[N! 8 Anos] Animes e mangás de esporte, apresentem-se! ~ Netoin!

sábado, 20 de dezembro de 2014

[N! 8 Anos] Animes e mangás de esporte, apresentem-se!

A chamada oficial.
Que comecem as práticas desportivas no blog aniversariante...

A chamada acima não é uma obra do acaso, pelo contrário. Nesta época festiva, esta humilde casa na internet também abrirá o seu espaço para que os esportes possam tomar conta. Nada mais justo do que isso, uma vez que tal gênero é também respeitado em solo japonês e, com alegria, bem recepcionado no Brasil.

Entretanto, para tratar deste assunto uma nobre pessoa recebeu o convite, aceitou o mesmo e, nos próximos parágrafos, estará mostrando para todos a sua opinião sobre o tema animes e mangás de esporte. Esta tarefa foi incumbida ao jovem Gabriel, mais conhecido na rede social Twitter como Hajimee, que já postou um trabalho seu aqui no NETOIN! sobre o anime de Baby Steps e que, nesta oportunidade, falará das obras esportivas de um modo mais abrangente.

Nobre visitante, você pode esperar por um texto que trará uma linha opinativa bem interessante sobre o tema proposto, bem como você ainda terá acesso a algumas características peculiares do gênero em si. Ainda receberás alguns títulos que são destacados pelo jovem Hajimee e também algumas indicações de visitação externa por parte do mesmo.

À partir de agora, você é convidado a embarcar em mais esta aventura especial. Tenha uma boa leitura.

Animes e mangás de esporte, apresentem-se!
por Gabriel, o "Hajimee" (visitante do NETOIN!)

Hajime no Ippo: Rising.
Olá para você, leitor deste blog, o NETOIN!. Aqui é o Hajimee, e estou aqui novamente a convite do Carlírio pra fazer um guest post em comemoração aos oito anos deste incrível blog! Gostaria de agradecer à ele novamente pela oportunidade para, desta vez, escrever sobre mangás e animes de esporte.

Bom, acho que a definição de o que é um mangá e anime de esporte é algo meio óbvia. Ainda assim é bom dizer. Mangás e/ou animes de esportes são aqueles cujo um dos focos da obra é o esporte. Nem todo mangá em que aparece esporte é um mangá de esporte. Para exemplificar minha ideia cito que, se em um mangá o protagonista joga futebol, mas aquilo não tem relevância ou quase não é mostrado, o mangá não é de esporte. O desporto em si não precisa ser o único foco de um mangá deste gênero, mas não basta ele ser citado unicamente, pois o ideal é fazer parte ativa de todo o enredo da obra.

Os esportes nos mangás...

Slam Dunk.
Quem conhece um pouco de mangás/animes de esportes ou apenas conhece um pouco da cultura japonesa sabe que o esporte mais popular por lá é o beisebol, seguido por futebol, basquete e outros esportes. Logo, o esporte com maior número de obras nessas mídias é o beisebol, com um número imenso de mangás sobre tal. Já o futebol e o basquete, que costumam aparecer embaixo do beisebol em pesquisas de popularidade, tiveram ajuda de mangás pra se popularizar mais. O futebol não era tão popular no Japão, mas após a chegada de Zico no futebol do país começou a se popularizar mais. E o que também ajudou bastante na popularidade do esporte foi o mangá Captain Tsubasa (ou Super Campeões no Brasil), que fez enorme sucesso e inspirou muitas crianças a jogarem futebol. Já o basquete, embora já fosse razoavelmente conhecido, sofreu um pequeno “boom” de popularidade com o sucesso da obra Slam Dunk, de Takehiko Inoue (nos anos noventa).

Pode-se dizer que mangás de esporte quase sempre vão se restringir a esses esportes mais populares? Não! A quantidade de esportes que já foram base para mangás é imenso, indo de karuta e go, que são jogos mais orientais e não tão populares assim para o ocidente, até esportes como tênis e rugby, que já são mais conhecidos pro ocidente. Temos também obras sobre os esportes de luta, em altíssima quantidade, das mais diferentes modalidades. A qualidade das obras não é afetada pelo fator de popularidade ou não do esporte em si. Como exemplo cito os mangás sobre karuta e go, os quais são representados por duas obras sensacionais, que são Chihayafuru e Hikaru no Go! (este último já foi publicado no Brasil pela editora JBC).

Características gerais...

Prince of Tennis.
Em geral, existem características bem comuns nas obras que possuem o esporte como gênero de maior impacto. Muitas vezes esses mangás apresentam um personagem principal daqueles bem persistentes, que não desiste nunca, cheio de ambições, que cativa a muitos. Outro ponto comum está nos momentos de emoção e excitação, muitas vezes fixados nas partidas. São nestas passagens que o leitor fica com o coração na mão, querendo saber o que vai acontecer em seguida, mesmo não sendo uma sequência onde um monstro corre atrás do personagem.

Diferença entre esportes individuais e coletivos...

Cada esporte é diferente, logo haverão diferenças grandes nos mangás dos mesmos. Esportes coletivos, esportes individuais, cada um tem suas peculiaridades. E em mangás isso também é verdade. Normalmente as obras de esporte coletivos, como beisebol e futebol, tem uma gama de personagens imensa. Isso faz com que seja possível que mais pessoas se identifiquem no mangá, pois com muitos personagens, o autor pode variar mais nas características dos personagens, o que pode ajudar a conquistar alguns leitores a mais. Ao mesmo tempo, isso também torna mais difícil de realizar o desenvolvimento dos personagens, pois com tantos no elenco alguns acabarão tendo menos desenvolvimento do que outros (podendo até falhar neste processo), mesmo sendo importantes. Isso faz com que, muitas vezes, os autores se foquem apenas no personagem principal, sem dar muito destaque para o restante do elenco.

Já em mangás de esportes individuais, o número de personagens (ao menos os importantes e/ou relevantes) costuma ser menor, o que pode dificultar pra conquistar quem lê ou assiste a obra, pois pode acabar não se identificando com o mangá (mas isto também facilita no fato de desenvolver bem estes poucos personagens). Normalmente, em mangás de esportes individuais tem-se mais conhecimento sobre o personagem principal, onde seu lado psicológico acaba ganhando destaque. Porém, nada do que foi aqui dito é uma regra máxima, até porque existem exceções para todos os casos. Existem mangás de esporte coletivos com uma gama de personagens muito bem desenvolvidos e com grande aprofundamento psicológico em tais. Sem contar também que, às vezes, os esportes individuais se tornam coletivos por apresentarem torneios em equipe, servindo como exemplo para isso a obra Prince of Tennis.

Nos enredos, a diferença entre realidade e fantasia...

Aliás, Prince of Tennis é um ótimo mangá pra citar ao falar de algo meio controverso, que é sobre uma obra do gênero esporte ser realística ou não. Qualquer um que já leu ou viu a citada obra sabe que muitas vezes esta parece mais um título de super-poderes e lutas do que sobre o esporte em si. Algumas outras obras também se levam pra um lado mais fantasioso, como Captain Tsubasa e Kuroko no Basket, o que acaba incomodando parte de seu público-alvo, que procura por obras mais realísticas quando se trata de esporte. A questão que fica em mente é sobre a fantasia em exagero ser prejudicial a um enredo de esportes, e o que consigo pensar para responder é apenas de que dependerá unicamente de quem lê e de quem escreve. Temos obras de esporte com uma pitada de fantasia ótimas, como Eyeshield 21. Tudo depende da capacidade do autor de escrever algo de qualidade, entrando nisto o interesse e/ou do nível de suspensão de descrença que o leitor aceita.

Indicações...

Chihayafuru.
Gostaria de indicar para você algumas obras que julgo ótimas, dentro deste gênero tratado. Todos os nomes à seguir são de minha estima e torço para, caso não os conheça, que seja dada uma oportunidade para tanto. E tudo começa por minha obra preferida, que mesmo sendo bem extensa em seu prosseguimento é algo que indico com muita alegria, sendo esta Hajime no Ippo.

Na sequência deixo aqui a recomendação para obras como Slam Dunk, Eyeshield21, Daiya no A, Touch, Major, H2, Baby Steps, Chihayafuru, Hikaru no Go, Ashita no Joe, Giant Killing, One Outs, Real, Kokou no Hito, Ping Pong e Ahiru no Sora. Esta lista ficou imensa, mas pode acreditar que ela poderia ser ainda maior (com merecimento). Friso que a minha preferência pessoal está nas obras que trabalham o esporte da maneira mais próxima possível à realidade.

Gostaria, também, de recomendar alguns podcasts do blog Ao Quadrado, quando tais colocaram o esporte nos mangás como focos. Seriam as seguintes edições: Mangá² #48 - Mangás de esporteToCast #14 - Mangás de esporte (luta); e Mangá² #92 - Um mangá de esporte.

Conclusão

Ping Pong the Animation.
Bom, com isso encerro este texto sobre mangás de esporte. 
Espero que ele tenha explicado algumas coisas sobre o tema. 
Caso você não goste muito deste gênero torço para que tenha levado 
o meu texto em consideração, pois várias obras de valor foram citadas. 
 Fica aqui também mais uma vez o agradecimento ao Carlírio pelo convite, e um enorme parabéns para o NETOIN!, o qual espero que continue ativo por muitos anos mais...

Com isso, a minha pessoa tende apenas à agradecer uma vez mais ao jovem
e nobre Hajimee, que soube também deixar a sua expressiva marca aqui no blog.
Muitos agradecimentos para ti e, nobre visitante, fique no aguardo dos novos
posts especiais que ainda aparecerão aqui no NETOIN! para você.

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in #netoin8anos ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Eu amooo prince of tennis *-* um dos mangás de esportes meus favoritos!

    Ah,temos um post especial lá no blog, venha conferir:

    gliter-lovely.blogspot.com.br

    bjuus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Tu gostas mesmo, nobre Melissa? Bom saber disto...
      Ah, já estive por lá e deixei o meu comentário.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons