O final de Golden Time... ~ Netoin!

domingo, 30 de março de 2014

O final de Golden Time...

O logo da obra...

Quando o amor supera certas barreiras...

Golden Time foi um dos animes mais peculiares que continuaram em exibição desde outubro'2013. A prerrogativa da obra, alçada entre as temáticas do romance e do drama, com pitadas de humor leve para auxiliar na transmissão de seu enredo, provou que possuía uma ótima chance de ser elevada à níveis ainda maiores do que acabou sendo mostrado. O anime, em si, não foi ruim. Entretanto, os desníveis apresentados em sua execução levaram minha pessoa a ter sérias dúvidas sobre como a obra seria encerrada.

Alguns fatores eram preponderantes para isto. Em primeiro lugar havia a premissa do Tada Banri estar recuperando a sua memória. Isto já dava sinais claros de que alguém poderia sair perdendo tudo ao final do anime. A proposta, entretanto, soava bem interessante pois poderia-se notar o que ele faria ao recordar de seu real passado. Além disto, ficaria à prova como agiriam Hayashida Nana (Linda) e a Kaga Kouko mediante a tal fato, uma vez que a primeira era o alvo antigo dos sentimentos do rapaz e a segunda era a sua  atual fonte de amor e afeto. Mas esta não era a maior fonte de ponderação sobre o encaminhamento da obra.

Isto porque, em segundo lugar, as ações tomadas pelo Banri e pela Kouko, por volta do vigésimo segundo episódio, conseguiram causar um grande repúdio interno neste humilde blogueiro. O rapaz agiu com extrema covardia, tanto em suas palavras como na demonstração de pouca consideração com quem o amava. A moça acabou sendo muito infantil, tanto por não considerar a situação como principalmente por ter agido à partir de suposições prévias (embora um certo vídeo tenha sido o estopim disto tudo). E a Linda acabou tendo participação conclusiva nisto, mesmo com um início indireto em suas ações.

O momento da realidade...

Falar de sentimentos é complicado e, geralmente, quem assiste "de fora" tem uma percepção diferente de quem está vivenciando as ações. Justamente por isso as dúvidas se tornaram cada vez mais constantes, quanto ao andamento de Golden Time. Procurar se situar no lugar da Linda era difícil, pois ela se recordava do Banri antigo (por quem nutria sentimentos) e tinha de lidar com um Banri atual bem diferente (que amava a Kouko). As ações dela em sala de aula, fazendo com que o rapaz procurasse tirar seus receios internos "na força", foi uma prova de determinação da moça. Porém, a mesma foi tardia por demais.

Levando em consideração que o penúltimo episódio havia mostrado situações bem interessantes, como a Kouko e o Banri terem se tornado "apenas amigos", algo ainda não estava concreto. Algumas lacunas necessitavam de resposta. E a prerrogativa alimentava a sensação de dúvida para o último episódio, que chegou mostrando-se disposto a preencher todo e qualquer espaço em branco. Pode-se aqui dizer, com alegria, que tal premissa foi cumprida com quase cem porcento de satisfação em tal capítulo, pois o que não faltou foram momentos da mais plena atenção no anime.

A Linda merecia uma melhor sorte. Por conhecer o Banri há muito mais tempo e presenciar as "duas vidas" que o rapaz tinha, ela possuía um bom arsenal para poder com ele ficar. O questionamento pode ser que faltou coragem à ela, tanto quanto pode ser aqui aplicado o fato de ela ter respeitado bastante o momento vivido pelo seu amigo Banri e, porque não enfatizar, os sentimentos que a Kouko teimava em esconder. Mas se a premissa daqui for a falta de sorte, a pequena e simpática Oka Chinami pode ser definida como a personagem mais injustiçada de todo o anime. Não apenas o seu amor não foi correspondido (no caso pelo jovem Yanagisawa Mitsuo), como ela também teve de passar por algumas provações que a forçaram ao extremo em suas ações, especialmente por ela ter tido um papel fundamental na recuperação do Banri.

A boa companhia.

O protagonista da série, entregue unicamente aos seus devaneios (mesmo após ter recobrado a memória do passado) não conseguia agir totalmente por si. Faltava-lhe algo. Mesmo em companhia constante da Linda, os fragmentos de sua "outra vida" estavam presentes nos mínimos detalhes, em especial por objetos que traziam à tona a lembrança de alguém muito especial para ele. E quando tal pessoa resolveu aparecer, o encontro de certo objeto acabou sendo decisivo para que uma das "metades" do Banri, enfim, sobressaísse à outra na totalidade. E na corrida para seguir ao encontro da Kouko, a passagem por um certo local acabou provando que ao menos uma lacuna ficou em aberto no episódio final de Golden Time.

Objetivamente, os minutos que se seguiram na ponte foram críveis para mostrar os reais sentimentos da Linda para/com o "outro Banri". Entretanto, a conversa entre as duas metades do rapaz mostrou que, á partir dali, um iria se sobressair ao outro. Quando em certo momento deu-se à entender que a Linda atingiria o seu objetivo, a facção mais atual do protagonista da série se sobressaiu e, na prerrogativa dos acontecimentos, a Kouko acabou conquistando o que mais desejava. O fato mais chamativo dos eventos na ponte está na reaparição daquele anel, aparentemente um ato sem explicação plausível (justamente pelo fato de tal objeto ter caído do bolso do Banri no início do episódio). Talvez fosse o caso de cada Banri ter um anel consigo, embora esta alternativa não seja totalmente segura ou potencialmente admissível.

De modo geral, o último episódio de Golden Time não apenas foi um dos melhores capítulos do anime, como também conseguiu ser conclusivo onde se esperava. Em si, a dupla Kouko e Banri acabou se fortalecendo e conquistando os sorrisos dos ávidos fãs desta obra. E acabaram se constituindo em um simpático casal. Entretanto, suportar a ideia da Oka ter terminado sozinha (afetivamente) não soou bem, com o advento da troca de olhares entre a Linda e o Mitsuo. Ainda assim o episódio foi deveras conclusivo e, de forma aberta, retirou a maior parte das dúvidas que antes eram feitas sobre o mesmo. Em resumo, Golden Time entregou um final bem satisfatório e definitivo, ao seu modo.

Dados técnicos e avaliação final...

A chegada da Kouko.

Golden Time é uma obra que provém de sua light novel, cuja publicação totalizou dez volumes (entre setembro'2010 e março'2014). O mangá deste título já teve cinco volumes trabalhados e ainda continua em andamento (desde outubro'2011). A responsável por todo o universo de Golden Time é ninguém menos do que a Takemiya Yuyuko, a dona da mente responsável pelo até hoje aclamado Toradora!.

O anime desta obra começou à ser exibido em outubro'2013, tendo se encerrado na última semana útil de março'2014, fechando com um total de vinte e quatro episódios. O estúdio responsável pela animação foi a J.C.Staff, tendo Kon Chiaki como o grande nome por detrás da direção deste título. E muito embora a apresentação visual de Golden Time tenha se mantido como uma constante ao longo de seus episódios, o mesmo não pode ser dito sobre a forma com que se desenvolveu o enredo deste anime.

Em si, a obra oscilou muito em vários de seus episódios. Do início de sua exibição até o final da sua primeira metade, Golden Time mostrou uma mudança de foco por parte da dupla Kaga Kouko e Tada Banri, com ênfase não apenas no crescente relacionamento entre os dois como também no círculo social de ambos, em especial no que tangia à presença da Linda e também aos flashs do passado por parte do espírito do Banri. Com o início da segunda metade o anime começou a "tropeçar em si mesmo", mostrando eventos que não se ligavam harmoniosamente e que conseguiam propagar muitas dúvidas sobre a sua sequência.

"As duas realidades que se chocam..."

O ponto de maior atenção, talvez, pode ser definido como após o episódio do acidente com o carro (quando do retorno da praia). Depois dele, o rumo do anime foi deveras incerto. Os capítulos #22 e #23 souberam fazer com que tal angústia aumentasse para outros níveis mas, como foi ressaltado mais acima no post, o episódio final acabou dando uma configuração final bem condizente ao anime de Golden Time. E muito embora a obra tenha seguido o script de sua light novel (em boa parte de sua duração) o final do anime foi criado à parte (talvez possa ser compreendido como um filler).

Em sua parte acústica, o anime apresentou aberturas e encerramentos bem condizentes. Isto é, com uma exceção à sequência inicial da segunda metade do título, que soube "maltratar" a voz e a música da Horie Yui (veja aqui o post sobre isto). É seguro afirmar que cada insert song ou efeito sonoro contribuiu bastante para o fator de imersão ao anime em si, e que o tema de abertura de quando a obra teve seu início, em outubro'2013, ficará marcado como sendo extremamente divertida e aplicável (a música "Golden Time", cantada pela Horie Yui).

De modo geral, e mesmo com os pontos negativos em citação (que poderiam ter prejudicado muito mais a experiência em se assistir este anime), Golden Time acabou cumprindo bem o seu papel. A inconsistência de seus episódios trouxe o medo em alguns momentos, mas o final da obra conseguiu apaziguar boa parte dos mesmos. O anime merece uma recomendação positiva justamente por este fato, muito embora o resultado final do mesmo poderia ter sido amplamente maior.

O momento derradeiro...

Golden Time 
Temporada outubro'2013 - 24 episódios
- nota final: seis pontos de dez possíveis - 
Uma recomendação positiva do NETOIN! para você!

Bônus Tracks

Recordando a aparição triunfal no primeiro episódio...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 30Blogger
  • Disqus

30 Comentários

  1. Olá!!

    Interessante o post. Pelo que li, o anime tinha tudo para ir de algo bom para ruim graças à alguns episódios, mas que graças ao seu último, conseguiu acabar de cabeça erguida, apesar dos pesares...

    Talvez eu tenha visto essa música que a Yui Hori cantou...

    Post interessante. Você apresentou os pontos principais sem ao menos entregar tudo de bandeja...

    Até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Exatamente, nobre Natália. Para mim, Golden Time oscilou demais e, por muito pouco, não terminou com uma nota inferior à mostrada.

      Entretanto, o último episódio me soou muito bem direcionado. Tirando apenas o evento no qual fiquei na dúvida, o resto foi bem interessante e prazeroso.

      E sim, fico feliz que tenhas notado isto.
      Gosto de "atiçar a curiosidade" de quem lê tais tipos de posts. Lanço fragmentos do enredo no ar mas, para ligá-los com naturalidade, é necessário assistir a obra...^^


      Até mais!

      Excluir
  2. eu tenho uma opinião contraria a sua em relação ao final, eu fique com uma impressão de que devia ter tido um episodio a mais, todo o problema existencial do Banri antigo e do novo foram resolvidos em 3 minutos na cena da ponte, o estopim disso foi o ele olhar o espelho? de todos os episódios esse foi o que a emoção e o sentimentos estavam mais ausentes que parecia que dava para ter resolvido esse problema sem passar por tudo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Concordo que a resolução tenha sido simples (por isto deixei a dúvida dois eventos da ponte para ser debatida aqui), mas isso não tirou o brilho do capítulo em si para mim...

      E há uma razão para isso: o final foi feito para o anime e, sinceramente, acredito que "apenas" um episódio à mais não levaria adiante a questão como se deveria. Entre arriscar fazer OVAs ou tentar uma segunda temporada, a direção preferiu "reduzir impactos" e fazer algo menos dinâmico, porém mais direto.

      Sinceramente, gostei (embora pudesse ser melhor trabalhado).

      Volte sempre que desejar, nobre!


      Até mais!

      Excluir
  3. Achei que o anime em si tratou muito mal seu enredo, com dialogos fracos e sem passar a emoção necessária em vários momentos chaves. Fora que da para se notar muitos defeitos técnicos ao decorrer da série. E concordo com o pumpa que a resolução foi muito fácil. Na minha humilde opinião tinha-se uma boa história e foi desperdiçada, gostei da série no máximo até o eps 10 a 11, depois descambou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Suas primeiras indagações são exatamente as mesmas que eu tive com Golden Time ao longo de seu percurso, nobre.

      Contudo (e tal como expliquei para o Pumpa) penso que não havia muito à ser feito no episódio final. Para aprimorar explicações seria necessário mais tempo e, honestamente, isto era algo que o anime não dispunha mais para trabalhá-lo...


      Até mais!

      Excluir
  4. Concordo com a nota. Acho que presenciamos alguns problemas pontuais no desenrolar do enredo, mas, dentro do possível, a série terminou bem.

    Por um lado, também penso como os leitores acima, o final foi bem simples, tendo em vista que a questão central do protagonista era bem complexa.

    Agora, por outro lado, o anime teve seus momentos de emoção que me cativaram e me trouxeram até o fim.

    Texto muito bom.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Exatamente, nobre Pedro. Golden Time foi oscilante demais em seu percurso, mas conseguiu entregar um final acima do esperado...

      E como relatei nos comentários mais acima, o anime já não tinha mais tempo para nada. Ao meu ver, o final como foi entregue me soou bem (por mais simples que tenha sido, totalmente difuso à sua complexidade real, o anime explicou algo).

      Sim, também concordo. Não se pode deixar de lado os bons momentos que o anime trouxe. Desta maneira, Golden Time pode sim ser recomendado, sme medo algum.


      Até mais!

      Excluir
  5. Na minha opinião, Golden Time começou a se enrolar quando apareceu o "fantasma" do antigo Banri. Antes desse evento, o anime estava indo em um ritmo muito bom, eu até cheguei a considerá-lo um dos melhores animes da temporada de outubro. Mas então ele começou a ter altos e baixos fortíssimos, principalmente nos episódios finais.

    Se nós ignorarmos a conversa entre os dois Tada Banri, Golden Time teve um final digno.

    Não me arrependo de ter continuado a assisti-lo, apesar de ter pensado em parar algumas vezes.

    Realmente mereceu nota 7.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Compreendo seu ponto de vista, nobre Magno.

      Entretanto, não vi problema na aparição do Banri fantasma, mas sim na forma com a qual os eventos com tal personagem foram trabalhados. Quase fizeram o anime perder mais ainda de sua estima com o público (se bem que, para vários, o fez).

      E devo concordar contigo sobre as oscilações da obra...


      Até mais!

      Excluir
  6. Concordo muito com seu ponto de vista, Carlirio. Golden Time vacilou várias vezes, não somente na trama, mas que raios de opening 2 é aquela? Acabaram com a voz da Hoochan, mas se fosse apenas isso tudo bem, o problema realmente foi a trama! Ela não mantém uma consistência adequada por diversas vezes tendo até uma sequência sonolenta e irritante de episódios. Quando houve o acidente, as coisas ficaram mais angustiantes e isso fez alguns pontos melhorarem, entretanto ainda assim não teve consistência e muito menos coerência apesar de um excelente último episódio.

    Sem brincadeira, acho que a última vez que me emocionei tanto vendo um último episódio de anime assim foi Railgun S, e você sabe meu amor por Misaka e CIA, portanto pra me comover neste nível teria que ralar bastante, mas conseguiram, mas foi só no último episódio, prometo, jamais trairei as garotas da cidade acadêmica lol

    Ainda sobre o último episódio, sua teoria do Banri é válida de ter 2 aneis. A minha era bem mais simples, ele delirou que tinha perdido o anel e só hahahahahha A sua é mais coerente, admito. ^^

    No mais, acho que uma lição que GT deixa é pra não complicar muito as coisas!
    1 - Linda, se você tivesse conversado direitinho com o Banri ele não teria te rejeitado e vocês poderiam estar juntos e não, você e o Yana-san não combinam em nada, por favor. Sei lá, por que guardar tanto os sentimentos pra si? Será que foi realmente pra proteger o Banri ou a si mesma? O medo foi maior que o amor?
    2 - Chinami, eu gosto muito de você e sem dúvidas é uma das minhas personagens preferidas, mas poxa, você teve que perder o Yana pra saber que ele era realmente importante, por que você só não pediu um tempo pra pensar no que ele sentia pra você? Por que se afastar? Por que dar uma resposta tão direta e impulsiva? Não foi legal, mas ainda te shipparei com o Yana eternamente.
    3 - Koko e Banri, que bom que vocês ficaram juntos, mas são muito infantis. Um diálogo sincero é muito bom e resolve muitas coisas, afinal, casal bom não é aquele que briga, é aquele que conversa e faltou muito diálogo entre vocês, mas daqui pra frente, onde estiverem, que sejam sinceros um com o outro.
    4 - 2D-kun, você é o melhor personagem! O único que conseguiu realmente ver a dimensão dos problemas de todos e quão importante é ser sincero e se deixar levar pelos sentimentos. Irônico pensar que o personagem que menos deveria entender sobre relações amorosas visto que vive no 2D, ser aquele que praticamente construiu o desfecho da série. Senti uma homenagem aos otakinhos ali lol

    Por fim, é "só" isso que tenho a dizer... Pode não ter sido agradável acompanhar GT durante toda sua trajetória, mas acompanhar até o final valeu sim. Quando terminou o anime, senti que tive um golden time haha :)

    Até mais, Carlirio! Me aguarde nos posts de primavera logo mais o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Excelente, nobre Nayara!

      Será que realmente preciso acrescentar algo? Bom, em específico sobre a Linda, é conceitual definir que ela foi levemente "covarde", justamente quando teve a chance de tudo mudar (ao favor dela). Quanto ao Banri e a Kouko, realmente ambos abusaram do "comportamento infantil". E o que dizer da cena na ponte, com Banri versus Banri? Ótimas colocações as suas...^^

      Sério? Sobre o anel, confesso que foi mesmo esta a ideia que me ocorreu...

      E mais do que nunca, todos tiveram um pouquinho de Golden Time ao final do anime...:)


      Até mais!

      Excluir
  7. O que mais me irritou em Golden Time foi justamente o Ghost Banri, uma presença meio desnecessária na minha opinião. O que deveria ser uma drama para causar a empatia dos fãs se tornou um fator de irritação e sei que a grande maioria não dava a mínima pra vida antiga do Banri justamente por ela ser representada pelo fantasma.

    A Chinami sozinha foi sem dúvidas uma falha e tanto, ao passo em que a Linda, que tanto empacou o casal principal com sua indecisão, não merecia uma "segunda chance" assim logo de cara. Um detalhe mal construído, aquela mania de arranjar parzinho romântico para todas as partes envolvidas num triângulo amoroso.

    O final se desenvolveu de forma precária e assistia aos últimos cinco episódios só para saber como acabava mesmo - isso é triste, pois ansiava pela semana seguinte no começo do anime.

    Pessoalmente não tive problemas com a trilha sonora, mas vi muita gente que se sentiu incomodado com as músicas ou sequências de animação também.

    Por último... o que falar do momento entre Banris? Nunca vi função ao Ghost, mas se ele tinha causado tantos problemas ao menos criassem uma cena com a carga emocional que o momento exigia, o resultado foi bem fraco.

    Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Eu concordo muito com suas observações, nobre. O anime se sairia melhor, ao meu ver, se tivesse resguardado às atuações do elenco e trabalho do enredo como estava seguindo na primeira metade de seus episódios.

      E aquela cena da ponte, entre os Banris, será de discussão eterna. Pode cravar nisto com seguridade...

      Lhe agradeço.^^


      Até mais!

      Excluir
  8. Tai um final de anime que me deixou puto, eu não me lembro bem do desenrolar da história, pois faz um tempo que eu assisti e tal e não vou mencionar coisas que eu não me lembro direito, mais no começo eu estava muitooo! empolgado com o lançamento do anime, os primeiros episódios eu estava achando foda demais.....

    Mais na parte final eu fiquei meio chateado com aquela viajem na ponte, acho que se botasse aquilo de uma maneira diferente teria ficado bem bom...que a Koko e o Banri iam ficar juntos eu ja sabia, mais eu gostava mais da Linda... hahaha.

    Uma das coisas mais legais que eu achei foram algumas musicas da trilha sonora, eu me lembro que la pelo episodio 20 eu ja tava procurando a coletânea de OSTs, mais eu não achava de jeito nenhum, só fui achar um Mês depois do final do anime, procurei até em sites de torrent japonês.. hahahaha. Mais ainda faltou a OST em que o Banri e a Linda se encontram pela primeira vez na faculdade...

    Recomendaria esse anime pra quem tem tempo e paciência. Mais é um bom anime na real... hohoho

    Desculpem os erros de português. xD

    Até.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Fique tranquilo sobre os erros, nobre Luiz. Não há problema nisto... ^^

      Mas sim, Golden Time parece que deu um nó em seu próprio plot nos últimos episódios. A cena da ponte ficará para sempre guardada na memória de quem viu o anime, por razões bem densas e óbvias...


      Até mais!

      Excluir
  9. Só passei aqui pra dizer que nem terminei de assistir o anime porque eu odeio a Koko. Uma personagem completamente desequilibrada! Sem falar que eu gosto quando as coisas saem do óbvio... Assim que vi o primeiro episódio pensei "Ah esse Banri vai ficar com a mina do outro cara, certeza". Dito e feito...

    Sem falar que esse anime tem mais drama que novela mexicana (e olha que eu curto hein?). Nem o kdrama Loving You a Thousand Times (que foi bem longo pro meu gosto) me irritou tanto com seu drama como Golden Time >_<

    Mas também, depois de assistir Nagi no Asukara, acho difícil eu gostar tanto de um anime que trata de relacionamentos <3

    E é isso ^_^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Nobre Flávia, realmente existiram discrepâncias sérias em Golden Time, mas eu não achei o anime assim, dramático. Até penso que faltou um drama melhor desenvolvido durante a obra em si...^^

      E sim, concordo contigo sobre o fato de muitos prosseguimentos da obra terem sido jogados em nossas faces, desde o início deste anime.

      Ah, Nagi no Asukara eu trabalhei em vários posts aqui do blog. Sinta-se à vontade para lê-los.^^


      Até mais!

      Excluir
  10. Manoel Peres Rodrigues Juniordomingo, agosto 24, 2014 2:58:00 PM

    Bom dia.

    Devo dizer que realmente concordo em alguns aspectos da análise. O desenvolvimento da história estava indo bem até um momento em que iniciou um desvio no enredo, mas o final salvou em parte a série. Quanto a Linda de início torcia muito para ela mesmo com aquele abertura que mostrava claramente qual seria o final, contudo, no decorrer do anime observei que havia muita exitacao por parte dela. Ficou claro que Linda estava com muito receio de ter um relacionamento mais sério com Bandi. Assim apesar do final que seria mais óbvio foi o mais condizente. Quanto a Oka realmente foi muito injusticada. Parabéns pela análise e interesse, mas confesso que no geral gostei muito de Golden Time. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Deveras, tens razão...

      Golden Time tinha uma proposta boa o suficiente de fazer com que o anime pudesse ser, ao seu final, muito melhor do que foi...
      Mas, mesmo com todas as ressalvas possíveis e imagináveis, a obra mereceu atenção.

      Grato por sua visita e comentário. Seja bem-vindo aqui, nobre.


      Até mais!

      Excluir
  11. Olá
    Estou defesado em 2 anos, mas por favor compartilho com vocês minha angústia e insatisfação com o Golden Time (acabei de assisti-lo - 11/01/2016). Perdoem meu egoísmo.
    Sabe o que seria legal, fazer uma ova com final alternativo, ou droga refazer de novo. Já sabíamos do final...poxa. Me desejo era ver a Linda e o Banri juntos, deixando a Kaga e o Mitsuo como pano de fundo ( com suas maquinações românticas) e dar um final digno para Oka e o 2D. Trama seria os "desencontros" e no final o encontro apaixonado da Linda e do Banri, mesmo o medo pesando mais que o amor, meu desejo do fundo do coração era ver este medo sendo transmutado para o mais profundo amor. Fiquei angustiado e de coração partido...é um desabafo.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  12. Foi ótima, ponderada e esclarecedora; e obrigado pelo seu texto e opinião dos demais, foi um consolo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Fique tranquilo, nobre. Suas opiniões foram bem-vindas, independente do tempo que passou desde a publicação deste post.

      A ideia do OVA alternativo me soa como bem justa, embora as chances dela se tornar real sejam muito baixas, infelizmente.


      Até mais!

      Excluir
    2. vai ter a segunda temporada ou não? eu gostei muito do animee estou ancioso se tiver vc me fala?

      Excluir
    3. Saudações


      Nobre, infelizmente não há nada sobre uma continuação, filme ou OVAs desta obra.

      Peço para que continue no aguardo tais informações, no caso de concretizarem em algum momento, nobre.


      Até mais!

      Excluir
  13. Terminei de assistir o anime recentemente e vim procurar algo relacionado a golden time.
    Como dizer ele me comoveu muito chorei muito em algumas cenas tristes...Nunca gostei de animes do gênero mais poe motivo ele me indentificou muito.
    Realmente gostei do anime esperava sem dúvida mais um ou dois episódios para saber como acabou a história dos outros personagens, mais mesmo com um final brevemente corrido gostei muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Para mim, o anime soube agradar em vários pontos, nobre Daniel. Contudo, em certos momentos de importância a obra se perdeu, apresentando um final que (no meu ponto de vista) acabou devendo bastante.

      Contudo, a sua opinião é válida, rapaz. Muito mesmo.
      Além disso, conheço várias pessoas que também gostaram muito do anime.

      Fico muito agradecido pela sua visita e comentário.


      Até mais!

      Excluir
  14. Eu não consigo descrever meu ódio por esse final. Sinceramente a Linda é simplesmente a melhor garota de todos o animes/séries/filmes e fiquei muito decepcionado com esse final meia boca que deram pra ela. Realmente achei que ela poderia ficar com o Banri.

    Eu nem ao menos percebi que era o ultimo episódio em função de tanta coisa em aberto como o relacionamento da Oka e do Mitsuo, algum aprofundamento pelo menos mínimo no 2d ou um reencontro do banri com sua turma antiga após ter recuperado sua mémoria. MEU DEUS QUE DECEPÇÃO.

    O quão eu gosto da Linda é exatamente o quanto eu odeio essa mimada da Koko, quase vomitei com esse final.

    Desculpa a grosseria, é só um desabafo de alguém que estava achando o anime quase perfeito até o ultimo episódio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não desmerecendo a Koko mas ela deveria ter ficado com o Mitsuo e a Linda com o Banri, o final seria muito mais satisfatório. Parece que ficou um peso nesse final. Linda respondeu ''sim'' para o antigo Banri, pelo tempo que se conhecem deveriam ter se aceitado logo.

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons