[N! 10 Anos] Pom Poko, pela Corrente de Reviews'2016 ~ Netoin!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

[N! 10 Anos] Pom Poko, pela Corrente de Reviews'2016


E tem início a festividade...

O momento chegou. Oficialmente, o NETOIN! está dando início às festividades em comemoração pelos dez anos de existência. É um fato que merece ser considerado e, indo além disto, bastante festejado. Este é o anseio de minha pessoa direcionado, humildemente, para você que visita o blog, á cada parceria desta casa e à todos, sem exceção, que contribuíram direta e/ou indiretamente para que este lar na internet chegasse a sua primeira década de atividade.

Nada melhor do que começar tão sublime momento com uma participação em mais um evento na blogosfera. Trata-se, no caso, da Corrente de Reviews. Esta ação datada de 2012, cuja ideia e programação provém do site parceiro Anikenkai (ainda quando se chamava Anime Kenkyuukai), tem sido levada adiante anualmente pelo seu responsável, o jovem Diogo Prado (com exceção para 2015, ano este no qual o evento não ocorreu).

A ideia por detrás desta ação está em uma melhor interação entre a blogosfera. No caso, são indicadas obras da cultura japonesa para cada participante resenhar, como foco nas animações (podendo ser mangás também, por exemplo). Tudo isto em sigilo absoluto, pois quem está na ação só fica sabendo qual blog o antecedeu durante o evento em prosseguimento. Literalmente, a palavra "corrente" ganha aqui amplo significado (positivo).

O NETOIN! orgulha-se de ter participado em todas as edições desta ação. Por sinal, os links de acesso para os posts dos anos anteriores, bem como o de ligação direta para o Anikenkai, se encontrarão ao final deste texto para você, nobre visitante. Agora, você ficará à par de qual blog/site antecedeu esta casa no evento e qual foi a obra indicada. Depois, haverá a resenha de tal título. Por fim, saberás qual blog/site sucederá esta humilde casa na internet.

E que comece a ação. Tenha uma boa leitura...

Quem antecedeu...


Para a edição deste ano, quem fez a indicação para o NETOIN! foi a jovem Kushina, mandatária do canal Hokkai Meu Caminho no YouTube. Ela cuida de tal espaço desde a época na qual estava em intercâmbio no Japão, de onde provém seus vídeos iniciais (e que valem muito serem visualizados, integralmente). Atualmente, ela tem apresentado muitas variantes neste conceito, com material responsável e envolto por grande dedicação da citada jovem em tal ambientação.

Para esta edição da Corrente de Reviews, a  Kushina fez uma análise do anime Un-Go, de 2012. Originalmente seu trabalho era para ter feito em vídeo, mas problemas de ordem técnica acabaram fazendo que ela transferisse sua review para o formato de texto, diretamente na FanPage de seu canal no Facebook, que você poderá acessar ao clicar aqui ou através da imagem acima, visitante. A opinião dela sobre a obra, no todo, está em seu pronto aguardo para a devida leitura e maiores considerações.

E o anime por ela indicado, para esta humilde casa na internet, foi uma das marcas registradas do conhecido Estúdio Ghibli. A obra em pauta é a carismática Heisei Tanuki Gassen Ponpoko, do distante ano de 1994, o qual a minha pessoa acabou resenhando com muita alegria e plena satisfação. Os agradecimentos são imensos à jovem Kushina. E, à partir de agora, você poderá seguir mais abaixo com a análise desta obra, nobre visitante.

Heisei Tanuki Gassen Ponpoko, pela Corrente de Reviews'2016


Ter de escrever sobre Heisei Tanuki Gassen Ponpoko é algo que deixou a minha pessoa contente, ao mesmo passo no qual algumas dúvidas surgiram em mente. Isto porque tal obra, datada de 1994, é um filme animado produzido sob as asas competentes do Estúdio Ghibli, dirigida por Takahata Isao e com roteiro de Suzuki Toshio. O seu enredo, elenco e ambientação são demasiadamente ricos, expressivos e, por consequência, requerem atenção quanto a serem explanados. Nada mirabolante ou superficial, mas sim que requer cuidado.

A história de Pom Poko (diminutivo conhecido ao nome de tal obra), se passa no Japão ao final dos anos de 1960. A expansão urbana é uma constante à nível mundial, mas no solo nipônico ela se mostra ainda mais acelerada. Levando em consideração o pequeno território do país, pode-se presumir que toda e qualquer área habitável poderia sofrer uma "transformação" pelas mãos humanas. De fato, isso tinha ocorrido em vários pontos do arquipélago japonês, mas a animação se passa nas proximidades de Tóquio, na região denominada como Tama.

Em Tama diversas espécies animais estavam ali vivendo, especialmente os guaxinins. O cotidiano de tais criaturas, brincadeiras e momentos de seriedade, dentre tantas outras características, estavam para sofrer um grande impacto em razão da expansão urbana que dali se aproximava. Enquanto alguns destes seres buscavam por soluções mais pacíficas para tanto, outros queriam a aniquilação dos humanos em prol da própria sobrevivência.

 Estas imagens mostram a velocidade da ação humana, e como os deuses
observavam as pessoas transformando o mundo, de acordo com as suas necessidades.

Para enfrentar adequadamente esta ameaça proveniente da espécie humana, convocou-se um reunião entre os guaxinins, onde ficou estabelecido um período de cinco anos que seriam usados para se estudar melhor os humanos visando, obviamente, obter as melhores informações possíveis para usos futuros. Até mesmo uma televisão antiga, encontrada no lixo, auxiliou tais criaturas neste processo.

Desnecessário enfatizar que os guaxinins foram tratados como preza a cultura japonesa (no seu folclore). Neste caso, alguns destes tinham o poder de se transformar no que bem entendessem, de acordo com sua força e experiência. Visando uma das ações iniciais, um certo número de jovens guaxinins teve de aprender o básico para poder levar adiante as ambições, sendo estas discutidas entre todos da espécie que viviam em Tama. Uma das tarefas de quem desenvolvesse bem a arte da transformação era participar, em certas atividades, do cotidiano humano (devidamente vigiado pelos mais velhos). Até líderes e clérigos ali existiam, mostrando que estas simpáticas criaturas possuíam um senso de sociedade própria bem definido e praticado.

Entretanto, durante este período de aprendizado e treinamento, um dos guaxinins viu a sua terra natal ser transformada em uma área seca, morta, nivelada apenas com barro puro. Os homens chegaram ali com as suas máquinas para construir áreas residenciais. Isto desencadeou uma grande fúria em tal criatura, que à partir de então passou ao clamor fortalecido não apenas pela expulsão, mas sim pela erradicação dos humanos na região de Tama.

 Os líderes da sociedade guaxinim de Tama e uma das reuniões do grupo.

 Durante o aprendizado, participar da atividade humana fez parte das tarefas dos jovens guaxinins.

A obra mostrou que, em nova instância, os guaxinins foram ao ataque contra os humanos, da melhor maneira que poderiam fazê-lo. Nisto, algumas pessoas morreram e tiveram o famoso minuto de respeito às suas almas, antes das comemorações. O guaxinim sedento pela aniquilação humana acabou se acidentando durante a confraternização e, alinhado à isto, todos ficaram à par de que as obras não parariam.

Partiu-se, assim, para outros tipos de medidas. Líderes guaxinins de outras regiões do Japão resolveram auxiliar as criaturas de Tama, levando aos mesmos a ideia de uma ação mais psicológica, que atacasse o subconsciente das pessoas (que havia funcionado em sua respectivas localidades). Buscava-se o respeito dos homens por meio de suas crenças mais profundas, enraizadas por séculos de história. O novo fracasso desencadeou uma nova fúria, principalmente pelo fato de um humano ter atribuído para si tal performance assombrosa na cidade.

Desavenças entre os próprios guaxinins, auxílio de raposas e declínio populacional de tais criaturas foram pontos constantes e crescentes, na medida em que a animação seguia adiante. A situação aparentava fugir do controle. Mas, neste meio tempo, ainda houve espaço para o amor. Nobre visitante, fique à par de que os poucos momentos no qual dois guaxinins mostravam seu entendimento e paixão mútua foram calorosos, receptivos e extremamente admiráveis. Um ponto de máxima atenção, até porque suas vidas continuavam tendo impacto direto da ação humana.

 Algumas das ações que visavam expulsar os humanos da região de Tama.

 O amor teve seu espaço nítido em Pom Poko.

Nos momentos finais desta obra, os guaxinins acabaram-se dividindo em grupos distintos. Um destes foi ter a sua batalha derradeira contra os humanos, nas quais os próprios testículos acabaram servindo como armamento de combate. Outro acabou "fugindo", com aquilo que havia roubado dos homens em uma ação no parque da cidade. Por fim, os que ainda ficaram na região de Tama que, mesmo conseguindo passar sua mensagem às pessoas via televisão, ainda assim acabaram tendo de assistir ao avanço progressivo das áreas urbanas na região.

Em seu ponto derradeiro, Pom Poko acabou mostrando com uma incrível sensibilidade a última grande ação do grupo de guaxinins que ficou em Tama. A expressão visual de tais minutos é sublime, reconfortante, bela e incrivelmente recheada de grandes emoções, tanto para estas simpáticas criaturas como também para as pessoas dali. Ao final, coube-se o singelo e triste significado da sobrevivência dos mais fortes, igualmente bem representado e mostrando o porque desta obra possuir tamanho significado e relevância.

O foco geral de Pom Poko, no entendimento deste humilde blogueiro, está justamente no espírito de sobrevivência e adaptabilidade. O mundo se desenvolve à passos acelerados, por vezes caóticos e até hostis, não permitindo necessariamente que todos usufruam disto harmonicamente. No ponto de vista dos guaxinins, notou-se que alguns deles eram iguais aos humanos em linha de raciocínio lógico, ao mesmo tempo no qual tantos outros queriam unicamente continuar com o seu alegre cotidiano cheio de risadas, caças e muitas travessuras.

 Momentos da luta derradeira entre humanos e guaxinins.

A transformação gradual e rápida de Tama.

Heisei Tanuki Gassen Ponpoko mostrou ser uma experiência fascinante. Cada minuto desta obra merece ser visto com atenção e calma. Observar as ações dos guaxinins e dos homens mostra claramente o esboço do mundo, tal como é atualmente (e assim tem sido desde longa data). Sonhos convertendo-se em ilusões, realidade que tinha linhas tênues entre a alegria e tristeza e, obviamente, um elenco rico em simpatia fizeram Pom Poko ser tão positivo e recomendável quanto esta análise deixou intrínseca em sua mensagem, nobre visitante.

Você poderá assistir a esta animação com tranquilidade já sabendo que, em seus quase cento e vinte minutos de duração, o que se tem é uma jornada convidativa sobre a vida, aspectos sociais, planejamento e, também, um amor singelo e verdadeiro. Em absoluto, Pom Poko se fez merecedor de todas as palavras aqui para ele direcionadas.

Uma vez mais, fica válido o convite para que você assista a esta obra, que tem com fervor o selo de qualidade do Estúdio Ghibli. E não apenas isso, pois a chance de se fascinar com vários (se não todos) momentos desta animação é ampla e verdadeira. O NETOIN!, desta maneira, recomenda positivamente Heisei Tanuki Gassen Ponpoko.

Alguns momentos da obra...



"Brigas internas e brincadeiras faziam parte do cotidiano dos guaxinins..."


"Aprendendo sobre transformações e compressão da sociedade humana..."


"Tentando atingir as pessoas em seu fator psicológico..."




"O sublime momento da última 'travessura' dos guaxinins..."



"Tendo que sobreviver como humano..."



Heisei Tanuki Gassen Ponpoko
Estúdio Gibli  /  Filme animado (1994)

*** avaliação final: 9,5 pontos de 10,0 possíveis ***


"O amor está no ar..."

Seguindo adiante...


A ação em pauta seguirá adiante. Como mandam as regras da mesma, é chegado o momento do NETOIN! indicar uma obra que deverá ser resenhada pelo seu sucessor. Tal como ocorreu nas participações anteriores deste blog, a apresentação de tal será a mais sucinta possível.

No caso, o lar na internet sorteado para tanto foi o FinisGeekis. Trata-se de um blog conhecido de minha pessoa, à partir do momento em que teve início na participação da ação Blogosfera Otaku Brasil. Em citação, o sucessor nesta ação possui posts variados e deveras interessantes, bem feitos e diretos em seus pontos, no que tange à cultura geek no todo. Em outras palavras, temas como animes, televisão e cinema aparecem bastante em tal blog.

Feitas as devidas apresentações, se fez indicar ao FinisGeekis o anime True Tears. Tal obra, exibida na temporada de janeiro'2008, é um drama com romance e momentos de grande atenção emocional. Personagens marcantes como o jovem Shinchirou, a sua amiga de infância Hiromi e a simpática Noe lançam, para si, os principais pontos que estão acerca do citado anime. Mesmo sendo uma obra que a minha pessoa muito admira desde tal época, a indicação se fez justamente pela curiosidade em saber como que outros blogs possam analisá-la, independente do saldo final ser positivo ou negativo (a sábia questão de se ter muitas opiniões é mais do que válida).

Nobre visitante, desta maneira lhe é feito o convite para seguir adiante e visitar o FinisGeekis, digna e honrosamente. Acesse o blog em pauta ao clicar aqui (ou sua FanPage no Facebook).

Finalizando


Com isto, a participação deste humilde blog na Corrente de Reviews'2016 está oficialmente encerrada. Fica mais do que válido do quanto que eventos na blogosfera são representativos e únicos sendo, no caso presente, um ótimo exemplar de tal ideal em ação. A minha pessoa, uma vez mais, agradece ao nobre Diogo Prado pelo convite e realização da quarta edição de tal ação.

Você poderá acessar a chamada integral quanto ao evento deste ano, nobre visitante, em duas vias distintas. Poderás ver todos os links ao clicar na imagem acima ou, se preferir, através do link disponibilizado mais abaixo.

Corrente de Reviews'2016

Participações do NETOIN! na ação Corrente de Reviews

post integrante da campanha #netoin10anos

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons