01/08/14 - 01/09/14 ~ NETOIN!

domingo, 31 de agosto de 2014

[N! Drops] Ago'2014 #46: uma semana de emoções...

O Conde e suas revelações...
Uma semana regada à fortes emoções...

Excetuando as duas obras que são comentadas semanalmente aqui no NETOIN! (tiveram episódios emotivos mas contam com seus espaços próprios), outros animes mostraram que a emoção foi uma marca registrada constante e de firme presença em seus episódios. De todos os títulos vistos nos últimos sete dias, três serão aqui citados por razões pertinentes ao tema proposto. Cada qual teve um toque de emoção relativamente diferenciado em comparação aos outros, prevalecendo a sublime ideia de abalar os instintos humanos intacta.

A primeira referência vai justamente para Aldnoah Zero e seu momento fulminante ao final do nono episódio. O mesmo apresentou todos os ingredientes possíveis e imagináveis para deixar os telespectadores da obra bem apreensivos. Cortesia da jovem Rayet e sua fúria incontestável pelo povo marciano, que acabou fazendo com que ela aproveitasse bem de um certo momento para fazer o que mais desejava ante a Princesa de Verns. Isto não representa uma mudança no enredo da obra, mas sim uma chamada para futuras indagações.

Saindo da guerra e indo para uma realidade quase virtual, Dramatical Murder também soube emocionar ao seu modo, tendo um bom estilo próprio para mostrar isso. A estória por detrás do personagem Clear (bem como as explicações sobre o porque de ele sempre ter feito uso de uma máscara) foi bem contundente e emotiva. E os últimos minutos de tal jovem no anime conseguiram passar uma grande tristeza para quem assiste a obra. Para o Aoba, que tudo presenciara frontalmente, restou apenas acompanhar seu amigo nos momentos derradeiros. Um desfecho de arco (por assim exclamar) extremamente digno, que abriu as portas para um grande momento que deverá surgir para breve.

Saindo do mundo virtual e pairando no real, as quadras de vôlei mereceram um forte destaque nesta semana. A partida que se desenrola em Haikyuu!! não apenas convence como também emociona. Neste caso, os nervos que se desenvolvem à flor da pele seguem o fluxo do jogo, a cada novo lance. Além disto, a intensidade crescente das rivalidades tem entrado como mais um dos vários pontos positivos deste anime. O resultado da contenda em quadra é totalmente imprevisível neste momento. Contudo, é sabido que todas as ocorrências do jogo só têm gerado elogios em demasia para a obra em questão.

Esta foi, verdadeiramente, uma semana emotiva...

Momentos...


"Olhares tenebrosos e cheios de ódio..."


"Uma ação levada adiante pela falta de controle emocional..."


"Não é legal ver um amigo sendo humilhado na sua frente..."


"Quando uma última ação é feita, visando a salvação de seu grande amigo..."


"Karasuno e um momento de reflexão que se aproxima..."


"O olhar que define como está a partida..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

sábado, 30 de agosto de 2014

[N! Drops] Ago'2014 #45: protagonistas...

A preguiça do Matsutarou...
Uma peça fundamental, mas não tão essencial assim...

Chamar um personagem de protagonista é, em teoria, um elogio seguido da grande responsabilidade que o nome (na função outorgada) carrega. Não por menos, é deveras comum que as atenções se dirijam para quem, no elenco de quaisquer obra, seja assim definido. Na animação japonesa isto não difere muito. A consequência e explicação são as mesmas. Porém, nem tudo se faz seguir da maneira que a teoria manifesta.

A atual temporada de animes tem provado, com exímia eficácia, a afirmativa que encerrou o parágrafo acima. Isto porque vários dos protagonistas das obras em exibição, realmente, não dão a real ideia de que a função citada vem à ser compatível com as ações dos mesmos. Este é um ponto opinativo interessante, repleto de possibilidades, sendo extremamente expansível e com inúmeras ramificações. E o NETOIN! fará aqui três rápidas citações, que exemplificam bem o ideal lançado neste post.

O primeiro deles é um homem já formado em sua estatura física. Ele é detentor de uma força descomunal, quase única e digna de aplausos. Contudo, tais atributos positivos são forçados à dividir espaço com a preguiça, inocência latente, esperteza leviana e, principalmente, falta de educação. Tudo isto resume bem o Matsutarou, protagonista do anime Abarenbou Kishi!! Matsutarou. Um lutador de sumô que, ao invés de estudar e levar o desporto mais à sério, ainda se mostra totalmente indiferente o seu futuro e levando o tempo presente da maneira que bem entender. Ele não é malvado, mas sim possuidor de uma conduta bem questionável.

A superficialidade do Inaho...
A segunda citação vai para o representante de uma guerra interplanetária. Em uma realidade na qual a Terra está em guerra com Marte é possível imaginar, certamente, que todo o cuidado vem à ser pouco. O dito protagonista de tal estória é realmente inteligente, sendo um jovem de falas diretas e até rígidas em vários momentos. Porém, seu semblante vazio e estático acaba tornando-o um ser de presença ambígua, sendo difícil interpretar (em vários aspectos) o que ele pensa e as razões por detrás de algumas de suas ações.  Este é o Inaho, protagonista de Aldnoah Zero. Graças ao seu comportamento e linha de raciocínio, muitos colocam-no como um dos personagens mais odiosos de 2014, muito embora minha pessoa não analise tal jovem desta forma na sua totalidade.

Por fim, uma escola de magia reserva suas surpresas. Um de seus estudantes possui baixo ranqueamento no que tange ao uso de tal poder, em ênfase, mas consegue se sair bem na criação de certas customizações em armas para o melhor manuseio do atributo magia, além de ter um rápido e metódico raciocínio. Entretanto, seu semblante consegue ser muito vazio em grande parte do tempo. Além disso, ele não deixa muito claro o que pensa à respeito de sua irmã (que foi a causa de muitos terem deixado o anime de lado). Este é o Tatsuya, de Mahouka Koukou no Rettousei. Trata-se de um rapaz que, além de tudo que foi citado, ainda consegue não notar o que ocorre ao seu redor (no que tange à avanços sentimentais). Longe de ser um mau caráter, o protagonista do anime em pauta chama a atenção em razão do que foi descrito sobre tal.

Ninguém disse que ser protagonista é algo fácil, mas isto não significa que seja algo tão difícil de ser levado mais adiante. Os três exemplos citados neste texto podem ser tanto de seu agrado como também fontes de repúdio em especial. A lista poderia ser facilmente bem maior, mas é preferível que você deixe isto aqui registrado, nobre visitante, comentando sobre o que pensas à respeito de um personagem protagonista e deixado à vista uma listagem de sua parte, contendo exemplos da linha de raciocínio que venha à ser por ti relatada.

A falta de carisma do Tatsuya...
Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

[N! Drops] Ago'2014 #44: fragmentos de Kokoro Connect...

Tempo gélido.
Relembrando um momento de dois anos atrás...

Kokoro Connect não foi uma unanimidade quando exibido na temporada de julho'2012. Ao longo de seus treze episódios a obra mostrou, detre outras coisas, que certos flagelos da vida humana não merecem ser tocados. Com um final considerado "brando" pela crítica, os cinco episódios especiais exibidos meses após sacramentaram a ideia por detrás deste anime.

Diversos conflitos marcaram o cotidiano do elenco desta obra. Os mesmos variavam da simples confiança nas palavras até chegar ao dito romance. Em um primeiro momento, a obra trabalhou o ponto de vista de um personagem para o outro, tendo para isso a ação imposta pela troca de personalidade. Mais adiante, o anime procurou ser mais agressivo nos discursos e em suas ações, ao mostrar os flagelos internos daquele grupo de estudantes que mal conseguia conseguia controlar os próprios instintos. Por fim, a chamada para a infância se fez presente, com direito a um tipo de anomalia científica que, de alguma maneira, uniu o grupo de maneira vívida.

Eis que o grupo de personagens conseguiu estabilizar-se após muito sofrerem. Não foi uma passagem fácil. Dores internas e revoltas gerais estiveram correndo paralelamente ao enredo de cada um dos estudantes em si. Kokoro Connect foi grandioso neste aspecto. Por mais que o anime não tenha agradado à todos em 2012, para este humilde blogueiro a obra mereceu um posto de destaque no citado ano.

Isto é Kokoro Connect...

Momentos...


"A surpresa..."


"A irreverência..."


"A discussão..."


"Aquela que separa a briga..."


"Aquela que realmente briga..."


"Relembrando a infância..."


"A lembrança..."


"O momento..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Volta ao Passado - Combate contra Bahamut!

O poderoso Bahamut.
Uma evocação seguida da grande luta...

É bem possível aqui conceituar Final Fantasy VII Advent Children como uma produção das mais dignas possíveis, uma vez que a mesma deu um final definitivo e bastante empolgante para a saga do jogo Final Fantasy VII (Squaresoft, PlayStation, 1997). O capricho visual, a atuação dos dubladores e as cenas de ação (que incorporaram os elementos da série em questão) conseguiram não apenas agradar, mas sim principalmente convencer.

Uma das passagens que acabaram ficando marcadas em tal obra foi realizada em Nova Midgar. Enquanto Rufus (líder da Shinra Company) conversava com o Kadaj (ainda à procura da "mãe"), ao redor de um tipo de estátua uma ocorrência se desenrolava. Em tal, os outros irmãos que também buscavam pela sua "mãe" estavam tentados à encontrar a citada entidade que, subjugava-se, estava enterrada abaixo de tal monumento. Com a manifestação popular que se desenrolava, monstros foram conjurados para conter as pessoas.

Neste meio tempo, Kadaj mostrava-se obcecado por ter encontrado a grande fonte de magia daquele mundo, condensada em pequenos itens redondos de nome Matéria. E ao final de sua conversa com Rufus, o rapaz de curtos cabelos brancos acabou usando de tal item para conjurar uma poderosa criatura dos céus, que tecnicamente lhe ajudaria na procura por sua "mãe". O ser que apareceu em Nova Midgar não podia ser mais perigoso, pois tratava-se de Bahamut.

Tifa e Denzel com uma visão privilegiada dos fatos...
O pânico tomou conta de todo o lugar. As pessoas corriam de maneira desafortunada, sem direção. O cenário do caos estava ali exposto para todos. Porém, tudo começou a mudar quando Denzel, notando que havia sido protegido pela Tifa (que estava desacordada no momento), resolveu investir contra o poderoso Bahamut. Nisto, a figura hilária do Barret apareceu, mostrando o seu toque todo particular para o combate. Sequencialmente apareceram o Caith Sith, Red XIII, Yuffie, Cid e Vicent, todos prontos para enfrentar um inimigo digno das lembranças de dois anos atrás (quando ocorreram os eventos mostrados em Final Fantasy VII).

Contudo ainda faltava a maior das peças deste meticuloso quebra cabeça. E tal surgiu em sua moto, sendo este o ex-Soldier Cloud. Com sua arma que podia juntar-se em uma ou dividir-se em várias, o corajoso rapaz partiu para enfrentar Bahamut, que já deveria se sentir desafiado o bastante com as ações de combate promovidas anteriormente pelo já citado elenco de aventureiros. Não foi uma luta das mais fáceis e nem se esperava por algo assim. Mas, seguramente, este foi um dos melhores momentos promovidos pela obra em questão (por mais que tal cena possa ser analisada como "forçada" ou "grotesca" por alguns).

Obviamente, Final Fantasy VII Advent Children teve muitos momentos que mereciam menção neste espaço do NETOIN!. Contudo, esta em particular já merecia ser aqui citada tem longa data. E se adicionar o fator musical (OST) a tal sequência de batalha, o que se tem ao final da equação é um resultado dos mais positivos possíveis.

Isto é Final Fantasy...

Momentos...


"Barret foi quem salvou Denzel..."


"A Yuffie chegou em grande estilo..."


"Possivelmente, o Vincent está em apuros..."


"As apresentações do Cloud para o Bahamut..."


"A primeira grande investida se aproxima..."


"Indo de encontro ao mais forte..."


"Momento de grande atenção..."

Final Fantasy VII Advent Children 
(momento da luta contra o Bahamut)
Square Enix Company - 2005

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons