Mais mahjong e shoujo-ai: Saki Achiga-hen - Episode of Side A ~ Netoin!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Mais mahjong e shoujo-ai: Saki Achiga-hen - Episode of Side A

Saki Achiga-hen - Episode of Side A.

Quando um certo anime sobre mahjong, com fortes elementos de um bom shoujo-ai, se fez encerrar em setembro de 2009, a única questão que vinha à mente dos fãs do anime era quando se daria a continuação do mesmo. Tudo graças ao último episódio de Saki, que fez questão de instigar a curiosidade de todos na época.

Passaram-se três anos do mais puro aguardo. E quando todos esperavam a sequência direta da série predecessora, apareceu um side story. Um anime que trouxe consigo muitas dúvidas e questões para serem respondidas mas que, com o seu decorrer, mostrou qualidade e exímia competência ao manter o legado de Saki, até certo ponto, intacto.

Em abril de 2012 estreou na televisão japonesa o anime Saki Achiga-hen - Episode of Side A, que será o tema central da nonagésima oitava review de anime da história do NETOIN!. Desta forma sinta-se convidado a ler o post à seguir, amigo visitante.

Achiga-hen? Episode A?

Haramura Nodoka, quando criança.

Este Saki não pode ser considerado uma sequência direta da obra anterior de 2009. Ao menos, não em sua totalidade. Existem fatores bem determinantes para a constatação de tal fato. O primeiro recai no nome do anime, inevitavelmente. No caso, Achiga-hen.

Academia para Garotas Achiga ou, se preferir, Achiga Girl's Academy. O nome da escola onde um novo grupo de personagens passa à tomar a frente na história, ocupando os lugares de prestígio antes pertencentes à Saki, Nodoka e companhia. Uma instituição que há longos dez anos não participava de um campeonato escolar nacional de mahjong e que, agora, poderá ter tal oportunidade em disputá-lo.

O segundo fator está na sequência do nome deste anime: Episode A. Você tanto poderá defini-lo como um spin-off por começar com eventos bem anteriores ao da série original, como um side story em razão de mostrar o campeonato nacional de mahjong sob a ótica de outro grupo de personagens, tal como poderás notar no prosseguimento deste texto.

Um carismático grupo de personagens

O trio de amigas: Kuro, Shizuno e Ako.

A proposta do anime está em mostrar os campeonatos que se fazem seguir sob uma ótica diferenciada. Não se trata, exatamente, de ocupar os lugares de celebridades como a Miyanaga Saki ou a Haramura Nodoka. Entretanto, um novo campo de visão exige um elenco igualmente novato sendo que, neste caso, Saki Achiga-hen presenteou os fãs da série com um ótimo elenco.

Takakamo Shizuno pode ser considerada a líder do grupo. Na infância era amiga da Nodoka, que acabou se mudando da região. Com o tempo, a Academia Achiga não teve mais um clube de mahjong ativo. Mas bastou ver a Nodoka na televisão para que a Shizuno encampasse uma ideia que, até então, era vista com muita descrença: reativar o clube de mahjong e conseguir a vaga de sua região no campeonato nacional para, assim, poder rever e jogar contra a Nodoka.

Sua amiga Atarashi Ako aceitou o convite para reativar o clube de mahjong com alguma cautela. Diferentemente da Shizuno (que tem um comportamento motivado pela explosão do momento) a Ako é mais séria e centrada. Quando está praticando mahjong se torna alguém que merece temor.

Atarashi Ako, durante uma partida de mahjong: seriedade total.

Duas irmãs mostram que o anime realmente tem muito à oferecer em sua estética primária. São elas a Matsumi Kuro e a Matsumi Yuu. Pelos lados da Kuro reina uma confiança muito alta em seu peculiar estilo de prática do mahjong, baseado unicamente na segurança de pedras chamadas dora. Por sua vez, a Yuu prefere não reter tanto assim os doras. Mas ela é mais conhecida por sempre estar usando um cachecol e viver, aparentemente, com um certo receio do mundo à sua volta.

Uma pequena garota que trabalha no negócio de boliche de sua família é a última integrante do time de mahjong da Academia Achiga. Seu nome é Sagimori Arata e segurança é o seu modo de jogo em excelência. Ela tem um agrande inspiração na prática deste jogo que é, justamente, a treinadora da equipe. Akado Harue é o seu nome e fazer com que Achiga repita o feito de anos atrás é a sua grande missão.

Contando ainda com os momentos nos quais as personagens tão conhecidas da série predecessora aparecem, o que se tem é um grupo bem diversificado e interessante no elenco total de Saki Achiga-hen.A maior questão, portanto, passa à ser se as já apresentadas novatas conseguiram exercer um bom papel nesta obra animada ou não.

Ao fronte de batalha...

Shizuno "encontra" Saki: ela é a pessoa que tem de ser derrotada...

Saki Achiga-hen dedica seus primeiros dois episódios à apresentação das personagens. Tal fato não deveria representar uma surpresa. Entretanto, aqui se faz ressaltar um ponto negativo neste título. Basicamente, tudo é muito corrido nesta obra animada. Ao se ver em quanto tempo ocorrem os eventos das eliminatórias regionais para o campeonato nacional, a impressão mais direta possível que se tem é a de que que este anime deveria realmente ter mais episódios.

Você poderá interpretar a ideia à seguir como um tipo de contradição deste blogueiro mas, mesmo com um ponto tão impactante como a pressa nos eventos, Saki Achiga-hen ganha muitos pontos no envolvimento de seu elenco. O quinteto de meninas demonstra possuir uma força de grupo muito grande, o que se torna claro e evidente em vários pontos do anime.

Ao chegar nos duelos principais, o anime mantém a já citada pressa. Na obra de 2009, cada partida durava episódios à fio. Cada detalhe dos duelos eram mostrados com grande eficácia, muito disto graças à quantidade de episódios reservada para o título. Em Saki Achiga-hen os citados detalhes ficaram bem mais restritos. Felizmente, a experiência visual presente e seu envolvimento com o enredo do anime não foram abalados.

 
 A famosa demonstração de poder, também presente em Saki Achiga-hen.

Originalmente, Saki chamava muito a atenção para o seu escopo visual. Cada partida de mahjong era um claro convite à presenciar efeitos especiais, jogos de luzes e consequentes batalhas paralelas cuja menção se fazia às práticas online deste jogo. O anime em questão também mostra tais efeitos. De modo geral são bem interessantes, muito embora estejam situados um tanto com uma perspectiva um tanto abaixo do que pôde ver na série predecessora. Quanto às jogadas especiais de cada personagem, pode-se dizer que aqui a vantagem da série predecessora é enorme neste aspecto...

Muitos flashbacks marcam forte presença em Saki Achiga-hen. Você pode até estar se perguntando sobre a viabilidade ou influência dos mesmos na compreensão da história desta obra, mas quanto à isto podes ficar bem tranquilo. O uso de imagens do passado ajudam muito no entendimento das razões comportamentais de cada personagem deste anime, se tornando algo não apenas útil como também um grande atrativo para o anime.

E as clássicas personagens fazem um retorno muito saudável. As derrotadas pelo clube de mahjong da Escola Kiyosumi surgem em um momento muito interessante deste anime. A questão da aprendizagem une-se fortemente à vontade não apenas de vencer , como principalmente de poder enfrentar a Nodoka mais para frente. Shizuno e companhia possuem grandes desafios pela frente. Saber se as meninas da Academia Achiga atingirão ou não os seus objetivos é a força motriz deste anime.

Fator ecchi? E o shoujo-ai?

 
 Fukuji Mihoko: ela e seu incrível poder em destaque...

A obra animada de três anos atrás brindou os adoradores de ecchi com muito material do mesmo. Este é um fato muito conhecido e que não pode ser descartado. Quando Saki Achiga-hen foi anunciado, a primeira ideia que veio na mente deste blogueiro foi sobre o que este anime viria à oferecer neste aspecto. Aliás, muitas dúvidas em toda a grande rede se fizeram lançar em tal segmento.

A realidade se mostrou muito mais leve do que se podia prever. O anime em questão mostra material ecchi, mas em uma escala muito menor que a da série predecessora. Além disto, o mesmo se faz apresentar com uma potência menor que a vista três anos atrás. Para este blogueiro, segundo as circunstâncias já aqui apresentadas sobre este anime, o fator ecchi se fazer presente com potencialidade menor é um ponto positivo.

Uma outra característica bem presente na obra exibida em 2009 está atrelada ao conhecido gênero shoujo-ai. Antes de mais nada, vale muito ressaltar que a diferença maior entre o citado gênero e o yuri (propriamente dito) está na plena ausência da ação carnal, ficando mais focado nos sentimentos entre as personagens e no modo como elas agem perante tais sensações (palavras gentis, gestos e muito mais).

Matsumi Yuu, mostrando o seu estilo de jogo.

Em Saki Achiga-hen, o dito sentimento entre as garotas não aparece com a mesma potencialidade que na série predecessora. Avaliando unicamente por este lado, a probabilidade dos fãs de shoujo-ai se decepcionarem com a obra em questão é alta. Mas isto não significa que não exista o chamado carinho entre elas no anime.

No contexto geral deste título, há muitos pontos que acabam se equivalendo de forma harmoniosa. Mesmo as características mais negativas que se fazem aparecer, principalmente quando se tornam inevitáveis as comparações com a obra original, não prejudicam este anime em demasiado.

Por fim, vale sempre ressaltar que o alicerce de Saki Achiga-hen está no mahjong, existindo uma íntima ligação com os sentimentos das garotas e com o desenvolvimento delas até chegar ao campeonato nacional e ele disputar.

Objetivamente

Este quinteto vai querer lhe conquistar.

Animada pelo Estúdio Gokumi e contando com um total de doze episódios, Saki Achiga-hen mostrou ser um anime muito bom de se acompanhar. Entretanto, dadas aqui algumas circunstâncias, o famoso fator de replay dele ficou comprometido.

Visualmente o anime não decepciona. Percebe-se uma pequena queda de qualidade com relação à série predecessora mas, ainda assim, o que se pode ver é uma obra visual muito honesta e sincera na sua proposta. A parte acústica se sobressai com maestria. Além de ter mantido todos os efeitos sonoros presentes em Saki original, houve também a inclusão de novos efeitos. Além disto, os temas de abertura e de encerramento continuam sendo tão bons como os da série predecessora.

Para este blogueiro, o título teve muitos méritos e acompanhá-lo foi muito proveitoso. Desta forma, e por tudo que foi aqui descrito, Saki Achiga-hen - Episode of Side A é um anime que merece ser recomendado. Se tiver a oportunidade, assista-o e descubra como as meninas da Academia Achiga se saíram ao final de tudo.

Sintonize-se com o blog, via: Facebook / Twitter / E-mail. É o NETOIN! com você!

[ made in NETOIN! ]

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Visite o site oficial do anime Saki Achiga-hen Episode of Side A ao clicar aqui.


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 7Blogger
  • Disqus

7 Comentários

  1. Adorei Achiga, mas não tanto quanto Saki original. Lembrando que há ainda mais 3 episodios para mostrar o resto da partida das semi finais. Recomendadíssimo verem este anime ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      Méritos de Achiga-hen para as boas partidas apresentadas, pela inclusão certeira das personagens mais antigas e por um quinteto de protagonistas tão carismático.

      O maior ponto contra, como ressaltei na review, está na pressa com que tudo ocóre no anime...


      Até mais!

      Excluir
  2. Olá!!

    Não assisti Saki mais conheço, te tanto meu irmão falar nele!1 Segundo ele, dá para aprender a jogar mahjong assistindo ao anime!! Infelizmente eu não tive oportunidade de assisti-lo!!

    Parece que esse "spin off" é algo que vale a pena, mesmo com todos os baixos citados no seu texto.

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Jovem Naty, se tu assistir Achiga-hen sem ter visto a série original, certamente os pontos negativos que aqui citei não lhe serão válidos. O anime lhe soará bem melhor...

      Mas, mesmo com tais citações de minha parte, Saki Achiga-hen é ainda muito bom!^^


      Até mais!

      Excluir
    2. Naty, Se quiser aprender, aqui mesmo no blog do Netoin ele recomendou o blog Riichi pra aprender e jogar mahjong. Eu faço parte com uma turma, e jogamos todas as semanas pela internet, se seu irmão estive interessado, estamos esperando jogadores novos.

      Excluir
  3. Bom ver uma análise de Saki Achiga-hen.

    Concordo em partes, em outras não.

    Comparado a animação de 2009, a de 2012 está muito melhor, até por ser mais consistente. Bote a culpa no Gonzo, que na época estava falindo e com isso, havia episódios muito bem animados e outros que pareciam rascusnhos. Não faz lá aquela diferença, mas é um detalhe que vale observar.

    O fator ecchi e shoujo-ai exagerado também era consequência disso, necessidadde de agradar uma parcela do público de todas as formas, para ganhar grana. Lembrando que no mangá do Saki original, esse teor é muito menor.

    Já o Achiga foi produzido para ser o mais fiel possível ao mangá e eles conseguiram muito bem. Não tem nada no anime, que não tenha no mangá e isso inclui as partidas rápidas demais, o menor teor de fanservice e etc. Por outro lado, eu sinto também que poderiam desenvolver melhor as partidas, nesse ponto o Gonzo foi mais ousado e colocaram coisas que não tinha no original, já o Gokumi optou por ser mais conservador e seguir as coisas a risca.

    Sobre as partidas, vale lembrar que o foco era chegar até as semifinais, por ser aquilo que representava o trauma da Akado, então até por isso a regional nunca foi o foco e foi rapidamente deixada para trás. A partir das nacionais aos poucos as partidas vão ganhando em detalhes, aliás, em termos de mahjong mesmo, elas são mais detalhadas do que o do original, vide o Chitoitsu da Shizu, que envolve mais mahjong de fato, do que o Rinshan da Saki na Koromo, embora o último seja mais bonito de se ver.

    Em relação as personagens, eu gosto do fanservice em menor escala. É mais agradável de assistir e mesmo de passar para outras pessoas. Não que não goste de um Yuri básica (lembrar que nem sempre o termo inclui pornografia), mas em Saki nunca vi isso como um elemento bem explorado, até por isso prefiro ver a Achiga como um grupo de amigas mesmo, como de fato elas parecem. O único Yuri mais forte é em relação a Ryuuka e a Toki, mas não chega a aprofundar muito não.

    Sobre o comentário acima, eu não diria que dá para aprender mahjong só de ver Saki, mas certamente ele pode ser um bom incentivo. No mais, já deu para perceber que prefiro o Achiga ao original, até porque tem a Ako. E arrisco a dizer que a Ako é melhor até mesmo que a Ohana, e me conhecendo, você sabe o que isso quer dizer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      É nobre Nisishima, tem partes em seu comentário que eu não concordo. Nada mais natural...^^

      Quanto a animação, discordarei sempre. Para mim, Saki original é bem melhor animado do que Achiga-hen. No que tange ao elemento/fator shoujo-ai, queria vê-lo sim mais presente neste spin-off. Não precisaria ser ao nível de Saki em 2009, mas poderia ser bem mais explorado do que se mostrou ser até aqui.

      E o shoujo-ai (não o yuri propriamente dito) vi ser bem executado na animação de 2009. Quanto ao fanservice, este é um ponto em que concordo contigo integralmente, Nisishima. Vê-lo em menor escala no grupo de Achiga-hen me soou bem saudável e justo.^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons