Em pauta!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

[N! Drops] Fev'2020 #7: uma realidade chocante...


Uma triste situação...

O anime já chegou ao seu oitavo episódio e, ao menos aparentemente, não parece querer ceder quando o assunto é alfinetar os sentimentos e pensamentos de quem o assiste. Somali to Mori no Kamisama já havia mostrado um pouco disto no seu início mas, desde meados do seu quarto episódio, a obra tem se aprofundado muito neste aspecto. Não parece que haverá uma "trégua" neste sentido. Se este é um ponto bom ou ruim, obrigatoriamente dependerá de cada um que o assiste. E para este humilde blogueiro, é realmente muito bom.

No atual momento, o Golem e a Somali estão dentro de uma biblioteca mágica, a procura de um livro que pode lhes ajudar a saber mais sobre os seres humanos, bem como onde os encontrar naquele mundo. A tarefa não tem sido fácil, mesmo com o auxílio de locais como a bruxa Hazel. O manuscrito se perdeu após um embate inesperado, mas a última pessoa que o leu encontra-se naquele lugar, mesmo sendo em um ponto não acessível para todos.

Isolde Nebsolv é o nome de quem leu o livro pela última vez, a mais de trezentos anos atrás. Ela também é uma bruxa e muito respeitada ali, por ser a líder da biblioteca. Sua vida está para findar, mas a chegada do Golem e da Somali (o que ela já previa) lhe dá um ânimo extra para uma última ação, sendo esta a de lhes contar sobre o manuscrito "As Crônicas de Haraiso". E acredite, visitante, tal livro continha uma triste e profunda história sobre a difícil convivência entre os humanos e as criaturas daquele mundo.

Somali e o Golem, desta vez nas partes mais escondidas da biblioteca mágica.

O anime já havia dado muitos passos e pistas sobre a coexistência quase impossível entre a humanidade e os Grotescos (nome dado pelos humanos para as criaturas daquele mundo). Mas o manuscrito em pauta contou um fato ocorrido no passado, que "praticamente selou" o destino da pequena Somali. Com detalhes, a bruxa Isolde falou sobre as aventuras de uma pequena bruxa chamada Feodora que, segundo escrito em "As Crônicas de Haraiso", acabou indo parar em uma pequena ilha habitada por humanos, cujo nome é o mesmo do manuscrito.

Naquele local, a Feodora foi bem tratada e cuidada. Porém, isso só ocorria enquanto sua verdadeira face como bruxa era escondida dos demais que, só por desconfiarem de ela não ser humana, já lançaram olhares de desprezo profundo e amedrontador. O líder local era um Golem, que ajudou a visitante neste sentido. O nome dele era Haraiso, o que muito diz respeito e faz amplo sentido. A convivência era boa, natural e feliz, até que um incidente forçou a Fedora a se mostrar como uma bruxa. Mesmo salvando uma garotinha, ela quase foi morta pelos humanos, detidos pelo Haraiso, que a deixou partir.

Só o descrito no parágrafo acima já seria o suficiente para avaliar o episódio em pauta, mas uma outra cena nele presente foi marcante, sendo esta a de como os humanos daquela ilha trataram um "Grotesco" que ali aterrissou, quase matando-o apenas por ser diferente deles. Somali to Mori no Kamisama ousou ao falar sobre preconceito, indiferença, medo, superstição e da frágil natureza humana. Ao final do todo, a bruxa Isolde pôde descansar em paz, não sem antes indicar para onde o Golem e a Somali deveriam ir.

Que siga o anime...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...


"A percepção do ciclo que se aproxima do seu final..."


"O princípio do medo..."



"Tudo parecia estar bem..."


"Um princípio 'natural' em evidência..."


"Feodora e sua triste despedida..."


"Somali e a proximidade de mais uma triste despedida..."


Somali to Mori no Kamisama
Episódio #8 - "Orações que contam sobre encontros e laços"


"O fim de um ciclo..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do Netoin!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!