Admirável nostalgia com Sailor Moon! ~ Netoin!

domingo, 1 de abril de 2012

Admirável nostalgia com Sailor Moon!

Sailor Moon.

É inegável o apreço que este humilde blogueiro tem por animes onde as garotas tomam a linha de frente nas batalhas, sem abandonar todo aquele ar sentimental e característico do universo feminino. Ser intolerante é um grande erro, pois animes do gênero mahou shoujo possuem várias características positivas, além das que já se fizeram citar.

Na listagem, muitos animes podem vir à frente com irrefutável tranquilidade. Entretanto, o anime do qual será tratado neste momento é simples e direto no quesito, sendo um verdadeiro salto de retorno não apenas ao início dos anos noventa no Japão, como também à segunda metade do referido período no Brasil.

Um anime que encantou à muitos, deixando a sua marca entre os fãs da época. De igual forma, este título ainda tem seus fãs atuais, agarrados aconchegadamente por too aquele carisma deixado pelo grupo de personagens que se fez aparecer em tal obra.

Amigo visitante, esteja convidado à acompanhar a leitura deste texto, que será cheio de nostalgia e de carisma. Trata-se da octogésima sétima review de anime do NETOIN!, sendo Sailor Moon o título da vez. Tenhas uma boa leitura!

A adorável protagonista...

Tsukino Usagi, na normalidade de sua vida...

Uma garota que leva a sua vida normal, cuja única grande complicação ( na visão dela, ressalta-se ) está nos estudos. Ela vive sonhando acordada, no anseio de um dia ter um belo namorado ao seu lado. Mora com os seus pais e um irmão mais novo, que não deixa passar uma oportunidade de tirar um sarro da cara dela quando tem a chance.

O nome desta garota é Tsukino Usagi ( Serena no Brasil ). Ela sempre viveu desta forma. Mas quem disser que ela não era feliz estará enganado. É bem verdade que os costumeiros atrasos na escola lhe rendiam muitos castigos mas, provavelmente, este era o maior e único problema que a jovem Usagi tinha.

Mas a vida desta garota mudou, de forma drástica. Em um belo dia, na iminência de mais um atraso para a escola, ela encontra um grupo de garotos hostilizando um animal na rua. Com a intervenção no caso, Usagi acaba descobrindo que este animal era uma gata, que estava com um curativo em sua testa. E a retirada do mesmo mostrou que ali havia um sinal da lua.

Usagi na escola, em uma cena bem de seu cotidiano...

O susto inicial foi contido mais tarde, mas a rotina da Usagi continuou a mesma. Uma baixa nota em uma prova lhe rendeu muitos problemas com a sua mãe que, como castigo, deixou a sua filha para fora de casa por algum tempo.

Melhor amiga de Usagi, a Osaka Naru ( Molly no Brasil ) mora com a sua mãe e desconfiou brevemente do comportamento da mesma, graças a um problema ocorrido em sua loja. Neste instante, a gata entra na casa de Usagi e a encontra dormindo. E quando esta gata se revela, inclusive conversando com a protagonista da série, o anime ganha a sua conotação. O nome da gata é Luna e, segundo ela, a Usagi é uma guerreira escolhida para encontrar uma princesa desaparecida: ela agora é a Sailor Moon.

Usagi e Rei são grandes amigas, não é mesmo!?

Do citado ponto em diante, a Usagi passa à combater o mal que infesta a cidade de Tóquio. Com o tempo, novas guerreiras vão surgindo, cada uma com a sua própria característica pessoal e pontos fortes no momento da batalha. Além disso, um estranho rapaz passa à aparecer para ajudar a Sailor Moon nas batalhas, sendo ele chamado de Tuxedo Mask.

Mizuno Ami é a Sailor Mercúrio, dedicada nos estudos e fonte das estratégias na hora do combate. Hino Rei é a Sailor Marte, espirituosamente ativa e a mais séria possível nas batalhas. Kino Makoto é a Sailor Júpter, detentora de grande força e sinceridade em suas palavras. Aino Minako é a Sailor Vênus, uma garota de grande beleza e astúcia. E o gato Artemis surge ao lado de Minako, possuindo as mesmas responsabilidades que as da gata Luna.

Mas a história possui o seu ponto de partida. E este ponto se dá séculos atrás, em um lugar ligeiramente distante do planeta Terra...

O passado no Reino Lunar...

Os quatro grandes generais:
Jadyte, Nephrite, Kuizite e Zoisite.

Em um passado distante, a Lua era habitada. O povo que ali vivia gozava de uma grandiosa paz. Era um reino, chamado de Milênio de Prata. Não se ouvia falar em guerras ou maiores problemas, diferentemente do que ocorria no planeta Terra, que se fazia aparecer em seu resplendor no céu lunar. Ainda assim, alguém sempre se fazia encantar com o aspecto da Terra no céu...

Esta era a Princesa do Reino Lunar. O seu grande amor, o Príncipe Endymion, era proveniente da Terra. Entre os dois havia um imenso e respeitoso sentimento amoroso. Contudo, ninguém poderia imaginar que o enlace entre os dois acabaria de forma tão trágica.

Em certa oportunidade, Endymion foi até o Reino Lunar informar que o mesmo estava para ser atacado brevemente, por uma força maligna e sombria vinda diretamente da Terra. Uma força liderada por uma mulher repleta de sentimentos hostis e negativos, chamada Beryl.

Um triste momento: o adeus...

Beryl estava acompanhada de seus quatro grandes generais e de um grande exército, dispostos a aniquilar o Milênio de Prata e, com isso, conseguir o sagrado Cristal de Prata, que poderia conferir a rainha do mal poderes ainda maiores para a realização de suas ambições.

O Reino Lunar sucumbiu. Beryl e suas forças venceram a batalha, mas não a guerra em si, adiada para séculos à frente. Isto porque a Queen Serenity, em seu último e derradeiro esforço, usou o poder do Cristal de Prata para salvar as almas de sua filha, do Príncipe Endymion, das guerreiras mortas em batalha, da Luna e do Artemis. O intuito era de fazer as suas almas reencarnarem na Terra.

Centralizando-se na explicação dos parágrafos acima, fica fácil deduzir sobre o porque das Sailors renascerem no tempo presente. Além disso, fica em clara evidência quem está por detrás dos ataques às pessoas em Tóquio e sobre aquilo que espera não apenas a Usagi, como também cada uma das personagens presentes no anime.

Os eventos e grandes características do anime...

Elas se entendem muito bem. Nomes brasileiros,
da esquerda para a direita: Rei, Serena, Ami, Lita e Mina.

Como um mahou shoujo que é, Sailor Moon faz uso de fórmulas antigas porém muito úteis para o propósito lançado em sua história. O que hoje em dia pode soar como clichê e até dispensável para alguns, é visto com admiração e curiosidade por outros. A eterna luta do bem contra o mal ganhou, por intermédio deste anime, um capítulo de grande prestígio que o levou à ser conhecido por, praticamente, todo o planeta.

Por mais que a vida de Usagi fosse muito comum, o fato de ela ter se tornado uma guerreira não significou a perda desta característica. Como Sailor Moon, a Usagi mantinha todas as suas características do cotidiano, sem a mínima exceção. Além disso, notar como cada uma das cinco guerreiras vivem ( ao longo do anime ) é algo simplesmente notável. Todas elas possuem as suas preocupações do cotidiano sendo que, em um ponto, elas acabam convergindo: no amor.

Mesmo a Ami, considerada a mais centrada das cinco Sailors, acaba desejando ter um amor para si. Tal desejo era muito comum por parte da Usagi e da Rei. Pelos lados da Minako o que a confortava era saber da felicidade usufruída pela pessoa, cujo sentimento que a garota tinha por ele não era correspondido. E a Makoto estava sempre à busca daquela pessoa especial...

Jadyte roubando a energia humana...

As forças do mal, representadas pela rainha Beryl e seus quatro grandes generais, também possuía características peculiares e interessantes. A maior delas estava, sem dúvidas, na dupla Kuizite ( Malaschite no Brasil ) e Zoisite ( Zyocite no Brasil ). O porque disto é muito simples pois, entre eles, havia um forte relacionamento amoroso. Por mais que na versão da dublagem brasileira ( tal como foi a mexicana, segundo se faz entoar ) Zoisite tenha aparecido como uma mulher, na verdade se tratava de um homem. Isto já dá margem para vários entendimentos e porquês para tal adaptação ter acontecido.

Além disso, a inveja e a luxúria eram facilmente representáveis pelos quatro grandes generais. Classificar o Jadyte ( Jedite no Brasil ) como o mais fraco deles podia soar como correto, da mesma forma que definir o Nephrite ( Neflite no Brasil ) como poderoso também era certo sendo que, para este blogueiro, ele poderia rivalizar fácil com o Kuizite neste aspecto.

E no que tange ao Nephrite, cabe aqui uma menção aos episódios nos quais o mesmo tomou a frente. Principalmente naqueles em que ele aprece como Masaato Sanjoy, o que lhe rendeu a estima da Naru, melhor amiga de Usagi. A frase "vaso torto não se endireita" pode ganhar, nos episódios pertinentes, uma grande e notável conotação reversa a sua definição.

O "enigmático" Tuxedo Mask.

O Tuxedo Mask é outro personagem à ser destacado. Ele sempre aparece quando a Sailor Moon está em batalha, no anseio de auxiliá-la prontamente. Entretanto, a sua real identidade converte-se neste herói sem querer, em absoluto. O jovem Chiba Mamoru ( Darien no Brasil ) é quem leva adiante tal responsabilidade.

Mamoru e Usagi são responsáveis diretos por muitas das cenas mais hilárias presentes em Sailor Moon. Não em razão do rapaz ser engraçado, mas sim devido ao comportamento da Usagi perante ele, que é de completo repúdio e insatisfação com a pessoa do Mamoru ( e tudo isto vindo de um encontro entre eles, totalmente casual e despretensioso ). E há um simbolismo por detrás da aparição do Tuxedo Mask nas batalhas, especialmente pela forma com a qual ele luta, que é lançando rosas nos oponentes. Pensar nas frases sobre como um homem deve tratar uma mulher ganha aqui uma poderosa ênfase. Acompanhar tais momentos é preciso...

Mas o que ambos não desconfiam é que está, justamente nas suas pessoas, a razão de muita das buscas que faz durante o anime. Inclusive da parte dos próprios personagens. Não é difícil imaginar isso após a explicação sobre o Milênio de Prata, mas é interessante averiguar toda esta situação mais de perto. O sentimento é outro.

A rainha Beryl, na Terra.

A rainha Beryl tem a sua dosagem certeira de responsabilidade no anime. Seus sentimentos vingativos e doentios, que se acumulam desde a destruição do Milênio de Prata, ficam sempre à vista clara em suas aparições no anime.

O modo da Beryl agir, as aspirações delas em possuir não apenas o Cristal de Prata como também a reencarnação do Príncipe Endymion ( que está mais do que claro de quem vem à se tratar ) e de destruir a reencarnação da Princesa da Lua ( que também é óbvio de quem vem à se tratar ) motivam a rainha do mal para ir sempre mais além, sem medir causas ou circunstâncias para tanto. Uma vilã de alto potencial.

À bem da verdade, todas as características presentes em Sailor Moon engrandecem a obra como um todo. Cada pitada de slice-of-life presente, cada momento de luta e de ação ( bem diferenciados de um clássico anime shounen ) chamam a atenção. Até o fato de as garotas se transformarem ( e de ninguém conseguir deduzir quem são elas ) causa o seu impacto. Um anime nostálgico que deixou a sua marca.

Objetivamente

Sailor Moon!

A obra máxima de Naoko Takeuchi, animada pela Toei Animation e exibida no Japão de março'1992 à fevereiro'1993 fez o seu impacto em terras brasileiras. Sailor Moon é um anime que marcou uma geração e que ainda move os seus fãs, atualmente, no anseio de manter sempre atuante tudo aquilo que pôde ser presenciado através da Rede Manchete em 1996, da Rede Record em 2001 e, no mesmo período, pelo Cartoon Network.

Visualmente o anime é muito simplório, mesmo analisando a época original de sua exibição. No que diz respeito a sua parte acústica, Sailor Moon consegue sobressair-se com efeitos sonoros clássicos e temas de abertura e de encerramento categóricos e inesquecíveis.

Um anime que causou impacto e que, durante muito tempo, foi o preferido deste humilde blogueiro ( os anos noventa mandam aquele abraço neste momento ). Sailor Moon é um anime que, em nenhum momento, esconde a sua natureza e procura levá-la adiante, da forma mais simples e direta possível.

Desta forma, Sailor Moon é um anime recomendado. Não assistiu ainda? O que espera?

[ made in NETOIN! ]

O autor do NETOIN! é...
Carlírio NetoCarlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Ótimo texto Carlírio. Sailor Moon é muito nostálgico mesmo, uma série que fez parte da vida até de quem não é muito ligado nisso hoje em dia, com certeza uma boa recordação para todos!

    ResponderExcluir
  2. EI carlirio, queria saber pq vc acha a "S" a temporada mais fraca da serie? Desculpa se comentei algo q n existiu, mas tenho uma impressão q vi em algum lugar... me responda e um abraço! Adoro SM xD

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons