[Review] HapinessCharge Precure ~ Netoin!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

[Review] HapinessCharge Precure


Verdadeiras guerreiras...

Em diversas oportunidades a franquia Pretty Cure serviu como pauta dos trabalhos deste blog, visitante. Na maior parte das ocasiões, os textos de referência foram feitos por uma convidada que, gentilmente, aceitou produzir os guests posts sobre as séries das guerreiras Precure. O resultado obtido foi muito além do que se podia esperar e, desde então, a minha pessoa tem procurado saber mais à respeito desta franquia de garotas mágicas, que tem por tradição adicionar drama, humor e romance com bons enredos em uma ambientação predominantemente infantil (na maioria de suas séries exibidas desde 2004).

Recentemente, esta mesma autora de tais guests posts convidou o humilde blogueiro para assistir uma destas séries Pretty Cure, durante o último mês de janeiro. Seus quarenta e nove episódios foram assistidos em um total de dez dias, alternadamente na periodicidade e também na quantidade de capítulos vistos em cada um deles. E a obra escolhida para tanto foi HapinessCharge Precure, que foi ao ar entre fevereiro de 2014 e janeiro de 2015. E muito embora possa soar "fácil" de ressaltar certo ponto agora, saiba que este anime carregava uma grande responsabilidade por detrás.

Isto porque, em 2014, a franquia Pretty Cure estava comemorando dez anos desde a sua primeira exibição. Antecedendo as aberturas de HapinessCharge Precure, cada guerreira das séries antecessores desta foram apresentadas, uma de cada vez, felicitando de diferentes maneiras o telespectador por estar acompanhando a franquia ao longo de tal década. Uma bela ideia que, no seu íntimo, valorizou toda a franquia e mostrou o quanto a mesma tem importância na animação japonesa atual, sendo uma das maiores portas de boas vindas da Toei Animation.

As guerreiras Cure Lovely e Cure Honey.

Infelizmente, a minha pessoa tem como maior (e disparado) registro negativo para o anime em si o trabalho técnico do mesmo. Não apenas por se tratar de um momento comemorativo para a franquia (que por si já deveria ser fator primordial para uma ação mais digna na área), mas principalmente pelos sucessivos descuidos e relativa "pressa" visual em boa parte de seus episódios. Visitante, tenha em mente que a maior parte dos episódios de HapinessCharge Precure foram divididos entre altos e baixos na parte técnica, ao passo no qual houveram aqueles capítulos nos quais a animação chegou ao nível de ser avaliada como sofrível. Existiram, sim, episódios inteiros e/ou momentos isolados de trabalho técnico impecável mas, tristemente, este não é um fator aplicável para o anime em pauta (no seu todo).

O dito à parte visual aplica-se também no caráter acústico da obra. Muitas de suas insert songs eram "apenas" um reaproveitamento daquelas que foram entoadas em séries Precure antecessores à esta. Não eram ruins, longe disto, mas a repetição desenfreada acabou entrando como um ponto negativo no conceito deste humilde blogueiro. Contudo, os temas para abertura e encerramento deste anime soaram bem agradáveis, sendo músicas alegres e descontraídas.

Nobre visitante, é necessário que você tenha em mente que (ao menos para a minha pessoa) nenhum dos fatores negativos citados nos parágrafos acima acabou atrapalhando a boa experiência em entretenimento que HapinessCharge Precure acabou sendo. A obra, tendo um enredo básico mas rico excessivamente em fator de atenção, alinhado ao carisma abundante de seu elenco (com poucas exceções), conseguiram realmente manter o foco do início ao fim de sua exibição. O resumo prático seria enfatizar que, ao longo de seus quarenta e nove episódios, o anime soube capitar, trabalhar e fortalecer sua história em vias de sua principais bases presentes. Houve espaço mais do que merecido e/ou necessário para temas como a amizade, confiança, poder, amor e perseverança.

Queen Mirage e Phantom: o "Império Fantasma" contra o amor na Terra.

Tudo isto teve seu início com a jovem Hime, que já era uma guerreira Precure (sendo ela a Cure Princess). Sua falta de habilidade para as lutas era gritante, ao nível de uma outra jovem guerreira (a Cure Fortune) não suportar um mínimo esbarrão que fosse com ela. Amparada pelo Blue (a divindade que protege a Terra) e a Ribbon (fada que serve como mediadora/tutora da Cure Princess), a jovem Hime lançou despretensiosamente a sorte na busca por uma companheira para lutar contra as forças da Gen'ei Tengoku (o Império Fantasma), que havia dominado seu lar de origem (o Blue Sky Kingdom) e que estava atormentando a cidade onde agora vivia (e ambiente de grande parte do anime), sendo esta a cidade de Pikarigaoka.

De uma forma tão simples quanto inusitada, a Hime acabou "escolhendo" uma menina de nome Megumi para ser sua parceira. Esta é uma jovem de comportamento contagiante, no qual prevalece o bem-estar através das boas ações que ela faz por onde passa. Atender sua mãe, que está em recuperação de uma doença, é uma de sua principais vertentes positivas. O sorriso é a sua marca registrada. E, de forma bem convincente, a Megumi acabou (sem querer) selando o primeiro embate interno de HapinessCharge, no qual a Hime buscava uma auto-valorização enquanto sua nova companheira (agora a Cure Lovely) mostrava ter uma força maior do que a sua nas lutas ante os Saiarks (monstros criados à partir dos humanos e seus sentimentos, pelos generais do Império Fantasma).

Com o passar dos capítulos exibidos, juntou-se ao grupo a jovem Yuuko (sendo ela a Cure Honey). O comportamento dela está ligado diretamente à preocupação com os demais à sua volta, tendo na comida (alimentação) a fonte de suas ações (pois a citada personagem adora ver todos contentes após comerem algo feito com atenção e carinho). Mais tarde a própria Cure Fortune (sendo ela a jovem Iona) acabou tendo participação ativa no quarteto de guerreiras, mas apenas após os sérios desdobramentos quanto sua negação à presença da Hime no grupo, bem como sua gana em tentar salvar sua irmã mais velha (Maria) que, até pouco tempo atrás, era a poderosa Cure Tender. Além disso, o amigo de infância da Megumi, sendo ele o jovem Seiji, também acabou tendo enorme importância com o seu auxílio para as guerreiras (e não apenas nisso).

O anime apresentou diversas partes mais sérias e de cunho apaixonante no seu desenrolar.

Importante aqui enfatizar que o grupo de inimigos apresentados neste anime possui uma grande qualidade. O Império Fantasma é liderado por uma bela moça, que se encontra totalmente descrente de qualquer sentimento afetivo no mundo, sendo ela a Queen Mirage. Ela recebe conselhos de  alguém que age por detrás dos espelhos, literalmente (o Deep Mirror). Além disso, a Queem Mirage é servida e respeitada pelos seus generais Namakelder (sempre resmungando e com preguiça), Hosshiuwa (adoradora de doces e coisas que esbanjar açúcar), Oresky (um verdadeiro representante do exército em suas ações), Madam Momere (cujo alvo são as Precures que cuidam do Havaí) e Phantom (um verdadeiro caçador de Precures pelo mundo, sendo ele o responsável pela derrota da Cure Tender). E o anime faz um trabalho muito digno com a Queen Mirage que, na base de sua história, deixou de acreditar no amor após sérios eventos do passado (os quais são do conhecimento direto do Blue e do Deep Mirror).

Destinado essencialmente a um público infanto-juvenil, HapinessCharge Precure não se contém em apenas trabalhar bem seus temas centrais. Na verdade, o título em pauta acaba expandindo tais temáticas, trazendo-as ao mais próximo da realidade possível, com direito à certas "lições" sobre o que pode correr quando algumas decisões não são tomadas, por exemplo. Em outros pontos o anime trabalha bastante o amor, mas enaltece a responsabilidade com a qual o sentimento tem de ser tratado. A confiabilidade e a coragem são também arduamente citados pela obra, a qual faz questão de trabalhá-los na conformidade necessária. E muitos "plot-twists" ocorrem no anime, especialmente após o seu décimo nono episódio.

Pesam, sim, os pontos negativos que foram citados e que, em um ângulo mais restrito/sério de avaliação, pedem para que o anime caia no sombrio esquecimento. Contudo, o combo formado pela dupla enredo e elenco do anime são extremamente fortes, ao nível de realmente valorizarem o título como um todo. Desta maneira, HapinessCharge Precure acaba sendo um anime que merece (muito) ser indicado à você, nobre visitante, justamente pelo apreço que a obra mostrou possuir. E quando até os vilões possuem forte carisma, é sinal de que o anime merece sim a sua atenção.

Isso é Precure...

Imagens...


Início - quando a Megumi e a Hime se conheceram, era possível notar que o anime estaria disposto à divertir bastante com estas duas personagens...


Dignidade - o Seiji e a Hosshiuwa são grandes exemplos de um elenco bem trabalhado. O rapaz, que é um personagem de suporte, merecia até ser incluindo no grupo principal. Ela, a segunda general do Império Fantasma, é o modelo de como os vilões deste anime foram bons e apreciáveis...



Fases - as irmãs Hikawa protagonizaram alguns dos melhores momentos que HapinessCharge Precure teve para oferecer...


Perseverança - é possível mensurar o quanto que a personagem Hime, a Cure Princess, evoluiu no decorrer do anime. E isto sem deixar de lado a sua real natureza...


Descontração - no seu todo, HapinessCharge Precure apresentou muitos momentos de distração, por mais que o perigo tenha rodeado alguns deles. A jovem do ramo das notícias na televisão, atrás das guerreiras para descobrir as identidades verdadeiras delas, é um belo exemplo disto...



Guerreiras - as quatro jovens Precures possuíam características únicas individuais que, no campo de batalha, fizeram a diferença na maior parte das ocasiões...


Divindade - Blue, o ser espiritual que protege a Terra e que, direta ou indiretamente, confere os poderes de Precure às garotas espalhadas pelo mundo. No anime, ele é o Deus do planeta...


Romance - não foram poucas as oportunidades nas quais os sentimentos tomaram conta da ambientação. A Hime protagonizou, tendo o Senji como alvo, um dos melhores momentos disto no anime. A paixão adolescente...


Satisfação - a jovem Yuuko, sendo ela a Cure Honey, foi uma das melhores personagens deste anime. Sua paixão pela comida e a maneira com a qual zelava e se preocupava com/por todos foi bem digna de nota...


Notável - HapinessCharge Precure ofereceu um majestoso leque de possibilidades para as suas guerreiras em combate. E para o cotidiano delas também havia muito nisto auxiliá-las...


Dores - nem tudo foram flores, doces e amizade no anime. Aliás, no que tange aos sentimentos românticos tão citados e trabalhados na obra, os mesmos foram os responsáveis diretos (mesmo que no subconsciente do seu elenco) pelos maiores perigos apresentados em HapinessCharge Precure...


HapinessCharge Precure
Estúdio: Toei Animation  /  Temporada: janeiro'2014
Total de episódios: 49

*** anime recomendado pelo NETOIN! ***


Verdadeiro - às vezes, uma ação (por mais simples que seja) diz mais sobre aquilo que se deseja do que mil palavras entoadas...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]

Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 4Blogger
  • Disqus

4 Comentários

  1. Excelente post!
    HappinessCharge Precure possuí seus altos e baixos, mas conseguiu captar todos os aspectos importantes para o andamento da franquia. Pude rever a série e isso foi extremamente satisfatório, detalhes e pequenos/grandes erros mostraram-me o quanto ainda sou apaixonada pela série e pelos personagens.

    Abraços! o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Feliz que tenhas gostado e apreciado o post, nobre Melissa.

      Realmente, esta obra provou que uma boa história e elenco carismático podem sim, eventualmente, sobrepujar as falhas de ordem técnicas (que infelizmente não foram poucas em HapinessCharge Precure).

      Novamente, meus agradecimentos à ti pela grande oportunidade, Melissa.


      Até mais!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Saudações


      Elas são mesmo garotas bem especiais. Merecem admiração.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons