[N! Drops] Abr'2014 #24: não seja um Matsutarou da vida... ~ Netoin!

segunda-feira, 21 de abril de 2014

[N! Drops] Abr'2014 #24: não seja um Matsutarou da vida...

O logo da obra desta ocasião...

Quando a preguiça é apenas um dos males...

Procure se imaginar como personagem principal de uma obra. Você tem uma força descomunal, é temido por todos em razão disto e, para piorar um pouco mais, se tamanho e envergadura auxiliam neste processo. Este agrupamento de fatores não é significativo o bastante para você ter calafrios ou imaginar coisas ruins de tal personagem que, infelizmente, possui um comportamento restritamente nocivo ao seu convívio social e familiar, fazendo deste ser um exemplo negativo em todas as esferas possíveis de atuação.

Isto porque tal personagem não passa de um presunçoso e vagabundo em potencial. Ainda está cursando o ensino fundamental, mesmo já tendo a idade de um adulto. Seu discurso de vida está na utilização da força bruta para resolver todo e qualquer problema, uma vez que muitos de tais inconvenientes são consumados por ele mesmo. Não respeita quase ninguém a sua volta, com uma exceção feita para a professora pela qual está totalmente apaixonado. Se você ainda se imagina como tal personagem, talvez esteja arrependido neste exato momento.

Este é Sakaguchi Matsutarou, o protagonista do anime Abarenbou Kishi!! Matsutarou. Com tudo que foi apresentado à respeito de tal figura, você deve pensar sobre o que este ser faz em um anime sobre sumô (uma das modalidades mais tradicionais do território japonês). Na verdade, a temática desportiva estará em pleno desenvolvimento na sequência da obra que, até o terceiro episódio (no qual a luta em si começou a aparecer), limitou-se à apresentar o protagonista e todo o seu modo esplendoroso de ser.

Alguém está se achando aqui...

O anime em si é de comédia com um ponto de ação e chamativa mais saudosista, principalmente ao se levar em consideração a arte da obra e o modo com seus diálogos se desenvolvem. Para se ter uma ideia mais básica, basta citar que Matsutarou quer escolher um emprego "à dedo" (como se ele pudesse fazê-lo) e que a sua faixa de respeito esbarra, inclusive, no próprio tradicionalismo imposto pela prática do sumô em si. Sua conduta pessoal é disparadamente horrível e sem um elo de compreensão mínima, mas é justamente este o fator que acaba fazendo toda a diversão imposta pela obra ser válida.

Com três episódios já exibidos, o anime mostrou que a comédia em nível pastelão tem tudo para ser o seu alicerce central e que, até o momento, tem sido trabalhado com irretocável primazia. Contudo, o título em si está distante de agradar à todos, uma vez que o seu nível de comédia não é dos mais digeríveis. Mesmo a minha pessoa teve que "apelar" em certos momentos para não fazer uma bela vista grossa ao que via Matsutarou aprontar. Mas, de forma bem positiva à citada, o anime parece guardar algumas boas surpresas, especialmente após o brutamontes protagonista ter, enfim, aceitado praticar sumô profissionalmente (mesmo que, no seu íntimo, ele esteja fazendo isso por uma outra razão).

No âmbito geral, Abarenbou Kishi!! Matsutarou é um anime bem na média para a atual temporada. O sumô, em si, aparecerá com força em seu prosseguimento e a comédia não será tirada de lado em nenhum instante. É possível questionar a qualidade social da obra que, realmente, deixa muito à desejar. Destaque mais do que positivo para a abertura deste anime que, ao som de uma música ao melhor estilo enka, dá um toque todo especial de apresentação para o mesmo. O fato da obra não ter apresentado um encerramento em três episódios causa certa curiosidade.

Aproveite o anime, mas não seja igual ao Matsutarou em sua vida...

Momentos...


Mãe - pela expressão facial desta senhora, voc~e já deve notar que tipo de vida a mesma leva com o seu filho...


Confusão - algumas palavras jogadas no ar são motivos suficientes para o Matsutarou perder a (pouca) paciência que tem...


Descenso - eis que, após ter enfrentado um lutador de sumô no meio da rua, Matsutarou chegou à ficar desacordado no chão...


Lutador - pela expressão facial do lutador, há uma razão muito especial que leva o mesmo à se mostrar tão aterrorizado...


Abertura #1 - por mais que a música não mude e a presença da professora e do Matsutarou sejam as mesmas, as cenas de fundo dão o convite necessário para o episódio que irá ser exibido. A cada novo capítulo, o visual detrás muda...


Abertura #2 - às vezes, fingir que não se está vendo algo é bem melhor. Isso em razão da cena protagonizada pelo Matsutarou ao fundo...

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons