[N! Drops] [+18] Abr'2014 #23: Dai-Shogun e suas extravagâncias... ~ Netoin!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

[N! Drops] [+18] Abr'2014 #23: Dai-Shogun e suas extravagâncias...

O logo do anime.

Falando de um anime que chama a atenção de outra maneira...

A nova temporada de animes tem mostrado possuir um diferencial bem valoroso, estando este acerca de atender os gostos de, basicamente, todo o público. Os gêneros e temas trabalhados são os mais diversos possíveis e seguramente bem-vindos em seus propósitos. Isto não significa que todos os títulos lançados possam ser chamados de bons ou regulares, pois existem algumas camadas abaixo das citadas que podem fazer com que você "torça o nariz" para algumas obras.

Talvez este seja o caso do anime Fuuun Ishin Dai Shougun (O Grande Shogun da Restauração, em sua tradução mais aproximada para o idioma português). Mais conhecido como Dai-Shogun, esta obra se passa em um dos mais conturbados períodos da História do Japão, pertinente à Era Meiji, muito embora a mesma seja tratada com eventos meramente fictícios no anime (que nunca ocorreram na realidade). O poder era a chave do sucesso e a nação buscava mostrar possuí-lo. Apesar da época em citação sugerir que o anime possa usar tal momento para fazer um plot mais conciso e sério, a verdade é que o efeito contrário acaba ocorrendo com uma ferocidade que não poderia ser imaginada anteriormente.

Em Dai-Shogun, o futuro do Japão está nas mãos da linhagem sanguínea (familiar) dos Tokugawa. Somente tal família possui o tão almejado poder, visando acabar com toda e qualquer pretensão que possa surgir (sobre dominação e afins). Isto também não deveria soar estranho mas acaba assim ocorrendo, graças a um detalhe que pode originar algumas porradas de mão fechada na parede mais próxima de você, visitante.

O primeiro e único Tokugawa Keiichirou.

Antes disto, é necessário apresentar o protagonista. Seu nome é Tokugawa Keiichirou, sendo ele um jovem que nunca trabalhou na vida e que passa o dia lutando com todos no logradouro onde vive. Ele realmente possui uma força descomunal (que não se aplicaria com facilidade para o rapaz), mas contrabalanceando esta característica existe outra, pois o Keiichirou é um idiota em potencial (tipo de personagem que geralmente desliga o cérebro para as coisas mais simples e óbvias, preferindo "pensar" com os músculos ao invés disto). Contudo, ele é gentil e possui alguns princípios éticos com os quais leva a sua vida. Mesmo com todas as características que foram citadas, o rapaz possui outra que (para o anime) é a mais importante de todas, sendo esta a sua virgindade.

Você não leu errado, nobre visitante. O fato de Keiichirou nunca ter feito sexo em sua vida implica diretamente na sua real importância para a obra. Graças a chegada de uma ninja chamada Hattori Kiriko, o rapaz fica à par de sua linhagem e que, graças a sua virgindade, ele pode pilotar um poderoso mecha e com ele trazer a ordem para o Japão. O modo como Kiriko inicia sua conversação com o jovem faz com que o mesmo a veja como uma inimiga, porém bastam alguns minutos para isto mudar com grande veemência. E para dar um tempero à mais nesta situação simplesmente inimaginável, a ninja tem também um importante papel na missão que está a passar para Keiichirou, uma vez que ela também possui um atributo tão importante quanto o do rapaz para tal.

Como você já deve ter notado com facilidade, Dai-Shogun é um anime que usa do politicamente incorreto e dos atributos de origem sexual para fazer com que o seu enredo siga adiante. Se a proposta em si pode soar como sendo absurda, fique à par de que o título abre espaço para outras casualidades tão pertinentes quanto também conflitantes para esta causa. Entre tais estão os fetiches, que variam da podolatria ao masoquismo. Além disso, a falta de ética de parte do elenco deste anime chega à dar ascos, sendo este o caso do delegado de segurança pública do lugar, um perfeito "zero à esquerda" em todos os sentidos.

O chefe da segurança pública (à direita): nem um pouco confiável.

Apesar do anime usar e abusar dos atributos que foram acima citados, existe uma causa muito peculiar e interessante para explicar o porque do Keiichirou nunca ter tido uma única relação com mulheres. Quando pequeno, o rapaz foi amaldiçoado. E tal ação proferiu a ele um tipo de desgraça, na qual toda a vez que ele for tocar uma mulher (ou ser tocado por uma) o rapaz terá convulsões, coceiras, urticárias, bolhas de sangue aparecerão pelo seu corpo e, inclusive, poderá até perder a sanidade e desmaiar por um longo período. Definitivamente, a vida do Keiichirou está muito distante de ser definida como "reconfortante".

Quando sai do enredo e elenco para falar da parte técnica, Dai-Shogun consegue dar um tipo de aula sobre "como não fazer um anime". Raramente tu vai ver os personagens em algum tipo de movimento conciso, pois na maioria dos casos estará tudo muito estático na tela, cuja movimentação se dá de forma demorada e relembrando épocas passadas da animação japonesa. Acusticamente, o anime apresenta-se como sendo bem razoável, não causando nenhum tipo de alvoroço. Curiosamente, a abertura e o encerramento desta obra conseguem ser bem condizentes e, em especial, a música de fechamento do episódio consegue ser deveras chamativa e bonita (chamada "Upon a Star").

É mais do que provável que Dai-Shogun, como quaisquer outro anime, possui seu público cativo e no aguardo de novos episódios. Entretanto, todos os parágrafos acima acabaram mostrando apenas a visão opinativa de minha pessoa para você, visitante, no que tange à esta obra tão peculiar. Dois episódios já foram exibidos e caberá apenas à ti determinar se este anime vale, ou não, a pena em ser visto.

Alguns momentos...


Encontro - foi desta maneira que Kiriko e Keiichirou se conheceram. E a cena, em si, já é representativa o bastante para a causa...


Comum - as caretas são uma especialidade do jovem Tokugawa Keiichirou. Se elas fazem rir, ou não, é outra história...


Mecha - eis o poderoso armamento que só pode ser controlado por um jovem com sangue dos Tokugawa. E que seja virgem. O Keiichirou preenche todos os requisitos...


Chiharu - esta jovem bonita trabalha em uma Casa de Chá (bordéu na realidade). Ela é o fruto de uma relação entre um humano e um monstro e tem duzentos e cinquenta anos de idade...


Fetiche - não há nenhum crime em gostar de pés, mas presume-se que exista hora e lugar para tudo. E o jovem acima mostrou para a Chiharu que não apenas queria lambê-la, como também que ela pisasse com força nele. Note as sandálias da moça...


Chá #1 - dentro da Casa de Chá, Keiichirou estava acompanhado de seu "serviçal". Ambos esperavam pelas garotas. E o Tokugawa queria provar que a Kiriko estava enganada sobre ele, mas...


Chá #2 - o amigo do Keiichirou possui um grande topete, e a moça que foi atendê-lo não perdeu tempo para executar uma ação básica. Se há algo errado é bom definir agora...


Maldição - realmente, Keiichirou é vítima de uma maldição. E na imagem acima está o resultado de tal, após a Chiharu ter abraçado o rapaz...

Dica de leitura aqui no NETOIN!

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. E aí, Carlírio!

    Olha, para falar bem a verdade eu nunca pensei que você fosse assistir ou comentar sobre esse tipo de anime, mas deu para perceber que ele ficou entalado na sua garganta.
    Foi engraçado de certa forma, além de ser um bom aviso para as pessoas não passarem perto de Dai Shogun, que, na boa, não tem nada de interessante, visto que na temporada atual há infinidades de melhores títulos (inclusive para "sexo solitário").

    Parabéns pelo post, moço! o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Red Kim, gostei de sua definição para Dai Shogun (anime para "sexo solitário"). Soou interessante...XD

      Mas devo concordar contigo, no escopo de que este anime é fraco demais... Em quase tudo, aliás... E não apenas esta temporada com a anterior apresentaram muitos animes melhores do que este, seguramente...

      Obrigado, nobre...^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons