[N! Drops] Jul'2014 #33: o final de Black Bullet... ~ Netoin!

terça-feira, 1 de julho de 2014

[N! Drops] Jul'2014 #33: o final de Black Bullet...

O olhar penetrante.

O limiar entre a sobrevivência e a morte...

Antes de mais nada, é necessário aqui lançar alguns pontos de interesse sobre Black Bullet, anime este que teve um início chamativo, partes de seu prosseguimento que foram cheias de altos e baixos e com episódios finais que, seguramente, devem ter deixado as mentes de muitas pessoas trabalhando até este exato momento. Isto não é um ponto negativo, mas dá margem certa para os mais diferentes questionamentos possíveis.

Tal como já foi comentado em oportunidades passadas (em uma chamada inicial e também sobre um episódio deveras triste), o Rentarou possui um grande poder em mãos mas ele, mesmo ao lado de sua fiel parceira Enju, não possui as qualificações necessárias para derrotar o maior inimigo que Tóquio tinha no final da obra. O nome de tal ser era Aldebarán, um Gastrea que evoluiu ao terceiro nível que tinha, consigo, o poder para varrer da face da Terra o que sobrara da metrópole nipônica. O senso de justiça sempre levado adiante pelo citado oficial foi, por muitas vezes, o seu grande ponto fraco no anime e, como não poderia deixar de ser, o último episódio guardou suas surpresas sobre isto, também.

Convém destacar aqui que, em muitas oportunidades, o oficial Rentarou pensou e refletiu se valia a pena salvar aquela humanidade ou não. Graças às Crianças Amaldiçoadas, seus companheiros (e ao apoio irrestrito da Kisara e da Enju), ele pode trazer para si  aquilo que mais precisava para o grande confronto, que se realizara aos pés de Tóquio. Se a batalha ante o poderoso Gastrea Aldebarán não foi o bastante, fique à par de que o episódio final reservara ainda mais do que isto, nobre visitante. A segunda metade do mesmo reservou, entre outras coisas, a chamada para uma vingança.

Isto... É a guerra pela sobrevivência.

Não será aqui pedido para que você se coloque no lugar de nenhum personagem, mas é possível aqui traçar um limiar sobre certo acontecimento, estando este ligado à uma descoberta que tem o poder de fazer o ódio crescer muito em si, ao ponto de não te fazer acabar com este problema justamente na sua raiz. Houve, em Black Bullet, o espaço para uma vingança regada à muito sangue e sentimentos hostis, que acabaram revelando uma outra faceta da jovem Kisara. Se tal ato afastará ela do Rentarou é algo desconhecido, mas que certamente renderá muitas opiniões e debates pela internet afora.

A covardia humana sempre existiu, e não é com o final de uma ameaça que a mesma deixará de proliferar. O anime sintetizou muito bem este ideal em seu último episódio. Com ou sem salvação, palavras como "obrigado" podem ressoar de uma maneira tão falsa quanto se pode imaginar. Infelizmente, existe um preço à ser pago com algo assim. Sem exceção, todo o elenco do anime sabe disto muito bem.

O episódio, em si, não mostrou uma estória inocente com mocinhos e bandidos. O limiar entre o certo e errado foi tênue demais, pois sentimentos como o rancor mostraram ser mais fortes do que quaisquer outro. A obra não mostrou que um perdão tenha sido concedido, mas sim que uma nova era teve início. Outros vilões aparecerão. Provavelmente, lições sobre o quem seria o real inimigo da humanidade também. Mas um fato acabou sendo concreto o bastante, em uma visão puramente restrita e direta. E a mesma vem de uma prerrogativa tão simples e séria, que pode fazer alguém sorrir ou se entristecer.

O medo da solidão, pois ela ninguém merece...

Momentos...


"O sopro de esperança que parte da grande cidadela..."


"O exército, à frente, protegendo o seu grande líder..."


"De frente com o poderoso e tenebroso inimigo, Aldebarán..."


"Um inesperado encontro que antecede o acerto de contas familiar..."


"Kisara e a sua prerrogativa do ódio..."


"Kazumitsu e a sua prerrogativa de quem não se importa com nada, além do dinheiro..."


"Um confronto que transcende ops mais diversos ideais..."


"O sangue que tudo prova... Para quem quiser nele tocar..."


"O medo da morte que leva ao falso agradecimento..."


"Uma represália e a prerrogativa da separação..."


"Estaremos juntos, para todo o sempre..."

Black Bullet
obra de: Tatsuhiko Urahata  /  estúdio: Kinema Citrus  /  direção: Masayuki Kojima
temporada abril'2014 - total de 13 episódios

* avaliação final: sete pontos de dez possíveis *
NETOIN! recomenda Black Bullet para você, nobre visitante


"Um novo amanhã tem o seu início..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Respostas
    1. Saudações


      Nobre Jesse, eu também gostei deste anime...
      Houveram pontos contra, mas nada que não me permitisse recomendar a obra. Gostei de tal, mesmo.

      E sejas bem-vinda à este humilde blog.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons