[N! 8 Anos] É hora de One Piece! ~ Netoin!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

[N! 8 Anos] É hora de One Piece!

A chamada oficial...
Os convidados estão sentados à mesa...

A grande data se aproxima cada vez mais. Uma explosão de sentimentos domina o corpo e a mente deste humilde blogueiro, pois em breve o oitavo aniversário baterá na porta de maneira oficial. O NETOIN! ficará um ano mais velho, mas este já é um motivo de imensa e irrefutável alegria.

E compartilhar este momento é o desejo para agora e sempre. Com o período de festividades em andamento, nada é melhor do que você ser convidado á acompanhar o mais novo guest post especial desta chamada, nobre visitante. E o tema do mesmo será uma obra extremamente famosa, na qual um certo e corajoso rapaz busca ser o Rei dos Piratas. Sim, o tópico da vez será One Piece.

E a pessoa que tecerá suas palavras sobre tal título será o nobre Evilásio, dono e administrador do blog parceiro Anime Portfólio, que aceitou de pronto o convite à ele feito e que, nos parágrafos mais abaixo, lhe deixará à par de tudo que o rapaz pode mensurar sobre One Piece. Por estas razões você, caro visitante, é o convidado ilustre para acompanhar este texto e notar o quanto que o convidado é um apaixonado pela obra em citação.

Tenha uma boa leitura!

É hora de One Piece!
por Evilásio, do blog parceiro Anime Portfólio

Kaizoku ou ni ore wa naru!

Momento de festa...
Em 4 de agosto de 1997 surgiu uma das maiores obras de fantasia dos quadrinhos japoneses, mas é claro que naquela época ninguém jamais imaginaria o sucesso que essa obra iria atingir ao longo dos já quase 20 anos de sua existência, eu mesmo quando li a primeira vez uma matéria sobre a obra, por volta do fim dos anos 2000, acabei olhando aquela ideia de um bando de piratas com habilidades malucas um tanto quanto idiota, mal imaginaria eu que uma década depois essa seria minha obra de ficção preferida de todos os tempos. Enfim, são muitas as minhas histórias com esta obra nesses 15 anos que a conheço, mas não estou aqui para falar de como eu gosto dessa série, mas para tentar mostrar um pouco do que a torna uma obra que se mantém no topo até hoje, afinal cada um dos fãs tem seu motivo particular para gostar de One Piece.

Quem criou o Pandaman?

O sonho de ser o Rei dos Piratas o conforta.
Antes de falar de One Piece vale apena falar um pouco sobre seu criador, o mangaká Eiichiro Oda. Oda nasceu em 1 de janeiro de 1975 em Kunamoto. O jovem Oda começou a ter interesse por piratas provavelmente ao assistir a série de animação Vick the Viking que era exibido pela Fuji TV e também foi durante a sua adolescência que ele decidiu se tornar um mangaká. Ainda jovem, Oda criou o Pandaman que ele enviou para integrar a lista de personagens do clássico mangá Kinnikuman, da dupla de mangakás Yudetamago. Aos 17 anos Oda debutou como mangaká com a obra Wanted! que ganhou diversos prêmios incluindo o Prêmio Cultural Osamu Tezuka, o maior prêmio para artistas novatos no mundo dos mangás. O trabalho de Oda chamou atenção da famosa editora Shueisha e ele foi contratado por esta para trabalhar inicialmente como assistente de outros mangakás famosos, entre eles Shinobu Kaitani, Masaya Tokuhiro e Hiroyuki Takei.

As 19 anos quando trabalhava como assistente de Nobuhiro Watsuki, no mangá Rurouni Kenshin, Oda criou uma obra curta chamada Romance Dawn que se tornaria a base para criação de One Piece. Enfim, aos 22 anos, Oda começou a publicar One Piece na revista semanal Shonen Jump e rapidamente se tornou um dos mangakás mais famosos da revista. Sua obra foi uma das que mais ocupou o topo do ranking dos mangás publicados nessa revista e alguns anos depois One Piece se tornaria a obra como mais volumes compilados vendidos ao redor do mundo, tendo batido a maioria dos recordes de venda da história dos quadrinhos japoneses. Oda ainda hoje publica One Piece semanalmente.

O verdadeiro clube...
Eichiiro Oda é casado com Chiaki Inaba, uma atriz que interpretou em uma apresentação teatral a personagem Nami, uma das protagonistas de One Piece. Segundo Oda, sua maior influência e seu maior ídolo entre os mangakás é Akira Toriyama, criador de Dr. Slump e Dragon Ball, com quem já trabalhou algumas vezes. Além de referenciar o trabalho de Toriyama em várias parte de sua obra, é comum Oda homenagear vários de seus ídolos em seu mangá. por exemplo o personagem Zoro foi pensado e construído durante a a época que trabalhava com Nobuhiro Watsuki, em Rurouni Kenshin. O personagem Marsahall D. Teach é em homenagem ao rapper americano Eminen, cujo nome de nascença é Marshall, além disso, a aparência do vilão Enel também é inspirada em Eminen. Outras homenagens feitas por Oda são o personagem que é inspirado em Michael Jackson e o personagem Akainu que é inspirado no protagonista da série Jingi Naki Taki (Batalhas sem Honra nem Humanidade), que foi interpretado pelo ator japonês Bunta Sugawara.

Oda também é conhecido como um grande adorador de animais, tanto que todas as capas de capítulos de One Piece tem animais desenhados. Ele também é famoso pela sua empolgação ao falar de mangás, tanto que diz-se que ele inspirou o excêntrico Nizuma Eiji, um dos personagens do mangá Bakuman de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, que também era publicado na revista semanal Shounen Jump. Em 2008, numa pesquisa realizado pela empresa de pesquisa de marketing Oricon, Eiichiro Oda foi eleito como quinto mangaká favorito do Japão. Ele compartilhou o lugar com Yoshihiro Togashi, autor de Hunter x Hunter e Yu Yu Hakusho. Houve também, numa enquete dos fãs no Japão, onde Eiichiro Oda foi rankeado como o 48º personagem mais popular em One Piece a despeito do fato deste nunca ter incluído a si mesmo em nenhum capítulo do mangá.

Vamos em busca do One Piece!

Alguém para ser batido...
Agora que você conhece um pouco do criador do Pandaman é hora de finalmente conhecer a história mais famosa de Eiichiro Oda. A história de One Piece ocorre anos após a morte do mais famoso pirata deste mundo, o famoso Gol D. Roger, o único nomeado O Rei dos Piratas. As últimas palavras de Roger antes de ser executado mudaram o mundo.

“Querem meus tesouros e riquezas? Se quiserem, podem pegar... 
Ele será de quem conseguir encontrá-lo. Reuni tudo o que há de mais valioso 
nesse mundo, e escondi naquele lugar.”

Com essas palavras se deu início a grande era de ouro dos piratas. Milhares de piratas decidiram se aventurar e enfrentar os perigos dos mares da Grande Rota (Grand Line), uma rota marítima composta de uma série de ilhas e com um clima tão inconstante que ela é praticamente inavegável. Quanto àquele lugar, ele falava da última ilha da Grande Rota, Laftel, ilha a qual, em toda a história, apenas foi visitada por Roger e por sua tripulação. Nesta ilha se encontra entre outros dos tesouros de Roger, o One Piece e este é o maior e mais desconhecido de todos os tesouros do Rei dos Piratas.

O protagonista de One Piece é o jovem de 17 anos Monkey D. Luffy que possui um corpo feito de borracha, característica que ele ganhou após comer a akuma no mi (fruta do diabo) chamada Gomu Gomu no Mi (fruta da borracha). As akuma no mi são frutas especiais que modificam o corpo daqueles que as ingerirem, os dando grandes habilidades, porém todo usuário de akuma no mi (como são chamados aqueles que ingeriram alguma) se torna incapaz de nadar e em contato com água salgada (na verdade não é apenas água salgada, mas em água salgado os efeitos parecem ser mais fortes) ele se torna fraco e afunda como se fosse um martelo.

É assim que se ganha superpoderes...
A princípio Luffy parte sozinho em sua jornada, mas ao longo do caminho sua determinação e seu bom coração vai acabar por unir a ele um grupo de outros personagens únicos, cada qual com um sonho, que irão fazer de tudo para cumpri-lo e para tornar seu capitão, o Luffy, o novo Rei dos Piratas, mas para isso eles terão de arriscar suas vidas para seguir em frente. E durante sua jornada irão criar laços de amizade com os mais incríveis e também estranhos indivíduos.

É importante destacar que o mote, ou o objetivo da narrativa da obra, não é apresentar cada vez mais e mais batalhas, mas na verdade apresentar essa grande jornada, por isso a história não se foca apenas na ação incluindo também essencialmente a comédia, o drama, o medo e as alegrias de cada personagem que vai surgindo a medida que história se segue sendo cada personagem, principal ou coadjuvante, importante de seu próprio modo para a sequencia da história. Em resumo, One Piece é uma história de aventura sobre uma grande jornada protagonizada por piratas incomuns e sobre as relações entre os personagens que vão sendo apresentados, relações dos coadjuvantes com os protagonistas, a relação entre os protagonistas e a relação de todos os personagens com os leitores do mangá ou com os espectadores do anime.

Quem são os chapéus de palha?

Monkey e Nami.
Agora que você conhece um pouco melhor a essência da história de One Piece e sua sinopse é hora de conhecer melhor os protagonistas da obra. Para não falar "muitos" spoilers, apenas escreverei um parágrafo rápido explicando em linha gerais cada personagem e quando ele apareceu na história.

Monkey D. Luffy

Habilidade: Homem Borracha
Alcunha: Chapéu de Palha
Principais traços de personalidade: Inocência, Honestidade, Sempre bem-humorado, Forte determinação, Obstinado, Cabeça-dura, Bom coração, Fiel
Primeira aparição no mangá: Capítulo 1
Primeira aparição no anime: Episódio 1

Luffy é o personagem principal de One Piece, seu corpo é feito de borracha e ele usa sempre um chapéu de palha que ganhou de um dos mais famosos piratas do mundo, Shanks, O Ruivo, quando ainda era pequeno e por isso ele é conhecido como o pirata do chapéu de palha. Luffy tem dois objetivos de vida, encontrar Shanks quando se tornar um grande pirata para lhe devolver o seu chapéu, que também é o maior tesouro de Luffy, e encontrar o One Piece para assim se tornar o novo Rei dos Piratas.

Roronoa Zoro

Habilidade: Espadachim
Alcunha: Caçador de Piratas
Principais traços de personalidade: Forte determinação, Obstinado, Cabeça-dura, Fiel, Não consegue lutar sério contra mulheres, Péssimo senso de direção, Se irrita fácil.
Primeira aparição no mangá: Capítulo 3
Primeira aparição no anime: Episódio 2

Zoro é o segundo mais forte do bando do chapéu de palha (embora o Sanji discorde disso), ele utiliza um estilo único de luta que utiliza três katanas (Santoryu). Ele deseja ser o maior espadachim do mundo e para tal pretende se fortalecer o bastante para um dia derrota Mihawk, Olhos de Águia, o pirata espadachim mais famoso do mundo, que também é considerado o mais forte espadachim. Zoro foi salvo por Luffy quando ia ser executado por um crime que não cometeu e então decide se juntar ao bando de Luffy que até o momento só possuía o Luffy como integrante.

Nami

Habilidade: Navegadora/Cartógrafa/Ladra
Alcunha: Gata ladra
Principais traços de personalidade: Obstinada, Inteligente, Avarenta, Fiel a seus amigos e a seu ouro. Adora ouro e laranjas
Primeira aparição no mangá: Capítulo 8
Primeira aparição no anime: Episódio 1

A navegadora do bando do chapéu de palha, odeia piratas devido a seu passado envolvendo um grupo de piratas malignos que subjugaram sua terra natal e todos que lá viviam. Ela é uma excelente cartógrafa e ladra. Sua obseção por ouro só não é maior que sua fidelidade com os amigos, mas ela demorou para finalmente se integrar por completo o bando do chapéu de palha, coisa que apenas aconteceu quando Luffy e os demais membros do grupo naquela época derrotaram os piratas que dominavam a ilha da Nami.

O grande Usopp!
Usopp

Habilidade: Sniper/Mentiroso/ Cientista Balista
Alcunha: Sogeking/Capitão Usopp
Principais traços de personalidade: Mentiroso, Inteligente, Medroso, Fiel a seus amigos.
Primeira aparição no mangá: Capítulo 23
Primeira aparição no anime: Episódio 8

Usopp é o mais medroso e, por isso, mais fraco do grupo. Seu desejo é se tornar um grande guerreiro. Usopp tem uma pontaria indistinguível, tal como seu pai, Wasopp, que faz parte do bando do Shanks, O Ruivo. Usopp não é muito forte, mas sempre consegue superar seus problemas seja usando sua inteligência, seja usando sua sorte, seja usando sua mediocridade (é já aconteceu). Apesar de mentiroso, Usopp é essencial para manter o grupo unido e algumas de suas mentiras ajudam às vezes, mas em outras atrapalham bastante o grupo. Ele passou a integrar o bando após Luffy visitar sua ilha natal e ajudá-lo a salvá-la de um perigoso capitão pirata.

Sanji

Habilidade: Lutador (usa apenas as pernas)/Cozinheiro
Alcunha: Perna negra
Principais traços de personalidade: Mulherengo, Fiel, Se irrita fácil
Primeira aparição no mangá: Capítulo 43
Primeira aparição no anime: Episódio 20

Sanji é o terceiro mais forte do bando (embora não aceite perder para o Zoro). Sanji é um grande cozinheiro que sonha encontrar o All Blue, que seria um oceano lendária onde mora todas as espécies peixes do mundo, conhecidas ou não. Sanji fazia parte de um grupo de cozinheiros do mar conhecidos por sua super habilidade culinária e por terem pavio curto, mas quando o restaurante foi atacado pelo pirada Krieg e por seu bando, precisou da ajuda de Luffy para salvar o local. Depois disso, foi despejado do restaurante (mas não de uma maneira tão ruim como podem pensar) e entrou para a tripulação do Luffy.

Tony Tony Chopper

Habilidade: Doutor/Rena humana
Alcunha: Amante de Algodão-Doce
Principais traços de personalidade: Ingênuo, Inteligente, Fiel, Medroso, Tímido
Primeira aparição no mangá: Capítulo 134
Primeira aparição no anime: Episódio 81

Tony Tony Chopper é uma rena que era maltratada por outras renas por ter um nariz azul. Chopper acabou comendo a akuma no mi, Hito Hito no Mi (fruta do humano), que lhe deu a capacidade de se transformar em um criatura humanoide e raciocinar como humano, como era maltratado por sua espécie, decidiu ir viver como os humanos, mas foi tratado como monstro por estes, porém um único homem decidiu se aproximar dele, um doutor maluco que queria curar as pessoas, mesmo sem receber nada em troca, indo contra vontade do rei da ilha onde moravam. Esse doutor ensinou a Chopper como eram os piratas, pessoas livres que podem viajar por todo mundo em busca de seus sonhos. Chopper conhece Luffy quando este precisa parar na ilha onde Chopper vive para encontrar um médico, pois Nami está doente. Após um luta pela salvação da ilha, Chopper acaba se unindo ao bando.

Nico Robin, com o seu estilo pontual.
Nico Robin

Habilidade: Pode criar membros extras em qualquer lugar/ Historiadora/Arqueóloga
Alcunha: Miss All Sunday/ Criança Demônio
Principais traços de personalidade: Inteligente, Sedutora, Irônica, Fiel, Racional
Primeira aparição no mangá: Capítulo 114
Primeira aparição no anime: Episódio 67

Robin aparece pela primeira vez como vilã, sendo a segunda em comando no grupo Baroque Works do poderoso pirata Crocodile que quer dominar o reino de Alabasta. Após a saga de Alabasta, Robin decide se unir ao grupo e rapidamente rouba atenção de todos, apenas Zoro não se dar bem com ela a princípio. Após uma outra saga conhecemos mais sobre o passado de Robin que é perseguida pelo governo mundial e pela marinha desde que tinha 8 anos de idade por ser a única sobrevivente de uma ilha que foi basicamente retirada do mapa do jeito mais brutal conhecido. Quando criança ela comeu a akuma no mi, Hana Hana no Mi (Fruta da flor).

Franky (Cutty Flam)

Habilidade: Cyborg/Carpinteiro/Engenheiro Naval
Alcunha: Cyborg Frank
Principais traços de personalidade: Inteligente, Bem-humorado, Tarado, Não sente medo de nada.
Primeira aparição no mangá: Capítulo 329
Primeira aparição no anime: Episódio 233

Franky era originalmente chamado de Cutty Flam, um dos membros da companhia Tom's Workers, do tritão Tom, que foi quem construiu o navio de Gol D. Roger. Ao tentar salvar Tom da marinha, ele acabou por quase morrer e teve boa parte de seu corpo trocado por partes mecânicas. Conheceu Luffy e sua tripulação quando eles visitaram Water 7, o local onde morava. Após derrotar um famoso grupo da marinha junto como os Chapéu de Palha, aceitou se unir a eles que roubaram a sua única cueca (pois é). Franky também construiu, junto a seu irmão de criação Iceburg, o Thousand Sunny, o segundo navio dos Chapéu de Palha.

Brook

Habilidade: Músico/Espadachim/Esqueleto vivo
Alcunha: Soul King
Principais traços de personalidade: Bem-humorado, Medroso, Tarado, Fiel.
Primeira aparição no mangá: Capítulo 442
Primeira aparição no anime: Episódio 337

Brook era um pirata dos Piratas Umbar, um grupo de piratas músicos que acabaram perdendo sua vida na Grande Rota, numa região chamada Triângulo Florian, porém Brook havia comido uma akuma no mi conhecida como Yomi Yomi no Mi (fruta da alma), que tornava possível sua alma retornar a seu corpo após a morte de seu usuário o dando mais uma chance de viver, porém como o Triângulo Florian é coberto por uma espessa neblina, sua alma demorou demais para encontrar o corpo e quando o achou ele já tinha virado um esqueleto, por isso ele se tornou um esqueleto vivo. O bando do chapéu de palha o encontrou quando se perdeu no mesmo Triângulo Florian e após Luffy derrotar o terrível pira Moriah e recuperar a sombra de Brook que havia sido roubada, ele convidou Brook para se unir a seu bando (pela segunda vez) e o mesmo prontamente aceitou (pela segunda vez). Ele deseja contornar a Grande Rota com Luffy e voltar a Reverse Mountain para encontrar a baleia Laboon, uma antiga companheira de viagem dos Piratas Umbar.

A Grande Rota...

A Grande Rota.
A Grande Rota é uma rota marítima na qual são localizadas diversas ilhas que possuem uma imensa quantidade de materiais magnéticos em sua composição, materiais esses que são necessários para navegar nesses mares, pois a navegação comum é impossível já que o clima pode mudar bruscamente a qualquer momento sem haver como prevê-lo com muita antecedência, fora a imprevisibilidade das correntes marítimas que a compõem, estas originárias de todos os outros mares do mundo.

Para navegar nessa rota é preciso ter bússolas especiais chamadas Log Pose que se adaptam aos campos magnéticos das ilhas uma a uma (na primeira metade da Grande Rota) ou a três ilhas de cada vez (na segunda metade da Grande Rota). Para acessar a Grande Rota de cada uma dos oceanos existentes nesse mundo é preciso ultrapassar uma das Reverse Mountain, que são grande construções rochosas que foram criadas naturalmente e que ficam exatamente nos pontos de encontros dos diversos mares com a Grande Rota, nessas montanhas o Fluxo de água é ascendente na parte externa da Grande Rota e descendentes na parte interna.

Momento de grande aventura...
A Grande Rota também é dividida em duas metades, sendo que bem no meio dela se encontra a Red Line, onde fica o quartel general da marinha, então para atravessar de uma parte a outra, ou se tem o consentimento da Marinha ou se deve atravessar pela cidade subaquática dos tritões. Uma das metades da grande Rota, a segunda na maioria dos casos, é conhecida com Novo Mundo e nessa parte os campos magnéticos das ilhas, o clima e as marés são ainda mais instáveis, o que torna a navegação ainda mais difícil e praticamente impossível para embarcações comuns.

É possível encontrar qualquer tipo de vida nas ilhas da Grande Rota e encontrar ilhas de todos os tipos inimagináveis, incluindo uma ilhas subaquáticas e ilhas no céu. Em sumo, é um lugar extremamente perigoso e ideal para aventureiros destemidos e também fortes, pois vale lembrar que o lugar ainda é repleto dos mais perigosos piratas do mundo e também dos mais poderosos membros do governo mundial e da marinha, sem falar nos revolucionários.

Para mim, construir a Grande Rota é a ideia mais inteligente que Eiichiro Oda já teve, pois em sumo é um local no qual ele pode adicionar qualquer coisa sem precisar de muitas explicações (mesmo assim ele ainda se preocupa em explicar muita coisa).

Enfim, o que faz esta obra ser tão amada?

Fatos e argumentos.
É difícil explicar para quem não é fã de One Piece o porquê de eu gostar tanto dessa série, seja o anime (que eu prefiro, principalmente devido a dublagem e a trilha sonora) ou o mangá, afinal é uma história de piratas com superpoderes, ou algo muito parecido com isso, mas volto a informar que o principal foco de One Piece, não são as lutas, ou os super poderes e nem mesmo o mundo que é super bem construído, mas a jornada. A forma como os protagonistas interagem com o mundo e com os outros personagem é tão bem construída que você se importa profundamente como cada personagem e não apenas torcemos por eles, mas nos emocionamos, ficamos irritados e choramos com eles, eles são nossos amigos e nossos companheiros. Todo fã de One Piece realmente se importa, não apenas com os protagonistas, mas com cada um dos companheiros destes, sejam eles amigos, irmãos, ou próprio navio.

É difícil explicar por que One Piece é tão bom para quem não ler ou assiste One Piece, então eu só posso no fim das contas dizer que se quiserem se sentir tão bem com uma obra de ficção sobre piratas como eu e como milhões de outras pessoas se sentem, vocês vão ter que se aventurar nessa obra.

Enfim, há muito mais o que se falar sobre One Piece, mas agora é sua vez de se aventurar pelo universo dessa obra e se você gostar de One Piece provavelmente você já está fazendo isso!

Toda a turma reunida!
Este texto é um guest post criado para o blog NETOIN! por mim (Evilásio Junior), o
criador e administrador do blog Anime Portfólio, em comemoração aos 8 anos de existência
do desta casa. Parabéns a esse blog, a todos que nele publicam e em especial ao meu amigo Carlírio Neto, o criador e administrador deste espaço.

Obviamente, minha humilde pessoa agradece ao amigo Evilásio pela sua nobre 
participação nas festividades do NETOIN!. E você, caro visitante, é bom 
se preparar pois mais textos de impacto estão para chegar até você!

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in #netoin8anos ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons