Valentine's Day: o Dia dos Namorados para os japoneses... ~ Netoin!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Valentine's Day: o Dia dos Namorados para os japoneses...

A Mikoto Misaka também está na onda do Valentine's Day.

O Dia dos Namorados é uma data das mais chamativas. Não apenas pelo forte e presente apelo comercial, como também pelo momento que se faz propiciar para que as pessoas enamoradas possam aproveitar, de forma apropriada, este dia juntos.

No Brasil, tal data se faz presente no mês de junho. Um dia no qual os casas retribuem presentes ou, simplesmente, curtem o momento juntos. As formas de aproveitar o Dia dos Namorados são as mais variadas possíveis, não havendo de forma definida algo que possa ser enfatizado como um costume tradicional.

Por outro lado, entre os japoneses, há todo um costume que deve ser observado. Há uma data específica para o Dia dos Namorados, que é comemorada de uma forma bem diferenciada. Além disso uma outra data, que se faz existir um mês após a citada comemoração, ganha também forte respaldo e importância.

Amigo visitante, que tal aventurar-se um pouco sobre o Dia dos Namorados neste humilde blog?

O poder do chocolate...

O anseio em forma de anime...

Como se fez citar brevemente, o Dia dos Namorados é comemorado de uma forma bem peculiar entre os japoneses. O mesmo se realiza em 14 de fevereiro, sendo chamado de Valentine's Day. E, nesta data, algo muito interessante ocorre.

No Valentine's Day as garotas colocam as mãos na massa e procuram demonstrar, por intermédio de chocolates, os seus sentimentos acerca de seus rapazes mais queridos. Um detalhe que merece forte atenção está neste conceito, onde não apenas os rapazes que são o alvo do amor das garotas recebem o chocolate, mas também aqueles que são considerados por elas como bons amigos ganham também um doce delas.

Para tanto, existe uma divisão bem interessante entre os chocolates: há o giri choco e o honmei choco. Enquanto o primeiro se faz atribuir aos amigos, o segundo é ofertado para a pessoa amada. Desnecessário enfatizar que a diferença não fica apenas nisso, pois os próprios chocolates são diferenciados em sua customização ou pronta aquisição.

Exemplo de um honmei choco.
- Fonte da imagem: Sushi com Tucupi -

Manda a tradição do Valentine's Day japonês que os chocolates sejam feitos à mão pelas garotas. Eventualmente eles podem ser adquiridos industrialmente. Mas se for avaliar a projeção da ideia proposta pela data, deve ser muito melhor receber um chocolate feito à mão, independente de ser um giri choco ou um honmei choco.

Entretanto, as garotas não ficam de mãos abanando. Isso porque, no dia 14 de março, os rapazes retribuem os chocolates que receberam com biscoitos no chamado White Day. Muito provavelmente, os biscoitos atribuídos às garotas devem ser tão especiais quanto os chocolates por elas recebidos. Deve-se ressaltar que tal data existe apenas no Japão mas, inevitavelmente, a grande atenção fica mesmo sob a responsabilidade das garotas no mês de fevereiro.

Agora que você já conhece um pouco da tradição japonesa por detrás do Valentine's Day, que tal acompanhar uma pequena lista de casais de animes sugeridas por este humilde blogueiro? Aprecie os personagens e um pouco de suas histórias que aqui se farão presentes.

Alguns casais...

Keitarô e Shinobu: fica apenas no pensamento, mas são simpáticos.

Diretamente do dormitório feminino Hinata-Sou, aparece o primeiro casal desta postagem. É bem verdade que se trata apenas de uma ligação entusiasta, mas ainda assim é algo que vale a pena ser citado.

O Keitarô pode ser um rapaz dos mais atrapalhados na vida, além de ser muito azarado em diversas situações. Contudo, ele possui as suas qualidades. Uma delas é a culinária onde, surpreendentemente, ele pode chegar à rivalizar com a simpática Shinobu.

O mangá de Love Hina, especificamente no volume quatro, apresenta uma história das mais hilárias e divertidas sobre o Valentine's Day que envolve, apropriadamente, os dois personagens. E pensar que, em toda a sua vida, o Keitarô jamais havia recebido um chocolate ( nem que fosse um giri choco, sendo esta a razão de ele enganar os amigos fazendo os próprios chocolates que alegava ter recebido ) e, mais que de repente, ele ganhou vários. Pobre Shinobu...

Yuna e Mamoru: inocência à flor da pele...

O anime Kage Kara Mamoru convida à todos para relaxar com uma história pacata e de enfoque mais voltado para o público infanto-juvenil. Ainda assim, tal título apresenta um casal que une a simplicidade no conceito e a alegria e diversão que se faz proporcionar por eles.

O rapaz é Mamoru, um ninja. Sua família tem uma missão que já dura cinco séculos, que é a de proteger a família Konyaku, a qual pertence sua amiga de infância chamada Yuna. Constantemente, o jovem Mamoru se vê envolto por inúmeras encrencas para proteger a Yuna, que é uma garota totalmente desligada e de mente aberta à tudo e à todos. Realmente, uma tarefa difícil esta a do pequeno ninja...

Mamoru usa de um disfarce enquanto não está em ação como ninja protetor: a de um garoto nerd e totalmente despreocupado com a vida. Ele e a Yuna formam, com sinceridade, um dos casais mais simpáticos que este blogueiro já viu em animes.

Lucy e Kouta: contra barreiras e ideologias distintas...

O tom apocalíptico proporcionado por Elfen Lied não deveria, ao menos teoricamente, dar brechas ou espaços para eventos de natureza amorosa. Mas o faz, expressivamente em importantes pontos de ligação do anime. Muito embora o mangá jogue mais pesado até neste aspecto, a versão animada desenvolve de forma bem aprazível um certo enlace...

Nisso entram os papéis do jovem Kouta e da bela Lucy. Humano e Diclonius. A raça dominante e a raça que anseia a dominação, por meio da extinção humana na Terra. O Kouta procurava ter uma vida normal após os graves incidentes de sua infância, que envolveram seu pai e sua pequena irmã, cruelmente assassinados. A Lucy ( com a frágil personalidade da Nyu ) procurava dar um direcionamento para a sua vida, mesmo sabendo do propósito de sua existência.

Muitas provações foram vividas por ambos. A vida encarregou-se de dar, para ambos, esta difícil missão. O que se pode enfatizar é que ali existia um sentimento de amor que perpetuou por anos à fio, até o momento do reencontro entre eles. Talvez em diferentes intensidades mas, em meio ao caos emergente, ali estava o sentimento...

Agemaki e Zakuro: os opostos realmente se atraem...

Como já se fez notar neste blog, Otome Youkai Zakuro é um anime que esbanjou carisma. Se por um lado tem-se a figura de um medroso, criado sob a tutela de um pai intransigente e preconceituoso, por outro lado temos uma representante do alvo de tal preconceito que, por intermédio de sua força e de suas amigas, busca solucionar os problemas criados por membros de sua própria raça.

Com tal segmento surgem as figuras do soldado Agemaki e da youkai Zakuro. Opostos que, aos poucos, foram se atraindo naturalmente. Se era difícil para o rapaz viver sob o mesmo teto de criaturas vistas por ele como verdadeiros demônios, para a youkai era inadmissível estar no mesmo lugar que "detestáveis humanos".

O enlace entre eles, mesmo que superficial em dados momentos, não pode caracterizar a luta entre o certo e o errado. O que há, na realidade, é a imersão na perca do medo pelo desconhecido, por aquilo que a sociedade ( no anime ) julgava como sendo trivial e, sobretudo, pelo envolvimento natural e saudável que apareceu entre o Agemaki e a Zakuro.

Ayu e Yuiichi: sentimentos mútuos desde a infância...

A história proporcionada pelo anime Kanon 2006 pode levar à diversos entendimentos sobre a mesma. Não por um desvio ou por algo que tenha sido mal esclarecido, mas sim pelo envolvimento que o jovem Yuiichi acabou tendo, mesmo que em diferentes níveis, com as garotas do anime.

Em especial, deve-se citar a pequena Ayu. Ela que passou sete longos anos no hospital, em estado de coma profundo, graças à queda de uma grande árvore sofrida na tenra época infantil. Mesmo que as lembranças não viessem à tona, muito pela teimosia do Yuiichi em aceitar a realidade, é certo enfatizar que o rapaz procurou dar um jeito de conciliar a situação após ter "descoberto" a verdade.

Trata-se de um sentimento que acabou superando à diversas provas. Foram sete anos de separação. Um período no qual a garota esteve desacordada e o rapaz esteve vivendo a sua vida, sem saber ( ou ter se fechado ) para a realidade. Sim, acabou sendo uma bonita ( porém dolorosa ) história de amor vivida entre ambos.

Nagisa e Tomoya: pura emoção em Clannad After Story...

O drama pode ser fortemente doloroso, mas sempre carrega consigo um pouco daquele sentimento chamado amor. E Clannad After Story tratou de dar veracidade à afirmativa citada, com todas as qualidades possíveis. Um casal, em especial, fez questão de chamar para si tal responsabilidade.

Se o Tomoya e a Nagisa não tivessem se envolvido como acabou acontecendo, certamente o rapaz não ficaria só, pois não faltavam garotas interessadas nele ( mesmo com a sua fama nada amistosa ). Provavelmente a jovem também não teria maiores mudanças em sua vida, que continuaria pacata ao lado de seus afetuosos pais. Mas eles se envolveram, cresceram e amadureceram com tal sentimento que se fez aflorar aos poucos.

Houve uma lição à ser passada. O casal Nagisa e Tomoya fez muitos chorarem ao vê-los, mas deixou pairando no ar a máxima de que o amor não mede esforços e não escolhe momento para aparecer. O sentimento apenas vem, sem pedir licença, infiltrando-se nas vidas das pessoas. Que o digam os jovens Okazaki e Furukawa...

Nemu e Junichi: não são irmãos de sangue e vivem juntos...

O anime Da Capo teve muita história sentimental para contar. Você pode imaginar o enlace nascendo entre dois irmãos? Por mais que possa parecer não se trata de incesto, mas sim de algo que passou à envolver duas pessoas que não possuem relação de caráter consanguíneo.

Desta forma, os jovens Junichi e Nemu conheceram-se mais profundamente no decorrer do anime. Mesmo que o rapaz jamais demonstra-se ter tal afeto por sua irmã, a jovem sentia ciúmes abertos e espontâneos pelo rapaz. Havia uma junção do zelo natural entre familiares com um querer bem bastante normal entre os amantes.

As provações que aguardavam pelos dois, especialmente após o envolvimento ser consumado, seriam tristes e profundas. Mas eles estavam dispostos à isto, o Junichi e a Nemu.

Naruto e Hinata: o sonho de alguns, menos do próprio Naruto...

É um erro imaginar que apenas os animes puramente mais sentimentais tendem à trazer, enfaticamente, personagens que possam vir à ter ( ou que possuem ) algum sentimento mais profundo os envolvendo. Entre tantas escolhas possíveis, se fará aqui citar uma em especial vinda diretamente do universo do anime Naruto.

Não se trata, obviamente, do casal que poderia vir à se entrelaçar vividamente no anime. Mas é uma ideia que não soa como absurda, pois realmente envolve sentimentos puros, mesmo que apenas por uma das partes. Isto porque se o Naruto realmente notasse ( ao menos na fase clássica do anime ) os sentimentos que a Hinata tinha por ele, provavelmente o rapaz poderia se sentir feliz em saber que tinha alguém gostando dele ( ao invés de ficar correndo atrás da Sakura, que só tinha olhos para o Sasuke ).

Mesmo conhecendo os defeitos de seu amado e enaltecendo os seus pontos positivos, a Hinata nunca deixou de sonhar com o Naruto. E ele, sem notar, sempre tratando a garota como uma amiga. Este blogueiro confessa que gostaria de ver os dois juntos, por mais que isso possa nunca se realizar.

Objetivamente

Yuiichi e Makoto: formam um belo casal...

O Dia dos Namorados pode não ter, no Brasil, os costumes tradicionais existentes na versão japonesa do mesmo. Mas, sem a menor sombra de dúvida, é uma data que pode garantir aquela lembrança especial para muitos casais.

Por si, o Valentine's Day chama a atenção por todos os rituais que acabam envolvendo a data. Isso não é um exagero, mas sim uma constatação ( partindo do que foi mostrado neste texto ).

Você gostaria de comemorar o Dia dos Namorados no Brasil da mesma forma que é feito no Japão? Quais casais de animes ou de mangás que você acha que representariam bem o espírito do Valentine's Day?

O que achas?

[ made in NETOIN! ]

O autor do NETOIN! é...
Carlírio NetoCarlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 1Blogger
  • Disqus

1 Comentário

  1. Oi Carlírio, acebei de ler seu texto, ficou muito bom!
    Foi um ótima ideia falar desses casais, você capitou realmente a essência de cada um. Embora eu ainda não tivesse ouvido falar da Yuna do Mamoru, pelo jeito o anime deles deve ser bem humorado, fiquei com vontade de ver.

    Quanto aos casais que representariam bem o espírito do Valentine's Day, eu ainda citaria a Sawako e o Kazehaya de Kimi ni Todoke(que foram ilustração na minha postagem) a Taiga e o Ryuuji (Toradora!), bom para citar tem vários neah!

    Obrigada por pelo Twitter e por mais esse texto que, como sempre, eu sei que você fez com o maior carinho para os leitores do Netoin! Até! ;)

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons