[N! Drops] Mai'2015 #40: a reviravolta de Plastic Memories... ~ NETOIN!

domingo, 24 de maio de 2015

[N! Drops] Mai'2015 #40: a reviravolta de Plastic Memories...

As mãos dadas...
Sob as explosões dos fogos de artifício...

O anime Plastic Memories está absorto pelo drama sci-fi. Componentes de outras obras conhecidas nesta área (como o clássico Chobits) se fazem presentes neste título, sendo então trabalhados com ramificações um pouco diferentes desta. Chama a atenção o fato dos androides da obra em questão, Giftias, serem providos não apenas da semelhança física com os humanos como também possuem sentimentos e necessidades comuns às pessoas. A surpresa e comoção do primeiro episódio foram singulares e diretas no ponto e, mesmo com a quebra deste protocolo em boa parte dos capítulos seguintes, o anime continuou em seu ritmo cadenciado.

Contudo, a minha pessoa não esperava pelo que ocorreu no oitavo episódio. Melhor conceituando, até imaginava que algo assim aconteceria, mas apenas no final desta obra e com a famosa mensagem de superação nos últimos créditos. Isto porque as Giftias, como já foi mensurado, possui "n" semelhanças com os humanos nos mais diversos parâmetros, o que facilmente pode ser ligado à sentimentos como o amor e o ódio, por exemplo. No caso em específico, a primeira alternativa é que ganhou a atenção máxima.

Designados para auxiliar uma divisão diferente da deles na empresa, o jovem Tsukasa e a Isla estavam ainda imersos sobre os próprios devaneios. E não poderia ter vindo em melhor momento este trabalho de auxílio conjunto, pois eles acabaram conhecendo a Andy, uma das androides (Maskman no caso) que continua viva graças a um reaproveitamento feito pela empresa (houve uma troca de sistema operacional - memória - nela, graças a uma política de contenção de gastos que visa aproveitar o máximo possível as Giftias que passaram de seu ciclo de vida original). Tal decisão, claro, tem de ter a aprovação do dono anterior de tal androide.

Uma dupla que fez acontecer...

Pois bem. Uma vez que a Eru reconheceu a Andy como sendo Olivia (sua antiga parceira), o Tsukasa pôde então compreender ainda mais o que lhe esperava gradualmente mais para frente, no sentido de se preparar para o destino da Isla. Para o rapaz, os sentimentos e pensamentos já estão em um estado de conflito tão poderoso que ele, evidentemente, não consegue mais esconder o que quer. Faltava-lhe o momento propício para seguir adiante com aquilo que ele tanto deseja. E tudo aconteceu em um parque, durante o festival local no qual a Eru chamou ele e sua Giftia para a acompanharem com a Andy.

As palavras da pequena Isla, durante a queima dos fogos de artifício, ressoaram profundamente no Tsukasa. Ela não desejava continuar sendo a parceira dele para fazê-lo sofrer, pois isto seria cruel demais tanto para ele como à ela também. O rapaz, então, não pensou múltiplas vezes sobre a situação e se declarou para a pequena protagonista de Plastic Memories, muito disto movido mais pelo impulso do que pela razão contida. Ele perseverou. Se emocionou. Ela corou e se sentiu muito surpresa com aquilo tudo que estava acontecendo. Foi o ápice do episódio e, porque não citar, um dos grandes momentos de todo este anime até aqui.

Porém, deve-se fazer valer as palavras da Isla para o Tsukasa, antes da declaração feita pelo jovem à ela (veja no pós créditos do episódio, amigo visitante). Com isto, Plastic Memories resolveu abraçar de maneira concisa a flâmula do drama sci-fi e, daqui até o final da obra, o que se espera é que este anime use e abuse ainda mais do emocional até o seu momento derradeiro. O foco será a Isla, verdadeiramente. O que deveria ser um segredo foi revelado de maneira impetuosa. A obra seguirá sedo conferida com feracidade por parte deste humilde blogueiro (mesmo com a restrição atual por parte do notebook).

Aguardar é preciso...

Momentos...


"Fanservice do epísódio. Cortesia da Eru e da Andy (mesmo sem ela querer)."


Plastic Memories
Episódio #8: "Fogos de artifício que não conheço"


"E então..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Certo, episódio foi bemmmm emocionante !! Isla e Tsukasa sempre estão de parabéns, e teve aquele final dramático da Isla, eu sinceramente ri!! hauahauhauahauhau, a coitadinha ficou sem reação alguma perante a declaração do pobre rapaz, agora é só esperar mais e mais dramas, pois pelo que vi o anime mexerá cade vez mais com nossos feelings rsrrs ;_;
    Comentários dignos como sempre :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Exatamente o que pensei sobre este episódio, nobre Ingrid.

      Na verdade, a Isla ficou sem reação por causa do sentimento dela mesma, sobre não querer ver o Tsukasa sofrer por ela. Em outras palavras, drama dos grandes à caminho e em boa velocidade.

      Os feelings de minha humilde pessoa já estão à mil por hora!

      Muito obrigado pelas suas palavras e tão digno comentário, nobre Ingrid.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons