NETOIN!

terça-feira, 24 de maio de 2016

[Volta ao Passado] E a Chikorita se junta ao time!

A simpática capa.
Quanta teimosia...

Pokémon é um tipo de anime que, com o passar do tempo, sempre procurou se atualizar. Doravante à isto, quando uma nova temporada estreava, mais e mais pocket monsters novos surgiam no universo desta obra. Para quem viu a primeira temporada imaginando que o número máximo destas criaturas ficaria mesmo nos cento e cinquenta e um pokémons, então era necessário estar preparado para as mudanças que viriam mais adiante.

Nisto, a terceira fase das aventuras de Ash e seus amigos Misty e Brock, os levavam até o início da LIga Johto. Novamente, o destemido protagonista teria de ir atrás de mais líderes de ginásio, derrotá-los e assim poder participar de mais um Campeonato Pokémon. Não seria uma tarefa fácil, mas sua confiança gritante e determinação impulsiva, ao lado de uma teimosia sem precedentes, faziam do Ash alguém que merecia atenção na jornada.

Mais precisamente no vigésimo primeiro episódio desta saga, o Ash acabou se deparando com uma criatura que já havia visto (e lutou contra) em uma oportunidade passada. Tratava-se de um pokémon de grama cujo nome era Chikorita que, na ocasião, descansava despreocupadamente no campo. E o jovem protagonista tentou capturar a pequena criatura (cujo cheiro que dela saia era doce e deveras bem-vindo no ambiente), mas sem o sucesso esperado. Até porque, o rapaz não esperava enfrentar um pokémon tão obstinado quanto esta Chikorita em particular.

E o Ash está para descobrir o que acontece ao intimar uma Chikorita teimosa...

Um acidente acabou sendo o nivelador de tudo neste capítulo da obra. Gravemente ferida (e ainda assim mostrando que não desistiria do embate), a Chikorita acabou sendo socorrida pelo Ash e seus amigos e levada a um Centro Pokémon. Nisto, estava no encalço do grupo os "sempre perigosos" integrantes da Equipe Rocket, que viram nesta pequena pokémon de grama a chance de terem alguém muito forte ao lado deles em suas ações.

Desnecessário aqui enfatizar o quanto o episódio mostrou que a Equipe Rocket era ineficaz sob muitos aspectos. Ainda assim, eles conseguiram raptar a Chikorita, obrigando a dupla Ash e Pikachu irem atrás dele, visando um salvamento. À partir daí, a simpática pokémon notou que o jovem humano não queria apenas mais uma criatura de combates para a sua coleção, especialmente após todo o cuidado que ele, Ash, teve tanto com a Chikorita quanto com o próprio Pikachu. Ao final destes eventos, uma recompensa inesperada surgiu na frente do futuro Mestre Pokémon, que continuou em sua jornada.

Embora possa soar como algo mínimo ou até meio bobo, este episódio de Pokémon acabou sendo deveras significativo para a minha humilde pessoa. Não apenas pela maneira como o mesmo prosseguiu, mas por principalmente ter apresentado aquela que seria a criatura preferida deste blogueiro, em todo o anime. Deste ponto em diante, inclusive, o Ash e a Chikorita formaram um verdadeiro time dos teimosos dentro da obra, sem maiores exageros quanto a tal afirmativa. assim sendo, as aventuras do anime seguiram adiante, com direito a um pokémon que tentaria, mais adiante, "tirar o lugar" do Pikachu na preferência do Ash.

Seja bem-vinda, Chikorita...

Lembranças...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...


"A imagem mente sobre o embate entre o Charizard e a Chikorita..."


"Mesmo muito ferida, a Chikorita não desiste com facilidade..."


"A Equipe Rocket e um súbito interesse pelo aguerrido Pokémon..."




"Eis que o Ash saiu ao resgate da Chikorita..."


"Alguém não queria deixar o Ash ir embora..."


Pokémon - Terceira temporada (Liga Johto)
Episódio #128 (Johto #21): "O resgate da Chikorita!"


"E assim nasceu uma grande (e teimosa) amizade..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

[Semanal] 12-sai Chicchana Mune no Tokimeki #8: nome...

A capa.
Aquela ambientação extremamente carismática...

Nobre visitante, o Japão possui seus costumes bem distintos, como qualquer nação deste planeta também o faz. Uma de suas características mais pertinentes está no significado que o primeiro nome tem para os japoneses, em si. Ao chamar alguém pela sua nomenclatura principal, tenha em mente que isso se dará diretamente para alguém que você muito respeita, ou que a pessoa na outra parte lhe outorgou este direito.

Entretanto, quando se tem em mente o fator romance, o significado existente por detrás do primeiro não apenas mantém tal costume, como acaba elevando-o para novos níveis. Até porque, para um casal se chamar pelos nomes que o compõe, é um claro e objetivo sinal de que o respeito e o amor entre as partes envolvidas é tão grande quanto verdadeiro (ao menos em teoria). Agora, tente repassar todo este costume cultural japonês para jovens pessoas que estão entrando na adolescência, descobrindo alguns dos segredos da vida e "enfrentando" a realidade de seus primeiros amores.

Justamente pelo descrito nos dois parágrafos acima é que 12-sai Chicchana Mune no Tokimeki teve, em seu oitavo episódio, um relato extremamente meigo e carismático por detrás de toda a conduta que o envolve o nome da pessoa que você gosta. A chamada se tornou ampla e ainda mais convidativa, à partir do momento que este verdadeiro alicerce do capítulo desta obra contou com um amparo de nível tecnológico para alçar novos limites. Obviamente, cita-se aqui o correio eletrônico (e-mail), que realmente pode auxiliar demasiadamente as pessoas mais tímidas, no que tange às possíveis conversações com quem gostam.

 A Aoi ao receber o e-mail do Hiyama, e também enquanto espera por certa resposta...

O centro das atenções foi, uma vez mais, o jovem casal Aoi e Hiyama (tal como no episódio anterior). A garota estava tão crente em seus sentimentos para/com o rapaz, que decidiu aderir ao ideal de ter o seu primeiro nome (Yui) sendo por ele citado. O contágio se deu imediatamente para a Ayase, que também passou à pensar nisto com relação ao Takao, sendo que tudo isto teve seu início original vindo de uma conversa entre algumas meninas da turma. A presença da sempre inteligente Ogura foi providencial, provando que prestar atenção nas palavras e ações de sua irmã mais velha acabam lhe fazendo um enorme bem.

As ideias que a dupla Ayase e Aoi tiveram para chamar a atenção de seus namorados, com base na causa estabelecida, foram bem pertinentes e interessantes. A primeira chamou o Takao para uma competição sobre quem leria mais livros (na qual o perdedor faria tudo que o vencedor quisesse). Por sua vez, a segunda acabou conseguindo o e-mail do Hiyama e, por meio de tal método, foi se abrindo com ele até uma certa declaração aparecer (e não ser correspondida). A tranquilidade reinou absoluta uma vez mais neste anime, mesmo com momentos de desentendimento pelos quais o casal em destaque, deste episódio, acabou tendo de enfrentar.

Em si, 12-sai Chicchana Mune no Tokimeki continua muito transparente no seu foco primordial (até um pouco demais, deve-se aqui salientar). Este oitavo episódio serviu como uma boa prova para defender tal tese. O anime continua agradável em sua premissa e com um elenco que esbanja irrefutável carisma. Até aqui, a simplicidade de sua arte, ambientação e cenários é que tem sido um ponto de muitos pensamentos, mas acaba combinando muito com tudo que a obra tem apresentado, gerando pontos bem positivos. Se continuar assim até o seu final, seguramente esta obra terá cumprido com brilhantismo o seu papel.

E assim se segue...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...


Encenação - os garotos não perdem a chance de deixar as moças confusas em sala de aula...


Pensamentos - a Aoi ficou assim, ao imaginar o Hiyama chamando à ela pelo seu primeiro nome...


União - na conversa entre as garotas, grandes alianças foram formalizadas em busca de um mesmo ideal...


Ação - uma vez mais, a Ogura teve uma participação incisiva, graças à experiência que ela diz ter na área amorosa. E ela exerce um ótimo papel nisto...



Prioridades - a Ayase lê baseada em sua aposta com o Takao, enquanto a Aoi aguarda pelas respostas via e-mail do Hiyama...


Incógnita - a Aoi sentindo um enorme vazio e desconforto, por não ter seu e-mail mais importante de todos devidamente respondido...


Faces - dois casais em situações bem distintas, em um certo momento do episódio...


Objetivo - assim ficou o Hiyama, após executar a ação pela qual a Aoi tanto aguardou...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúbidas ou detalhes. - NETOIN! 2006-2015
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons