[Especial] Os Jogos Olímpicos estão à caminho! ~ NETOIN!

quarta-feira, 4 de maio de 2016

[Especial] Os Jogos Olímpicos estão à caminho!

A chamada da vez.
Uma matéria importante...

Dentro de um período quadrienal, o mundo mira as suas atenções para o maior evento esportivo de que se tem notícia. Sendo realizado desde 1896, graças a um ideal estabelecido pelo francês Barão Pierre de Courbetin (no anseio de expandir os horizontes dos mais jovens da época), os Jogos Olímpicos tem se caracterizado por ideologias de cunho histórico e humanitário, além da esportividade propriamente dita. Mesmo com oscilações em várias de suas edições, onde outras questões ousaram tentar prevalecer sob o ideal citado, o olimpismo tem seguido forte na chamada Era Moderna.

Atualmente, tal evento possui diversas ramificações além da principal propriamente dita, sendo esta designada aos Jogos Olímpicos de Verão. No caso, se fazem realizar os Jogos Olímpicos de Inverno e da Juventude, além de diversos eventos similares em caráter continental e/ou regional (como os Jogos Pan-Americanos, os Jogos Asiáticos e os Jogos da Commomwealth, dentre outros). Além destes, a realização da Paralimpíada possui também imensurável representatividade e importância. Todos eles, no geral, buscam levar adiante não apenas o olimpismo propriamente dito, mas também proporcionar o crescimento esportivo em suas nações integrantes.

Diversas cidades já tiveram a honraria de receber uma edição do ciclo olímpico de verão, sendo a maioria delas localizadas em solo europeu. Este é o caso direto de metrópoles como Atenas (Grécia, em 1896 e 2004), Paris (França, em 1900 e 1924), Londres (Reino Unido, em 1908, 1948 e 2012), Amsterdã (Holanda, em 1928), Berlim (Alemanha, em 1936), Moscou (na época da União Soviética, em 1980), Barcelona (Espanha, em 1992), Roma (Itália, em 1960) e Munique (na época da Alemanha Ocidental, em 1972), dentre outras. O continente americano recebera os Jogos também, mais ao norte, como na Cidade do México (México, em 1968), Montreal (Canadá, em 1976), Los Angeles (Estados Unidos, em 1932 e 1984), Atlanta (Estados Unidos, em 1996) e Saint Louis (Estados Unidos, em 1904). A Ásia e a Oceania também receberam o evento, nas cidades de Seul (Coréia do Sul, em 1988), Pequim (China, em 2008), Melbourne (Austrália, em 1956) e Sydney (Austrália, em 2000).

 Vinícius e Tom, os mascotes da Olimpíada e Paralimpíada Rio'2016 (respectivamente).
Doraemon, durante a campanha de candidatura  dos Jogos Olímpicos Tóquio'2020.
Com base no parágrafo mais acima, tu deve ter notado que apenas a América do Sul e a África ainda não haviam sediado o ciclo olímpico de verão. Porém, antes disto, é importante você saber que o Japão, mais precisamente em sua capital (Tóquio), foi a primeira nação asiática à receber os Jogos, em 1964. Na ocasião, o país queria mostrar por meio do evento o quanto havia se reestruturado após a Segunda Guerra Mundial e, de fato, isto mostrou-se bem verídico. Cidades como Barcelona (Espanha) e Seul (Coréia do Sul) seguiram o mesmo modal, no caso para mostrar melhorias urbanas consideráveis e demonstrar o poder de uma nação na mais franca ascensão, respectivamente. A capital japonesa possui, até hoje, um grande legado do evento realizado há cinquenta e dois anos atrás (desde instalações esportivas até melhorias urbanas que, com o tempo, foram ainda ajustadas).

Tais linhas anteriores dizem muito sobre o que significa sediar um evento desta magnitude. Existem muitas questões (além das urbanas) que devem ser conotadas e analisadas. Depois dos Jogos de 1984, houve uma mudança radical no que tange ao anseio de se levar a Olimpíada para casa, e nisto diversas nações resolveram escolher algumas de suas cidades como candidatas potenciais. O Brasil também adentrou com várias tentativas (a primeira delas foi para os Jogos de 1936), sendo que tanto esta como as candidaturas de 2004, 2012 e 2016 acabaram sendo também com a cidade do Rio de Janeiro. A capital federal, Brasília, postulou a entrada na lista de cidades para os Jogos de 2000.

Em outubro de 2009, na sessão do Comitê Olímpico Internacional em solo dinamarquês, o Rio de Janeiro derrotou a espanhola Madri na grande decisão e ganhou o direito de sediar os Jogos de 2016. A América do Sul receberá o maior evento esportivo do planeta, tendo o Brasil como nação anfitriã e a capital carioca como sua cidade sede. Nobre visitante, por mais que o país passe atualmente por muitas situações que requerem um nível aguçado de atenção, é inegável a importância de uma Olimpíada mesmo em meio a tal ambientação. E como se isso já não fosse uma questão de grande magnitude, a sede olímpica seguinte será justamente a capital japonesa Tóquio, em 2020 (após ter derrotado a turca Istambul no pleito final, em 2013).

 Brasil e Japão: de uma sede (Rio de Janeiro) para a outra (Tóquio), em uma máxima expressão.

Talvez você tenha começado a se questionar sobre a razão, na qual, um post deste caráter esteja se fazendo presente em um blog destinado à cultura e animação japonesa, visitante. É correta e justa tal indagação. Contudo, a mesma é bem justificável e as explicações tiveram início justamente no parágrafo acima, nobre visitante. A ligação, intrínseca, está no histórico entre Brasil e Japão, não apenas como nações soberanas mas principalmente pelo elo que as une.

O Brasil possui, atualmente, a maior população de japoneses e descendentes fora de sua nação original. Em si, a cidade de São Paulo/SP detém a maior colônia japonesa em solo brasileiro (na qual cidades como Londrina/PR e Campo Grande/MS também ganham destaque). Além disto, o carinho que o brasileiro possui pelo povo japonês e sua cultura é algo gratificante e enriquecedor. De maneira interessante e chamativa, o citado elo de ligação entre estes dois povos e culturas, tão distintos entre si, está nesta prerrogativa carismática e apaixonante.

Além disto tudo, quando a Cerimônia de Encerramento for realizada no Maracanã, haverá a famosa passagem de sedes. Tal como Londres fez para o Rio de Janeiro em 2012, a metrópole brasileira terá a missão de apresentar o Japão e sua capital, Tóquio, como anfitriões do movimento olímpico para 2020. Difícil aqui mensurar o que se pode esperar disto, até porque a mente de minha pessoa está ainda na Cerimônia de Abertura (e quando a delegação nacional adentrar ao estádio), mas é seguro aqui enfatizar o quanto a passagem de sedes, entre duas nações como o Brasil e o Japão, poderá deixar este humilde blogueiro (e possivelmente muitas outras pessoas) contentes e na expectativa pelos próximos quatro anos.

Cena de From Up on Poppy Hill, retratando a abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 1964.
Com base em todo este movimento olímpico, na sua repercussão (e muitos outros pontos de importância, que merecem textos únicos para tais), o NETOIN! vem lhe fazer um convite todo especial, nobre visitante. Isto porque, neste período que antecede os Jogos Olímpicos Rio de Janeiro 2016 e durante o evento, este humilde blog trará informes pautados e direcionados ao tema, diretamente relacionados aos animes, mangás e demais obras que trabalhem o movimento olímpico ou algum desporto em particular. Tal como a imagem acima deixa evidenciar o ponto, posts com pautas relacionadas à sociedades japonesa e brasileira deverão aparecer neste lar na internet, também.

A minha pessoa se sente muito contente, vibrante e confiante com o movimento olímpico em solo brasileiro, além da oportunidade da passagem de sedes se dar justamente para a terra do Sol nascente. E o trabalho que será feito aqui, no NETOIN!, buscará mostrar com isso com dignidade e humildade, baseado na política que este blog sempre tem levado adiante.

Com o convite feito, alinhado à esperança de que o significado real do olimpismo seja compreendido em sua amplitude, e sem deixar de lado as temáticas centrais que este blog tanto gosta de trabalhar e expor, fica a chamada ativa. De preferência, na mesma intensidade que a chama olímpica possui. E assim haverá de se seguir adiante.

Este é o NETOIN! no espírito olímpico...

Brasil e Japão, na Cerimônia de Abertura de Londres'2012

Passagem de sede, de Londres'2012 para o Rio'2016

Jogos Olímpicos Tóquio'1964

Eleição da sede dos Jogos Olímpicos de 2020

Indicação de leitura no NUPO

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons