[N! Drops] Jan'2015 #3: Yuri Kuma Arashi e seus momentos... ~ Netoin!

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

[N! Drops] Jan'2015 #3: Yuri Kuma Arashi e seus momentos...

Uma calma aparente.
Um mundo tão maluco que clama por calma e paciência...

A mente de Kunihiko Ikuhara (o responsável pelo aclamado Shoujo Kakumei Utena e pelo conhecido Mawaru Penguindrum) convida você a fazer um passeio pelos próprios devaneios mentais que estão em sua cabeça, visitante. E através de tal ação é que tu poderá, ou não, ver de uma maneira aguçada e intrigante o universo que se faz despertar por detrás de um anime que soube causar múltiplos sentimentos ao ser visto, tratando-se de Yuri Kuma Arashi, uma obra da atual temporada que ousou (com seu primeiro episódio) deixar vestígios em busca de compreensão.

Basta imaginar que o ambiente deste anime o colocará em um mundo no qual humanos e ursos são inimigos além da compreensão, tudo isto graças ao asteroide Kumaria que explodiu nos confins do espaço, gerando uma chuva de meteoros que acabou caindo sobre a Terra. O resultado disto foi mais do que inesperado, pois os ursos acabaram se voltando contra a humanidade em todo o planeta, levando as pessoas a viverem isoladas desta "ameaça contra a sobrevivência da espécie humana". O conflito chegou à certo nível no qual foi erguido o Muro da Extinção, que visa separar a área das pessoas e dos ursos viverem (ao menos no âmbito japonês).

O anime dá um nó tático em si mesmo, ao aplicar um conceito extremamente belo em seu visual que trabalha junto ao seu enredo, cujo propósito está em misturar o dito fofo com tomadas de calamitosas quanto à sobrevivência humana. E em meio a este cenário floresce o amor entre algumas de suas personagens, cujo início deixa claro com as dóceis palavras na conversa entre as jovens Kureha e Sumika. Tudo parece ser extremamente belo, até que o perigo ronda à todos naquela escola.



 Momentos da abertura e dos minutos finais do episódio.

Os ursos adentraram ao lado humano do grande muro. Independente de como isso ocorreu, o alerta foi ressoado por todos os lugares possíveis. Neste mesmo dia, duas novas alunas foram apresentadas em sala de aula, sendo Lulu e Ginko os seus nomes. Mas o comportamento delas era deveras suspeito, até que elas mostraram a verdadeira feição e personalidade de suas composições. Com a ligação mais clara possível já proferida neste texto, você tem de ficar à par de que o episódio girou ao redor do desaparecimento da pequena Sumika, levando a Kureha ao desespero absoluto. Subtendeu-se que a jovem sumida foi devorada por ursos. A bola de neve em seu esplendor começou a girar aqui.

O episódio não poupou nenhum mínimo esforço em mostrar o quão questionável poderá ser o anime, sob os mais diversos aspectos e tipos de pensamento. Aliás, o que poderia ser um enigma o próprio capítulo fez questão de abrir mão do mistério, ao mostrar a sua realidade. Um bom exemplo está no julgamento que ocorre com a dupla Lulu e Ginko, presidido pelo Life Sexy (e sua incógnita expressão "shabadadu"), que confinou as duas ursas à forma humana. A sequência de abertura deste anime também ousou, ao mostrar uma definição para o dito fetichismo de maneira extremamente aberta e sem pudor. E na verdadeira guerra entre humanos e ursos, prevalece ainda a mensagem sobre o amor tenro, que o mesmo pode vencer obstáculos e afins. Questões simbólicas quanto a cultura nipônica, sendo tais um dos pontos de atenção na direção do Ikuhara, tiveram demasiada presença na estreia de Yuri Kuma Arashi, mostrando algumas passagens que clamam desde agora por maiores explicações. Isso sem mencionar algumas referências à outras obras do citado diretor, que apareceram neste episódio.

Passagens fofas foram preponderantes (as ursas Lulu e Ginko, com suas variações para "gao", arrancam tanto os sorrisos quanto o assombro ao mesmo tempo) tanto quanto os momentos de atenção meticulosa. Por sinal, Yuri Kuma Arashi é um anime com alto potencial de despertar o amor, a indiferença ou o ódio nesta temporada de janeiro'2015, nobre visitante. Minha humilde pessoa ficou com muita gana de saber o que acontecerá no prosseguimento da obra, mas caberá à você determinar se desejarás se aventurar por este universo em polvorosa, ou se irás preferir deixar o mesmo de lado.

Aguardar é preciso...

Momentos...


"A natureza dos ursos: comer humanos!"


"Uma mensagem na sequência de abertura do anime..."


"A ursa Ginko em sua versão humana..."


"A ursa Lulu em sua forma humana..."


"O anime possui belos cenários..."


"Garu! Garu! Garu! Garu! Garu!"


"O juiz Life Sexy em seu esplendor..."


"Gao!"

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 4Blogger
  • Disqus

4 Comentários

  1. Ver esse anime mostrou que ainda tenho uma séria barreira a enfrentar ao ver esse Gênero chamado Yuri. O anime tem um visual chamativo, um excesso de simbolismo e metalinguagens que me chamou a atenção.

    Espero que seu progresso e história continue me cativando por enquanto. No mais achei meio dispensável a parte transformação Mahou Shoujo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Eu diria que o yuri, por si, ainda não apareceu em sua real forma, nobre João. O anime ainda deverá explorar isto cada vez mais, sendo este um fato consumado, mas a abertura já ganhou destaque em diferentes vias, para o bem e/ou para o mal.

      Aquela transformação tipo mahou shoujo teve apenas um caráter simbólico (teoria), para mostrar como as ursas converteram-se em humanas pós julgamento.

      Vejamos como se dará o prosseguimento da obra, nobre.


      Até mais!

      Excluir
  2. Não sou muito fã de Yuri, e muito menos gostei de Mawaru Penguindrum, mas esse primeiro episódio causou varias sensações diferentes em minha pessoa ao acompanha-lo.

    Além das semelhanças com a obra já citada em alguns pontos incompreensíveis notei também alguma pequena semelhança com diálogos ao estilo monogatari series. Muita informação foi jogada ao mesmo tempo, e isso leva a ter um certo interesse pelo desfecho da obra, mas não estou tão empolgado com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Nobre @Açougueiro@, lhe digo que a obra chamou a minha atenção muito mais pelo enredo que parece ter vislumbre pelo dito yuri em si que, neste episódio inicial, nem foi acentuado.

      A verdade é que, como gostei de Mawaru Penguindrum (e estou vendo Utena), percebo "n" semelhanças entre as obras e, seguramente, no momento estou satisfeito.

      Mas o anime ainda está no início. Aguardar é preciso.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons