Especial - Falando sobre a morte... ~ Netoin!

quinta-feira, 27 de março de 2014

Especial - Falando sobre a morte...

As lágrimas da Misuzu...

Você tem medo da morte?

Este é um tema bem complicado de ser trabalhado, mesmo quando a questão passa pela tangente da animação japonesa. É sabido que o entendimento de bem e mal, céu e inferno, entre outros, é bem diferente entre o ponto de vista japonês e o brasileiro. Entretanto, o mesmo pode ser trabalhado de uma maneira muito interessante, em vias do impacto realmente poder auxiliar na compreensão de tal sob outros olhares.

Dito isto, uma jovem amiga acabou sendo convidada à deixar em aberto a sua opinião sobre tal temática. A moça aceitou a proposta e encarou-a com muita vontade, fazendo um texto curto, simples e objetivo no seu direcionamento. Até porque, falar sobre a morte não é uma tarefa fácil.

Nobre visitante, esteja convidado oficialmente para ler o ponto de vista da carismática Mei Linwau sobre a morte, partindo da ideia de que as pessoas devem ser bem preparadas, desde a infância para encarar a temática com força e responsabilidade. Desde agora, tenha uma boa leitura.

"Apresentando a morte para as crianças..."
por: Mei Linwau (Lobo Paranoico) 
Twitter da autora do post: clique aqui para acessá-lo

A Menma: séria...

Após escrever um texto sobre "Os Animais do Bosque dos Vinténs" (no antigo blog já desativado pela autora), fiquei com um questionamento na minha cabeça. É um assunto bem batido já, mas eu achei interessante comentar. Só que antes gostaria de deixar claro que não estarei falando sobre violência gratuita, mas sim sobre a morte não só nos desenhos animados, mas também nos animes, em programas destinados ao público infantil. Não estou querendo pregar uma mensagem mórbida aqui, já que apenas resolvi expor minhas reflexões sobre o tema.

Creio que a morte em si seja um aprendizado lento que todos têm de aceitar gradualmente, conforme crescem e conforme vão convivendo com outras pessoas. Acho que insistir em esconder este tema de uma criança uma profunda falta de delicadeza, e pode torná-la tanto sensível quanto insensível posteriormente pós alguma situação traumática (como a morte dos pais).

Só que aí vem onde quero chegar: o quão longe a morte pode ser apresentada em um programa infantil. Irei usar por exemplo o desenho que citei mais acima. Nele você terá vários animais morrendo em diversas situações e isto é um pouco doloroso de se ver, mas a mensagem que passa depois é mais importante do que todo o sofrimento, pois esta fala sobre como continuar a viver. O que estou dizendo é para não se focar no passado, mas sim seguir em frente enquanto se guarda as recordações da pessoa. Acho que é como esquecer o sofrimento que alguém passou para não machucar a si mesmo, e prosseguir lembrando do sorriso dessa pessoa querida. Acho interessante o foco na vida e na persistência, pois sei bem que a morte pode fortalecer-lhe.

"Gao"...

Na vida tudo é um verdadeiro "vem e vai". Independente de sua religião ou de outros fatores, acredito que o mais importante esteja em preparar a pessoa para se tornar alguém forte mesmo, principalmente após perder alguém que lhe seja tão importante. E a maneira em que isso é empregado na ficção, como muito se pode ver nos animes, auxilia bastante à aliviar um pouco a mente. Mas isso depende muito da pessoa, pois não há a dúvida se isto vai lhe trazer boas recordações ou mais sofrimento.

Todos crescem e acabam descobrindo isso um dia. O importante é prosseguir, em tempos difíceis ou não, sabendo que nem toda dor que passamos é garantia de que teremos felicidade no futuro.

Aqui nesse post podemos ver algumas personagens bem conhecidas e de animes com essas emoções bastante presentes, que têm bastante carisma e que com certeza tornou a experiência de assistir esses animes (Ano Hi Mita Hana no Namae o Bokutachi wa Mada Shiranai e Air TV) bem mais marcantes.

Momentos...


"A turma toda reunida..."


"Na companhia das aves..."


"As lágrimas da angústia..."


"O olhar da preocupação..."


"Momento de se divertir com algo..."


"Um sorriso verdadeiro..."


"Uma explosão nos céus..."


"Momento de ver o mar em uma boa companhia..."

Agradecimentos à sempre gentil Mei Linwau
em compartilhar os seus pensamentos sobre a morte,
tendo os animes como ponto de estudo para tanto

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons