[Review] Miboujin: Numeriau Nikuyoku to Midara ni Nureru Mitsusubo (Widow) ~ Netoin!

quarta-feira, 30 de maio de 2018

[Review] Miboujin: Numeriau Nikuyoku to Midara ni Nureru Mitsusubo (Widow)


Sobre situações estranhas...

Miboujin: Numeriau Nikuyoku to Midara ni Nureru Mitsusubo (traduzido em inglês como Widow, que significa Viúva no idioma português) é um anime do gênero hentai (ou seja, com cenas para maiores de dezoito anos) possuidor de dois episódios em OVA, que foram lançados no já distante ano de 2005, com um intervalo de poucos meses na estreia de cada capítulo.

Ao se observar apenas pela sua nomenclatura ocidental, fica bem óbvio do que esta obra vem a se tratar (o que seria resumidamente colocado como a história de uma mulher que ficou viúva). Embora esteja certa a afirmativa, a verdade é que tem algo à mais além deste fato que, por si, já poderia render uma história chamativa. Em Widow existe uma pequena série de vertentes que usam da ocorrência com sua personagem principal para, assim, fazer seguir adiante os demais pontos de seu enredo.

Visitante, a história deste anime hentai possui uma consistência interessante, sendo este o fator que levou a minha pessoa a escolher esta obra para ser o primeiro título de tal gênero a receber uma review no Netoin!. Entretanto, se faz necessário aqui adiantar que certos trechos de seus dois episódios conseguem ser bem peculiares, isso sem mencionar que a obra possui seus defeitos.

Elenco e enredo...

Chiyoko, Toshiki e Miyuki.

A personagem central de toda a trama chama-se Taeko. Uma mulher bonita, de fala dócil e bem delicada no seu comportamental. Ela ficou viúva recentemente, mas aparentemente isto não afetou a sua vida tal como (na teoria) se poderia esperar, uma vez que a maior parte das lembranças que ela possui de seu falecido marido Satoshi (inclusive com muitas destas gravadas em vídeo) estão longe de serem das melhores. Inclusive, esta é a maior razão dela esconder certos segredos de todos à sua volta.

Taeko vive em uma verdadeira mansão, com o melhor que a vida lhe pode oferecer. Em tal local ela tem a companhia de sua irmã menor, de nome Chiyoko. Trata-se de uma jovem cheia de vida, alegre e sorridente, sem maiores preocupações na sua vida. Ela recebe constantemente a visita de seus dois tutores, sendo eles pessoas de confiança da sua irmã mais velha. Seus nomes são Toshiki e Miyuki, sendo ambos colegas de classe na faculdade. Enquanto o rapaz é mais brincalhão e esquece fácil de algumas coisas, a moça é mais séria e intuitiva.

A rotina deste quarteto parece que seguiria um rumo linear, mesmo após o falecimento do Satoshi. Contudo, a chegada do irmão mais novo do falecido à mansão Sagayama promete causar muito alarde. De fato, o homem de nome Kaoru possui uma semelhança ímpar com o ex-marido da Taeko, o que acaba provocando certo distúrbio na mente da Miyuki. A razão para tanto ficarás sabendo mais adiante, visitante, nesta mesma review.

Kaoru e Taeko.

Como se fez mencionar mais ao início deste texto, a Taeko não tinha tantas boas lembranças de seu marido. Isto porque, logo após terem se casado, o Satoshi levava sua esposa para um cômodo secreto da mansão, no qual gravava vídeos de certas ações que ele obrigava a mulher a ter de passar. Objetos sexuais e alguns experimentos mais excêntricos faziam parte de uma rotina nada convidativa na vida da Taeko. E se pensas que ela era o único alvo de tais ações, saibas que a Miyuki era também chamada, ocasionalmente, para experimentar destes estranhos fetiches do falecido (muito embora o anime não deixa claro se ela ia a tal cômodo antes ou após do Satoshi ter se casado). Disto provém a razão da moça ter sentido algo estranho, após ter visto o Kaoru pela primeira vez.

A ida do Kaoru até a mansão Sagayama possui sua razão de ser. Além dele ter ido requisitar uma parte dos bens do falecido irmão, o mesmo tem uma leve suspeita sobre tal morte (pois a causa desta nunca foi muito bem explicada). De todos, a Chiyoko é quem mais gostou da presença dele na residência. Para a Taeko, ficou a relativa surpresa com a chegada dele, o que seguramente fez com que ela começasse a pensar sobre algumas ações que teria de executar (mas sempre dentro da sua elegância ímpar).

Tudo que tu leste até aqui faz parte do enredo básico por detrás de Widow, visitante. Como podes ter percebido, a história não possui nada de inovador, mas ela é bem estruturada e por isto ganha alguns pontos de atenção. Entretanto, o que lerás deste parágrafo até o final do post será um pequeno apanhado daquilo que lhe aguarda, caso desejes ver este anime em algum momento (ou o ajudará a trazer alguma lembrança à tona, se tiveres assistido a esta obra anteriormente).

Casualidades...


Algo está ocorrendo no cemitério. E a Taeko olhando, ao longe, as ações se desenvolvendo.

Uma série de cenas e momentos podem, facilmente, serem vistos como controversos e até mesmo estranhos, mesmo para um anime hentai. Um destes casos, e certamente o mais profundo de todos (guardadas as devidas comparações pelo termo usado), está na cena entre o Kaoru e a Miyuki, nos momentos finais do primeiro episódio de Widow. O cenário é o cemitério, pois o homem estava se direcionando para lá visando prestar respeito ao túmulo de seu irmão. Contudo, ao longe, ele avistou uma jovem de joelhos a frente do local visado, fazendo ações extremamente estranhas e pouco pertinentes para tal ambientação. Esta era a Miyuki, procurando satisfazer-se de maneira solo e, seguramente, com as lembranças do Satoshi na mente. O resultado disto tudo é algo que só vendo para analisar, visitante.

Já no segundo episódio, o Kaoru está vendo um estranho vídeo no computador (contendo as cenas de como seu irmão tratava a Taeko), mas ele não percebera que estava sendo observado pela sua sobrinha, Chiyoko. Como no primeiro capítulo já havia acontecido uma leve troca de malícias entre ambos (ao assistir um tanto do VHS com o casamento da Taeko), agora é chegado o momento das ações seguirem adiante. Vale aqui mensurar que a garota nunca havia tido nenhuma relação sexual na vida.

A própria Taeko, personagem principal de Widow, mostrou que não estava para brincadeiras. Primeiro já no início da obra, ao "auxiliar" o Toshiki em trazer à tona suas lembranças de alguns anos atrás (o que certamente acabou mesmo sendo de ajuda ao rapaz que, mais adiante, pôde se entender com a Miyuki). E no decorrer deste anime, a citada viúva ficou constantemente preparando saborosas bebidas para o recém chegado Kaoru. Embora tenha aparecido apenas uma vez, é seguro aqui afirmar que em todas as oportunidades ela colocou algum elemento estranho nos seus preparados, pois o irmão do falecido sempre acordava com muitas dores de cabeça e sentia imenso calor ao dar poucos passos. Ao final, o homem levou adiante suas desconfianças e a mulher, por sua vez, acabou dando valores finais aos seus ensejos.

Objetivamente

Momento apropriado para uma boa taça de vinho...

Nem de longe este anime possui um visual que possa ser considerado polido. Na verdade, Miboujin: Numeriau Nikuyoku to Midara ni Nureru Mitsusubo não é exatamente feio em seus traços e cenários, mas é notório o quanto a obra acabou devendo nesta parte mais técnica. No que tange ao lado acústico da questão (especificadamente sobre as músicas de fundo), o anime em pauta teve o seu papel bem cumprido (apenas dentro da normalidade esperada).

Centrando-se em todos os detalhes já explanados sobre Widow, é possível imaginar que a obra se encerre na totalidade ao final do seu segundo episódio, mas a verdade é que alguns poucos pontos ficam sem muita explicação. Para a minha pessoa ficou bem óbvio como o Satoshi chegou a falecer, mas mesmo este fato ficou em aberto, de maneira o bastante para que diferentes ideias sobre o que lhe ocorreu pudessem ser feitas.

De maneira geral, Widow é um anime do gênero hentai que tenta apresentar algo em sua história. Dentro desta perspectiva, até acaba se saindo bem. Mas, como se poderia esperar, mesmo este título possui situações que podem fazer sua imaginação fluir para as mais variadas vertentes. Ficam aqui válidas as palavras deste humilde blog sobre esta obra para você, visitante.

E assim se segue...

Demais momentos...


"O visual do anime não é algo que mereça elogios..."



"Taeko ajudando o Tokishi a reviver velhas lembranças..."


"A chegada do Kaoru e uma surpresa para a Miyuki..."


 
"A Chyoko gosta muito do seu tio Kaoru..."


"Conversas sérias e pontuais..."


"Alguém sem a mínima noção do perigo..."



"Um entendimento..."




"Seja bem-vindo à família Sagayama..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]


Conheça o autor do Netoin!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 1Blogger
  • Disqus

1 Comentário

  1. Este é um hentai que eu desconhecia, mas pelo o que review diz, ele se preocupa em contar uma história, de fato. É bom saber que há hentais que não exibem apenas uma sucessão de cenas picantes. Fiquei interessado no que o texto contou, por isso vou assisti-lo

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do Netoin!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2018 (ano 11)
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons