontece com animes de esporte - embora Free! não fosse totalmente focado no esporte, e sim uma mistura disso com slice-of-life.

O objetivo do anime inteiro foi a união do grupo de amigos de infância que faziam natação juntos com um deles que por alguns motivos acabou indo morar no exterior e se sentia magoado quando retornou ao Japão. Depois de muito tempo afastado, tudo o que ele queria era voltar a nadar com os antigos amigos de novo. Foi uma reconciliação feliz com direito a muitas lágrimas. E sem a preocupação de ganhar o campeonato da parte de ninguém. E foi assim que no começo deste ano, a Kyoto Animation anunciou a segunda temporada de Free!.

Para a nova temporada, com certeza algum personagem novo aparecerá. E desta vez quem sabe, eles até vençam o campeonato. O problema agora é saber se a rixa entre esse personagem que se afastou, mas voltou a se tornar amigos dos demais no último episódio, continuará com esse "briga". Não da forma como era, mas por ele continuar em outro colégio. O que insinua uma nova disputa, mas de forma menos tensa!

Até mais.

Todos prontos para a recordação...

Maria Beatriz
"Eu gostaria que houvesse ainda mais fanservice"
Twitter pessoal: aqui

Provocação.

Olá, tudo bem? Lembra-se daquela fujoshi que fez um daqueles guests de Free! há uns meses atrás? Bem, caso você não se lembre, meu nome é Maria Beatriz (mais chamada de Blue, que é meu user no Twitter), muito prazer!

Bem, 2014 está sendo um ano maravilhoso para as fujoshis. Foram anunciados novos animes de Kuroshitsuji, do famoso yaoi Junjou Romantica, o filme de um spin-off de outro yaoi famoso chamado Sekaiichi Hatsukoi (Yokozawa Takafumi no Baai), há ainda a promessa do anime de Hybrid Child (esses três da mangaká Shungiku Nakamura) e também o anime do mangá Love Stage, que tem feio muito sucesso ultimamente. Eu mesma estou chamando esse ano de ano do yaoi, porque olha, nunca houve tanta coisa boa pra gente como ultimamente. Adicionado a todas essas notícias maravilhosas, a temporada temporada de Free! foi confirmada recentemente e o Carlírio pediu para que eu e mais algumas pessoas comentassem o que esperamos dela. Claro que eu não podia recusar, né? Que fujoshi resiste a falar de yaoi?

Quando anunciaram que a nova temporada de Free! seria feita, ao contrário do que você pensa, eu não fiquei eufórica. Pra mim já era tão óbvio que o anime teria continuação que uma confirmação disso era desnecessária. Poxa, o anime começou bem, terminou bem, agradou ao principal público alvo e outros públicos, lucrou muito, e o end card no último episódio falava “see you next summer”, não era óbvio que haveria uma continuação?

Se bem que, pensando agora, esse meu ato foi meio precipitado, porque sempre poderiam aparecer problemas que impedem o lançamento do anime. A estória vendeu, foi bem recebida, mas vai saber, né? E se quiser saber esse caso me lembrou [K], um anime lançado em 2012 que era bem fanservice yaoi e acabou não vendendo tanto quanto o esperado (pelo que eu sei, mas posso estar errada). Ao fim da série, a segunda temporada já estava confirmada (li num lugar que já estava planejada antes mesmo da estreia do anime), e já estamos em 2014 e sem nada de continuação, quando ela tecnicamente viria em 2013. Recentemente foi anunciado que essa tal segunda temporada virá, na verdade, como um filme (ou seja, os caras de-sen-ca-na-ram!) para previsão desse ano.

Sem me demorar demais nesse assunto (porque ninguém tá aqui pra me ver falar disso especificamente), eu acho que [K] não vendeu bem principalmente por causa das pontas soltas enfestando a estória. Na boa, haviam episódios em que pouco se entendia. Aquela realidade é muito mal explicada e o que salva é o belíssimo character design e o fanservice. Talvez a Kyoto Animation tenha aprendido com o erro alheio na hora de fazer a “nova” proposta de fanservice que foi Free!.

Enfim, qual afinal é minha expectativa para a temporada temporada de Free!, que está para sair? Ela é bem alta e positiva, sinceramente! Em maioria porque sou fujoshi e vou gostar do anime mesmo se a estória for inferior a da primeira temporada, sabe? Porém se eu for falar apenas como uma amante de animes e não como uma fujoshi, ainda pode-se dizer que há alguns receios a respeito do que está por vir em Iwatobi Swim Club.

Pode ser a expressão do susto, mas na verdade...

Pensemos assim, Free! foi um anime experimental. Nunca houvera algo tão explicitamente fanservice yaoi (sem contar os animes yaoi, pois esses nem de fanservice se pode chamar, acho) e a própria Kyoto Animation duvidava se a série ia ou não vender. Portanto, eles capricharam na estória. Sem pontas soltas, sem falsidades nos personagens, que além do mais, são cativantes (não originais, mas cativantes com certeza), ou seja, se o conteúdo para fujoshis não lucrassem, a coisa ia dar certo pela estória.

Admito que, como fujoshi, gostaria que houvesse mais fanservice, mas eu me senti tão orgulhosa (sim, orgulhosa!) de as pessoas estarem reconhecendo Free! como um bom enredo que nem me importei. É por esse motivo que desejo mais que tudo que mantenham a qualidade do enredo. Como mencionei antes no meu primeiro guest post, eu quero que os outros deixem de ver o yaoi como um “hentai gay” e as fujoshis como “apenas pervertidas”.

Como nessa nova temporada há maior certeza que o anime lucrará, temo que aumentem a quantidade de fanservice (o que seria ótimo) e que desleixem na estória. Por isso, Kyoto Animation, faça uma estória da qual os "não-fujoshis" gostem!

Falando em estória, estou curiosíssima em saber como ela será feita. Primeiro com relação aos novos personagens – sim, já estou contando com isso! –. Serão eles rivais ou aliados? Quais suas personalidades? A qual tipo de estereótipo de bishie (bisshounen/bishie = literalmente, garoto bonito. Sabe aqueles gatões dos animes pelos quais todo mundo desmaia? Então, são eles) vão apelar? Porque bem, o Rin apela ao bishie brigão e rude, o Haru, ao Bishie estoico, o Makoto ao gentil e amável, o Nagisa ao extrovertido e divertido, e o Rei. Ao típico bishie megane, né, galera? Esse não pode faltar! (risos). Ou seja, se inserirão novos personagens masculinos, eles com certeza terão aspectos de "Oh-Meu-Deus-Quero-Ele-Para-Mim e/ou Oh-Meu-Deus-Quero-Ele-Num-Yaoi". Se esses forem rivais, já posso imaginar um líder confiante, um silencioso mais na dele, ou até um que faz o papel de “uke mór” do time (uke = aquele que é mais delicado e faz o papel de passivo num yaoi).

Há ainda a questão dos casais que o anime já “fornecia” e as que ele virá a “fornecer”. Pra quem o assistiu, sabe que há um forte cheiro de triângulo amoroso entre o Makoto, o Haru e o Rin, fato que eu, particularmente, desgosto. Não me dou bem com triângulos amorosos e aquele lenga-lenga de quem-eu-amo-mais é ridículo. Não conto muito com isso, mas adoraria que esse caso tivesse uma conclusão. Se o Haru “prefere” o Rin e o Makoto “arranja” outro ou “fica” sozinho, ou se o Haru “prefere” o Makoto e o Rin “fica” com o Nitori, que diga-se de passagem, faz o estereótipo de bishie "oh-senpai-eu-te-amo-tanto".

Outra coisa com a qual estou curiosa é sobre a opening e ending. Apaixonei-me de cara por elas na primeira temporada, principalmente pela ending que lembra muito o comercial que deu origem à Free! Então espero uma abertura e um encerramento tão bons quanto, e que caprichem bastante nas músicas que escolherem. Em suma, minhas expectativas para a nova temporada são boas e animadas. Já estou morrendo de saudades dos protagonistas e vê-los enfrentando outros conflitos e interagindo entre si será maravilhoso!

Obrigada pela atenção e por ter lido até aqui.

Todo local é passível para cumprimentos.

Paula Almondes
"Não me preocupo. A Kyoto Animation nunca decepciona"
Twitter pessoal: aqui

Discussão na água...

Quanto à primeira, queria relembrar que esperei muito pela primeira temporada de Free!. Na época era um dos animes que eu mais tinha vontade de ver, porém acabei dropando (deixando de lado) ele no seu terceiro episódio. Bobagem, porque logo eu voltaria a acompanhá-lo e não pararia mais. Essa primeira temporada simplesmente me surpreendeu, os episódios foram ficando cada vez mais interessantes, e o nível de sensibilidade que eu ia adquirindo com eles era cada vez maior. Assim, em menos de dois dias finalizei todos (voltei a assistir depois de já lançados todos os episódios). Gostei muito de tudo em Free!, a arte, a trilha sonora, as personagens. Tudo bem digno da Kyoto Animation. O anime me tocou muito, me emocionei e ri. E pude facilmente incluí-lo na lista de melhores do ano para mim!

Bom, pra essa segunda temporada, espero novas personagens pra representar o lado "de dificuldade" da estória, já que agofra o Rin passou pro "lado bom". Quer dizer, na primeira temporada ele era o centro das dificuldades para todos, e agora que ele parece ter mudado um pouco e passado pro lado dos amigos, a minha expectativa é que ambos possam ficar juntos em uma nova forma de time, concorrendo em campeonatos e coisas do tipo, compartilhando dos mesmos objetivos.

Outra coisa que também espero, é um destaque maior pros sentimentos do Rei, não que tenha faltado isso na primeira temporada, mas lá a gente percebeu que ele se sentiu incomodado com o fato de todos se importarem muito com o Rin. Espero que na segunda temporada tenha mais disso, acho interessante porque ele aprendeu a amar a natação aos poucos, e agora que Rin ta retornando pro grupo antigo de amigos, ele pode se sentir deslocado ou desnecessário. Fora isso, quero que continuem pondo momentos cômicos em meio ao drama, e vice-versa, fica uma coisa muito gostosa de acompanhar.

No mais, não me preocupo, em questão de arte, trilha sonora e direção, a Kyoto nunca decepciona!

Uma chamada que está para se tornar real.

Agradecimentos e chamadas de visitação!

Laços de amizade: homem e água.

Os mais sinceros agradecimentos à nobres Ana Carolina, Danusa Borges,
Maria Beatriz e Paula Almondes, por terem atendido ao pedido de
minha pessoa e terem trabalhado neste post para você, visitante.

Dicas de leitura
- Guests posts anteriores para a sua apreciação -

Dica de visitação
- Uma opinião diferente sobre Free! para a sua apreciação -

Estaria isto certo?

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 6Blogger
  • Disqus

6 Comentários

  1. Olá!!

    Free! realmente fez fãs. Achei que só tinha haters que assistiam ao anime. Enfim, eu não o assisti por vergonha e por não gostar de Yaoi. Incrível essas coisas. Eu gosto de ver visual kei onde tem homens vestido de mulher, mas não vejo dois homens juntos. Puro pré-conceito o meu. xD

    Não irei assistir a segunda temporada por não ter assistido a primeira. Mas, se fez sucesso, vendeu é porque tem mais coisa do que a simples ou complicada relação entre as personagens. Infelizmente, não faz meu tipo de anime.....

    Achei interessante a forma como fez o post. Opiniões diferentes que se igualam em conteúdo e na expectativa pela nova temporada.

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Natália, Free! não é anime yaoi...
      Yaoi é quando há o envolvimento amoroso e, principalmente, sexual entre personagens do sexo masculino. Free! dá uma vaga ideia mas passa longe de ser yaoi, nobre...

      E sim, o anime possui umas lições até interessantes de amizade. É claro que a obra tem o seu público alvo, mas de alguma maneira o anime chamou a atenção fora de tal círculo, também.

      Este pré-conceito de gêneros em anime pode ser perigoso...XD


      Até mais!

      Excluir
  2. Olá!

    Como uma não-fujoshi, eu digo: A malícia está nos olhos de quem vê. :v Inicialmente eu estava com um um pé atrás pra ver esse anime aí, porque pensei "nossa, pelo que estão comentando por aí, vai ter muita cena insinuando romance entre os garotos (shounen-ai), vai ter muita frescura entre eles, não vou ver." Mas aí, certo dia, por um acaso, comecei a assistir. E sabe que não achei ruim? Pois tudo o que eu vi entre os 5 garotos foi uma bela relação... De amizade. Sério, eu achei que teria bem mais cenas insinuando que eles se amam, ou algo do tipo, mas não foi tanto. Quase nada, na verdade (no meu ponto de vista).

    Gosto muito de histórias que falam sobre amizade, união, de temas assim ^^ Não consigo ver com malícia esse tipo de tema, rs. Assim como em Madoka Magica, muitos falam que adoram a relação quase yuri da Madoka e da Homura, mas enquanto eu estava assistindo, eu não pensei nelas tendo uma relação amorosa nesse sentido, eu vi elas e me impressionei com o enorme laço de amizade delas.. Pensei comigo "Nossa, quão grande é o poder da amizade? Até aonde essa garota vai para conseguir salvar sua melhor amiga?". Minha mente se recusa a enxergar yaoi e yuri em personagens amigos, o que posso fazer? XD

    E que venha a segunda temporada de Free!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Palavras muito boas as suas, nobre Vanessa.
      E também vejo em Free! um estória sobre amigos (amizade), sem vínculos ligados ao yaoi e afins. Não digo que seja malícia de quem isso faz, mas interpretações são interpretações sempre, de toda a forma...

      Madoka Magica também é um ótimo exemplo, muito embora lá seja perceptível que a Homura sente algo verdadeiro pela Madoka...

      E sim, que venha a segunda temporada de Free!.


      Até mais!

      Excluir
  3. Oie!
    Então,só digo uma coisa: "Espero que a segunda temporada seja boa e que não tenha muito fanservice forçado" ... é o que desejo!
    #rezando aqui ><

    Mamoru como Rin fazendo coisas de gay...não consigo suportar!

    hehehe
    Adorei o post!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Olha, olha, nobre...XD
      É o papel que o Mamoru está fazendo... E de certa forma, fazendo bem até (a voz caiu certo ao personagem, mas a conotação aqui nada tem à ver com as ações do mesmo, ok?).

      Fanservice forçado? Depende do que seri o "forçado" aqui...
      Sei mensurar que já vi muito do tal "forçado" em obras que são de meu apreço, cuja característica não pode ser deixada de lado...

      Feliz por teres gostado do post.^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons