01/07/14 - 01/08/14 ~ Netoin!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Volta ao Passado - Mei Ling, a personagem necessária!

Um sorriso sincero.

A personagem que teve a sua presença...

Que Sakura Card Captor é um anime que fez grande sucesso em seu lançamento no Japão e em vários outros países (incluindo o Brasil), não é algo que se discute com facilidade. A obra, que possuía as suas temáticas rígidas em algumas passagens de seu enredo, transmitia na maior parte do tempo uma calmaria bem explícita, mesmo com alguns perigos que rondavam a rotina da jovem Kinomoto Sakura durante a sua jornada para recapturar as Cartas Clow.

De maneira bem direta, tal título seguia desta maneira linear e sem adversidades pessoais, com exceção ao jovem Shaoran Li (que mudou seu discurso comportamental poucos episódios depois de sua aparição). Era um tipo de universo no qual não existiam conspirações ou grandes infortúnios pessoais. No mangá de Sakura Card Captor isto fez grande falta, pois um personagem que causasse algumas encrencas e mal-entendidos no enredo central seria bem recebido naquela ambientação que era pacífica até demais neste sentido.

Com a supervisão direta do grupo CLAMP foi, então, criada uma personagem exclusivamente para o anime de Sakura Card Captor. A mesma possuía a missão de trazer as ocorrências citadas no parágrafo acima para esta obra, fazendo um elo entre a paz e a confusão, além de também promover (mesmo que apenas inicialmente) alguns distúrbios emocionais (especialmente com o Shaoran Li e, mais tarde, envolvendo a própria Sakura). Nascia assim a concepção da Mei Ling.

Não se intrometa comigo, Sakura!

A Mei Ling é oriunda de Hong Kong, o mesmo país de procedência do Shaoran Li. Mas diferente do rapaz, a jovem não possuía dons mágicos. Diante disto ela resolveu treinar cada vez mais as artes marciais locais para, assim, não apenas ter força como também demonstrar determinação (que é uma das características mais positivas desta personagem). Ainda pequena havia declarado seus sentimentos ao garoto em citação, além de ter se proclamado como namorada dele até o dia no qual ele, Shaoran Li, encontrasse alguém que gostasse.

E o papel dela no anime foi o melhor possível. As impressões iniciais não poderiam ser outras além de uma garota metida, orgulhosa, mandona e prepotente. Mas com o passar dos episódios, a Mei Ling mostrou ter seu próprio carisma em potencial, sem precisar abandonar totalmente o seu comportamento conhecido. Quanto mais ela ficava ao lado de Shaoran Li, Sakura e Daidouji Tomoyo nas aventuras pelas Cartas Clow, a jovem não apenas mostrava toda a sua personalidade como também notava, mesmo que aos poucos, uma triste verdade sobre os seus sentimentos fortalecidos por tantos anos à fio.

Em si, Sakura Card Captor foi um anime memorável em diversas segmentações, mas a presença da Mei Ling deu um poder ainda maior para a obra, que carecia de uma personagem que ousasse desafiar toda aquela aparente paz  (na qual todas as pessoas se entendem de maneira incrivelmente bem). Pode-se dizer que esta é a forma correta de fazer uma obra ganhar ainda mais em seu contexto, sem existir a necessidade de mudar o mesmo ou transformá-lo em algo que não era originalmente.

Pontos para ela, Mei Ling...

Imagens...


"Olá, Shaoran!"


"Não se meta com o meu namorado, garota!"


"Como você ousa me desafiar, garota?"


"Shaoran irá reunir todas as Cartas Clow!"


"Hora da ação!"

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Free! Eternal Summer - Episódio #5: a sinceridade do Nagisa...

Tudo começou com um susto que teve o Makoto...

Um episódio humano...

Ser incisivo é a prioridade maior deste texto. E da melhor maneira possível. Presume-se aqui que você, nobre visitante, já teve conflitos emocionais ou pessoais em algum momento de sua vida com os seus pais ou responsáveis diretos. Os motivos que levam os pais à tomarem certas ações podem ser variados mas, geralmente, a maioria das ocasiões estão ligadas a um namoro mal visto por eles ou à discordância quanto ao futuro de seu filho. E Free! Eternal Summer, no seu quinto episódio, enalteceu isso dignamente.

No caso do anime, o personagem que representou a ideia acima lançada e que foi o centro das atenções no atual capítulo da obra, foi o jovem Nagisa. Aparentemente a tranquilidade e calma do rapaz, tal como ele mostrou ser desde a primeira temporada, tomou outro caminho e percorreu uma difícil estrada. É sempre difícil saber o que se trata na mente de alguém deveras pacífico pois, quando tal pessoa pensa em algo que a desestabiliza, a chance da mesma falar abertamente o que quer (ou aquilo que precisa) é quase nula.

Seus amigos Haruka, Rei e Makoto tiveram de ajudar o pequeno rapaz da melhor maneira possível, dentro de suas possibilidades e sem deixar certos rastros pelo caminho. Tudo isso porque ele, Nagisa, estava passando por um momento difícil em sua casa, atrelado à preocupação de seus pais quanto ao futuro do filho, uma vez que suas notas escolares haviam caído drasticamente de uma "maneira súbita".

O Nagisa está a aprontar algo...

Estudar é importante, digno e necessário. Esta é uma verdade que nem todos aceitam com tranquilidade. Entretanto, o Nagisa já estava cansado de como era tratado em razão disto. Ser privado de fazer aquilo que mais gostava seria o pior à acontecer com ele e, por certos momentos, o jovem em questão esteve a um passo de vislumbrar tal futuro. O medo dominou-o de uma maneira tão forte que, sem nem pensar, ele resolveu tomar uma ação evasiva e incisiva para si mesmo. Mas seus amigos estavam ali para auxiliá-lo de alguma maneira e isto tornou este episódio muito chamativo e interessante.

Este episódio do anime mostrou claramente que a amizade, quando verdadeira e real, não costuma ser vencida por barreiras para mostrar um real valor. Pode parecer um exagero descabido de minha pessoa, mas Free! Eternal Summer nesta semana não foi um anime esportivo e nem tão pouco um slice-of-life tal como se faz conhecer. Nobre visitante, ficará totalmente ao seu critério definir o que foi este capítulo da obra e, de igual maneira, aquilo que tal acabou representando.

No mais, ver o Rei tendo ações sérias em suas palavras foi um ponto de impacto. Notar que o Makoto possui um grande temor entra em tal quesito, também. Além disto, o Haruka é muito mais prestativo do que se podia imaginar. De maneira conclusiva, esta temporada do anime está mais agradável de se assistir justamente por alguns dos detalhes mensurados neste post, visitante, fora outros que a sua percepção poderá fazer total diferença.

Na próxima semana terá mais...

Trívia em Free! Eternal Summer #5...


Amizade - lições de amizade são sempre dinâmicas e bem-vindas. E o pequeno e geralmente alegre Nagisa precisou muito da ajuda de seu trio de companheiros, para poder enfrentar uma barreira pessoal ante seus próprios pais. O episódio foi extremamente sucinto em mostrar isto com eficácia e destreza. Possivelmente, as fãs da obra agradeceram também...

Momentos...


Caminhada - todos saíram do treino em direção às suas casas, mas o Nagisa não estava lá muito normal. Algo preocupava o rapaz...


Chegada - quando alguém que não tem o hábito de visitar os outros à noute, o faz, é sinal claro de que algo não está certo...


Surpresa - desconfiado, Haruka seguiu Nagisa e descobriu que realmente algo não estava certo, ao ponto do Makoto acabar envolvido também...


Planejamento - o trio discute uma forma fácil (e lógica) de tirar a verdade do Nagisa, que ainda tinha dúvidas sobre contar o que estava acontecendo...


Enganado - o Makoto acreditou que o grande continente de Pangea ainda existia (pelas palavras do Nagisa), e o Rei ficou desesperado. O Haruka também foi enganado com um pequeno suborno e...


Avante - o Rei foi atrás da verdade sobre o Nagisa, mas a lábia do pequeno rapaz se mostrou bem incrível, acima de quaisquer suspeita...


Conversa - o Nagisa resolve contar o que acontece com ele na sua casa e, após um questionamento feito pelo Rei, o pequeno rapaz se enervou um tanto...


Sinceridade - o Nagisa contou tudo e algo mais para seus grandes amigos. E estes reagiram de acordo ao ensejo...


Lágrimas - o Nagisa não aguentou ouvir as boas palavras do Rei e acabou entregando-se ao que sentia dentro de si. Seus amigos foram muito importantes para ele...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

terça-feira, 29 de julho de 2014

Informação - Governo japonês contra a ilegalidade na internet

Calma, pessoal...

E que as divagações tenham início...

Você tem de se recordar que, há quase dois anos atrás, o governo de Tóquio começou uma forte empreitada contra a pirataria. Para ser mais incisivo no tópico, trata-se aqui de exclamar as ações que repudiam a dita "pirataria" de material protegido por direitos autorais na internet, em específico de animes e mangás. Desde então tem sido cada vez mais comuns notícias de vários japoneses indo para a prisão, justamente por fazerem upload de vários episódios e edições de mangás de muitas obras diversificadas.

Links de apoio (via Crunchyroll em inglês)

Muito embora a lei esteja sendo cumprida à rigor no território nipônico, a quantidade de material protegido que circula pela internet (da maneira conhecida como inadequada) continua muito alta. Para o governo japonês, animes e mangás são partes incontestáveis da cultura local e que devem ser respeitadas e trabalhadas de acordo. E dando valia à tal dizer, para não falar das pretensões em diminuir os grandes prejuízos que a indústria do entretenimento local tem com o fato em destaque, as ações serão ainda mais rígidas à partir de primeiro de agosto próximo.

Kerberos visionando um novo horizonte?

Um total de quinhentos e oitenta sites estrangeiros, que exibem animes por streaming ou possuem mangás para leituras online (sem as devidas licenças para tanto), serão sumariamente notificados à partir da data citada no parágrafo mais acima. A ação visa, em primeira instância, fazer um comunicado formal de que tais sites possuem materiais ilegais e pedirão pela retirada dos mesmos, dentro de um prazo que deve ser estipulado. É óbvio imaginar que, caso a reivindicação não seja atendida desta forma, outras medidas mais sérias deverão ser tomadas.

À princípio os alvos primários devem estar concentrados em território chinês, mas não se descarta a possibilidade de diferentes nações estarem sendo vigiadas. E no que tange unicamente à China, existem estimativas de que o prejuízo gerado pela clandestinidade de material japonês protegido em tal país chegam ao montante de quinhentos e sessenta bilhões de Yenes (cerca de cinco bilhões e quinhentos milhões de Dólares norte-americanos, ou ainda mais de cento e vinte e dois bilhões de Reais brasileiros).

Em resumo, parece se aproximar cada vez mais o período no qual ver animes ou ler mangás na internet só serão ações permitidas via legalização oficial. Minha pessoa pode estar tendo uma visão exagerada disto, mas o cenário faz assim parecer cada vez mais. De momento é necessário aguardar as ações da empreitada e, em breve, novas atualizações deverão aparecer sobre este trabalho do governo japonês.

É o momento de sua opinião, nobre visitante...

Link de apoio:

Campanha dos Guardiões dos Animes e Mangás:

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Ao Haru Ride - Episódio #4: nos conhecendo melhor...

Susto!

Aprendizagem em grupo...

O mais novo episódio de Ao Haru Ride procurou manter a proposta estabelecida na semana anterior.  Ao menos, a Futaba mostrou ter muita vontade de assim prosseguir. Era a chance perfeita para ela mostrar à todos o seu "verdadeiro eu", sem esconder-se de ninguém ou fazer se passar por algo que nunca foi só para não ficar sozinha. Obviamente, tudo isto estaria atrelado ao seu cargo de representante da turma, ao lado de alguém bem especial.

Alguns anseios conflitantes apareceram justamente neste segmento. No primeiro momento, ver o Kou sem camisa deixou a garota bem tímida. Independente de ser ou não um clichê básico, surtiu o efeito esperado. Após isso, a acolhida ao humor se fez presente, pois não existe nada melhor do que pegar o trem errado e irritar os superiores da escola, que os aguardavam no ônibus em direção à uma atividade em campo. Tudo parecia ser diversão.

Menos no centro das atividades, pois ali tudo aconteceu sem pestanejar. O Youichi estava prevendo problemas, uma vez que ele é o irmão mais velho do Kou e um dos professores designados para acompanhar a atividade. O Aya estava sempre pronto para atuar com suas palavras nos momentos mais inoportunos. A Yuuki acabou ficando no meio de um verdadeiro "fogo cruzado" envolvendo a Murao que, dentro de uma singular perspectiva, mostrou possuir traços de seriedade absoluta e também de incompreensão sentimental em franco crescimento.

Vamos nos esforçar!

Pode-se aqui dizer que dois pontos foram extremamente importantes neste quarto episódio de Ao Haru Ride. Um deles ocorreu duramente uma importante conversa entre a Futaba e o Kou. O outro aconteceu com a Murao que, de uma maneira justa, acabou sendo a estrela deste capítulo mesmo com poucas ações. E isto está longe de ser um ponto negativo, pois esta citada jovem mostrou possuir um forte sentimento por alguém muito especial. Uma pessoa que não poderia, por agora, retribuir o carinho dela (e com fortes razões para tanto).

E se você está a pensar que Ao Haru Ride estaria livre de termos regados ao famoso baixo calão, por ser um shoujo anime, reveja agora os próprios conceitos. A Murao se encarregou disto muito bem, após uma breve e dinâmica troca de ideias com o Kou. Por mais que esta garota tenha se destacado individualmente, a principal dupla da obra foi a responsável direta pelo momento mais carismático deste episódio pois ele, o sentimento humano, sabe como agir sem determinar mocinhos e bandidos. E tudo regado à uma aparente inocência com direito à algumas trocas de verdades que nem eram tão absolutas assim.

Este capítulo pode ser facilmente resumido como de conhecimento, explanação, constatação e, sobretudo, ponderação. Distante de ter um enredo meloso ou regado à lágrimas por um sentimento não retribuído, Ao Haru Ride tem mostrado querer trabalhar cada personagem dentro de uma justa e bem-vinda linha de coerência. Com quatro episódios exibidos a afirmativa se mostrou bem verdadeira e digna. Mas a premissa está, logicamente, sobre o que este anime terá para mostrar daqui em diante.

Aguardar é preciso...

Trívia em Ao Haru Ride #4...


Verdades - os olhares da Futaba e do Kou se cruzam em momento no qual a linha da inocência estava prestes à ser rompida. Está bem nítido o que une estes dois jovens, não há segredo algum sobre isso. Mas está sendo muito interessante averiguar o desenrolar e o amadurecimento deste casal, com um foco justo e pleno. Saber aproveitar certas etapas da vida é, realmente, mais do que digno...

Momentos...


Nudez - a Futaba não acreditava naquilo que via. Nem um pouco. O rapaz, despreocupado, apenas tratou de acalmar os anseios da jovem...


Descanso - enquanto a viagem de trem prosseguia um cochilo seria bem pertinente. Na imagem, a Futaba soube realmente levar a ideia ao seu ponto máximo...


Medo - eis a expressão facial derradeira da Murao, após ter dito ao Kou o que realmente pensa dele. Vê-la nervosa não deve ser uma experiência primorosa...


Pergunta - em um dos momentos mais chamativos do episódio, a Futaba parece não acreditar muito naquilo que ouve do Kou. Se isto é bom ou ruim já se converte em outro questionamento...


Diretriz - jamais se deve questionar se todos estão bem quando, na verdade, não estão. E o Aya parece ter aprendido bem esta lição...


Emoção - um momento da mais pura e maravilhosa cautela e sentimento. Verdades em encontro. Desejos em polvorosa. Mas...


Escutas - a pequena Yuuki parece ter visto e ouvido algo que não devia. E a Murao notou isto de pronto...


Amizade - nunca uma mentira teve um resultado tão positivo. E para ela, Futaba, se conhecer é uma tarefa muito mais árdua do que tentar entender os anseios do Kou...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons