Bruxas, poder e sentimento: isto é Puella Magi Madoka Magica ~ Netoin!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Bruxas, poder e sentimento: isto é Puella Magi Madoka Magica

Puella Magi Madoka Magica.

Saudações, amigo visitante. A área de reviews do blog NETOIN! está chegando próxima de uma marca muito histórica e representativa. Para tanto, basta saber que o presente texto será o nonagésimo nono desta seção o que, por si, já significa algo que mereça comemoração.

Quando da proximidade de um momento muito especial para este humilde blog, a escolha das obras a serem trabalhadas tornam-se ainda mais difíceis. Existe a necessidade de falar sobre animes que marcaram todo o fandom, com o jeito clássico e conhecido de longa data por parte deste blogueiro. E o título da vez é sucinto o bastante para tanto.

Um anime, que marcou a muitos no início de 2011, será o objeto de análise na review que se seguirá. Uma obra que na época foi aclamada (por quase todos os fãs de animação japonesa) como a melhor da área no ano que se passou. Um título que carrega consigo o termo “desconstrução de gênero” e que, ainda hoje, é válido como tema de discussões e análises pelo mundo afora.

Nobre visitante, à partir deste momento você é convidado a acompanhar a mais nova review de anime do NETOIN!, que será sobre o anime Puella Magi Madoka Magica. Tenhas uma boa leitura.

Um mahou shoujo “diferente”

Sakura Kyoko.

Puella Magi Madoka Magica (ou Mahou Shoujo Madoka Magica) é um anime que possui no gênero mahou shoujo o seu pilar de sustentação central, bem estabelecido e presente. Em si, a obra conta com todos os elementos do citado gênero além de agregar características de outros, entre os quais podem se destacar o drama (bem presente), o psicológico (com diálogos e situações angustiantes) e o shoujo-ai, sendo este último explorado de forma peculiar (jogado no ar, presente nas entrelinhas da história).

Quando se faz falar de uma obra de tal gênero, a primeira idéia que vem à mente fica centrada na questão dos superpoderes, das roupas bonitinhas e daquele famoso anseio em salvar o mundo do mal e ações similares. De certa forma, Madoka Magica não foge totalmente de tal conceito, abrangendo uma série de casualidades e circunstâncias que fazem jus à concepção do mesmo.

Entretanto, o grupo formado por Kaname Madoka (e grande elenco) não limita as suas ações ao conceito citado no parágrafo acima, pois acaba expandindo-o para novos horizontes. Desde a forma como se apresenta o mundo onde estão inseridas as garotas mágicas, passando pelos diálogos que conseguem ser bem tensos e densos em ocasiões de grande periculosidade, até culminar com um enredo no qual a beleza fica restrita ao desenho das personagens e suas vestimentas de batalha, Puella Magi Madoka Magica consegue desenvolver um foco diferenciado para o gênero mahou shoujo e, assim, canalizar o que seria uma verdadeira aposta de risco totalmente ao seu favor.

Redefinindo os inimigos...

Toda a ambientação do anime consegue ser abstrato e dinâmico ao mesmo tempo. As lutas conseguem chamar a atenção, pois nem sempre tudo acaba correndo bem e fatalmente algum inconveniente ocorre sem prévio aviso. Os inimigos são tão abstratos e únicos quanto os cenários desta obra, onde as suas formas e suas peculariedades conseguem deixar em xeque as próprias ações das mahou shoujos.

Não distante de tudo isso, o anime brinda a todos com um elo de ligação extremamente inteligente e bem feito entre as garotas e o destino que as aguarda com certa brevidade. Na verdade, este título usa de uma mascote com pensamentos e forma de ação extremamente desumana (embora sucintos e com propriedade na racionalização) que, entre outras coisas, pode gerar o amor ou o ódio profundo pelo mesmo, da parte de quem assistir ao anime.

Somando todas estas características, Puella Magi Madoka Magica dedica-se não apenas à ser um anime sobre mahou shoujos, mas sim à ser uma obra que explora o íntimo de suas personagens, elevando as suas ações à riscos que acabam indo um tanto além da obviedade compreendida pela salvação do mundo e afins. Para tanto, um elenco de grande valor se faz necessário e, felizmente, este anime consegue assegurar um grande papel neste quesito.

Um belo e "sombrio" elenco...

Kaname Madoka.

Para assegurar a qualidade no roteiro e prosseguimento de um anime, se faz necessário apresentar um elenco que faça jus ao mesmo. Neste caso, Puella Magi Madoka Magica brinda os seus telespectadores com um grupo de personagens que pode tanto cativar como gerar o ódio. Dependerá unicamente do momento e das ações em jogo.

Em seu início, o anime apresenta uma das protagonistas que é o estereótipo da garotinha comum e de vida pacata. Esta é a Kaname Madoka, possuidora de grande delicadeza em suas ações e sutileza em suas falas, admiradora de uma boa amizade e comportada ao extremo no seu cotidiano. Sua melhor amiga consegue assim ser, embora com diferenças realmente chamativas...

Esta é a Miki Sayaka. Diferentemente da protagonista, Sayaka é mais explosiva em suas ações e não consegue conter, por muito tempo, aquilo que pensa. Age por impulso, mas nem por isso é menos humana em seus sentimentos e ações do que qualquer outra pessoa venha a ser. Tanto Sayaka quanto Madoka possuem uma fonte de inspiração nos quesitos ação e honra em batalha...

Akemi Homura.

Tais elogios acabam recaindo para a Tomoe Mami. Uma jovem que vive sozinha na grande cidade, mas que possui um comportamento (e modo de ser) extremamente refinado. Em batalha ela se torna uma das mahou shoujos mais poderosas. Entretanto ela possui um ponto fraco de grande temor, estando este atribuído ao excesso de confiança nela própria. Tal característica parece não ser compartilhada por alguém...

E tal pessoa atende por Akemi Homura. Uma jovem de olhar sombrio e frio, sempre parecendo observar “o nada” e dando a falsa impressão de estar completamente desligada do mundo que a rodeia. Seu comportamento fere o ego da Sayaka e as concepções da Mami, mas chama a atenção da Madoka de forma impactante. Aparentemente ainda há mais uma pessoa que não consegue aceitar o modo de ser exposto pela Homura...

Sakura Kyoko é o nome da guerreira que, além de não compartilhar com o modo de ser da Homura, também acaba não se entendendo amigavelmente com o modo explosivo da Sayaka. A jovem Kyoko possui grandes habilidades de batalha e um comportamento pessoal bem intrigante que chama a atenção, entre outras coisas, pelo fato de sempre estar comendo algo.

Kyuubei, o Incubator...

Além do quinteto de garotas extremamente representativas e únicas no escopo do anime, o tal mascote mencionado parágrafos acima consegue rivalizar na atenção justamente pelo seu comportamento incrédulo e repleto apenas pelo chamado inevitável. Kyuubei é o nome do ser extraterrestre que recruta garotas para se tornarem mahou shoujos, na constante caça às bruxas (que são as inimigas a serem vencidas no anime). Todo em troca de um desejo que a elas pode ser concedido. Mas este ser tão único esconde muitos segredos...

Com este grupo, Puella Magi Madoka Magica deixa à vista de todos uma história na qual o dito belo e o dito feio podem estar trabalhando da forma mais paralela possível chegando, às vezes, ao encontro arrebatador e de proporções pessoais enormes e até viris, dentro daquilo que o anime se propõe a mostrar e colocar em xeque durante o seu prosseguimento.

Mas a grande questão, neste momento, é saber no que o anime se baseia para mostrar tantas vertentes diferenciadas em seu elenco. De igual forma, estar à par das motivações de cada personagem é algo que em muito auxilia no fator replay value da obra. E estes serão os pontos a serem tratados à seguir.

Certo e errado. Luz e escuridão...

O poder da Akemi Homura permite uma "leve pertubação" no eixo temporal...

Já se fez salientar, na presente review, que Puella Magi Madoka Magica procura ser um tipo diferente de mahou shoujo, baseando-se nas definições já conhecidas deste gênero e aplicando, ao mesmo, novas vertentes e características que em muito auxiliam em sua compreensão e entendimento.

O elenco apresentado mostrou ser possuidor de feições e modos de ser bem presentes e chamativos, coincidindo na totalidade com a ambientação da obra e seu enredo. Mas o título não aparenta querer pregar a chamada luta eterna do bem contra o mal, nem tão pouco dar lições de moral sobre o que é certo e errado...

Este anime tenta, unicamente, canalizar os objetivos de cada personagem e lançá-los contra a parede (da forma mais literal possível). No caso, o enredo é que determina todo o prosseguimento desta verdadeira cadeia e a chamada “aposta de risco” se faz aqui existir. O anseio de cada garota, alinhados aos objetivos do Kyuubei e da existência das bruxas, colocam em xeque tudo aquilo que se pode pensar sobre evolução de enredo e consistência do mesmo.

A Tomoe Mami canaliza em si uma grande responsabilidade com todo o anime...

Por um lado tem-se uma Madoka que é tão pura de mente quanto as suas ações deixam assim defini-la. Por ela, os amigos vêm em primeiro lugar e por eles tudo é possível. Para o ardiloso Kyuubei, são os ingredientes triviais para que ela se torne uma garota mágica de grande poder. Neste cenário aparece a Homura, que de concreto quer apenas proteger a Madoka e evitar que ela se torne mais uma guerreira na luta contra as bruxas.

Todo o fator enigmático carregado pela Homura aplica-se igualitariamente ao Kyuubei. Enquanto a garota aparenta saber muito sobre tais circunstâncias, o extraterrestre da raça Incubator gosta de inflamar o seu ego ao exclamar que a humanidade só evoluiu graças à existência de seres iguais ao próprio. A Homura odeia o Kyuubei com todas as forças, algo visível já nos primeiros instantes do anime e que fica, cada vez mais, exposto em seu prosseguimento.

Neste cenário tão hostil quanto se faz parecer, a Mami aparece como a personagem que se encarrega de ser o fator “divisor de águas” do anime. Com toda a sua classe e educação, esta personagem conseguiu provar que apenas um momento, uma única ação e aquele detalhe em especial podem sim mudar todo o curso de uma história. Puella Magi Madoka Magica havia iniciado como um mahou shoujo comum e totalmente preso nos conceitos básicos do gênero, mas a Mami fez questão de mudar a rota original da obra como um todo.

A Miki Sayaka se deixa levar demais por suas emoções...

Por sua vez, a Sayaka é uma personagem que pode ser facilmente confundida com alguém que você conheça, tanto no modo de ser como em suas ações movidas à explosão emocional. A fúria interna pela falta de coragem em seguir adiante em sua causa amorosa, os conflitos comportamentais e alguns erros de compreensão do mundo e dela mesma podem acabar levando-a para um destino nada amigável.

A Kyoko come muito, luta bem e se faz reger unicamente por lembranças de seu passado. Se sente presa à chamada falta de credibilidade com as pessoas, ou melhor, pela pouca confiança nas mesmas e nisto estabelece seu padrão de vida. Sua história não é amigável e nela pode estar a chave para a salvação de alguém ou, tão pura e simplesmente, a consolidação da ruína pessoal.

Quanto às bruxas, o mistério tende a ficar pairando no ar. A aparição delas pode tão facilmente confundida com a razão pela qual a Homura se faz presente na história (dado para tanto o seu poder) como também pelos motivos do Kyuubei e de sua raça se auto proclamarem como os responsáveis pela evolução das espécies dominantes não apenas na Terra, como também em vários planetas do universo. O mesmo valendo para a temerosa bruxa Walpurgis Nacht, o verdadeiro centro das atenções no enredo do anime. Certamente, as Grief Seeds (concentração de poder liberada por uma bruxa quando derrotada e igualmente presente nas mahou shoujos) muito tem à ver com tal descrição do enredo.

Objetivamente

Todas reunidas...

Puella Magi Madoka Magica se fez exibir na primeira temporada de 2011, entre janeiro e abril do citado ano. Sua animação ficou a cargo do estúdio Shaft e contou, ao todo, com doze episódios. Com um início extremamente modesto, um prosseguimento oscilando entre a luz e a escuridão e um final que até hoje divide opiniões, este anime certamente foi digno o bastante para poder ser aclamado, por tantas pessoas ao redor do mundo, como a melhor animação japonesa de 2011.

Quando se fala da parte técnica do anime, é mais do que correto afirmar que a mesma não vem a ser do apreço de todos. Entretanto, os cenários psicodélicos e abstratos casam perfeitamente com o enredo sombrio da obra, valendo-lhe importantes pontos de apreciação. O mesmo pode ser dito ao desenho das bruxas, tão únicas em todo o anime quanto as situações nas quais as mesmas tendem a aparecer.

Acusticamente, Puella Magi Madoka Magica é uma verdadeira obra de arte. Suas músicas e efeitos sonoros são dignos o bastante de forte menção, podendo ser apreciados por horas à fio sem haver um mínimo desinteresse ou vontade de parar de fazê-lo. Destacam-se os acordes instrumentais e os temas de abertura e de encerramento do anime, magistrais ao extremo.

Em todo seu escopo, este anime tanto foi caracterizado como a verdadeira desconstrução do gênero mahou shoujo como também a definição da enganação e do marketing exagerado por parte do fandom. Para este humilde blogueiro, a obra em questão tem muito mais méritos para se citar do que características para se depreciar, fazendo com que o mesmo figurasse com certa tranqüilidade entre os melhores do ano de 2011.

Por tudo que foi aqui mostrado, Puella Magi Madoka Magica é um anime altamente recomendado e que merece ser visto por você. Aprecie-o e aprenda que, nem sempre, ser uma mahou shoujo ou alguém com superpoderes pode significar a solução de todos os malefícios da humanidade.

Amigo visitante, até a próxima.

[ made in NETOIN! ]

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acesse o site oficial de Puella Magi Madoka Magica ao clicar aqui.


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 1Blogger
  • Disqus

1 Comentário

  1. Interessante! Gostei de várias abordagens que o anime mostrou, como o relativismo moral, o existencialismo e o conceito de bem e mal. O que é bem? O que é mal? rsrs. Além disso, mostra-se que tudo que parece ser mal, foi fundamental para a evolução da humanidade. Esse anime foi incrível por mostrar o lado negro de ser uma garota mágica ou até mesmo um super-herói, em que até o determinado momento, não vi em outros animes que já assisti. O interessante também foi como o produto (série madoka magica) foi vendido: parecia-se mais um filme abobado e idiota, como a maioria dos animes atuais são, porém quando se começa à aprofundar na trama, vê-se que nada do que foi mostrado no começo corresponde à dura e macabra realidade de um sistema que precisa se manter em equilíbrio constante, mesmo que custe um preço alto à se pagar. Para mim, não existem heróis ou vilões e sim pessoas que se submetem à regência do universo, com o objetivo de manter a energia que faz com que as leis universais funcionam. No fim das contas, valeu a pena assistir ao anime. Confesso que não chorei nas cenas dramáticas, até porque já estou acostumado de certa forma com cenas assim, quando assisti à outros animes também ou até mais complexos que Madoka, porém ainda assim fiquei com o coração rachado quando vi o sofrimento das garotas, especialmente da Homura e Madoka, de ter que ver a morte, o desespero e a esperança de ver um mundo melhor ou até mesmo a união entre elas novamente. Anime muito bom de se assistir e para quem gosta deste estilo, eu recomendo!

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons