[Fim de Temporada] Boku Dake ga Inai Machi ~ NETOIN!

sexta-feira, 25 de março de 2016

[Fim de Temporada] Boku Dake ga Inai Machi

A chamada da vez.
Um herói verdadeiro...

Boku Dake ga Inai Machi iniciou em janeiro, trazendo consigo um primeiro episódio que soube não apenas chamar a atenção, mas sim mantê-la em alto nível. A ideia central do enredo, na qual o protagonista Satoru possuía uma estranha habilidade que lhe permitia voltar no tempo em alguns segundos/minutos e assim evitar algum acontecimento grave, tinha realmente o poder de causar muitas impressões e diferenças opinativas por todo o fandom. Porém, os momentos finais do capítulo inicial alavancaram ainda mais este ideal, pois o citado rapaz (ao ver o estado de sua mãe e ser culpado por tal) acabou retornando ainda mais no tempo, para quando era uma criança, no final dos anos de 1980.

O jovem Satoru, antes disto tudo, cultivava em sua cabeça aquela máxima do heroísmo inocente, de querer fazer o bem para todos. Obviamente, em sua época natural de infância, ele não tinha o mínimo resquício sobre os acontecimentos na linha temporal e de seus desdobramentos, mas o mesmo rapaz que veio do futuro (e cuja mente acabou ficando dentro daquele corpo juvenil) tinha, sim, tudo registrado sobre o quê ocorrera em seu futuro e como isso não afetava apenas ele, mas também à diversas outras pessoas do seu convívio. Em outras palavras, o Satoru era agora um adulto "preso" no corpo de uma criança, que tinha como objetivo máximo aproveitar a oportunidade para não apenas evitar a tragédia com sua mãe anos mais adiante, como também desvendar os estranhos acontecimentos com alguns de seus colegas em tal época passada.

A missão do rapaz seria das mais difíceis possíveis. Até porque, quando se fala em viagem temporal, a ideia do que as ocorrências diretas e/ou indiretas em certos eventos poderiam acarretar sempre será uma incógnita. Independente da razão ou situação, o momento era de alto risco. Ainda assim, o jovem Satoru abraçou a causa e viu naquilo que vitimizava uma de suas colegas, a Kayo, um tipo de ligação nos eventos futuros com a sua mãe. É importante aqui enfatizar o conceito real e de alto impacto, que o anime trouxe à tona nos eventos ligados a pequena Kayo, que sofria sérios abusos físicos e psicológicos em berço familiar, por parte da própria mãe e do namorado desta. A obra passava, assim, a administrar o conceito bruto dos enigmas a serem desdobrados e resolvidos.

Quando o Satoru tenta dar uma nova razão de viver para a Kayo.
Satoru não poderia realizar tudo isso sozinho. Seria, assim procedendo, surreal demais. Ele acabou falhando uma vez e voltou ao tempo presente dele (a fase adulta), na qual a pior das ocorrências acabara lhe acometendo (ainda com vínculo direto sobre a própria mãe), mesmo ao se levar em consideração que uma jovem colega de trabalho dele ainda confiava irrestritamente em sua pessoa. Uma vez mais, o rapaz acabou regredindo ao passado (desta vez para um momento onde estava em andamento seus planos quanto a Kayo) e, assim, ele pode evoluir dentro do próprio trâmite. Desta vez, a palavra amizade acabou se sobressaindo ainda mais. Seus amigos Kenya, Kazu e Yamada aceitaram a causa exposta e auxiliaram o Satoru em tudo que fosse possível. A proteção direta de outras colegas (como a Aya) de um estranho e perigoso assassino, acabou mostrando aonde o anime queria chegar.

A figura do professor Yashiro teve tão crucial importância nos eventos descritos linhas acima que, de maneira direta, ele poderia ser considerado um tipo de "anjo" na presença do Satoru e demais jovens. Demonstrava querer ajudar, ao ponto de saber do que ocorria com a Kayo, por exemplo. Não parecia ser singelo, mas sim humano. Entretanto, a faceta humana é tão oscilante que tal personagem deixou isto à mostra pura e direta, sem muito pestanejar. Não importando a linha temporal tratada em Boku Dake ga Inai Machi, a presença do Yashiro acabava gerando incógnitas e, com certo estilhaço de obviedade no ar, demonstrou quem ele realmente era. E neste ponto em diante, os conflitos opinativos passaram à ser sobre "o quê" este anime passaria a mostrar à partir de então.

Para este humilde blogueiro, e isto tem de ser ressaltado com imensa alegria, o anime acabou se sobressaindo esplendorosamente. Se haviam dúvidas concretas sobre o foco da obra de tal momento (ressaltado no parágrafo acima) para frente, as mesmas foram diluídas satisfatoriamente em dois ótimos episódios finais. Não é um elogio ao léu, mas sim bem merecido. Até porque, Satoru e companhia acabaram demonstrando bem mais do que lições profundas de confiança e amizade, mas sim de perseverança. Inclusive, Erased (como também é conhecido o anime em pauta) foi muito feliz na maneira de trabalhar cada integrante do seu valoroso elenco, incluindo nisto até mesmo os personagens mais detestáveis da obra (e que certamente serão destaques à serem citados no tradicional especial no fim de ano, desta humilde casa na internet).

 Todos são amigos e possuem um pouco do chamado heroísmo dentro de si...

Boku Dake ga Inai Machi esteve repletos de dúvidas em muitos de seu momentos, mas a grande maioria delas acabaram sendo sanadas de maneira convincente (a questão referente ao estranho dom do protagonista acabou ficando "um pouco no ar"). Por mais que o fator "obviedade" estivesse bem nítido em boa parte da obra em exibição, o mesmo acabou sendo tão bem trabalhado e conceituado que atribuir pontos negativos para tal característica seria um ato injusto para/com este anime. A trama soube prender a atenção a cada instante. Imperava a curiosidade, mesmo acerca de tantas eventualidades que podiam ser até pré-definidas. A obra, em si, teve seus pontos falhos. Porém, os mesmos acabaram não atrapalharam a boa experiência que o anime em pauta acabou propiciando.

O trabalho técnico, por parte do estúdio A-1 Pictures, merece muito ser aqui ressaltado com ampla positividade. A animação foi sempre muito consistente, mesmo com os pequenos casos de certos deslizes neste conceito. Os cenários, uso das cores, movimentação dos personagens e ambientação estiveram em boa evidência. O trabalho dos dubladores (seiyus) foi realmente muito bom (sendo difícil para este blogueiro exclamar, aqui, algum ponto negativo neste quesito). Sobretudo, no que trata da parte sonora, o anime adentrou como destaque certeiro entre as aberturas e encerramentos da temporada de janeiro'2016, perfazendo ainda mais o direito que esta obra tem (no todo) de figurar entre as melhores da temporada que está para se encerrar.

Nobre visitante, saiba você que Boku Dake ga Inai Machi não foi uma obra perfeita, mas esteve próxima disto em diversos momentos. O anime apresentou falhas, mas as mesmas não interferiram no andamento de seu enredo e/ou na evolução dos personagens. Teve mistério, tensão, raiva, alegria, motivos para se sorrir e também para chorar. A minha pessoa mantém a ideia de que este anime, o qual foi aqui tratado neste post, merece o rótulo de pérola da temporada com total merecimento. A indicação, para o mesmo, é amplamente positiva.

E aplausos para o herói...

Recordações...


Julgamento - o Satoru não teve um real direito à isto, certo momento do anime...


Humanidade - o professor Yashiro foi deveras importante para toda a trama em seu desenrolar, inclusive ao mostrar a balança na qual está inserida a faceta humana...


Deprimente - dois momentos detestáveis no anime, cujo ódio aflora na medida em que a cena se faz assistir...


Hospitalizado - quando Satoru volta aos eu próprio futuro e algo mudou novamente, mas não da maneira realmente imaginada por ele...


Boku Dake ga Inai Machi (Erased)
Temporada: janeiro'2016
Estúdio: A-1 Pictures   /  Total de episódios: 12

*** avaliação final do anime: 7,5 pontos de 10,0 possíveis ***


Mensagem - somos todos grandes e verdadeiros heróis...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. "A minha pessoa mantém a ideia de que este anime, o qual foi aqui tratado neste post, merece o rótulo de pérola da temporada com total merecimento. A indicação, para o mesmo, é amplamente positiva."

    Tu não viu Shouwa Genroku Rakugo, não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Anônimo sob o pseudônimo "Unknown", não endossei que este anime fosse a única pérola.
      E sim, estou assistindo a Showa Rakugo que, por sinal, é outra pérola.

      Mas, tristemente, eu desconhecia o fato de que elogiar uma obra poderia, assim, desmerecer a outra tendo visto-a ou não (ao menos esta é a ideia que tu me deu em vosso comentário).


      Até!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons