Especial - Resumo da temporada de abril'2014 ~ Netoin!

domingo, 29 de junho de 2014

Especial - Resumo da temporada de abril'2014

Isshuukan Friends.

Mais uma temporada que se encerra...

Saudações, nobre visitante. Nesta semana que se iniciará, uma nova temporada de animes estará apartando para todos. Obras dos mais variados gêneros e temáticas de enredo estarão prontas para serem visualizadas, buscando atender a maior gama de público possível. Não será difícil que você encontre, com seguridade, aquele anime que desejas assistir ou que atenda os seus gostos pessoais.

Mas antes da simbólica tocha ser passada, é necessário fazer uma breve análise sobre a temporada que se encerra. Embora ainda existam animes que prosseguirão até setembro'2014 e outros que terminarão durante a semana que se inicia, tecer algumas ideias sobre o que ocorreu entre os meses de abril e junho deste ano soa bem digno. É uma forma de você não apenas conhecer melhor o ponto de vista deste blog e de minha pessoa, como também se faz abrir uma perspectiva para que o nobre visitante possa opinar e deixar, no espaço condizente, seu próprio ponto de vista sobre o tema.

Como se tratará de um texto de caráter bem opinativo, o ideal é que você o leia com calma. À partir de agora, sua pessoa está convidada à acompanhar o post com o resumo da temporada de abril'2014 na animação japonesa.

Uma temporada de contrastes...

Dai Shogun.

Atender uma gama cada vez maior de gostos e preferências, em teoria, seria o real trunfo dos responsáveis pelos animes que vão ao ar, à cada nova temporada que se faça presente. Questões como lucro, abordagem e direcionamento da obra entram em tal linha de ação, o que faz da industria de animes um negócio cada vez mais voltado ao momento. Em outras palavras, para aquilo que possa render mais frutos de ordem financeira e de reconhecimento para os detentores de seus direitos legais.

Tendo esta ideia acima como um tipo de linha de partida para o enunciado deste post, o que se faz saber é que os animes que foram exibidos nesta temporada conseguiram mesclar boa parte deste ideal, por mais que alguns destes parecem ter sido feitos por quaisquer outra razão que não fosse uma das citadas no parágrafo acima. E exemplos não faltaram.

Se existiu uma obra curiosa neste aspecto, com certeza esta foi Dai Shogun. Talvez nunca tenha passado pela mente de minha pessoa que viria a existir um anime no qual o futuro do Japão dependeria da virgindade de um rapaz e de uma moça e que ele, no calor da batalha, pilotaria um tipo de mecha em plena época feudal nipônica. Soa tão surreal quanto a premissa aparenta sugerir. E doze episódios depois, pode-se aqui afirmar que este anime teve um trabalho técnico realmente fraco. Mas a obra conseguiu apresentar um desfecho minimamente digno, dentro de seu escopo de trabalho.

Gochuumon.

Duas obras curtas seguiram este embalo, sendo elas Inugami-san to Nekoyama-san e Mangaka-san to Assistan-san to. A primeira conseguiu, no ponto de vista de minha pessoa, ser o pior anime da temporada de abril'2014, isso englobando fatores que vão de seu enredo às fracas piadas que se fizeram apresentar durante os episódios da obra. O segundo anime citado, por sua vez, tentou divertir de alguma maneira mas, buscando ser bem analítico quanto à proposta do mesmo, a obra acabou devendo mesmo neste conceito básico. Akuma no Riddle é também um anime cuja premissa chamara a atenção de minha pessoa, em sua concepção inicial. Infelizmente, os episódios que se seguiram provaram que a teoria não estava totalmente correta, e o conjunto formado por enredo e elenco acabou não correspondendo, enfaticamente, quaisquer perspectiva que havia sobre a obra.

A temporada de abril'2014 soube, à sua forma, trazer o mundo da doçura e da plena felicidade ao alcance de todos. Mesmo com certos exageros neste sentido, é possível aqui fazer uma citação deveras positiva para Gochuumon wa Usagi Desu ka?, anime este cujos episódios trouxeram apenas a calma e a alegria ao longo de doze semanas. E soube ser produtivo neste aspecto, com todas as honrarias. Por sua vez, Selector Infected Wixoss é uma obra que acabou sendo seguida após alguns comentários positivos terem surgido sobre a mesma e, definitivamente, a experiência foi mais positiva do que negativa. Assistir a um embate que valia mais do que a vitória, via um tipo de materialização de cartas, foi deveras emocional. E com a segunda temporada confirmada, é bem possível que este anime apareça futuramente por aqui.

Impossível não citar, aqui, Hitsugi no Chaika. O propósito central da obra sempre foi a diversão com seu elenco, por mais que o enredo fosse denso e desta maneira tenha sido trabalhado. Além do famoso diálogo à ficar marcado na memória de minha pessoa, este anime em citação apresentou um dos melhores trabalhos técnicos visuais da temporada inteira, sendo este um grande e merecido elogio para a obra em si. Não obstante, o enlace entre os personagens soou bem satisfatório (mesmo com alguns momentos estranhos neste conceito) e, seguramente, a segunda temporada deste anime (marcada para outubro'2014) poderá, ao menso teoricamente, preencher certas lacunas que ficaram expostas em seu enredo.

Nanana.

Com o último episódio tendo sido exibido na data deste post, Gokukoku no Brynhlidr acabou gerando muito mais incógnitas do que respostas atrativas em seu desenrolar. Este anime (chamado por muitos de Elfen Lied 2 por razões óbvias) distorceu, em muitos momentos, o seu próprio enredo (que possuía ótimos elementos e que merecia um trabalho mais digno). A aflição serviu de marca registrada da obra, pois as chamadas "feiticeiras" não tiveram vida fácil ao longo dos episódios de tal. Mesmo com as possibilidades visíveis de um direcionamento melhor, este anime ficará marcado como tendo o maior potencial desperdiçado desta temporada, infelizmente.

Por sua vez, Mekakucity Actors foi o típico anime com o selo da Shaft nesta temporada. Seu enredo foi bem trabalhado no geral, o contexto atribuído ao universo das vocaloids parece ter recebido um tipo de expansão nesta obra, podendo esta ser uma afirmação errônea da parte de minha pessoa. Mas o citado estúdio colaborou, em muito, na experiência visual atribuída ao anime. As severas críticas lançadas em seus primeiros episódios puderam ser lidas em diversos fóruns e blogs da área mas, ao final do todo, o anime acabou merecendo uma avaliação mais positiva do que negativa.

A loucura não tem fim, e dividir o quarto com o fantasma de uma garota parece ser o menor dos problemas. Se tu não assistiu ao anime Ryuugajou Nanana no Maizokunin, pode ter a plena ciência de que perderas uma das obras mais divertidas de abril'2014, sendo esta uma afirmativa bem segura de ser feita aqui. Além de contar com um dos melhores trabalhos técnicos visuais deste período, em seu retrospecto geral, a experiência foi bem positiva graças ao nonsense que rondou o universo deste anime à partir de seu terceiro episódio, que acabou contando com embates inesperados no quinto e sexto capítulos, culminando com lições de moral e de confiança nas proximidades de seu final. É aconselhável que tu vejas esta obra, caso queiras saber um pouco mais sobre o Tesouro de Nanana.

Ping Pong.

Indiscutivelmente, uma das melhores obras de abril'2014 foi Ping Pong the Animation. Muito embora o anime seja do gênero esportivo, seu enredo mostrou-se estar mais palpado para a premissa do crescimento de seu elenco, em especial da dupla de protagonistas Peco e Smile. Enquanto um era estabanado e um pouco arrogante (no início), o outro era quieto e repleto pelo receio de não revelar suas reais intenções (especialmente sobre a prática do tênis de mesa, em si). Entre as mais interessantes reviravoltas, esta obra mostrou o quão é possível levar adiante um anime de apenas onze episódios com uma regularidade imensa no escopo de seu enredo, em especial na maneira como o mesmo foi trabalhado. O visual afugentou à muitos, por simples e até feio para diversos aspectos e padrões. Entretanto, este anime merece muitos elogios por aquilo que mostrou e representou, com justiça e qualidade.

Comentado semanalmente aqui no NETOIN!, o anime Isshuukan Friends entra no mesmo grupo de destaque que a obra citada no parágrafo mais acima. Uma doce e gentil lição de amizade e confiança foi protagonizada pela carismática dupla Yuuki e Kaori, sendo ele um rapaz cheio de temores e dúvidas e ela uma moça com um problema sério em sua mente, que remetia a um triste evento em seu passado. Além disto, outros personagens e eventos paralelos contribuíram para atestar a ótima experiência promovida por este anime, ao longo de seus doze episódios. Com um visual que em muito lembra a animes como Usagi Drop, esta estória soube ganhar um espaço na mente e no coração de minha pessoa, com seguridade total.

Se o assunto penda mais para o lado da reflexão humana e racionalização, certamente Mushi-Shi Zoku Shou é o anime que merece tanto destaque quanto os dois citados anteriormente. Enquanto o andarilho segue em sua jornada, muitos acontecimentos com envolvimento direto dos Mushis (insetos em japonês) vão chamando a sua atenção. Muitos dos aspectos humanos citados e trabalhados estão tão ligados à realidade do mundo que, em dados momentos, é possível fazer uma síntese sincera e direta sobre isto. Com dez episódios exibidos (cuja continuação ocorrerá ainda em 2014), um trabalho visual digno e uma trilha sonora que combina em demasia com a premissa da obra, este anime é o mais indicado para lhe fazer pensar sobre a própria vida, devaneios e outras circunstâncias. É um convite claro para uma exploração à sua própria mente e ao seu coração, nobre visitante.

Soredemo.

Por sua vez, e continuando com os maiores destaques da temporada, o anime No Game No Life foi um verdadeiro brinde aos olhos do fandom, e isto ao se citar diversos fatores. Entre tais destacam-se à imersão ao enredo, graças às situações inusitadas aplicadas aos jogos realizados ao longo da obra, e também o fator carisma, amplamente trabalhado e rigorosamente aplicado pela dupla Sora e Shiro, sendo estes dois jovens cujas vidas eram tediosas em Tóquio e que ganharam nova direção, tão logo se fizeram levar a um novo e interessante universo (por assim exclamar). Questões como a fuga da realidade foram trabalhadas com afinco no anime, que se fez valer de uma boa trilha sonora e da pegada no fanservice, que costuma agradar à muitos mundo afora, para abiscoitar uma gigante popularidade. Minha pessoa se sentiu bem incomodada com o dito fanservice na obra em diversos momentos, mas os pontos positivos deste anime acabaram sobressaindo-se em alguns destes, valorizando a experiência que o mesmo mostrou e colocando-o, indiscutivelmente, entre os melhores da temporada de abril'2014.

Para encerrar este grupo de amplo destaque, a citação para Soredemo Sekai wa Utsukushii é mais do que válida, sendo a mesma bem pontual. A estória de amor protagonizada pela carismática dupla Livius e Nike não serviu de modal, nem tão pouco foi feita de maneira à marcar época, mas seguramente se apresentou de uma forma tão respeitosa e aconchegante que o anime acabou merecendo tais boas palavras por isso. É difícil sair de certos clichês, e mais complicado ainda é o fator de saber trabalhá-los, mas nesta obra tudo pareceu combinar muito bem, até mesmo as situações de contexto que pudesse ser mais duvidoso. Se tu acredita em certos ditados e contos acerca do amor, seguramente este anime lhe auxiliará à expandir tais ideias.

E a temporada de abril'2014 ainda contou com o encerramento de duas obras que se iniciaram em janeiro'2014. Foram elas Tonari no Seki-kun e Nisekoi. O primeiro foi a verdadeira amostra de como um anime de curta duração pode ser bem dirigido, trabalhado e apresentado. Era muito comum sorrir ao assistir a jovem Yoko e seu sofrimento graças ao ardiloso Seki, em sala de aula. Muitos episódios deste título ficaram cravados em memória, com seguridade. A segunda obra citada neste parágrafo elevou o selo Shaft de apresentação visual, com suas distorções de pescoço e afins. É bem verdade que o plot apresentado em Nisekoi seja baseado em fundamento que está bem batido, mas inegavelmente acabou sendo trabalhado de boa maneira, mantendo uma relativa consistência em seu decorrer, até chegar no último episódio e mostrar que certas eventualidades chamam mais a atenção do que outras.

Ainda prosseguirão...

Baby Steps.

À exceção dos animes Black Bullet e Yowamushi Pedal, cujos finais serão exibidos no decorrer desta semana, outras obras prosseguirão até setembro'2014. É necessário enfatizar isto neste post, pois as mesmas também receberão as suas avaliações no tempo oportuno. As duas obras citadas, por sinal, serão as primeiras a passar por tais análises de encerramento.

Com isso, o vôlei apresentado em Haikyuu!! já se mostrou digno o bastante de atenção, e desta maneira tem se mantido desde o seu início. Apesar de ainda ficar meio preso à explicações e alguns devaneios sobre o desporto em si, é notório que a obra tem visado apresentar alguns conceitos e lições concisas sobre esportividade, trabalho em equipe e, sobretudo, rivalidade, fazendo com que este anime tenha um status próprio bem positivo. Por sua vez, Captain Earth tem apresentado uma melhora bem-vinda em seu modo de explanar o enredo, o que era um grande ponto fraco nos primeiros episódios do mesmo. Seu visual é bonito, embora não totalmente polido, mas algumas situações tem chamado a atenção pela dimensão que as mesmas possuem.

Mesmo que o sumô tenha começado a aparecer com força, Abarenbou Kishi! Matsutarou tem mostrado apostar mais no fator humor (das antigas) do que quaisquer outra coisa. Na verdade, seu visual caricato dava a entender isto muito bem, desde o seu início. E o seu protagonista é um claro exemplo de personagem odioso. Em outro extremo, Baby Steps tem mostrado uma bela apresentação do desporto tennis, tanto na teoria como na prática. Contando com um protagonista demasiadamente normal e em constante aprendizagem, o anime tem sido do agrado de minha pessoa por não cansar em demasia nas explicações e, principalmente, por estar mais disposto à mostrar os desafios pessoais de seu elenco (em especial do protagonista, o jovem Eiichiro).

A loucura tem sido a marca registrada de Jojo's Bizarre Adventure Stardust Crusaders. Não para menos, a viagem até o Egito tem reservado muitas emoções e um perigo bem meticuloso para o grupo de aventureiros. O ponto fraco existe, estando este no modo relativamente fácil como as lutas são resolvidas, mas isto não compromete a ótima experiência que o anime tem oferecido. Por outro lado, Mahouka Koukou no Rettousei tem gerado dúvidas no fandom, pois a obra animada está levando à sério demais o fator adaptação de uma novel. O ritmo lento tem feito com que, gradativamente, o anime perca muitos telespectadores. Entretanto, o enredo apresentado nos últimos dois episódios tem mostrado que a obra vai por mais, onde os Jogos Escolares Mágicos não mais do que uma simples fachada para uma encrenca bem maior.

Mushi-Shi.

Esta foi a análise do NETOIN! sobre a temporada abril'2014.
Nobre visitante, minha pessoa agradece a sua leitura do post e aguarda, 
com ansiedade, por sua opinião sobre o tema proposto, além de sua
avaliação pessoal sobre os animes que tenhas assistido.
Recomendações são, desde agora, bem-vindas também.

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Acho que tirando alguns problemas de ordem técnica, quem me surpreendeu mais nesta temporada foi WIXOSS no qual assisti sem nenhum compromisso, e a história foi muito interessante da forma como é colocada as situações no decorrer da série. Concordo em boa parte com sua opinião sobre as séries que acompanhou(eu vi quase todas, tirando as de esporte), só não que Ryuugajou tenha sido tão bom assim, achei apenas mediano.

    Esperava mais de Mekakucity Actors e mesmo que tenha se perdido um pouco pelo caminho, acho que Gokukoku no Briynhidr também foi de mediano a bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Eu tive uma grande decepção com Gokukoku, nobre... Qeria aminha pessoa que o anime, ao menos, apresentasse um final mais interessante.

      No mais, também esperava um pouco mais de Mekaku e gostei de Wixoss. Realmente interessante o anime.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons