[N! 10 Anos] Dez animes que foram lançados na última década ~ Netoin!

domingo, 18 de dezembro de 2016

[N! 10 Anos] Dez animes que foram lançados na última década


O mais novo post da campanha #netoin10anos seguirá á seguir,
não apenas com dicas de animes mas, principalmente, com opiniões
pautadas exemplarmente sempre a importância das mesmas
ao longo dos últimos dez anos.

Caramba! Dez anos é muito tempo mesmo para um blog!

Eu fico muito feliz de poder ter feito parte um pouquinho que seja deste espaço fantástico na internet que é intitulado NETOIN!. Espero que meu amigo Carlírio consiga manter a casa do Netotin muitos anos mais. Logo, foi uma honra receber o convite para poder está participando das festividades de uma década deste blog. Porém, existia uma dúvida sobre o quê escrever em tão pouco tempo.

Esse texto que segue é uma das respostas que achei para a questão acima. Afinal, porque não relembrar um pouco algumas das mais marcantes obras em animes que foram lançadas durante a longa caminhada deste blog. Alguns dos quais certamente figuraram em textos do NETOIN! e não sem motivo. Sem mais delongas, aprecie.

1 – Nodame Cantabile

Nodame Cantabile.
Nodame Cantabile estreou em 12 de janeiro de 2007, sendo exibido pelo bloco noitaminA, da Fuji TV. Na época, esse anime surgiu como uma grande incógnita, pois embora o mangá já fizesse algum sucesso, foram poucos os animes de música (ainda mais música clássica) que alcançaram notoriedade.

Esse anime acompanha a história de Shinichi Chiaki e Noda Megumi, dois estudantes da Academia de Música Momogaoka. Chiaki é um músico promissor, perfeccionista e arrogante, que faz sucesso entre as mulheres. Porém, seu trauma de infância o impede de usar aviões ou embarcações, por isso ele não pode sair do Japão e o que o faz se sentir limitado, uma vez que seu grande sonho era ser um maestro, aprendiz do famoso maestro europeu Sebastiano Viella. No entanto, a vida de Chiaki muda completamente quando ele conhece a extrovertida e destrambelhada “Noda Me”gumi. Por um acaso do destino, ambos se tornam parceiros de aula de piano e para piorar (ou melhorar) Chiaki e Nodame são vizinhos. Aliás, para manter a convivência saudável entre eles e no condomínio Chiaki acaba se tornando também uma espécie de babá/responsável de Nodame. Por outro lado Nodame se apaixona por esse seu famoso senpai (veterano) e não vai mais largar do pé de Chiaki.

Ao longo de vinte e três episódios acompanhamos esse casal passar por situações inimagináveis regadas a uma das melhores trilhas sonoras que as animações japonesas já presenciaram. Sem falar no envolvimento de mais um leque de personagens carismáticos que encantam o público com suas personalidades e ações. Nodame é um dos animes jousei mais cultuados deste século e um dos responsáveis por mudar a maneira como as pessoas passaram a ver animes jousei e de música nos últimos anos.

2 – Macross Frontier

Macross Frontier.
O primeiro anime da franquia Macross deste século. Estreou em 4 de abril de 2008. Macross Frontier se passa anos depois dos acontecimentos de Macross 7 e nele temos como pano de fundo um grupo de humanos e dos gigantes Zentradi vivendo pacificamente na fortaleza criada pela vigésima quinta frota de imigração gigante, também conhecida como Macross Frontier.

Tudo muda quando a famosa cantora e idol intergaláctica Sheryl Nome chega a Macross Frontier, pois surge em seguida também um grupo de alienígenas biomecânicos conhecidos com Vajra que atacam a frota.

Nessa aventura temos como protagonistas a jovem Ranka Lee que almeja se tornar uma cantora famosa, tal como Sheryl Nome, a própria Sheryl e o jovem soldado Alto Saotome, que junto de seu esquadrão tem a missão de defender a frota, mas a sua relação tanto com Ranka e Sheryl gera um triângulo amoroso que pode mudar o rumo da guerra e o futuro da humanidade.

Macross Frontier foi a série que trouxe de volta o vigor para a franquia Macross, quase dez anos depois do lançamento da sequencia em ova de Macross 7. Sem dúvida esse anime é um marco para franquia e uma das séries espaciais mais importantes deste século, até então.

3 – Bakemonogatari

Bakemonogatari.
Em 3 de julho de 2009, estreou o primeira adaptação para anime da famosa série de novels Monogatari. Essa história acompanha os acontecimentos estranhos em que o colegial Araragi Koyomi se envolve ao conhecer várias garotas amaldiçoadas por entidades sobrenaturais, sendo que o próprio protagonista possui um passado sombrio. Bakemonogatari é uma história que brinca com o sobrenatural o utilizando como uma forma de metáfora para várias questões da vida.

O anime de Bakemonogatari foi um grande sucesso que garantiu várias adaptações de sequencias da série de novels e até hoje essa franquia continua firme e forte figurando entre os animes mais famosos do século. Além disso, a estética desse anime, que foi produzido pelo estúdio Shaft, com a direção de Akiyuki Shinbou, apresentou uma maneira completamente nova de como se contar uma história uma série de animação focada em diálogos.

4 – Bakuman

Bakuman.
A adaptação para anime do mangá Bakuman estreou em 2 de outubro de 2010. Essa obra foi criada por Takeshi Obata e Tsugumi Ohba, a mesma dupla de Death Note, e conta a história de dois estudantes que decidem se unir, por motivos diferentes, para juntos se tornar uma famosa dupla de mangakás.

Moritaka Mashiro, o desenhista, decidiu seguir a carreira de mangaká depois que ele e Azuki Miho, seu interesse amoroso, fizeram uma promessa de que se casariam quando um mangá de Mashiro virasse um anime em que Miho dublaria a heroína. Já Akito Takagi, o roteirista, segundo o próprio, decidiu se tornar mangaká para fugir do caminho que lhe levaria para uma carreira profissional convencional e, por conseguinte, para uma vida monótona.

O grande destaque do anime e do mangá ficam por parte da forma como é retratado todo o processo convencional de criação de mangás shonen no Japão, desde o desenvolvimento da história e do desenho pelos autores até a publicação, passando pela editoração e mostrando todo o merchandising gerado em cima dos mangás famosos. E tudo isso sem deixar de lado as características convencionais que quase todo anime shounen famoso possui, inclusive com romances e disputas entre mangakás que se consideram amigos e rivais.

5 – Mahou Shoujo Madoka Magica (Puella Magi Madoka Magica)

Puella Magi Madoka Magica.
Certamente o anime de maior destaque de 2011, que estreou em 7 de janeiro do mesmo ano. Mahou Shoujo Madoka Magica (ou Puella Magi Madoka Magica) é um anime original criado pelo Estúdio Shaft com roteiro e concepção de Gen Urobuchi, o escritor de Fate/Zero dentre outros, e a direção de Akiyuki Shinbou.

No anime, as garotas mágicas são guerreiras com superpoderes que enfrentam as malignas bruxas, seres que se alimentam dos sentimentos ruins e tentam levar à humanidade a ruína. Em troca de se tornar uma garota mágica, o mascote Kyuubey realiza um desejo qualquer da jovem que decidir seguir esse caminho.

Kaname Madoka e sua amiga Miki Sayaka acabam conhecendo Kyuubey e junto a garota mágica Mami Tomoe o salvam de Homura Akemi, uma garota misteriosa que foi transferida recentemente para a escola em que Madoka e Sayaka estudam. Depois disso, as jovens são convidadas por Kyuubey a se tornarem garotas mágicas, mas hesitam de início. E ao longo do anime cada vez mais as duas e nós espectadores vamos conhecendo o mundo nada bonito que envolve as garotas mágicas e o trágico caminho ao qual ele pode levar.

Sucesso de público e crítica, Mahou Shoujo Madoka Magica se tornou uma franquia extremamente rentável nos últimos anos e mudou o panorama e maneira como as pessoas passaram a ver os animes de garotas mágicas, além de ele próprio desconstruir o gênero mostrando ainda mais as possibilidades que esse tipo de obra tem a oferecer.

6 – Kuroko no Basket

Kuroko no Basket.
O anime Kuroko no Basket estreou em 8 de abril de 2012 e logo se tornou um dos animes de esportes mais famosos dos últimos anos.

Baseado no mangá homônimo de Tadatoshi Fujimaki, o anime conta à história de Tetsuga Kuroko e Taiga Kagami, dois novos membros do clube de basquete da escola colegial Seirin, que junto aos outros membros desse clube farão o possível para ganhar o torneio intercolegial de basquete. Porém, terão de enfrentar vários outros times considerados muito mais fortes que eles, sendo que alguns desses contam com novos jogadores fora de série vindos da geração de jogadores mais famosa do ensino médio, que integravam o time da escola de ensino médio Teikou.

Esse time de “cinco” jogadores era tão imbatível que foi conhecido como “Geração dos Milagres”. No entanto, o que quase ninguém sabe é que Kuroko era membro dessa equipe famosa, o sexto jogador “fantasma” da geração dos milagres.

Kuroko no Basket é um clássico anime shounen de esporte, que foca no visual bishounen de seus personagens para atrair ainda mais o público feminino e também em personagens com habilidades especiais que são praticamente superpoderes. O anime não só fez um grande sucesso dentro e fora do Japão, como foi dos principais responsáveis por divulgar a franquia em todo o mundo, fazendo com que o mangá e outros produtos de merchandising relacionados fossem comercializados nos principais mercados consumidores de animes mangás ao redor do globo.

7 – Uchouten Kazoku

Uchouten Kazoku.
Em 7 de julho de 2013 começou a ser exibido o anime Uchouten Kazoku, uma obra que decidiu tratar de uma forma bastante incomum algumas das mais famosas criaturas mitológicas japonesas.

Protagonizado por Yasaburou Shimogamo, um jovem que vive a vida como se não houvesse amanhã e que tem uma pequena peculiaridade, ele na verdade é um tanuki. Ao longo da história conhecemos a família Shimogamo, sendo esta de tanukis bastante peculiares e integrada à sociedade humana de uma maneira tão natural quanto estranha. Para quem não sabe, na mitologia japonesa, tanukis não são apenas roedores comuns, mas também criaturas especiais capazes de mudar sua forma física para o que quiserem. E é esse tipo de tanuki que acompanhamos ao longo dessa história, também repleta de tengus e os outros mitos do folclore japonês trazidos para uma ótica atual e em convivência com a sociedade humana nos tempos de hoje.

Em meio a um eterno jogo de gato e rato, os humanos e tanukis desse animes divertem e emocionam o espectador vivendo um dia de cada vez, sem freios e sem arrependimentos, pois como diriam os Shimogamo: tudo não passa de “uma manifestação de seu sangue de idiotas!”.

É difícil traduzir o impacto real que Uchouten Kazoku pode ter tido para animes que falaram do folclore japonês na indústria, mas é inegável que para muitos dos fãs ocidentais e alguns orientais, esta obra apresentou uma maneira completamente nova de abordar o folclore nipônico, que sempre esteve presente na cultura de todo o povo japonês, não a toa que esse tema é tão retratado nas mais diversas obras culturais nipônicas até hoje.

8 – Shigatsu wa Kimi no Uso

Shigatsu wa Kimi no Uso.
A adaptação para anime do mangá Shigatsu wa Kimi no Uso estreou nas televisões japonesas em 10 de outubro de 2014 e surpreendeu a muitos com uma história de drama adolescente envolta em música clássica.

Diferente de Nodame Cantabile, a música não é um elemento essencial dentro da história de Shigatsu, mas um pano de fundo para muitos dos acontecimentos dessa série, que se foca em dois personagens, o ex-pianista Kousei Arima e a violinista Kaori Miyazono.

Kaori é amiga de Tsubaki Sawabe, que também é amiga de infância de Kousei e pede ajuda de Tsubaki para se aproximar de Ryouta Watari, outro amigo de Tsubaki e Kousei que faz bastante sucesso com garotas da escola. Tsubaki acaba envolvendo Kousei, para ajudá-la no encontro de Watari e Kaori, mas Kousei se apaixona por Kaori, e esta decide ajudar Kousei a voltar a tocar piano, mesmo contra a vontade dele.

Kousei era um prodígio no piano, mas se tornou incapaz de tocá-lo após a morte de sua mãe. Porém, Kaori acaba arrastando Kousei de volta ao mundo da música com a desculpa de que ele seria o parceiro perfeito para acompanhar ela em suas competições de violino e o jovem embora relutante não ver outra saída se não aceitar a imposição de Kaori.

Shigatsu se tornou um dos animes de maior sucesso do outono de 2014 e verão de 2015 com sua narrativa leve e cheia de drama, romance e mistério. A série impressionou a muitos com uma revelação que só é apresentada no finalzinho do anime. E esse final é um dos principais responsáveis pela pós-vida do anime que o torna uma das obras com mais atrativos para serem revisitadas dentre os animes lançados na última década, uma vez que muitas da nuances deste anime só podem ser percebidas após o espectador conhecer o final do mesmo.

9 – One Punch Man

One Punch Man.
Um dos maiores destaques em animes do ano de 2015 veio de um mangá originalmente publicado como tirinhas na internet, pelo até então mangaká amador ONE.

Embora a arte não fosse muito agradável, a narrativa de One Punch Man garantiu muitos fãs a seu criador e a sua criação que posteriormente passou a ser lançada oficialmente, ainda online, pela editora Shueisha, dessa vez com uma arte completamente nova e imensamente elogiada, criada pelo famoso mangaká Yusuke Murata. Tal feito deu início de vez à carreira de ONE como mangaká e aumentou ainda mais a popularidade de One Punch Man, que ganhou sua adaptação para anime em outubro de 2015.

A história de One Punch Man se passa em uma terra fictícia que é assolada por monstros, mas que é também repleta de heróis que buscam manter a população das grandes cidades a salvo. Nesse contexto, um homem chamado Saitama, que se intitula um herói por hobby, em meio a seus problemas de cidadão comum, enfrenta os mais diversos monstros. Porém, Saitama não é como os outros heróis, afinal ele é tão forte que é capaz de acabar com qualquer inimigo com apenas um soco e isso é a maior causa de seu tédio, uma vez que ele não se ver mais arriscando a própria vida em suas empreitadas. A pergunta que fica é sobre que o maior herói desse mundo pode fazer então, sobre tudo isso.

A premissa parece simples demais e com tão poucas possibilidades, afinal um herói que não tem o que evoluir não parece ser um protagonista ideal para um shonen de batalha. Porém, One Punch Man usa a simplicidade como uma de suas maiores armas, embora ele não seja tão simples assim. Afinal ser o herói mais poderoso do mundo e ao mesmo tempo uma pessoa como qualquer outra não é tão simples, ainda mais se os outros super-heróis que o cercam são seres extramente complexos e com índoles que variam do extremamente inaceitável até o mais honrado possível.

One Punch Man desconstrói a narrativa clássica do shonen de batalha, brincando com os principais elementos que fizeram famosas essas obras, sem deixar de ser um legítimo shonen de batalha e homenageando e traduzindo para um contexto familiar aos quadrinhos japoneses, as histórias de heróis dos quadrinhos americanos.

O anime de One Punch Man tornou a obra famosa no mundo todo e fez dela uma das séries de anime favoritas de muita gente. E provavelmente os principais motivos para isso estão na história divertida e muito bem contada de ONE, na arte sem igual criada por Murata, sendo emulada da melhor maneira imaginável para o anime. E graças ao trabalho hercúleo e quase impecável da equipe do estúdio Madhouse, que foi além dos limites e fez por merecer todo o sucesso que o anime de One Punch Man trouxe a mesma.

10 - Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu

Re:Zero.
Baseado na novel homônima de Tappei Nagatsuki, o anime Re:Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu estreou em 4 de abril de 2016 e não precisou de muitos episódios para ganhar fama e se tornar um dos animes mais discutidos do ano.

Esse anime conta a história de um adolescente chamado Subaru Natsuki que, sem motivo conhecido, é transportado para um mundo que lembra bastante mundos de fantasias medievais. Nesse mundo Subaru conhece a meio elfa Emilia e tenta ajudá-la, mas ele acaba envolvido numa trama sangrenta que culmina em sua morte. Porém, após morrer ele volta ao ponto de início de sua jornada nesse mundo. E enquanto ele não acabar com um círculo vicioso de fracassos na tentativa de salvar Emilia, ele não poderá avançar, mas o que vem a acontecer depois pode ser ainda pior.

Esse anime mistura fantasia, magia, aventura, romance e uma pitada de comédia através de sagas cada qual com mistérios a serem resolvidos e obstáculos a serem vencidos pelo protagonista e pelos demais personagens que o cercam. Um dos grandes chamarizes dessa obra é a forma como a ela vai revelando ao pouco os mistérios, sem nunca entregar a trama completa e sempre gerando novas dúvidas, o que torna o anime um prato cheio para os fãs que gostam de formular teorias. E apesar de alguns defeitos aparentes, Re:Zero é o típico anime que sabe prender atenção do espectador, mesmo nos momentos menos interessantes da trama e por isso não é surpresa nenhuma o grande número de interessados pela série que esse anime conseguiu.

Finalizando...

Suzumiya Haruhi no Yuuutsu.
Enfim, é isso!

Espero que tenha gostado da lista, deixando claro que não a escolhi baseada apenas em gosto pessoal (na verdade até animes que nem gosto acabaram sendo citados), mas porque essas obras são algumas das que mais se destacaram e que expõe um pouco das características principais do ano em que foram lançadas. Muitos animes que poderiam está nessa lista ficaram de fora, logo, fica o convite para que vocês coloquem nos comentários outros animes que acreditam que marcaram a última década.

E para encerrar, desejo mais uma vez os parabéns ao Carlírio ao blog NETOIN! por esses dez anos de trabalho divulgando as animações japonesas e todo o universo cultural que as cercam.

O NETOIN!, com toda a certeza, agradece ao nobre Evilásio
por tão árduo trabalho na participação deste especial para o blog.

Quanto à você, nobre visitante, fique bem atento, pois mais
posts especiais estão para surgir neste humilde espaço na internet.

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Este é o nobre Evilásio Júnior (Kyon), visitante...
Evilásio Júnior (Kyon)
O Evilásio Júnior é um blogueiro que exerce diferentes atividades na área, especialmente no que tange aos podcasts. Criador do já encerrado Anime Portfólio, atualmente atua como redator no Animecote e conduz seu blog particular, o YOpinando. Sua devoção por One Piece é irrestrita e total.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons