Em pauta!

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

[N! Drops] Set'2020 #43: a conclusão de Nihon Chinbotsu: 2020


Marco de 2500 posts no Netoin! atingido com esta publicação!
- O texto a seguir contém [spoilers] quanto ao fim do anime -

Muitos percalços depois...

Em meados do mês de julho, o Netoin! apresentou um texto desta mesma seção, com as primeiras impressões do anime Nihon Chinbotsu: 2020 (português do Brasil: 2020 - Japão Submerso), contendo uma breve análise com foco nos três primeiros episódios do anime [clique aqui para acessar o post referente]. Ao ler a citada chamada, nobre visitante, você poderá notar que houve um entusiasmo inicial bem positivo com a obra, e que este humilde blogueiro passou a nutrir uma boa expectativa com o prosseguimento de tal. Entretanto, pode-se aqui ressaltar que o andamento do anime em pauta acabou sendo abaixo das expectativas. É conveniente aqui registrar que Nihon Chinbotsu: 2020 não é horrível, nem tampouco figurará entre os piores animes do ano, mas certamente havia ali o potencial para algo muito melhor que, infelizmente, acabou não se concretizando.

A obra registrou um tipo de falha no aspecto da imersão dos personagens pois, para a minha pessoa, acabou que ninguém do elenco chamou a atenção em alto nível. Talvez tenha faltado carisma, ou algo mais profundo em suas ações. Além disto, para uma obra de enredo catastrófico, as ligações entre os eventos soaram convenientes demais, por vezes abruptas. Em uma ambientação que tratava de um evento fictício com - especulava-se - ares de realidade, mais parecia que a magia em fazer a pessoa certa aparecer no lugar devido estava presente. Obviamente, o anime mostrou vários pontos interessantes quanto ao que poderia ocorrer de fato na sociedade japonesa, caso o país viesse a sofrer tal baque natural, mas ainda assim - e ao menos para este humilde blogueiro - Nihon Chinbotsu: 2020 acabou devendo muito, algo como uma "entrega feita pela metade".

Contudo, e além dos três episódios iniciais, a minha pessoa se sentiu totalmente entregue ao último episódio deste anime, que serve de tema central para este post. Foram cerca de trinta minutos extremamente chamativos e dignos de nota, em uma avaliação mais restrita. Com total direito, você poderá questionar como que este humilde blogueiro escreve que o anime decaiu demais após seu início e, "do nada", opinar que o capítulo derradeiro tenha sido o melhor da obra, com méritos e boa folga. É algo já esperado e, honestamente, muito verdadeiro. A pessoa que vos escreve neste momento sempre foi apaixonado por dramas, desde que bem trabalhados, e os momentos finais do anime em pauta souberam muito bem mostrar isso. Foi uma entrega de alta sensibilidade, conotando um tipo de carisma que faltou em grande parte de Nihon Chinbotsu: 2020 e que, sobretudo, teve uma execução muito boa.

Uma visão nada cordial...
O Monte Fuji, em seus últimos e derradeiros momentos...

O estoniano Kite já havia tomado as rédeas das ações do grupo de sobreviventes dois episódios antes, mas aqui ele acabou sendo um tipo de herói, mesmo que no primeiro momento mais parecia que ele deixaria Ayumu, Gou e o senhor Onodera para trás. Mas foi o seu último movimento que acabou dando esperança de sobrevivência para os outros três personagens, uma vez que graças a isto - sinal de internet a partir de um balão - é que um helicóptero de salvamento apareceu Os irmãos Mutou acabaram sendo tratados em alguma cidade situada ao leste da Federação Russa, local este no qual a Ayumu ficou à par de seu delicado estado de saúde, que lhe obrigava a uma cirurgia para se manter viva.

A partir de então, o episódio partiu para a nova vida de Ayumu e Gou. Primeiramente em algum lugar do estrangeiro, incluso com o resgate dos arquivos de família deixados na internet pela Mari, a mãe dos dois. Depois, com os arquivos do senhor Onodera e do doutor Takodoro aparecendo para o mundo, relatando que em um certo espaço de tempo, dividido em etapas, o arquipélago japonês iria ressurgir, começando em 2022 (dois anos após os eventos do anime) até um máximo de cem anos, quando ocorreria o seu ressurgimento completo. Um salto no tempo se fez presente e, nisto, o palco acabou sendo o Los Angeles Memorial Coliseum, durante a entrada da delegação japonesa na abertura dos Jogos Olímpicos de 2028. Emoções se passaram, imagens do "velho Japão" ganharam os holofotes e, em 2028, um pequeno e "novo Japão" já possuía sua condição visual deveras chamativa. Muitas mensagens com a voz da Ayumu foram entoadas. Apareceu o Gou em uma disputa internacional de jogo para computador, e a própria moça com sua nova realidade, estava em uma pista de atletismo, prestes a realizar uma participação muito importante ao representar o seu país.

A canção do Kite, então entoada em meio às falas da Ayumu, deu os acordes finais a este episódio que encerrou a saga de Nihon Chinbotsu: 2020. Como já foi salientado, o anime teve sérios percalços em seu prosseguimento, mas ainda assim entregou um fechamento repleto de sentimentos e bem executado, o que influenciou um pouco na avaliação final da obra por parte deste humilde blogueiro. Fica difícil recomendar o título em pauta apenas pelo seu início e finalização, mas a dica é - caso não o tenhas assistido ainda - que o veja para tirar as suas próprias conclusões, nobre visitante.

E assim se segue...

Momentos



"Na televisão russa, a notícia sobre o fim do Japão e um futuro incerto..."


"Ayumu e uma nova realidade à sua espera..."


"Ayumu e uma mensagem guardada pelo tempo..."


"Recordações da família Mutou..."


"Memorial Coliseum, Los Angeles, 2028. Abertura da Olimpíada..."


"Desfile da delegação japonesa, na abertura dos Jogos Olímpicos de 2028 em Los Angeles..."


"O Japão conhecido, submerso, sendo apenas uma parte da História da humanidade..."


"Oito anos depois, um novo Japão já tem a sua concepção..."


"Do 'velho' Japão para o 'novo' Japão..."


Nihon Chinbotsu: 2020
Episódio #10 - "Ressurreição..."


"Ayumu e Gou, seguindo com as suas vidas..."

Até a próxima!

O Netoin! - e seus 2500 posts - está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do Netoin!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Apenas uma observação deve ser feita, pois não será admitida nenhuma forma de spam.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!