01/02/20 - 01/03/20 ~ Netoin!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

[N! Drops] Fev'2020 #7: uma realidade chocante...


Uma triste situação...

O anime já chegou ao seu oitavo episódio e, ao menos aparentemente, não parece querer ceder quando o assunto é alfinetar os sentimentos e pensamentos de quem o assiste. Somali to Mori no Kamisama já havia mostrado um pouco disto no seu início mas, desde meados do seu quarto episódio, a obra tem se aprofundado muito neste aspecto. Não parece que haverá uma "trégua" neste sentido. Se este é um ponto bom ou ruim, obrigatoriamente dependerá de cada um que o assiste. E para este humilde blogueiro, é realmente muito bom.

No atual momento, o Golem e a Somali estão dentro de uma biblioteca mágica, a procura de um livro que pode lhes ajudar a saber mais sobre os seres humanos, bem como onde os encontrar naquele mundo. A tarefa não tem sido fácil, mesmo com o auxílio de locais como a bruxa Hazel. O manuscrito se perdeu após um embate inesperado, mas a última pessoa que o leu encontra-se naquele lugar, mesmo sendo em um ponto não acessível para todos.

Isolde Nebsolv é o nome de quem leu o livro pela última vez, a mais de trezentos anos atrás. Ela também é uma bruxa e muito respeitada ali, por ser a líder da biblioteca. Sua vida está para findar, mas a chegada do Golem e da Somali (o que ela já previa) lhe dá um ânimo extra para uma última ação, sendo esta a de lhes contar sobre o manuscrito "As Crônicas de Haraiso". E acredite, visitante, tal livro continha uma triste e profunda história sobre a difícil convivência entre os humanos e as criaturas daquele mundo.

Somali e o Golem, desta vez nas partes mais escondidas da biblioteca mágica.

O anime já havia dado muitos passos e pistas sobre a coexistência quase impossível entre a humanidade e os Grotescos (nome dado pelos humanos para as criaturas daquele mundo). Mas o manuscrito em pauta contou um fato ocorrido no passado, que "praticamente selou" o destino da pequena Somali. Com detalhes, a bruxa Isolde falou sobre as aventuras de uma pequena bruxa chamada Feodora que, segundo escrito em "As Crônicas de Haraiso", acabou indo parar em uma pequena ilha habitada por humanos, cujo nome é o mesmo do manuscrito.

Naquele local, a Feodora foi bem tratada e cuidada. Porém, isso só ocorria enquanto sua verdadeira face como bruxa era escondida dos demais que, só por desconfiarem de ela não ser humana, já lançaram olhares de desprezo profundo e amedrontador. O líder local era um Golem, que ajudou a visitante neste sentido. O nome dele era Haraiso, o que muito diz respeito e faz amplo sentido. A convivência era boa, natural e feliz, até que um incidente forçou a Fedora a se mostrar como uma bruxa. Mesmo salvando uma garotinha, ela quase foi morta pelos humanos, detidos pelo Haraiso, que a deixou partir.

Só o descrito no parágrafo acima já seria o suficiente para avaliar o episódio em pauta, mas uma outra cena nele presente foi marcante, sendo esta a de como os humanos daquela ilha trataram um "Grotesco" que ali aterrissou, quase matando-o apenas por ser diferente deles. Somali to Mori no Kamisama ousou ao falar sobre preconceito, indiferença, medo, superstição e da frágil natureza humana. Ao final do todo, a bruxa Isolde pôde descansar em paz, não sem antes indicar para onde o Golem e a Somali deveriam ir.

Que siga o anime...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...


"A percepção do ciclo que se aproxima do seu final..."


"O princípio do medo..."



"Tudo parecia estar bem..."


"Um princípio 'natural' em evidência..."


"Feodora e sua triste despedida..."


"Somali e a proximidade de mais uma triste despedida..."


Somali to Mori no Kamisama
Episódio #8 - "Orações que contam sobre encontros e laços"


"O fim de um ciclo..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

[N! Drops] Fev'2020 #6: a simpática Cure Sparkle!


Carisma em alto nível...

Já é fato - quase incontestável - que Healin'Good Precure mostrou suas ótimas credenciais em seus três episódios iniciais, fazendo possível deduzir ou minimamente imaginar onde o anime vai querer chegar, ao final de sua exibição. Obviamente, a obra não é perfeita e alguns pormenores se fazem presentes, muito embora tais pontos não tirem pontos cruciais desta nova saga da franquia Pretty Cure.

Pode-se dizer que ainda faltava a famosa "cereja do bolo". Em outras palavras, aquele elemento especial para ratificar uma opinião já conhecida, como a que deu início para o parágrafo acima, nobre visitante. E o quarto episódio apresentou "aquilo que faltava" para consolidar o poderio das cartas que Healin'Good Precure colocara na mesa. E nem precisou apelar para tanto, bastando apenas deixar à vista clara o que era necessário.

No episódio em pauta, a jovem Hiramitsu Hinata é que brilhou com todo o merecimento. Ela, que já havia aparecido em breves momentos anteriores no anime, agora chamou o protagonismo para si sem muita cerimônia. Logo de entrada, um ponto que muito chama a atenção em seu comportamento está no fato de achar tudo muito bonitinho, gracioso, encantador de se ver. Ou melhor, visando uma correção, ela vê tudo muito lindinho e meigo por aí, exceto ela mesma.

Hiramitsu Hinata é a Cure Sparkle, tendo o Nyatoran como o seu parceiro.

Visitante, antes que você se enfurece com a minha pessoa, ressalta-se que a Hinata não se vê como meiga apenas por timidez, e não por maldade e/ou um tipo de desmerecimento próprio. Contudo, ela faz verdadeiras distorções neste ponto específico, pois possui uma tendência extremamente positiva, gostando de comemorar tudo de bom que ocorra ao seu redor e, principalmente, não se deixando levar de imediato em vista de algum inconveniente.

A Hinata ficou super empolgada ao ver pela primeira vez o pequeno Nyatoran, e não teve grande temor ao ouvi-lo falando como um ser humano. Ela teve uma reação totalmente ímpar, ao ver suas amigas Nodoka e Chiyu se transformarem nas Cures Grace e Fontaine, respectivamente. Não temeu pela presença do Guaiwaru e, acima disto tudo, ficou super contente após ter se transformado na Cure Sparkle.

No final de tudo, a Hinata mostrou ser dona de um carisma e alegria quase ímpares. Isso é extremamente elogiável, dado o fato de que as outras duas guerreiras são igualmente possuidoras de um elevado carisma. Além disto, a primeira aparição do Guaiwaru foi também positiva, registando que esta série Pretty Cure soube apresentar bons vilões neste início de jornada. Sinceramente, a minha pessoa torce para que Healin'Good Precure continue seguindo esta ótima linha nos seus próximos episódios.

Aguardar é preciso...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real


"Durante o suco, a surpresa com o Nyatoran..."



"A primeira aparição de Guaiwaru, um dos generais Bjögens..."



"Uma reação que causou espanto em todos..."


"A Cure Sparkle em progresso de aparição..."


"Eis a Cure Sparkle..."



"Cuide-se..."


Healin'Good Precure
Episódio #4 - "Que lindas! Quero ficar assim! O nascimento da Cure Sparkle!"


"A Cure Sparkle está em ação!"

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

[Volta ao Passado] Um momento de redenção em Planet Survival


Uma pérola animística...

Definitivamente, este humilde blogueiro terá de procurar por mais animes de algum tempo atrás. Obviamente, isto se deve pelo fato de Planet Survival estar se saindo muito melhor do que se podia esperar. Estar assistindo a esta obra com a pessoa que indicou faz grande diferença, contudo o anime em si consegue chamar e reter atenção sem apelar para tanto, pois isso tudo tende a ocorrer com uma naturalidade impressionante. Até a publicação deste post, trinta e um episódios já foram assistidos, restando outros vinte e um para finalizar este anime.

Contudo, o post da vez abraçará os eventos do vigésimo nono episódio de Planet Survival. Até este momento, o pequeno e simpático alienígena Alduram já havia feito amizade e interagido com os demais jovens, perdidos naquele estranho e belo mundo. Vários desafios já haviam sido vencidos pelo grupo de estudantes ali presente, muitos deles extremamente difíceis e até cruéis. Porém, o maior protagonista da vez foi o Howard.

Em tempo, nobre visitante, tu deves saber que o citado personagem é filho único de uma pessoa muito importante, na colônia onde reside. O seu pai possui grande influência social e política, além de ser muito rico. Com isso, o Howard sempre viveu cercado de uma gangue na escola, que o obedecia sem pestanejar, justamente por conta do poderio de seu pai. O jovem Bell o acompanhava com extrema humildade, porém por uma obrigação estapafúrdia, atrelada a sérias diferenças de cunho social.

A solidão na mente, durante um período de abalo na saúde, fizeram o Howard muito pensar...

No presente episódio, o Howard ficou gravemente ferido, após um dos três ladrões do espaço o ter acertado. O contexto indicava que uma peça precisava ser conseguida para a nave de carga poder sair do planeta e seguir viagem, sendo ela da qual vieram os três invasores e o mecânico Porte. Por uma impressão errada da situação e buscando voltar logo para casa, o Howard tentou fazer um acordo com os bandidos e, no final, acabou servindo de isca na caça deles contra os seus amigos. E no que tange a sua saúde, a situação dele ficou delicada.

Durante a febre que o acometia, Howard começou a pensar em cada momento naquele planeta, desde quando ainda estava na colônia até os eventos ainda na escola. Ele refletiu sobre as suas próprias ações, tendo em mente a imagem de cada uma das pessoas que o acompanham nesta aventura. Compreendeu os erros que cometeu - e não foram poucos - e acatou a responsabilidade sobre todos eles. Pediu pelo perdão do grupo ao acordar, tendo sido atendido sem grande cerimônia. E a partir de então, o crescimento do Howard como personagem passou a seguir uma franca e justa ascendência.

Visitante, o descrito nos dois parágrafos acima apenas resumem, em um tanto, os principais eventos do episódio em pauta. Saiba que, mesmo sendo problemático e realizar ações equivocadas na maior parte do tempo, o Howard mostrou que todos possuem um limite, incluso ele próprio. Não se trata de um personagem que tenha cem por cento da atenção deste humilde blogueiro, mas seguramente ganhou vários pontos positivos após o vigésimo nono episódio de Planet Survival. E com merecimento de sobra para tanto.

Vitória da humildade...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...



"Uma situação desesperadora..."



"Muitos perigos..."



"Momento preciso..."



"A tensão com a condição de saúde do Howard..."


"Um grupo..."





"Os verdadeiros amigos..."


"O Howard em um momento dos mais sérios para si..."


"O perdão sincero..."


Planet Survival
Episódio #29 - "Finalmente, é a minha vez!"


"Formalizando uma nova união entre todos!"

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! (desde 22-12-2006 / 13 anos)
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons