01/01/20 - 01/02/20 ~ Netoin!

domingo, 26 de janeiro de 2020

[Especial] Destaques da animação japonesa (2019) - Grandes surpresas...


Um resumo caprichado...

Cinquenta e seis animes estão elegíveis para o simbólico pleito deste blog, uma vez que tal montante representa o que foi visto pela minha pessoa em 2019. É um número modicamente próximo aos estabelecidos em 2018 (sessenta e quatro) e 2017 (sessenta e sete obras), contudo inferior ao registrado em 2016 (noventa e quatro). Isto adentra neste post como fator de curiosidade, mas pertinente para o momento.

Se faz importante, e imprescindível, tu saber quais serão os animes que poderão aparecer neste texto. Assim, é pedido para você acessar link abaixo e ver todo o enunciado geral, o que inclui regras e alguns questionamentos à mais, nobre visitante.

Indicação de leitura

Similarmente ao ocorrido nos pleitos simbólicos de 2017 e 2018, este post especial não será dividido em duas partes, que faziam referência aos destaques negativos e positivos do ano. Para esta ocasião, ambos os pontos serão citados no mesmo texto, mesmo que de uma maneira mais diminuta.

Agora, você poderá acompanhar um pouco das impressões que 2019 acabou deixando para este humilde blogueiro. Salienta-se, aqui, que tudo a aparecer até o final deste post não é a "verdade do universo", sendo unicamente questões de parte opinativa deste humilde blogueiro. Segue aquele ideal levado adiante desde 2010, buscando a troca opinativa e bem assertiva com você.

E assim foi 2019...


De uma maneira direta e assertiva, o ano de 2019 teve um bom grupo de animes exibidos, deixando assim o citado período de doze meses similar em qualidade, quando em comparação direta com 2018 e 2017. Importante frisar que 2016 ainda se mostrou um alvo distante, dada a imensurável qualidade das obras exibidas em tal ano, mas ainda assim o período em pauta neste post, como um todo, foi bem positivo e receptivo para/com o fandom animístico.

Este humilde blogueiro sentiu algumas ausências em termos de enredo e gênero, ao longo de 2019. Nada que faça desmerecer o descrito no parágrafo acima, na verdade. Contudo, faltaram mais animes de esporte. Além disto, deve-se aqui frisar a imensa quantidade de obras com contexto baseado em isekai, ponto este que foi muito discutido pela internet afora.

Tal como se podia esperar, a minha pessoa não assistiu de tudo, incluindo neste grupo alguns animes que boa parte do fandom consagrou como verdadeiros hits do ano. Uma vez mais, ver animes em call com grandes (e importantes) pessoas fez com que a experiência em se assistir alguns títulos fosse diferenciada, extremamente positivas, e muito bem-vindas. Obras como Star Twinkle PrecureMayonaka no Occult Koumuin, Yakusoku no Neverland e Beastars são exemplos críveis de tal contexto.

Diferentemente do que se pode ver nos top's de 2016 a 2018, nesta oportunidade os vinte animes mais representativos (para este blog) serão divididos em dois grupos distintos. A diminuição em dez obras no top geral vem, justamente, da menor quantidade de animes vistas ao longo de 2019 por este humilde blogueiro.


Seguem-se, abaixo, a mensuração da divisão dos grupos para os trinta animes à serem citados. À saber:
* Lista A: do primeiro ao décimo colocado;
* Lista B: do décimo primeiro ao vigésimo colocado.

Foi levado em consideração, para tanto, os aspectos técnicos de cada obra, sendo uma avaliação geral que engloba características como enredo, elenco, ambientação, visual e afins (muito embora este humilde blogueiro não seja uma referência em nenhum dos pontos citados). Contudo, não apenas isso contou de fato, pois uma séria ponderação foi executada. A mesma trata-se imersão que este humilde blogueiro teve com cada anime visto, sendo este chamado apreço final à tais (incluindo nisto pontos como atração, expectativa, retorno pessoal e afins), gerando uma grande valia (uma vez que este lar na internet é bem mais opinativo do que técnico).

Por isto, nobre visitante, esteja à par que tudo à ser citado, daqui por diante, tem um conceito pessoal por detrás, de maneira predominante e incisiva. Diante isto, é feito o convite para que você deixe registrado, na seção de comentários, o seu próprio top do ano. Cite o que tu sentiu quanto ao que viu no ano passado, independente de quaisquer outra coisa. Minha pessoa anseia em ver as mais diferentes avaliações possíveis sobre 2019, inclusive concordando/discordando das citações deste post.

Momento das citações...

Melhores arte e animação
-   arte: Kimetsu no Yaiba   -
-   animação: Beastars   -


Este ano que se passou pode não ter sido unânime, ao se falar de gêneros, enredos e elencos. Contudo, no que tange aos pontos técnicos conhecidos como arte e animação, 2019 trouxe muitas obras interessantes consigo. Para tanto, a minha pessoa preferiu separar as citações simbólicas, dado o quão atrativos foram os citados pontos em 2019.

No quesito arte, é justo na visão do Netoin! que Kimetsu no Yaiba leve a simbólica premiação de destaque do ano. O anime foi de um beleza ímpar e chamativa ao longo de sua exibição, no qual a qualidade visual de seus cenários e personagens acabou sendo muito digna de nota.

Por sua vez, quando se fala na animação propriamente dita, Beastars é que passa a merecer as honrarias. O anime, exibido na última temporada do ano passado, mostrou uma qualidade simplesmente tocante neste quesito, tendo como plus um stop motion muito bem executado em sua abertura.

Melhores protagonistas
-   masculino: Legoshi, de Beastars   -
-   feminino: Myne, de Honzuki no Gekokujou   -


Em 2018, Sangatsu no Lion 2nd Season havia conquistado o protagonismo no geral. Contudo, para 2019 não ocorreu de um mesmo anime levar ambas as citações simbólicas na área, mas cabe aqui ressaltar que isto está muito longe de ser um demérito propriamente dito.

No que tange ao melhor protagonista masculino, houve uma disputa ferrenha. Mas, na visão do Netoin!, o título acabou ficando com o Legoshi de Beastars. Trata-se de um personagem que buscou se compreender melhor, desde a raiz de sua própria natureza, dado o fato de ser um lobo em um mundo no qual carnívoros e herbívoros buscam coexistir em sua sociedade. Ele luta contra tudo isto, além de viver uma paixão difícil e complicada de ser levada adiante, com uma coelha anã.

Por sua vez, a pequena e simpática Myne, de Honzuki no Gekokujou, levou o título de melhor protagonista feminina. Seu carisma e jeito de ser foram ímpares. Não obstante e isto, sua paixão pela leitura acabou levando-a para uma jornada extremamente difícil, mas bastante recompensadora, isto nos mais diferentes modos de se ver este ponto.

* demais protagonistas masculinos de destaque: Shirogane Miyuki (Kaguya-sama Wa Kokurasetai), Iwatani Naofumi (Tate no Yuusha no Nariagari) e Accelerator (To Aru Kagaku no Accelerator).

* demais protagonistas femininos de destaque: Fujiwara Chika (Kaguya-sama Wa Kokurasetai), Tuesday (Carole e Tuesday), Haru (Beastars), Nezuko (Kimetsu no Yaiba), Tohru Honda (Fruits Basket 2019 1st Season) e Nakiri Erina (Shokugeki no Souma: Shin no Sara).

Animes menos apreciados
-   pior: Hataage! Kemono Michi   -
-   potencial pouco aproveitado: Shoumetsu Toshi   -


Em 2019 houve espaço para aquelas obras que, honestamente, este humilde blogueiro acabou vendo mesmo sabendo que não iriam muito longe, seja no trabalho de enredo, na evolução de seus personagens, ou até no agrupamento disto tudo em prol de uma avaliação generalizada. Tendo por base nisto, dois animes serão citados como destaques negativos do ano que passou.

Primeiramente, Hataage! Kemono Michi acabou adentrando neste post como sendo a animação menos apreciada pela minha pessoa, ao longo de 2019. A história acabou soando estranha além de uma breve racionalização. Além deste ponto interessante, as peripécias do protagonista ao demonstrar seu amor pelo mundo animal foram, no mínimo, peculiares.

De sua parte, Shoumetsu Toshi possuía uma história que, de início, soava de maneira chamativa e causava certa curiosidade. Contudo, a cada episódio, o anime acabou desmerecendo a atenção deste humilde blogueiro. O final coroou isto. Diante de tais ideias, este anime acabou mostrando possuir um potencial pouco aproveitado, valendo-lhe o destaque do ano neste segmento.

Destaques para citações temáticas



Alguns personagens coadjuvantes honrosos do ano.
* masculinos: Tsukasa Eishi (Shokugeki no Souma: Shin no Sara); Ayame Souma (Fruits Basket 2019 1st Season).
* femininos: Katagire Amane (Senryuu Shoujo); Hanajima Saki (Fruits Basket 2019 1st Season); Juno (Beastars).

Destaques para características/gêneros em específico.
* comédia: Joshikousei no Mudazukai.
* drama: Fruits Basket 2019 1st Season / Carole e Tuesday / Hoshiai no Sora.
* romance: Araburu Kisetsu no Otome-domo yo. Fruits Basket 2019 1st Season.
* ecchi: Shokugeki no Souma: Shin no Sara.
* fantasia: Honzuki no Gekokujou / Tate no Yuusha no Nariagari / Shingeki no Kyojin 3rd Season Part 2.
* ação: Tate no Yuusha no Nariagari / Kimetsu no Yaiba / Shingeki no Kyojin 3rd Season Part 2.
* slice-of-life: Honzuki no Gekokujou / Hoshiai no Sora / Beastars.
* esporteHoshiai no Sora.
* curta duração: Senryuu Shoujo / Isekai Quartet / Bananya: Fushigi na Nakama-tachi.

Os top's de 2019...


Tal como se fez enunciar mais acima, no início deste post, serão agora mostrados para você os três grupos que, unificados, formaram o top'20 de animes para o ano de 2019 desta humilde casa na internet, nobre visitante.


Lista B (11º ao 20º):
* To Aru Majutsu no Index III / Tate no Yuusha no Nariagari / Kimetsu no Yaiba / Sarazanmai / Hitoribocchi no Marumaru Seikatsu / Mayonaka no Occult Koumuin / Shingeki no Kyojin 3rd Season Part 2 / Yakusoku No Neverland / Shokugeki no Souma: Shin no Sara / Senryuu Shoujo.

Os animes presentes nesta lista, em sua maioria, estariam na primeira lista de boa parte dos fãs de animes, sendo esta uma afirmativa difícil de ser desmentida. Isto em razão deste grupo conter nomes que atraíram (e muito) a atenção do fandom, tais como Kimetsu no Yaiba, Yakusoku no Neverland e Shingeki no Kyojin 3rd Season Part 2. São exemplos claros da opinião lançada aqui anteriormente. Obviamente, todos eles possuem seus pontos de qualidade, alguns até sobressaindo-se em questões técnicas pontuais, como a arte. O simplório mas justo Senryuu Shoujo fala por si, no âmbito do entretenimento descompromissado.

Na visão do Netoin!, alguns animes se destacaram a mais do que estes, e por isto estarão na principal lista do ano, a ser conhecida mais adiante. Por agora, nobre visitante, podes ficar a par de que animes como Mayonaka no Occult Koumuin foram bem interessantes, mesmo com o pesar da receptividade de público não ter sido muito alta. Entretanto, Index III "pagou o preço" por ter demorado tantos anos em aparecer, com complicações na execução e entendimento do enredo. Isso sem falar que Tate no Yuusha no Nariagari chamou a atenção deste blogueiro, justamente em razão de seu enredo estar forrado de pontos para inúmeros debates, além do comportamental de parte de seu elenco (em especial o protagonista) ter sido bem questionável.


Lista A (1º ao 10º):
* Beastars / Honzuki no Gekokujou: Shisho ni Naru Tame ni wa Shudan wo Erandeiraremasen / Carole e Tuesday / Kaguya-sama Wa Kokurasetai / Araburu Kisetsu no Otome-domo yo. / Fruits Basket (2019) 1st Season / Joshikousei no Mudazukai / Hoshiai no Sora / Mob Psycho 100 II / Star Twinkle Precure.

O principal agrupamento de 2019 aparece com algumas surpresas, a depender do ponto vista de cada pessoa. Isto se deve pelo fato de vários nomes nela presentes. Seguramente, não seriam poucos aqueles que trocariam animes entre as listas, o mesmo valendo para as suas posições finais no ranqueamento. Tendo isso em mente, nobre visitante, tenhas a absoluta certeza de que, por exemplo, Star Twinkle Precure foi honesto o bastante para figurar no top'10 do ano, sobretudo pelo contexto mais infanto-juvenil e menos drástico apresentado pelo mesmo. O mesmo vale para Joshikousei no Mudazukai, com seu humor na medida e momentos de diversão demasiadamente bem-vindos.

A Lista A, assim batizado o top'10 do Netoin! para 2019, apresenta mais títulos que fizeram a alegria deste humilde blogueiro no ano passado. Mob Psycho 100 II foi uma continuação digna de nota, a altura de sua temporada predecessora. Muito embora seja lembrado pela pressa nos episódios e com final aberto, Hoshiai no Sora apresentou elementos em sua história dignos o bastante de atenção (não que tenham sido positivos). O retorno de Fruits Basket foi deveras bem-vindo, com um rearranjo geral extremamente chamativo em todos os sentidos. Kaguya-sama foi uma pérola da primeira temporada de 2019, sem nenhum exagero. Honzuki no Gekokujou esteve muito além de ser um anime healing, pois sua história e carisma elevado do elenco falaram por si. Por sua vez, Carole e Tuesday poderia ter ficado na liderança do ano, se não fosse alguns percalços presentes em momentos pontuais de sua exibição. Araburu Kisetsu pode ser a grande surpresa da lista, muito mais pelo seu posicionamento final.


E para coroar o ano que se passou, um anime exibido justamente na última temporada é que ficou na liderança dentre cinquenta e seis obras assistidas. Um título no qual o ambiente era dominado por animais antropomórficos, divididos na sua sociedade entre carnívoros e herbívoros, buscando uma coexistência total. Temas como o bullying, diferenças entre classes sociais e amor foram trazidos à tona beirando a maestria. Esta obra em pauta contou também com uma parte técnica extremamente eficaz. Além disto tudo, o elenco foi chamativo o bastante, cativando pelo carisma e trazendo diversos sentimentos junto aos mesmos. Desta maneira, para o Netoin!, o título simbólico nomeado como melhor anime de 2019 ficou com Beastars.

Considerações finais...



Por mais que este texto tenha apresentado uma grande gama de opiniões pessoais (quase em sua totalidade), não houve nada de escolha "a dedo" ou "em cima da hora". Tudo acabou sendo minucioso, levando em conta os fatores mostrados ainda no início deste post (bem como as regras e os animes elegíveis para tanto, cujo link para verificação também se encontra nos primeiros parágrafos deste texto).

Tem ocorrido um declínio quanto a quantidade de animes avaliados, desde 2017 e com uma linha de crescimento nisto. Esse é um processo natural, uma vez que questões de âmbito pessoal influenciam diretamente sobre a disponibilidade de tempo para se assistir animes (e comentar sobre eles neste humilde blog), por exemplo. Não é nada assustador, e sim algo esperado e deveras natural de se acontecer.

De toda a forma, a minha pessoa agradece humildemente pela sua atenção em ter acompanhado este trabalho do início ao fim. Uma vez mais, se faz aqui pedir para que deixe registrado nos comentários os pontos nos quais tu concorda e/ou discorda deste texto, além de citar os seus próprios top's pessoais e/ou considerações gerais que tenha à fazer, no que tange aos animes exibidos em 2019.

Muito obrigado!

Reveja os pleitos anteriores do Netoin! aqui:
2010  /  2011  /  2012  /  2013

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

[N! Drops] Jan'2020 #2: emoções envolvendo Somali e o Golem...


Um anime que merece atenção...

Somali To Mori No Kamisama é uma obra que pode ser caracterizada por diversos pontos, sendo a maioria deles bem positivos. Como se pode ver facilmente pela grande rede mundial de computadores, o anime em pauta é descrito como "o healing da temporada" para muitos, e isso faz amplo sentido. Até porque, o enredo e seus personagens principais dão conta disto.

Para resumir o plot central, basta tu saber que a Somali é uma criança humana comum, nobre visitante. Ela é bem ativa e muito carismática, embora nem sempre tenha sido assim. Quando o grande Golem da floresta a encontrou, estava acorrentada e tristonha, sem saber o que fazer. Então, o mítico ser resolveu "adotá-la" e ajudar a pequenina a encontrar os seus verdadeiros pais, tão logo isto seja possível.

Muito embora o cenário seja belo e as criaturas que habitam este mundo aparentam estar em harmonia (mesmo que não plena), a Somali está vivendo em área hostil para ela, uma vez que os humanos não são bem vistos por tristes eventos do passado, servindo inclusive de iguaria culinária para alguns seres deste mundo. O Golem tem conhecimento disto, e disfarça a Somali para com ela poder andar pela região onde está. A rapidez dele se explica por isto, bem como pela sua própria vida estar próxima do fim.

Em três episódios, o anime tem deixado claro o quanto ambos os personagens estão aprendendo, mutuamente, a cada vila que visitam e com os eventos que ocorrem. Tudo sendo apresentado de maneira convincente, límpida e bela, mesmo com os momentos mais perigosos. O terceiro episódio, especificadamente, mostrou que a pequena Somali teme por uma futura separação dela com o Golem, ao qual carinhosamente chama de "pai", dado todo o cuidado e pressa dele, o que tem diminuído a atenção mais "humana" que ele estava desenvolvendo para/com ela.

A Somali fez um amizade, a primeira de sua vida. O Golem está trabalhando para juntar dinheiro e assim continuar em sua empreitada. Mas algo está muito errado, pois um estranho ser está a espreita da pequena humana e, durante um andar dela com seu amigo Kikila, o sinal vermelho apareceu com força.

De fato, Somali To Mori No Kamisama está se mostrando como um grande nome desta temporada animística, nobre visitante. É possível que a obra apareça mais vezes aqui no blog e, aoq ue tudo indica, deverá isto ocorrer da forma mais positiva possível.

Acompanhar é preciso...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...


"Um novo local e uma bela amizade..."


"Golem, o garçom..."


"O Golem, mesmo trabalhando, não descuida da Somali..."


"Somali observando, preocupada, o atarefado Golem..."


"Somali triste com a possibilidade de uma separação indesejada..."


"Kikila e Somali felizes após chegarem na bela caverna..."


"A bela paisagem que esconde grandes infortúnios..."


Somali To Mori No Kamisama
Episódio #3 - "Caverna no fundo do mar"


"O perigo se aproxima com força..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! (desde 22-12-2006 / 13 anos)
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons