01/01/19 - 01/02/19 ~ Netoin!

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

[Informação] Uma visita na Daiso de Curitiba


Chegando no sul do Brasil...

Nas várias visitas que este humilde blogueiro fez na capital paulista, adentrar em uma unidade da Daiso Japan não era exatamente uma obrigação ou algo imprescindível, mas executar esta ação (sempre que possível) era algo muito bem-vindo. Para resumir, trata-se de uma rede varejista do tipo departamentos, onde se encontra itens diversos com facilidade, sendo os mesmos provenientes diretamente do solo japonês.

Certa vez, em uma destas visitas, datada do início de 2017, a minha pessoa chegou a dizer na ocasião (junto à amigos) que a Daiso poderia um dia começar sua expansão para fora do estado de São Paulo e que, talvez, o Paraná pudesse ser um ponto de partida atrativo para tanto. Era apenas uma opinião vaga, mas que no fundo escondia uma veracidade quanto ao citado anseio. Eis que, cerca de quase dois anos depois (mais precisamente em novembro de 2018), a Daiso inaugurou sua primeira unidade fora do solo paulista, mais precisamente no Shopping Curitiba (na capital paranaense).

Aproveitando um dia no qual estava pela região central de Curitiba, a minha pessoa se dirigiu até a Daiso dar uma olhada em como ficou a loja, cerca de uma semana após a sua inauguração. Deve-se aqui enfatizar que o tamanho da unidade chamou a atenção deste blogueiro, pelo seu tamanho menor, especialmente ao se comparar com algumas das lojas vistas em São Paulo capital. Uma caminhada rápida pelos seus corredores era um convite (não imaginado antes) para ouvir algumas pessoas reclamando sobre o lugar, preços e fazendo comparativos com redes de tendência similar que operam na cidade desde longa data. Tudo que foi ouvido foi bem sem querer, nenhuma pergunta direta para ninguém.

As citações no parágrafo acima fizeram este humilde blogueiro pensar em diversos tópicos (talvez por ter laborado muito em comércio), mas que não teriam a mínima revelia. O que pode ser aqui citado, pessoalmente, é que a Daiso em Curitiba ficou um pouco aquém do que a minha pessoa imaginava no primeiro momento. Contudo, o mix de produtos presentes era deveras interessante (neste ponto acima das expectativas, ao se levar em consideração direta o tamanho da loja).


 Imagens da Daiso, localizada no Shopping Curitiba, na capital paranaense (divulgação).

A minha pessoa chegou a adentrar na Daiso em duas outras oportunidades ainda, sendo a última na primeira quinzena do mês que está por finalizar (janeiro de 2019), cujas imagens presentes neste post foram feitas a partir de tal visita. O mix de produtos continua bem chamativo para o espaço físico da loja e, além disso, a minha pessoa não ouviu os mesmos cochichos de outrora. A unidade seguia limpa e bem organizada, pontos estes constantes desde a primeira visita. No âmbito geral, a filial curitibana da Daiso aparentou estar bem sadia aos olhos deste humilde blogueiro.

Porém, diz a teoria que conquistar o público curitibano não é exatamente uma tarefa simples. A Daiso estabeleceu-se em uma das áreas mais visitadas da capital paranaense, o que pode vir a auxiliar em movimento constante no lugar. Minha pessoa imagina que a equipe da loja deve ouvir muitos comparativos diariamente (mesmo que não constantemente). Nisto, é possível imaginar o quanto a rede japonesa pode usar de tais pontos para melhorar seu trabalho na cidade (além de poder mirar uma futura expansão).

É importante levar em consideração que a Daiso possui uma concorrência forte em Curitiba. Trata-se, no caso, das redes estabelecidas de longa data na cidade, que trabalham com itens de uso diário (em diferentes frentes) com preços chamativos e, em várias ocasiões, bem atraentes. Importante frisar que a Miniso não possui unidades em solo curitibano, mas a minha pessoa imagina (achismo puro) que deve ser questão de tempo para tal rede chegar à cidade em pauta.

Para este humilde blogueiro, a chegada da Daiso Japan em Curitiba coloca a cidade no radar para outras redes de similar segmento. É um fator de importância. Em outro extremo, é importante aqui ressaltar que não existe a perfeição na questão.

Este post não é patrocinado pela Daiso.
Tratam-se apenas de opiniões deste blogueiro
sobre a chegada da empresa em Curitiba.

E assim se segue...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...




"Utilidades gerais..."



"Chinelos e pantufas ao melhor estilo japonês..."



"Itens que costumam dar um charme em diversos ambientes..."


"Entrada da Daiso localizada no Shopping Curitiba..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Kyoudai Podcast #88 e os mangás digitais


Firme e forte...

A octogésima oitava edição do Kyoudai Podcast teve seus momentos bem especiais, infelizmente não totalmente no bom sentido da expressão, tendo em vista que a mesma teve uma interrupção por problemas técnicos e, por razão disto, acabou sendo dividida em duas partes distintas. Nada que atrapalhe, na verdade, mas vale ser aqui salientada a questão.

No mais, este podcast teve como tema central os mangás digitais. A incursão se deu pelo lançamento mundial de um aplicativo oficial da Shonen Jump, no que tange a leitura de mangás em smartphones e tablets. Diferenças entre meios de leitura via computador fizeram parte da pauta, bem como as diferenças e preferências dos participantes entre os mangás digitais e suas contrapartes físicas.

Quatro foram os participantes deste podcast, cuja liderança coube para a jovem Raphaella, uma vez que ela propôs o tema tratado. O nobre Evilásio teve uma participação mais restrita e diminuta, uma vez que o dito problema acabou acarretando nele, fazendo com que saísse do podcast mais cedo. Sempre hilário, o extrovertido Luk Lucas mostrou ser uma pessoa apaixonada por leitura online, e isso de longa data. Por fim a minha pessoa, com uma participação bem interessante, muito embora não tenha o costume (ou a periodicidade) de ler mangás no seu formato digital.

A seção Recadinhos do Padrinho não teve a sua vigésima sexta edição indo ao ar. Mas tenha a certeza plena de que, mesmo com o problema já citado, este Kyoudai Podcast não abandonou as suas tradições e fez valer pela sua atenção, nobre visitante. E o momento off-topic, com direito a Gundam, esteve irresistível.

Assim sendo, o convite lhe é feito de maneira oficial, nobre visitante. Acesse o podcast no link mais abaixo. Se preferir, pode clique nos tempos definidos para acessar o tópico que mais desejas e contribua pela causa, com o seu ponto de vista e opiniões mais do que bem-vindas.

E assim se segue...


Kyoudai Podcast #88 e os mangás digitais (via YouTube)
parte #1  /  parte #2

Acompanhando o Kyoudai Podcast #88
00:00 - parte #1 - apresentações e introdução
02:35 - parte #1 - comentários do Kyoudai Podcast #86 e #87
15:38 - parte #1 - pauta central do podcast
00:07 - parte #2 - retorno do podcast
51:03 - parte #2 - considerações finais

Blogs participantes deste podcast
Animecote  Chuva de Nanquim  /  Elfen Lied Brasil  /  Netoin!  /  Yopinando

Chat do Yopinando no Discord
clique aqui para acessar

Página no canal do Netoin!, com todas as edições do Kyoudai Podcast
acesse-a ao clicar aqui

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]

Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

[Especial] Vem aí o top de 2018!


Antes tarde do que nunca...

O Netoin! prepara os acordes da casa para o já tradicional post de destaques do ano no âmbito animístico japonês, nobre visitante. Mesmo atrasado, tendo para tanto razões além dos limites deste humilde blog, a versão de 2018 está pronta para lhe ser devidamente apresentada.

Dito isto, este post vem aqui esclarecer para você quais serão as regras deste ano para o pleito acerca dos animes de 2018. Ao todo, sessenta e quatro animes estarão legíveis para esta simbólica premiação. Em termos gerais, o ano em pauta teve o mesmo grau de "qualidade pessoal" nos animes exibidos quanto nos doze meses que lhe antecederam. Não se trata do simples limiar entre os ditos "bom" e "ruim", todavia.

Além disto, uma pequena análise sobre 2018 lhe será apresentada, tendo o cunho pessoal devidamente inflamado, amparado por tudo aquilo que o ano em pauta representou no que tange aos animes nele exibidos.

Tenha uma boa leitura...

As regras necessárias

Hataraku Saibou.

O primeiro ponto de atenção estão nas regras que o Netoin! adota para fazer tal tipo de post anual. É necessário saber delas, o que lhe proporcionará uma abrangência maior de compreensão, visitante. A primeira a se destacar é que somente animes que foram vistos pela minha pessoa poderão se fazer presentes no pleito oficial do blog. Com isso, evita-se que obras não visualizadas acabem ganhando menções que poderiam soar injustas, independente das mesmas de serem positivas ou negativas.

Em um segundo escalão, os animes de início em outubro'2017 (ou em algum momento do citado ano) e que terminaram em 2018 poderão aparecer em qualquer ponto deste especial anual. Seguem-se, para tanto, os seguintes animes: Mahoutsukai no Yome, Osomatsu-san 2nd Season e Sangatsu no Lion 2nd Season.

A terceira pauta é uma causa oposta à anterior, pois os animes que começaram em 2018 e que prosseguirão na temporada de janeiro'2019 (ou adiante) serão elegíveis apenas para o pleito do próximo ano. Neste caso, os animes que concorrerão apenas em 2019 são: Kiratto Pri-chanSword Art Online: Alicization e Toaru Majutsu no Index III.
* Observação: a única exceção a esta regra está nos animes da série Pretty Cure.

Como quarta menção entra um ponto a ser destacado, sendo este o fato dos títulos que tiveram duas temporadas sendo exibidas em 2018, desde que tenham apresentado início e fim no ano corrente, serão ranqueados como um anime apenas. Para o presente pleito, a obra a ser inserida em tal regra é Satsuriku no Tenshi (que contou com uma série televisiva e sua finalização em ONA).

Por fim, se seguirão agora os nomes dos animes que, de acordo com as quatro normativas impostas mais acima, poderão acabar aparecendo neste post especial. Os mesmos estarão perfilados, mais abaixo, de acordo com as temporadas em que foram exibidos.

* janeiro'2018: 25-sai no Joshikousei, Cardcaptor Sakura: Clear Card-hen, Citrus, Darling in the FranXX, Devilman: Crybaby, Fate/Extra: Last Encore, Grancrest Senki, Hugtto! Precure, Ito Junji: Collection, Karakai Jouzu no Takagi-san, Koi wa Ameagari no You ni, Mahoutsukai no Yome, Miira no Kaikata, Osomatsu-san 2nd Season, Ramen Daisuki Koizumi-sa, Ryuuou no Oshigoto!Sangatsu no Lion 2nd Season, Sora yori mo Tooi Basho, Toji no MikoViolet EvergardenYowamushi Pedal: Glory Line e Yuru Camp.
* em azul: animes pertinentes à segunda regra.
* total de animes elegíveis: vinte e dois (22), contemplando toda a listagem presente.

* abril'2018: Cardcaptor Sakura: Clear Card-henCutie Honey Universe, Darling in the FranXXFumikiri Jikan, Grancrest Senki, Hinamatsuri, Hugtto! Precure, Kiratto Pri-chan, Mahou Shoujo Ore, Mahou Shoujo Site, Megalo Box, Shokugeki no Souma: San no Sara - Toutsuki Ressha-hen, Sword Art Online Alternative: Gun Gale Online, Tada-kun wa Koi wo Shinai, Toji no Miko, Uma Musume: Pretty Derby, Wotaku ni Koi wa Muzukashii e Yowamushi Pedal: Glory Line.
* em azul: animes que continuaram da temporada anterior.
* total de animes elegíveis: doze (12), excetuando os que já estavam em exibição desde a temporada anterior.

* julho'2018: Asobi Asobase, Back Street Girls: Gokudolls, Banana Fish, Chio-chan no Tsuugakuro, Free!: Dive to the Future, Grand Blue, Hanebado!, Happy Sugar Life, Harukana Receive, Hataraku SaibouHugtto! Precure, Island, Kiratto Pri-chan, Planet With, Satsuriku no Tenshi, Shichisei no Subaru, Shingeki no Kyojin Season 3rd Season, Shoujo Kageki Revue Starlight e Tsukumogami Kashimasu.
* em azul: animes que continuaram da temporada anterior.
* total de animes elegíveis: dezesseis (16), excetuando os que já estavam em exibição desde a temporada anterior.

* outubro'2018: Banana Fish, Gaikotsu Shotenin Honda-san, Goblin Slayer, Hashiri Tsuzukete Yokattatte, Himote House, Hugtto! Precure, Irozuku Sekai no Ashita kara, Ken En Ken: Aoki Kagayaki, Kiratto Pri-chan, Merc Storia: Mukiryoku no Shounen to Bin no Naka no ShoujoOre ga Suki nano wa Imouto dakedo Imouto ja NaiSatsuriku no Tenshi (ONA)Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl Senpai no Yume wo MinaiShingeki no Kyojin 3rd SeasonSora to Umi no Aida, SSSS.GridmanSword Art Online: Alicization, Toaru Majutsu no Index III, Tsukumogami KashimasuUchi no Maid ga Uzasugiru!Yagate Kimi ni Naru e Zombieland Saga.
* em azul: animes que continuaram da temporada anterior.
* em marrom: anime pertencente a quarta regra.
* em vermelho: animes pertinentes à terceira regra (não concorrerão ao pleito de 2018, mas sim para o de 2019).
* total de animes elegíveis: catorze (14), excetuando os que já estavam em exibição desde a temporada anterior, além das obras pertinentes à terceira e /ou quarta regras.

Total de animes elegíveis no pleito de 2018: sessenta e quatro (64)

Yagate Kimi ni Naru.

As regras já estão explanadas, nobre visitante, na medida que os nomes de todos os animes elegíveis também são conhecidos neste momento. Entretanto, note que houve uma diminuição agressiva no total de animes vistos, entre os anos de 2016 (noventa e quatro obras), 2017 (sessenta e sete) e 2018 (sessenta e quatro). Inúmeros fatores levaram à isto que, de momento, não são exatamente convenientes de serem aqui citados.

Tal como ocorrera em 2017, os animes estarão alocados em agrupamentos de acordo com as suas posições finais, seguindo as instruções deste blog. Assim sendo, você terá três listas (cada uma com dez obras citadas), sendo elas as de bronze (do 21º ao 30º), de prata (do 11º ao 20º) e de ouro (do 1º ao 10º).

Repetindo o ocorrido no ano anterior, os posts de piores e melhores do ano serem reduzidos em um só (ao contrário do que foi feito entre 2014 e 2016). Além disto, tal texto estará bem mais convidativo para a sua apreciação, nobre visitante.

Reveja os pleitos anteriores do Netoin! aqui
2010  /  2011  /  2012  /  2013

Considerações gerais sobre 2018

Gaikotsu Shotenin Honda-san.

As quatro temporadas animísticas de 2018 não foram totalmente acima da média, mas também não deixaram rigorosamente à desejar. Obviamente, algumas obras se destacaram amplamente sobre outras, tanto na esfera positiva como também na negativa. Lançando isto para o ano como um todo, a minha pessoa prefere lançar 2018 como tipicamente normal na área animística.

Tendo o parágrafo acima como base, é possível vislumbrar (de imediato) cerca de sete animes que realmente marcaram para este humilde blogueiro. A maioria deles sendo do gênero slice-of-life. Aliás, este é um ponto de grande destaque, visitante. Isto porque, verdade seja aqui enfatizada, 2018 foi o ano no qual os animes slice-of-life brilharam imensamente. A leva de obras pertinentes às histórias do cotidiano foi simplesmente digna de nota, com muitos títulos que podem ingressar (com facilidade) no top'10 do ano com muito merecimento.

Entretanto, é necessário aqui recordar um pouco de 2017 e enfatizar o quanto que 2018 teve, por assim exclamar, um nível de qualidade bem similar ao de seu ano antecessor. E se a comparação for com 2016, ambos perdem (e com certa diferença a ser considerada). Nobre visitante, tenha a certeza de que o próximo post, com os destaques gerais do ano, lhe darão uma conotação sobre o porque de minha pessoa assim pensar.

Esteja, desde agora, com o convite em mãos para deixar registrada vossa opinião sobre 2018 nos animes, tanto no campo de comentários do blog como também através do e-mail oficial da casa [blognetoin@gmail.com].

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Kyoudai Podcast #87 e o Golden Apple de 2018


Momento especial...

A octogésima sétima edição do Kyoudai Podcast marcou não apenas o segundo trabalho desta série acústica em 2019, como foi deveras especial. Isto em razão de uma premiação simbólica, realizada anualmente pelo blog parceiro Animecote, ter sido a fonte de atenção total desta oportunidade.

Trata-se do Golden Apple. Como já se fez citar, este é um pleito puramente simbólico, no qual diversas pessoas do meio animístico brasileiro (e fãs do mesmo) acabam sendo convidados para dele participar. Os que aceitam recebem uma planilha e nela, separada por diversas categorias, elege de próprio os melhores do ano em cada segmento.

Algumas regras básicas do Golden Apple devem ser citadas como, por exemplo, cada participante ter direito a nove pontos para serem distribuídos em cada categoria, sendo que cada indicação não pode receber mais do que três pontos por segmento. Para a edição de 2018, foram elegíveis os animes que se encerraram no citado ano (independente de quando começaram), com exceção para Tsurune (que teve seus últimos episódios adiados em razão do ciclone no Japão). No quesito de filmes, teve validade qualquer obra cujo DVD/BD foi lançado em 2018. No total, trinta e uma categorias se fizeram presentes, contando com quinze pessoas que aceitaram participar deste pleito simbólico.


Cinco foram as pessoas que gravaram este podcast, cuja liderança da vez foi da nobre Raphaella, repetindo o fato que já havia ocorrido em anterior oportunidade.O podcaster Evilásio comportou-se como um "participante comum", por assim exclamar. O jovem Yuri mostrou que adora crianças, sugerindo até uma categoria para elas no próximo ano. O Luk Lucas manteve a boa escrita de ser o participante mais hilário do Kyoudai Podcast. E por fim a minha pessoa que, muito embora ainda não esteja em um bom momento pessoal, conseguiu se divertir bastante nesta gravação.

A seção Recadinhos do Padrinho não teve a sua vigésima sexta edição indo ao ar. Mas estejas avisado do quanto este Kyoudai Podcast foi interessante, embora um tanto quanto longo. Em razão disto, este humilde blogueiro separou cada categoria comentada no podcast. Desta maneira, caso queira ver quem foram os indicados (mais pontuados) em algum ponto específico, poderás ir diretamente para o mesmo, muito embora a graça e plena diversão esteja em escutar o podcast por inteiro.

Assim sendo, o convite lhe é feito de maneira oficial, nobre visitante. Acesse o podcast no link mais abaixo. Se preferir, pode clique nos tempos definidos para acessar o tópico que mais desejas e contribua pela causa, com o seu ponto de vista e opiniões mais do que bem-vindas.

E assim se segue...


Kyoudai Podcast #87 e o Golden Apple de 2018 (via YouTube)
clique aqui para acessar

Acompanhando o Kyoudai Podcast #87
-   Observação: não houve a leitura de comentários do Kyoudai Podcast #86   -
00:00 - apresentações e introdução
11:45 - esporte  /  15:15 - slice-of-life
19:45 - mistério, thriller e terror  /  23:43 - sci-fi
26:28 - ecchi  /  30:44 - comédia
33:52 - romance  /  37:27 - drama
40:53 - fantasia  /  45:16 - ação
47:07 - pior anime do ano  /  55:37 - mister anime
01:00:16 - miss anime  /  01:05:48 - estúdio
01:09:53 - direção  /  01:12:52 - continuação
01:14:05 - vilão  /  01:17:22 - coadjuvante feminino
01:22:49 - coadjuvante masculino  /  01:25:01 - protagonista feminino
01:29:28 - protagonista masculino  /  01:31:48 - filme
01:36:00 - OVA, ONA e especial  /  01:39:39 - melhor encerramento
01:42:21 - melhor abertura  /  01:44:44 - trilha sonora (OST)
01:47:30 - desenvolvimento de personagens  /  01:55:41 - arte e animação
02:00:27 - enredo  /  02:05:18 - anime curto
02:11:15 - melhor anime do ano
02:17:29 - considerações finais do podcast



Blogs participantes deste podcast
Animecote  Chuva de Nanquim  /  Elfen Lied Brasil  /  Netoin!  /  Yopinando

Chat do Yopinando no Discord
clique aqui para acessar

Formulário para votação do tema do Kyoudai Podcast
a merecer uma segunda parte em 2019

Página no canal do Netoin!, com todas as edições do Kyoudai Podcast
acesse-a ao clicar aqui

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]

Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2019 (desde 22-12-2006 / 12 anos)
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons