[N! Drops] Fev'2018 #7: olhando para frente em Hugtto! Precure ~ Netoin!

domingo, 4 de fevereiro de 2018

[N! Drops] Fev'2018 #7: olhando para frente em Hugtto! Precure


A estreia que faltava apareceu...

Desde 2004, a Toei Animation vem mostrando seu fulgor com a série de garotas mágicas Precure. A bem da verdade já é uma franquia de sucesso, consolidada e firme, graças às suas fórmulas simples que, bem executadas na maioria das suas obras, têm dado um retorno muito positivo. A minha pessoa demorou para ter um primeiro contato com a série Precure em si mas, desde então, não se cogita deixar de assistir os animes que levam tal assinatura.

Nos últimos três anos, o Netoin! tem sido uma casa ainda mais amigável com as guerreiras Precure, seja por textos especiais, reviews completas ou análises de impressões iniciais. A presente oportunidade remeterá a estreia que ocorreu bem recentemente, em 3 de fevereiro. Isto porque, desde que teve seu anúncio oficial feito (clique aqui para visualizá-lo), tal anime apresentou várias interrogações que, satisfatoriamente, teve grande parte delas respondidas justo em seu primeiro episódio.

Dicas de leitura aqui no Netoin!, com as estreias das últimas três séries Precure

As atenções, assim, voltam-se elegantemente para Hugtto! Precure. Embora seja verdade que nos dois anos anteriores a franquia tem se voltado largamente para um público mais infantil, o que nem de longe pode ser visto como defeito por tal limiar, houve uma divisão opinativa bem intrínseca pela internet quanto ao que tais séries (de 2016 e 2017) acabaram apresentando. Isto acabou formando um tipo de base, na qual se fez listar tudo que se poderia (ou não) esperar da mais nova série Precure.

Para a minha pessoa, como já se fez citar anteriormente, muitas das interrogações existentes acabaram sendo respondidas logo na estreia de Hugtto! Precure, cujas respostas acabaram sendo positivas e bem admiráveis. Foi um primeiro episódio bem digno de nota, caprichado, cujas entrelinhas de seu enredo possuem camadas que não eram esperadas, sendo este um fato que agradou bastante.


A simpática Nono Hana, que anseia em se tornar uma grande irmã mais velha.

Nono Hana, uma garota alegre, ativa, com pensamento "para frente", que busca enfrentar seus obstáculos diários com o impulso dos famosos gritos de torcida, os conhecidos "hooray". Ela tem um sonho primário, buscando ser uma grande irmã mais velha. No decorrer do episódio, o que se pôde notar é que o pensamento desta simpática protagonista caminha par e passo com o foco central do anime que, na visão deste humilde blogueiro, é "o que ser quando crescer". Como viver o amanhã, o que se fará da própria vida. Uma temática propícia e mais do que bem-vinda para uma franquia do naipe de Precure, sendo que a sua ótima sequência de abertura fez questão de exclamar.

Apesar de sempre pensar mais adiante, em se tornar adulta e tal, a Hana comete os deslizes mais comuns possíveis, no intermédio de poder apressar alguma coisa para chegar ao seu objetivo. O corte que ela fez na própria franja foi o melhor exemplo disto. O comportamento na mesa, ao ver um belo omelete, também deixou o seu "eu" em clara evidência. Tudo isso, e muito mais, acabou valendo cada minuto para mostrar que, assim como Hana, muitas pessoas neste mundo anseiam (ou já assim fizeram) se tornar adultos rapidamente, para assim atingirem os seus sonhos.

O ápice disto tudo foi no caminho para a escola, pois a Hana é uma aluna transferida e, graças a um gesto de bondade da sua parte, acabou chegando atrasada no dia de sua apresentação para a turma. Sem querer cogitar nenhum simbolismo aqui e partindo rumo ao mais prático, foi uma cena divertida e bem do nível que se podia esperar para esta estreia.

Outro ponto a se destacar neste início de jornada para Hugtto! Precure está nas forças do mal. Se a obra tem como um dos seus pontos de atenção o crescimento, sobre o que ser no amanhã, então nada poderia soar melhor do que um grupo maligno que usa da energia das pessoas para criar monstros e, em contrapartida, deixá-las em vontade alguma de fazer nada. Não apenas isso veio à tona de fato como também tal grupo é, na verdade, uma companhia (algo como um conglomerado), com direito a um prédio de escritórios na cidade e tudo o mais. Simplesmente perfeito.

 O primeiro contato é sempre importante...

Cryasse Coropration é o nome do conglomerado maligno. Suas ações na Terra baseiam-se na procura pelos Cristais Mirai e, para tanto, "sugar" o futuro das pessoas é essencial para a corporação ter sucesso. Uma vez que seus alvos não tem mais energia, sentimentos negativistas tomam conta dos mesmos, além de uma preguiça incontrolável de nada querer fazer. Como um bom episódio inaugural, Hugtto! Precure mostrou como Charalit (um dos "executivos" de tal grupo) fez nascer o primeiro monstro do anime. E a partir disto surgiu a Cure Yell, sendo ela a Hana, após um ato de extrema bravura.

Bravura esta vinda da necessidade que a Hana viu em proteger um estranho bebê, que caiu dos céus em sua casa, junto de um ser que o acompanhava. Hagu-tan foi o nome dado para a pequena criança, e Harihamu Hari é o hamster que estava junto do bebê, sendo ele convencionalmente "a fada" presente nas séries Precure. Graças ao Cristal Mirai de posse da Hagu-tan, a Hana converteu-se na Cure Yell, com uma sequência de transformação das mais bem feitas que a minha pessoa já viu, desta franquia. O que veio depois disto é algo que, notoriamente, não precisa ser aqui dissertado mas que merece (e muito) ser por você visto, nobre visitante.

Hugtto! Precure teve, no ponto de vista deste humilde blogueiro, a melhor estreia da franquia de 2016 para cá. No mesmo limiar de Go! Princess Precure (2015), deve-se aqui ressaltar. Isto não significa que Mahou Tsukai e/ou Kira Kira não tenham tido boas estreias (e tiveram), mas sim que Hugtto! esteve um patamar acima delas nisto, o que é extremamente positivo. Espera-se, claro, que o anime mantenha esta mesma progressão até o seu final, previsto inicialmente para janeiro de 2019.

No mais, pontos positivos destacáveis para a protagonista Hana, ao simbolismo do enredo central desta obra e, claro, para uma verdadeira conglomeração das forças do mal. São características que contaram muito, visando o apreço que a estreia teve. Assista assim que puder, visitante, e permita-se vislumbrar também.

E assim se segue...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...


"Limiares do crescimento..."


"Hana, atrasada no primeiro dia como uma aluna transferida..."



"Agora tem-se um conglomerado do mal..."



"Aparições..."




"Quando o desejo de proteger alguém tudo define..."




"Detalhes da transformação, com nota aos sons de abraços durante a mesma..."



"Momento de acalmar a fera do mal..."



Hugtto! Precure
Episódio #1: "Força! Força para todos! A Precure da alegria, Cure Yell, nasceu!"


"E assim finalizou-se a estreia de Hugtto! Precure..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do Netoin!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2018 (ano 11)
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons