[Semanal] Musaigen no Phantom World #9 - A estranha história do Phantom no fim da Era Edo ~ NETOIN!

sexta-feira, 4 de março de 2016

[Semanal] Musaigen no Phantom World #9 - A estranha história do Phantom no fim da Era Edo

A conhecida chamada.
Momento das encenações...

Poderia ser aqui ressaltado algum ponto extra, além do esperado ou que, minimamente, trouxesse um novo ar para o anime em si. Contudo, a melhor conclusão que pode ser atribuída ao nono episódio de Musaigen no Phantom World é que houve muita diversão e descontração. Esta é uma das melhores características que podem ser atribuídas à esta obra, ao lado de sua parte técnica (animação e cenários). Além disto, o enredo possuiu uma boa simetria e conclusão.

Dando início aos relatos, é digno aqui mencionar a presença de uma aluna que, atualmente, é a única integrante do Clube de Teatro, chamada Kitajima Ayumi. Ela anseia participar de um concurso cultural local, mas a sua situação atual é desesperadora. A jovem acabou indo pedir ajuda para o Ichijou, a Reina e a Mai. Sob certos pretextos e condições, não apenas os três personagens citados aceitaram auxiliar a moça em sua peça, como também todo o Clube de Caça aos Phantoms acabou aderindo a causa, mesmo que um tanto contra a vontade para alguns de seus membros (o que incluiu a Ruru, a auxiliar Kurumi e, por último, a sempre pensativa Minase).

Os ensaios para a grande apresentação tiveram início e, ali, pode ser notado o quanto que a Kitajima não apenas adorava contracenar no palco, como também era uma diretora das mais cruéis possíveis. Obviamente, tudo ali esteve pautado em nome da diversão suprema e incógnita. Porém, a Minase sempre observou a situação toda de outra maneira, em especial no que dizia respeito à jovem amante de teatro e afins. Até que não demorou muito para ser descoberto do que se tratava, na verdade, a responsável pelo Clube de Teatro.

Esta é a Kitajima na forma humana...
Esta é a Kitajima na forma de um Phantom...
Se no episódio da semana passada um Phantom do tipo macaco gigante causou grandes confusões na escola, desta vez uma criatura de mesmo estilo tentou trazer um pouco de alegria, entretenimento e uma certa dose de contos do passado, uma vez que a peça da Kitajima se tratava de um embate no fim da Era Edo. Indo de maneira mais incisiva, nobre visitante, a citada aluna era o Phantom da vez. Felizmente, o segmento do episódio e a maneira como o mesmo foi conduzido acabou conciliando bem tudo aquilo que o anime tinha mostrado (em tese) até o presente momento.

A apresentação da peça, em si, acabou ganhando grande e irreverente destaque neste capítulo, sendo este um real ponto de nota válido. Foi divertido ver como o pessoal do Clube de Caça aos Phantoms se saiu, divertindo-se, lutando (no palco, com uma boa recepção da platéia) e até mesmo quando a Kitajima mostrou a sua verdadeira face, sempre reluzente quando fazia exercer a sua atividade preferida. Sobretudo, o final deste episódio acabou mostrando que, às vezes, uma boa ação tem como resultado um preço alto para ser pago, mas este é um ponto que tu descobrirá (e interpretará da melhor maneira possível) ao assisti-lo, nobre visitante.

Com nove episódios exibidos a minha pessoa mantém a ideia, no momento, de que o anime não quer ser sério, na realidade. Ele tentou fazê-lo em pontos esporádicos da obra, mas a vertente até aqui mostrou ser outra. Musaigen no Phantom World está sendo um bom entretenimento, mas seria interessante ver a obra tentar ousar ser mais ainda do que isso. Talvez isto possa ocorrer, enfaticamente.

Aguardar é preciso...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real...




"Alusão inicial, os ensaios e a Kitajima sendo uma diretora bem severa..."


"As sábias observações da Minase..."


"Kitajima no palco..."




"Alguns momentos da peça..."


"Agradecimentos ao público..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Olá, Carlílio! Como vai?

    Verdade, eu concordo que Musaigen não quer ser sério. Eu o compararia, aliás, a Kyoukai no Kanata: Um anime com um enredo que promete, mas não cumpre muito, à excessão de alguns momentos de fortes emoções. Eu achei que esse episódio foi um de fortes emoções, e pessoalmente gostei muito, mas nem todos são assim. Gostei bastante da moral da história, e da reviravolta com a personagem nova, no entanto. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Vou bem, nobre Chell. Espero que estejas bem, também.

      Na minha opinião (levando em consideração que fiz comentários semanais de Kyoukai no Kanata), acho Musaigen bem menos sério do que o outro anime citado. Mas isso é um tipo de questão bem opinativa, mesmo.

      Este episódio #9 foi um tipo de "ponte", entre a parte mais nonsense do anime e o início do enredo derradeiro. Bem digno.

      Volte sempre.


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons