[Semanal] Musaigen no Phantom World #4 - Família de mentira ~ NETOIN!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

[Semanal] Musaigen no Phantom World #4 - Família de mentira

A chamada natural.
Um episódio dedicado à Reina...

O quarto episódio de Musaigen no Phantom World foi a extensão perfeita de seu capítulo predecessor (relembre-o ao clicar aqui). Basta aqui mensurar que, em meio aos eventos da semana passada, a jovem Reina (que pode engolir Phantoms e possui um grande apetite) acabou demonstrando certos anseios às escondidas, como quem via tudo ocorrer ao redor e amadurecia certas ideias em mente, com relação ao todo. Ela sempre teve um comportamento mais tímido e, desde tal episódio, a minha pessoa questionava-se se o anime trabalharia isto de alguma forma.

A dúvida do parágrafo acima acabou sendo amplamente respondida no quarto capítulo deste anime, visitante. E de uma maneira muito interessante, bem trabalhada, mesmo que lotada de clichês (que acabaram prestando um serviço dos melhores nesta oportunidade). Ao ver o início do episódio, entretanto, tinha-se a vaga ideia de que o mesmo poderia ser bem simples (com a Reina comendo o quanto pudesse em um restaurante). Embora tenha sido divertido, tal momento dava certas ideias precipitadas sobre o capítulo em si.

A Mai, a Ruru e o Ichijou são, verdadeiramente, uma extensão familiar mais feliz para a Reina, que carrega em seu coração e mente uma tristeza muito grande. Tal sentimento provém de certos eventos familiares, que envolvem uma briga entre seus pais e a irmã mais velha dela, que acabou saindo de casa. Além disto, a jovem caçadora de Phantoms teve contar aos seus responsáveis sobre suas atividades na escola, em especial no que tange ao clube do qual ela participa. A personagem vai sempre feliz à escola e volta triste para casa, em um modal comportamental que é bem fácil de ser compreendido.

Orelhas de coelho...
Graças à tudo que está preso dentro de si, a Reina acabara sendo enfeitiçada por um Phantom em formato de ônibus, que a levou diretamente para o reino de seus pensamentos mais profundos. E, em sua mente, uma família vivia feliz e em harmonia. Com o súbito auxílio da Minase e sua reflexão, o Ichijou e a Mai foram ajudar a comedora de Phantoms. No entanto, ambos acabaram sendo também "vítimas" do dito feitiço e foram acolhidos como parte da família dela, a Reina, tendo como pais dois coelhos carinhosos e se tornando, também, membros de tal espécie animal (ao menos, com suas orelhas fofas).

O fluxo do episódio seguiu de uma maneira muito convidativa até o seu final, destacando-se a Reina como centro das atenções e a Ruru como a personagem que não sabe a hora de ficar quieta. Os minutos que encerraram este capítulo do anime foram muito bons, dignos de nota e, sobretudo, deram uma excelente ênfase ao significado da palavra "família" em si. Grandes amigos fazem um laço familiar entre todos os coligados, confidenciando alegrias e temores, mostrando expectativas, traçando objetivos, dando e recebendo opiniões, além de muitos outros fatores. Possivelmente, assim a Reina estava visualizando a Mai, o Ichijou e a Ruru. É um pensamento válido, mas no qual faltava uma certa dose de coragem na jovem em pauta, para que a afirmativa sobre amizade tivesse real poder de validação.

Musaigen no Phantom World teve, desta maneira, um episódio digno de nota. O roteiro deste capítulo foi o melhor do anime em quatro episódios exibidos, tanto na apresentação visual como na maneira que foi trabalhado. Não é possível aqui mensurar se este será o foco do anime daqui por diante, mas é certo afirmar que mais momentos de drama haverão de surgir. E, de momento, a Reina pode se sentir feliz por muitas razões, pois as suas "duas famílias" estão seguindo adiante em um rumo certeiro e justo.

E assim se segue...

Momentos...
Clique nas imagens para vê-las em tamanho real


"A imagem acima, em movimento, é uma parte ímpar do episódio..."


"Esta é a Reina, após ter comido muito e bem..."


"Quando algumas verdades são ditas..."


"A compreensão familiar que a Reina sempre sonhou..."


"Não é o 'Dango Daikazoku', mas cumpre o seu bom papel..."


"O choro da mãe, ao ver a filha regressar ao lar..."


"Lágrimas de um receio forte..."


"O sorriso sincero e feliz..."

Até a próxima!

O NETOIN! está com você, no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


Conheça o autor do NETOIN!, visitante...
Carlírio Neto
Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade de minha humilde pessoa.

  • 0Blogger
  • Disqus

Deixe o seu comentário

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - NETOIN! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons