01/10/14 - 01/11/14 ~ NETOIN!

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Volta ao Passado - O arco do exame Chuunin de Naruto

E o selo de aprovação é atribuído por...
Um arco que deixou a sua marca...

Animes do tipo battle shounen não são a especialidade deste humilde blogueiro para comentários. Logicamente, tal temática não está necessariamente entre as preferidas de minha pessoa para ser conferida em animes ou mangás. Contudo, muitas obras de tal segmento foram vistas e, mediante à isto, algumas souberam marcar forte presença na memória. YuYu Hakushô é uma das provas disto, ao seu próprio modo. Mas não é exatamente este anime que servirá de tema para a ocasião.

Nobre visitante, Naruto foi a obra escolhida. Sendo ainda mais direto, o arco do exame Chuunin é que será trabalhado. Dentro da chamada fase clássica de Naruto, tal período citado é que soube deixar a sua marca. O mesmo teve uma duração de quarenta e sete episódios em seu total, porém não é esta extensão que será aqui comentada. Mais precisamente serão aqui discutidos os eventos pertinentes à terceira fase de tal exame, também conhecida como preliminares. Durante os episódios que compreenderam tal período, inimigos foram revelados, tensões históricas se fortaleceram e amizades se revelaram.

O exame Chuunin, em si, carregava uma grande importância no plot de Naruto. A participação de ninjas oriundos de vilas à parte de Konoha (a famosa vila da Folha) acabou propiciando grandes eventos na obra. Em especial, podem ser aqui citados os representantes das vilas do Som e da Areia, onde a personificação do jovem Gaara acabou ganhando um imensurável destaque. A vila anfitriã do exame também apresentou uma gama considerável de bons adeptos à arte ninja, destacando-se aqui personagens como o Sasuke, Neiji, Rock Lee, Shikamaru e Naruto.

Gaara.
Os capítulos pertencentes às preliminares colocaram em frente à frente muitos anseios diferentes. O Gaara e seus dois aliados (a Temari e o Kankurou) demonstraram possuir táticas e habilidades extremamente elogiáveis. O motivo maior dos três se fazerem presentes em Konoha estava muito além da participação do exame Chuunin, onde basicamente ninguém aparentava sequer desconfiar deles diretamente. A Ten Ten, uma das representantes da vila da Folha, sofreu absurdamente nas mãos (melhor dizendo, no leque) da Temari e foi derrotada sem grandes complicações. Este arco de Naruto soube explorar muito bem as capacidades e os limitadores de cada participante, em especial durante as preliminares.

Internamente, velhos resquícios históricos também ficaram um à frente do outro. O clã Hyuuga acabou protagonizando um dos momentos mais chamativos de tal exame, pois se enfrentariam Neiji e Hinata. Ele era considerado um gênio e extremamente poderoso, enquanto ela era sempre pacifista e um tanto quanto temerosa em combate. O choque entre a família principal (da Hinata) e a secundária (do Neiji) acabou expondo um perigoso lado pertinente às chamadas tradições de uma linhagem. Com isto, a batalha acabou expondo muitas cicatrizes e acabou abrindo outras ainda mais fortes.

De todos os combates apresentados nas preliminares do exame Chuunin, a luta entre o Rock Lee e o Gaara acabou gerando um momento bem interessante no anime. Enquanto o representante de Konoha tinha consigo "apenas" a arte de combate do taijutsu (sem o uso do chakra para ataques à distância ou de energia, contando unicamente com golpes físicos para os eu pleno proveito), o desafiante vindo da vila da Areia era extremamente poderoso, contando inclusive com um tipo de demônio que hibernava dentro de si. Esta luta mostrou, sem a menor sombra de dúvidas, até aonde pode chegar uma pessoa cujo espírito combativo supera as suas limitações visíveis e pertinentes.

Temari e sua impetuosidade em evidência...
O Naruto possuía um estigma extremamente poderoso à ser por ele combatido. Visto como um preguiçoso e sem talento para a arte ninja por muitos outros, o protagonista da série teve de levar adiante o "seu jeito de ser ninja" para não apenas chegar às preliminares, como também para enfrentar em pé de igualdade o ímpeto do jovem Kiba e seu fiel companheiro Akamaru. Este embate mostrou, entre outras coisas, que ingenuidade e sorte servem muito pela boa causa do espírito combativo, servindo de poderosos aliados quando a situação assim exigir.

Por mais que todas as lutas não tenham sido realmente empolgantes ou tecnicamente bem nutridas de combatividade. Sakura e Ino se digladiaram em níveis idênticos de poder, com uma representatividade maior quanto aos objetivos idênticos de ambas, nos quais existia uma convergência para o jovem Sasuke que, na sua luta, teve que passar por uma provação inesperada. Como se podia esperar de uma importante parte deste arco, muitos pontos positivos e negativos dos personagens ficaram à mostra com exatidão e, com isto, tal sequência de episódios nas preliminares do exame Chuunin acabou sendo muito representativa.

Uma das melhores aberturas de Naruto, inclusive, foi pertinente ao arco aqui trabalhado. Trata-se da sequência com a música "Haruka Kanata" (veja-a ao clicar aqui), extremamente vibrante com cenas que abrem as portas para a ambientação referente ao exame Chuunin. Entre paixão e ódio, ego e alter-ego, coragem e submissão, força e fraqueza, tudo acabou se fazendo presente nesta sequência de episódios. Não houve nada de espantoso na realidade, mas seguramente este arco é uma das melhores recordações que fase clássica de Naruto deixou na mente deste humilde blogueiro, nobre visitante.

E assim se segue...

Um sério conflito no clã dos Hyuuga...
Naruto - Temporada clássica
Arco do exame Chuunin - Fase das preliminares
Episódios #41 ao #51

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

[N! Drops] Out'2014 #68: um episódio digno de nota!

A expressão do esforço absoluto...
O resplandecer da emoção absoluta...

Por mais que a afirmativa à seguir possa soar um tanto quanto exagerada e desconforme, uma vez que a temporada de outubro'2014 está está em seu ponto inicial, o quarto episódio de Shigatsu wa Kimi no Uso pode ser intitulado como o melhor de todo 2014. Caso não chegue à tanto, no mínimo o citado capítulo tem sua presença garantida entre os melhores deste ano. Enquanto você pondera sobre as razões que levaram este humilde blogueiro à pensar de tal maneira, tais irão aparecer na sequência deste post para ti, nobre visitante.

No primeiro plano fala-se da técnica. Aqui conceitua-se o visual, o áudio e a cuidadosa harmonia existente entre ambos. O anime consegue abusar neste segmento, no qual toda a ambientação exala um sentimento de conformidade com as ações promovidas pelo elenco desta obra. O destaque claro e lúcido ficou por conta dos dois principais personagens, o que não deveria ser diferente de nenhuma maneira. E todo o trabalho técnico em evidência auxiliou muito no processo de imersão sobre aquilo que estava acontecendo no episódio em si.

Entretanto, o mais importante ficou à cargo do segundo plano. No caso, as ocorrências em si. Mesmo sabendo que o Kousei não tocava piano há anos por razões pessoais bem fortes, a Kaori insistiu bastante e conseguiu convencer o rapaz (conhecido por ela como "amigo A") a ser o acompanhamento dela durante o concurso de violinistas em sua segunda fase. O jovem continuou relutante e, de maneira bem agressiva na mostragem, o anime não operou nenhum milagre neste sentido, pois o Kousei não recuperou totalmente a sua confiança em tocar piano, muito embora tenha dado um importante passo para se livrar de tal estigma em sua vida.

O receio absoluto...
Alguns momentos da apresentação em palco foram bem fortes. Enquanto o rapaz tinha uma visão nada acolhedora do passado, fazendo com que seu trauma aparecesse com muita força, a moça tocava a música à sua maneira, como quem quisesse não apenas se estabelecer no palco mas sim fazer com que uma certa pessoa abrisse seus olhos para a realidade. A falta de harmonia (entenda-se por ensaios) na dupla Kaori e Kousei converteu-se sem demora em uma disputa interna entre ambos, ali mesmo no palco, onde o pianista e a violinista acabaram agraciando o público com uma verdadeira disputa musical. A cada expressão facial, gota de suor que deslisava pelos rostos cansados da dupla e movimentos em seus instrumentos, notava-se a intensidade e volúpia com a qual a apresentação se fazia prosseguir.

Foi, verdadeiramente, um episódio memorável em todos os sentidos. A intensidade do evento foi mais do que o bastante para reter a atenção, pois tudo estava muito incerto quanto ao prosseguimento da Kaori em sua apresentação. Uma pessoa buscava fornecer confiança, enquanto a outra parte tentava fortalecer tal característica em si, ainda que recebesse tal daquela que tocava o violino. O final do capítulo deixou uma sequela preocupante que será trabalhada no episódio da próxima semana. Porém, o fato é que o anime ganhou pontos preciosos em não tentar "reinventar a roda", executando apenas aquilo que era necessário e justo para a ocasião.

É difícil mensurar o quanto este episódio de Shigatsu wa Kimi no Uso foi acapachante. Torna-se complicado, de igual maneira, classificar de maneira rasa o Kousei como covarde e incrédulo ou a Kaori como metida e orgulhosa. Não existe a necessidade real disto tudo. Até porque este capítulo soube encantar onde se fazia mais importante, mostrou os pontos fortes e fracos da dupla de jovens protagonistas e, desta forma, o episódio em questão acabou sendo digno o bastante de aplausos em pé. Seguramente, este anime ainda irá por mais.

Aguardar é preciso...

Momentos...


"Eu confio em você! Por favor, confie em mim também!"


"Uma visão nada convidativa. O medo e o bloqueio mental voltaram com força..."


"Não mais consigo escutar a melodia! Está tudo voltando ao estado anterior..."


"O empenho após a abrupta pausa. O espetáculo é, agora, dos dois..."


"Ele superou a descrença do público. Ela estava superando algo à mais..."


"Ele, exausto, pois mesmo sem harmonia plena levou tudo até o fim..."


"Ela, exausta, contemplou as luzes e o teto em uma alusão sobre o seu limite..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

[N! Drops] Out'2014 #67: Akatsuki no Yona e o clã do vento!

Lágrimas especiais...
Relações inquietantes e mais conspirações à vista...

Este humilde blogueiro tem assistido à Akatsuki no Yona com um ímpeto jamais esperado para esta obra em particular. Em si, o título tem apresentado boas razões para que tal afirmação prossiga adiante de maneira honesta, sobretudo pelo modo com o qual o enredo tem se desenvolvendo, somado ao importante fator ligado ao bem trabalhado e enriquecido elenco presente. O quarto capítulo, exibido nesta semana, deixou todo o descrito anterior ainda mais em franca evidência.

Ao que tudo indica, o Son Hak realmente possui um poder à mais. Suas atribuições de liderança, pertinentes a um dos cinco clãs que formam o Reino de Kouka, serão demasiadamente úteis daqui em diante. Não apenas por ter se encarregado de proteger a jovem Yona, como também pelo fato de seu clã (sendo este o do Vento) estar traçando uma via cautelar quanto à súbita proclamação que haverá em Kouka, pertinente à coroação do Soo-Won como rei.

Todas as ocorrências estão envoltas por delicadas situações. Tem-se o clã do Fogo, que aparenta ser o braço direito da atual corte de Kouka, amparando diretamente todas as ações (em causa e circunstância) promovidas pelo Soo-Won em sua traição ao rei por ele morto. Além disto, o anime está deixando uma certa ideia transparecer, no que tange à tal evento do primeiro episódio não ser exatamente o único que merece real preocupação (novas investidas e/ou traições deverão estar em curso). Entretanto, o quarto episódio não ficou focado apenas nas desavenças sócio-políticas promovidas pelo enredo do anime.

O capítulo em questão soube abordar, legitimamente, o quanto a Yona pôde aproveitar um pouco de paz dentro do clã do Vento. Vê-la sorrindo e agindo com normalidade, além de ter conhecido um pouco melhor o Son Hak em sua terra natal, acabou servindo para mostrar o quanto uma situação de conflito eminente também serve para certos estímulos. Não se trata, unicamente, de uma questão de sobrevivência, pois é quase certeza que o anime abraçará este desenvolvimento muito em breve.

Definitivamente, Akatsuki no Yona seguirá por mais em seu prosseguimento. Até aqui, foram quatro episódios com um bom naipe de apreciação e alto poder para retenção de atenção. O enredo tem fluído bem e, para breve, certos combates e situações deverão fazer com que a ambientação fique cada vez mais densa. Nestes momentos é bom mensurar o quanto os primeiros minutos do anime foram, em si, apenas de introdução ao seu real enredo.

Aguardar é preciso...


"O falso monarca e seus fiéis comparsas, durante a reunião dos cinco clãs..."


"Sempre tem espaço para um pouco de descontração..."


"Um reencontro e notícias nada amigáveis..."


"A face de um líder nato em ação..."


"Certas ações não se devem perder com o tempo..."

Dicas de leitura aqui no NETOIN!

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Informação - Anime de Shokugeki no Souma para 2015!

O ímpeto da culinária em pauta...
Os fãs da obra em estado único de alegria...

A sentença conhecida pela palavra hype é uma das mais questionadas por este humilde blogueiro, que procura ausentar-se ao direcionamento da mesma desde a temporada de abril'2011. Existe um consenso de que, quando certa obra ganha um informe aguardado por muito tempo ou que acaba surgindo de maneira inesperada, o dito hype aparece com força e grande entonação. É algo deveras normal e que, realmente, causa os mais diversos tipos de comentários pela internet afora.

Com isso, um adicional pode ser feito com maestria. O mesmo se manifesta quando tal obra possui um fandom estabelecido indo, geralmente, de uma adaptação desta do mangá para anime. E o caso presente faz jus para tanto pois a publicação em questão possui grande popularidade e, dado o apreço estabelecido em alto nível por seus fãs, a chamada não poderia ter diferente dimensão.

Tendo aparecido pela primeira vez nas páginas da revista Weekly Shounen Jump, em novembro de 2012, a obra Shokugeki no Souma ganhará uma adaptação para anime 2015. Escrita por Tsukuda Yuuto, tal título já conta com sete volumes publicados. Além disto, uma light novel apareceu em fevereiro de 2014, sendo seu nome Shokugeki no Souma: à la carte (tendo a autoria de Michiko Itou).

A estória por detrás de Shokugeki no Souma pode até ser definida como simples, mas sabe ser bem chamativa ao seu modo. Tal enredo se desenvolve à partir do grande sonho de um jovem chamado Yukihira Souma, que busca ser um grande chef (mestre na arte da culinária) no restaurante de seu pai. Em certo instante, o rapaz é surpreendido pelo fato do restaurante acabar sendo fechado em razão de seu pai ir ao continente americano prosseguir com a profissão. Em solo nipônico o jovem Yukihira acaba não desistindo em ser um chef, sendo prova disto o fato de ele ter aceito um desafio proposto, sobre estudar em uma escola de alta patente no ramo da culinária.

Com provações no aguardo do jovem protagonista e muitas seções com ecchi e diversão, Shokugeki no Souma acaba sendo credenciado com grande expectativa do fandom para o seu anime em 2015. É bem verdade que detalhes sobre o anime da obra em questão ainda demorarão um pouco à aparecer, mas o impacto causado pelo informe já procede. Para você saber mais à respeito, nobre visitante, basta clicar aqui (acessando a nota no Crunchyroll Brasil). Você também pode ter mais informações clicando aqui (lendo a nota no site Anime News Network).

A chamada oficial em capa...
Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]

Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons