Em pauta!

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

[N! Drops] Ago'2020 #32: a ascensão do pão!


Sem guerra, mas com desafio...

Em dado momento, este humilde blogueiro tinha imaginado que Olympia Kyklos teria um impacto mais sério e perigoso, depois do que foi mostrado no episódio anterior. Resumidamente, os visitantes de Esparta declararam guerra à Tritônia em razão de Apolônia, a filha do Chefe da Vila, ter recusado experimentar do famoso prato gastronômico espartano, à base de tudo referente aos porcos (incluindo o sangue e partes cruas). Mas a sequência teve pouco de seriedade e muito do fator hilário que este anime sabe bem mostrar.

No presente capítulo o jovem Demetrios, mesmo suando de tanto medo dos ilustres visitantes, resolveu ir ao encontro dos mesmos para convencê-los de que uma guerra contra Tritônia, que é uma pequena e pobre vila, traria prejuízos para a fama de Esparta perante a Grécia Antiga. A verdade é que até a Apolônia auxiliou o rapaz na empreitada e, desta maneira, os espartanos aceitaram aguardar pelo dia seguinte e resolver, com um embate esportivo, as suas diferenças que antes haviam chegado ao ponto da guerra.

Olympia Kyklos mostrou como uma boa persuasão, com ênfase no ego do adversário, pode acabar tendo como resultado final algo - positivamente - além do esperado. Tudo bem que o Demetrios estava mais amparado pelo medo do que, propriamente, ter pensado com algo de antecedência sobre o plano que acabou sendo por ele traçado. Ainda assim, para se chegar a isso, o jovem tritoniano desejava visitar Tóquiopólis - como ele chama a capital japonesa - e assim ter alguma ideia para o embate do dia seguinte.

Os espartanos, certos de que haveria uma guerra. Mas foram convencidos a fazer algo diferente...

Para a infelicidade de Demetrios, aquela noite clara não possibilitaria que ele viajasse no tempo até o futuro. Contudo, o seu eterno bom amigo Golfinho apareceu para auxiliá-lo. A simpática criatura aquática segurava um dos vasos com desenhos do já citado rapaz, repleto daquela maravilhosa sopa espartana. Erroneamente, o humano imaginou que ele deveria beber tal conteúdo de qualidade e gosto duvidosos que, graças ao seu péssimo gosto, poderia lançá-lo a uma viagem no tempo. Tudo que ele obteve foi uma sessão de vômitos constantes.

O jovem Demetrios precisou entender melhor a mensagem do Golfinho para, desta maneira, conseguir maquiar a ideia de uma competição que ele poderia vencer o Rei de Esparta e, assim, manter a paz em Tritônia. Foi difícil e turbulenta a contenda desportiva. Felizmente, ele obteve a vitória graças a ascensão do pão tritoniano, sempre delicioso e luxuoso, o que naturalmente fere o ego espartano.

Resumidamente, Olympia Kyklos manteve sua base de humor já conhecida no seu décimo segundo episódio e, desta maneira, selou tudo com chave de ouro. A primeira metade da obra encerrou-se, com uma cena nada digna para o amante de dinheiro Chefe da Vila. O que virá na sequência desta obra pode ser uma incógnita em termos teóricos mas, na prática, já é bem sabido o que esperar.

Um viva para a vila de Tritônia...

Momentos



"O temor do Chefe da Vila é compreensível..."


"Os espartanos queriam unicamente vencer, não importando o processo para tanto..."


"Demorou para Demetrios entender a mensagem que o Golfinho queria lhe passar..."


"O Rei de Esparta largou na frente, mas o saboroso e luxuoso pão paralisou-o..."


Bessatsu Olympia Kyklos
Episódio #12 - "Adeus, Esparta..."


"O Chefe da Vila ganhou dinheiro, mas não o que ele esperava..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do Netoin!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Apenas uma observação deve ser feita, pois não será admitida nenhuma forma de spam.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!