Em pauta!

quinta-feira, 9 de abril de 2020

[N! Drops] Abr'2020 #8: o início de BNA


Mistérios além da compreensão...

A lista de animes que este humilde blogueiro verá na temporada de abril-2020 ganhou mais um nome, e isto pode ser dito em caráter oficial, sem a menor cerimônia para tanto. Uma obra que une conceitos, vertentes e aquela pitada trivial de suspense e drama, tudo isto rotulado em uma fantasia que realmente soube entreter em seus seis episódios iniciais.

Sim, o montante de episódios exibidos foi este citado no parágrafo acima, visitante. Todos eles foram ao ar por streaming, via Netflix, em 21 de março. Contudo, este título continuará de onde parou em sua série televisiva, prevista para iniciar na data cujo o presente post foi ao ar. Este anime, que é uma obra original, está sendo trabalhado pelo estúdio Trigger (Little Witch Academia; Kill la Kill; SSSS.Gridman), o que já lhe confere uma certa expectativa quanto a sua animação e, não obstante, também ao modo de narrativa durante o seu decorrer.

Trata-se de BNA. A bem da verdade, esta é a sigla para o seu provável nome real, que é Brand New Animal. Este anime apresenta uma realidade na qual os seres humanos não estão exatamente sozinhos, como a espécie dominante na Terra. Até porque, existem outros seres de igual capacidade intelectual, porém providos de capacidades físicas bem acima do que a humanidade pode executar corriqueiramente, sendo então denominados como feras humanas (também conhecidos como animais humanos).


Kagemori Michiru: esperançosa, sofrendo uma emboscada e seguindo adiante...

Desnecessário enfatizar que, na ambientação acima apresentada, humanos e feras não possuem uma coexistência das mais pacíficas. Até porque, conta-se que a segunda espécie citada sempre viveu às escondidas da primeira, desde épocas bem remotas, na qual várias sociedades humanas chegaram a adorar certas feras humanas como deuses. Este é um ponto deveras interessante, que ao longo dos seis episódios iniciais, BNA trabalhou e citou à exaustão.

O cenário mostrado já dá uma boa ideia sobre o que se pode esperar deste anime. E de fato, todas as ocorrências seguintes recaem no flagelo da sonhada coexistência, que sempre está em teses e ameaçada das mais variadas formas. BNA se saiu muito bem neste aspecto, dando uma dimensão bem robusta de seu universo, principalmente ao mostrar que ambas as espécies (humanos e feras humanas) possuem integrantes que, tanto desejam a existência mútua, como também almejam a dominação de uma espécie sobre a outra.

O foco central deste título está na personagem de nome Kagemori Michiru. Ela era uma estudante humana comum, que tinha o seu cotidiano normal e aparentemente sem problemas. Tudo isto mudou em um certo dia, no qual ela despertou como uma fera humana, mais precisamente como uma tanuki. A partir disto, ela passou a experimentar todo o tipo de preconceito graças ao seu "novo ser". A única alternativa de sobrevivência que ela viu, para si, foi sair de sua casa e buscar refugiar-se em um local chamado Anima City, sendo o mesmo considerado um tipo de porto seguro para as feras humanas viverem.

 Michiru e Shirou.

A Michiru jamais poderia imaginar o quanto a sua realidade daria voltas, no momento no qual pisou em Anima City. Diversos momentos de tensão passaram a fazer parte de seu cotidiano, em especial sob o contato de Ogami Shirou, uma fera humana tipo lobo que cuida de manter a paz em tal local, sem desvincular-se do seu ódio pela humanidade. Esta dupla passou a vivenciar todo o tipo de aventura - educadamente falando - em Anima City, seja lutando contra gangues, desmantelando cartéis que vendiam animais, ou até correndo atrás de dados sobre apostas clandestinas de beisebol.

BNA ganha muitos pontos com isso, uma vez que o tal "porto seguro" que a Michiru imaginava não existe na realidade ou, ao menos, é diferente do que ela talvez imaginasse. É a partir disto que ela vai se descobrindo como fera humana, aprende a usar os seus novos dons, conhece grandes pessoas e fortalece-se para seguir adiante. De certa maneira, o mesmo pode ser dito para o Shirou. Soma-se à isto diversos eventos chamativos e personagens que muito agregam ao anime em si, especialmente no que tange à retenção de atenção e perspectivas quanto ao futuro da obra.

Tecnicamente falando, o que se pode efetivamente esperar de um trabalho feito pela Trigger se encontra em BNA. O visual lembra muito as obras anteriores do estúdio em citação, em basicamente tudo, o que vai desde a paleta de cores, passando pelo desenho dos integrantes do elenco, até a animação propriamente dita. Os seiyuus realmente incorporam os personagens para os quais cedem as suas vozes e, musicalmente, o anime não decepciona (embora não seja algo glorificável e/ou impactante nisto). Seguramente, este anime ainda servirá como pauta novamente aqui no Netoin!.

Aguardar é preciso...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real



"Michiru e as surpresas iniciais de Anima City..."



"O Shirou possui uma força descomunal..."


"A grande lei de Anima City: o mais forte tudo pode fazer..."


"Michiru e as recordações de Nazuna, a sua melhor amiga..."


"Órfãos quase vendidos, salvos pela Michiru..."


"Salvamento e tecnologia..."



"Nina, a fera humana tipo golfinho: um arco de impacto..."


"Michiru, no dia de seu aniversário..."



"Michiru e Nazuna se reencontram, mas..."

Até a próxima!

O Netoin! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in Netoin! ]

2 comentários:

  1. Olá!

    Com o selo Trigger? Ainda dá pra ter dúvidas? Em "Little Witch Academia" fomos agraciados com 26 episódios de pura ação, diversão, cenas dramáticas e muita magia. BNA segue o mesmo caminho, dirigido pelo mesmo diretor "Yoh Yoshinari", as aventuras de Michiru para conhecer os reais motivos da transformação de seu corpo ganha amplitude ao cruzar o caminho com Shirou, o Lobo. Esta é uma das séries que mais estava aguardando, desde 2019 quando revelaram no evento "Anime Expo" que estava em curso a produção.

    Vale a pena conferir, quem gosta de MUITA AÇÃO, esta tem de sobra!

    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      Sim. O selo Tigger é mesmo muito poderoso, nobre. Contra fatos não existem mesmo muitos argumentos.

      E concordo contigo. Espero ansiosamente para que BNA nos brinde com mais ótimos episódios.

      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do Netoin!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!