[N! Drops] Abr'2014 #22: mais da temporada! ~ Netoin!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

[N! Drops] Abr'2014 #22: mais da temporada!

Esse olhar...

Eis que a última edição do N! Drops sobre a nova temporada se fez chegar. Com ela aparecerão mais cinco obras analisadas aqui no NETOIN!, fechando a conta com um total de dezessete animes trabalhados. E seguindo o modelo já conhecido, você verá nas linhas abaixo algumas citações básicas sobre cada título presente, no intuito da chamada para a troca opinativa com você, nobre visitante.

À partir deste momento, sinta-se à vontade. E tenha uma boa leitura!

Mekaku City Actors

Um assalto...

Quando se faz uma ligação polivalente entre um estúdio de animação e o plot da obra a ser trabalhada por tal, qualquer resultado que surja não será uma mera obra do acaso. E quando a temática acerca dos hikikomoris se alia a uma empresa que adora imagens estáticas, toques no pescoço dos personagens e uma cisma gritante com torres de som, então o produto final pode acabar gerando um grande e irrefutável interesse.

Este é o caso do anime Mekaku City Actors, que está sendo trabalhado sob as asas do Shaft (o Shinbo adora isso). O enredo da obra gira em torno do jovem Shintaro Kirasagi, que vive unicamente na frente do computador o dia inteiro. Sua companhia fiel é uma personagem do mundo virtual (podendo assim definir) chamada Enomoto Takane, que tenta de todas as maneiras auxiliar o seu mestre em suas atividades diárias, bem como de dar o up necessário em sua vida para vários momentos. E se imaginar que as coisas começaram a mudar para o Shintaro, quando ele precisou sair para comprar um teclado novo, o anime acaba ganhando grande poder de atenção.

Tudo isto em razão de um grande assalto que ocorreu em uma loja, justamente no momento em que o protagonista lá estava. Para alguém que não gostava de sair, a experiência acabou sendo horrível. Mas o anime esconde muito bem a sua objetividade neste simplório tema, pois aparentemente o Shintaro não é o único humano a ter uma companhia virtual. Com isso, Mekaku City Actors acaba sendo o convite perfeito para sua apreciação, no que tange ao mistério e possíveis "encontros de um hikikomori e NEET".

Ping Pong: The Animation

Táticas em pauta?

A alma esportiva pede passagem uma vez mais nesta temporada, desta vez sob as mesas. Sim, o ping pong (tênis de mesa) é a temática da vez. E, com a maior seguridade possível, a obra realmente soube não apenas chamar a atenção em seu episódio inicial, como principalmente soube retê-la a um novo nível e patamar.

Em Ping Pong: The Animation você verá muita rivalidade, termos de baixo calão e competitividade com as raquetes em mão. Tsukimoto Makoto é o personagem central, sempre muito sério e que quase nunca esboça um sorriso (por isto tem o provocativo apelido de "Smile"). Ele é de poucas palavras e, quando abre a boca, não esconde em nada o que pensa. E neste início de exibição uma potencial rivalidade se fez apresentar, quando um estudante vindo da China apartou em solo japonês, com toda a sua gana e vontade de vencer, à qualquer tipo de custo.

O anime segue exatamente neste embalo. As provocações entre os personagens mostraram-se ser uma constante. Não há motivos para palavras legais aqui. Além disto, a obra apresentou um visual deveras simples e interessante, combinando não apenas com a proposta do plot como principalmente com toda a ambientação em seu entorno. Sem a menor sombra de dúvidas, Ping Pong: The Animation tem todos os ingredientes para fazer história nesta temporada.

Ryuugajou Nanana no Maizoukin

Nanana, ao seu dipsor...

Um assassinato. Uma ilha bem moderna e repleta de recursos. Um jovem que vai ali viver sob certas circunstâncias. O cheiro de clichê paira no ar com uma obviedade deveras gritante mas, ainda assim, a obra inspira muita confiança. Isto porque todas as suas característica formam um balanço conciso e chamativo, fazendo com que o anime não seja entediante ou meramente "mais do mesmo".

A obra Ryuugajou Nanana no Maizoukin lhe convida à conhecer um jovem chamado Yama Juugo. Ele foi viver em uma paradisíaca  ilha, após ter sido "expulso" pelo seu pai de casa. Pagar um ano de aluguel adiantado não foi o problema para ele, mas sim com quem ele teria que dividir a moradia. Isto porque quem estaria com ele no quarto seria um fantasma de uma jovem morta há doze anos atrás, chamada Ryuugajou Nanana. Ela foi uma das sete pessoas jênias que criaram a ilha onde Juugo agora está, desde a concepção inicial até a sua formação.

De modo geral, o anime aparenta ser apenas uma chamada para a comédia romântica básica. Mas a obra enganou bem, e isto é positivo, pois a estória acerca do assassinato bate de frente com a Nanana, e com mais outras personagens que se fizeram presentes em seu episódio inicial. Some-se à isto o fato de um tesouro ser alvo de algumas buscas, o que originará certos interesses. Eis, com isso, um anime que engana na premissa básica, pois poderá entregar muito mais do que isso.

Inugami-san to Nekoyama-san

O que é isso?

Uma estória sobre duas personagens que são estudantes e interagem em seu dia-a-dia. Até este ponto não existe, em absoluto, nada de estranho. A não ser por um detalhe, estando este no fato de cada uma delas ter afeições pertinentes a um animal de estimação, no caso, gato e cachorro.

Inugami-san to Nekoyama-san se resume exatamente ao que foi descrito no parágrafo acima. Em síntese,  você conhecerá a jovem Inugami Yachiyo (cuja feição é a de um cão) e a sua amiga Nekoyama Suzu (de feição pertinente a um gato). A obra restringiu-se, em seu episódio inicial, a mostrar um pouco do cotidiano delas com uma colega de escola, que vive chamando a Yachiyo de tarada (e com motivos bem plausíveis para isto, nobre visitante, pode acreditar).

De modo geral, o anime não possui grandes atrativos visuais ou sonoros, prendendo-se às falácias protagonizadas por seu elenco, em um episódio de três minutos e trinta segundos de duração. Ponto de chamada para o nível das piadas, geralmente direcionadas à Suzu pela Yachiyo, sendo todas elas de amplo cunho sexual nos ideais. Caberá à você definir se a obra vale a pena ou não em ser vista.

Gochuumon wa Usagi Desu ka?

Olhares sinceros...

A fofura bate à porta nesta temporada. Uma beleza em cores, traços, músicas e diálogos que exalam carisma e gentilezas. O anime em pauta fez tudo isto com exímia perfeição no seu episódio inaugural, sem deixar de lado o enredo básico e o convite a teres um sorriso bobo de um canto ao outro de seu rosto, durante a exibição do mesmo.

Gochuumon wa Usagi Desu ka? é exatamente este anime mencionado. Tudo gira em torno de uma simpática e acolhedora cafeteria, em uma cidade que mescla elementos um tanto quanto modernos em sua ambientação mais medieval. Um grupo de simpáticas garotas acaba se conhecendo e, aos poucos, vão interagindo cada vez mais entre si, com conversas extremamente amigáveis, simples e, obviamente, provando de ótimos doces e um delicioso café ou chocolate quente à mesa.

Não para menos, este anime tem tudo para carregar em si o selo de pureza total da temporada de abril'2014. Incrível como, mesmo com tamanha simplicidade em todas as suas características, a obra consegue transmitir muito carisma, deixando o ar envolto por uma espessa e poderosa camada de fofura. Assista-o se desejas ver arco-iris uma vez por semana, de frente ao seu monitor.

Momentos...


Mekaku - a culpa é toda sua!


Nanana - recepção com cervejas...


Inugami-san - parece que alguém esqueceu o material em casa...


Ping Pong - é hora da partida...


Gochuumon - este mascote sabe ser muito fofo mesmo...

Um belo cenário (anime: Nanana).

Comentários semanais no NETOIN!

A seção N! Drops abordará várias obras, entre as quais poderão estar...
Soredemo, Mahouka, Matsutarou, Ping Pong, Haikyuu!, Mushi-Shi, 
Baby Steps, No Game No Life, Nanana, Black Bullet e Gokukoku

Dicas de leitura aqui no NETOIN!
(com MahoukaBaby StepsSoredemoGokukokuCaptain EarthMushi-Shi e Haikyuu!!)
(com Jojo's Stardust CrusadersNo Game No LifeBlack BulletMatsutarouMangaka-san)

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 2Blogger
  • Disqus

2 Comentários

  1. Olá!!

    Dos animes citados estou curiosa para assistir a Mekaku City Actors, que provém de uma série de músicas de vocaloid, posteriormente transformada em light novel e mangá, para chegar nesse anime. Esse é poder dos vocaloids!! \o/

    É o único, além de WIXOSS que irei acompanhar nessa temporada. Sei lá, Mekaku City chamou muita atenção... rsrrsrsrs

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações


      Nobre Natália, eu realmente considero muito alta a possibilidade de tu gostar de Mekaku City Actors, e isso por uma série de fatores...

      Vejamos se a obra será realmente de vosso agrado, após tu ver o início da mesma.^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons