Análises em Geral - parte #64: o mangá de Another e o suspense em sua narrativa ~ Netoin!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Análises em Geral - parte #64: o mangá de Another e o suspense em sua narrativa

A capa de Another, pela Editora JBC.

Saudações, visitante. O NETOIN! apresenta mais uma análise inicial de um mangá publicado em solo brasileiro. A obra da vez  é trazida aos fãs das publicações japonesas por meio da Editora JBC e que, certamente, dividiu muitas opiniões quando o anime de tal obra se fez exibir na primeira temporada de 2012.

É claro que o anime desta obra teve muitos pontos fracos, mas também apresentou as suas peculariedades positivas. No geral, a animação não correspondeu a expectativa inicial da maior parte do fandom, que classificou tal obra de mediana para baixo. Ainda assim, a mesma chamou a atenção principalmente dos iniciantes em animes japoneses, que viram em tal título algo realmente chamativo e de grande valor.

Desta forma, você está convidado à conhecer um pouco sobre o mangá de Another, que está sendo publicado no Brasil e que cujo anime acabou recaindo na descrição feita no parágrafo mais acima.

Uma história com suspense...

Visão parcial da edição brasileira do mangá Another.

A premissa por detrás da história de Another é regida por eventos ocorridos nos distantes anos setenta do século passado. O interessante nisto é que, nos tempos mais atuais, uma escola vive de forma muito evidente um tipo de "maldição" que faz existir nela, justamente por tais eventos em tão distante época. Tenha em mente de que tal acontecimento se faz valer da premissa do surreal e do mistério, onde o suspense presente diz respeito unicamente ao fato de "não acreditar (ou aceitar) que tal evento tenha ocorrido".

No ano de 1972, um estudante da escola Yomiyama (turma 3-3) acabou falecendo por razões totalmente inexplicáveis. Em razão disto e com muito receio em suas mentes, os alunos e professores da citada turma preferiram continuar com o dia a dia de suas vidas naquela sala unica e simplesmente fugindo da realidade. Em outras palavras, passaram a fingir que nada havia acontecido.

Por mais que o plot possa soar como bem básico, o fato é que Another carrega tal ocorrência como alicerce de sua história no tempo presente, na qual aparecem o estudante recém transferido Sakakibara Kouichi (de 15 anos de idade) e uma estranha aluna chamada Misaki Mei. Se estavas a imaginar que a "fuga da realidade" se deu unicamente nos anos setenta, fique à par de que a Mei é a vítima da vez de tal lenda escolar.

Logo após ser transferido, o jovem Kouichi acabou sendo hospitalizado e, com isso, demorou para frequentar as aulas. Ainda no hospital se deu o seu primeiro contato com a Mei, que estava indo realizar uma tarefa pessoal por lá. Na escola, o rapaz notou o modo estranho com o qual todo o pessoal (e não apenas os integrantes de sua turma, que é a 3-3) tratavam a existência da Mei. Após ficar à par de tal lenda escolar, ele resolveu mergulhar no assunto com vontade e nele seguir até o final, para que tais ocorrências não mais atingissem a escola como até então.

O problema maior é que, no tempo presente, os acontecimentos do passado cismam fortemente em atormentar o pessoal da escola, o que faz as ações do Kouichi ficarem ainda mais restritivas. Isto sem mencionar a própria Mei, que acaba vendo alguém que pode confiar no rapaz, mesmo alertando-o que seu destino poderia vir à ser o mesmo dela na escola. Se ficou instigante para você, então só pela história Another tem tudo para ser de seu pronto agrado, visitante.

A publicação

As páginas coloridas do mangá Another, em detalhe.

Agora que você já conhece um pouco mais do plot que cerca o universo de Another, está na hora de ficar à par de como se saiu a publicação brasileira deste título em seu primeiro volume. O que se pode definir, logo de início, é que o valor de capa para este mangá é realmente alto, mas ao mesmo tempo de muito bom grado e realmente qualitativo à qualidade de sua impressão.

A capa é mais simples em seu material do que, por exemplo, pode ser notado quanto ao mangá Card Captor Sakura em sua republicação. Ainda assim é uma capa bem feita e possuidora de uma arte muito bonita, onde a Misaki Mei aparece com certa "sensualidade visual" na mesma. Ao abrir o mangá, você estará convidado a visualizar seis páginas coloridas no mesmo.

Tais páginas visam seguir a padronização da publicação original, e nisto pode-se dizer que a Editora JBC realizou um bom papel. A qualidade das mesmas está realmente muito boa. Entretanto, este blogueiro aproveitará o momento para ressaltar o quão desconfortável foi ler os diálogos naqueles balões de fundo preto, mas aqui se faz ressaltar mais necessariamente uma questão de gosto pessoal do que, propriamente, de algo que se deva generalizar ou levar adiante como "verdade absoluta" sobre a obra em si.

As páginas consideradas normais (preto e branco) foram impressas no mesmo material das páginas coloridas (o papel brite de 52 gramas). Entretanto nota-se que tais páginas são bem comuns, bastando tocar nelas para sentir a diferença sobre as páginas coloridas deste mangá. Isto não entrou como um demérito na avaliação deste blogueiro, mas certamente fará com que muitos questionem o valor de capa desta publicação.

Quanto aos diálogos em si, minha pessoa não constatou nada que tirasse o crédito da obra ou que, de alguma forma, possa ter deixado em evidência algum descontentamento para quem já tenha lido a publicação japonesa. Aliás, no que tange às cenas que se fazem presentes logo neste primeiro volume, deve-se aqui ressaltar que certo evento do primeiros momentos da versão animada de Another aparece no mangá em grande e tenebroso estilo (relatando positivamente).

Objetivamente

Uma cena de impacto, presente no primeiro volume de Another.

A publicação brasileira de Another acabou soando como muito positiva para este blogueiro. Como se trata de uma obra curta (pois terá apenas quatro edições), então a sua aquisição por completo é mais do que certa e, com isso, a garantia de um post de avaliação final da obra, após o último volume ter sido devidamente lido, está garantida aqui no NETOIN!.

Entretanto, deve-se ter me mente que, aos olhos de minha pessoa, o mangá desta obra soube passar um clima de mistério bem melhor que a sua contraparte animada em 2012. Claro que isto é algo muito relativo, e que talvez você não dê uma importância maior por ser uma opinião bem pessoal. Mas fique ciente de que, falando-se bem objetivamente, o suspense se fez garantir muito bem neste primeiro volume de Another.

Vale lembrar que o valor de capa deste mangá é de treze Reais e noventa centavos (R$13,90). Sua tiragem será mensal e maiores informações sobre o mesmo você poderá ter no site da Editora JBC, ao clicar aqui.

Até a próxima.

O NETOIN! está com você no Facebook e no Twitter

[ made in NETOIN! ]


O autor do NETOIN! é...
Carlírio Neto Carlírio Neto, um fã de animação e cultura japonesa desde os anos noventa. Dramas são a especialidade pessoal. O personagem Wataru, de Sister Princess, representa bem a personalidade deste humilde blogueiro. Veja um pouco mais sobre o autor do blog NETOIN!aqui.

  • 4Blogger
  • Disqus

4 Comentários

  1. Olá.

    Não assisti o Anime, mas sempre vi comentários relatando o fato deste ser inferior ao Mangá.

    O Mangá, que aliás, é lindo! Dá gosto folheá-lo! Entretanto, não sei se foi meu exemplar, mas notei uns três quadrinhos apagados em cerca de 1/4 de seu tamanho. Além disso, dois ou três balões estavam cortados por estarem muito à direita. Isso me deixou meio chateado, mas nada que afetasse a leitura e minha animação.

    Apesar dos problemas relatados, adorei Another e, claro, a compra dos próximos três volumes é garantida, ao menos da minha parte. ^^

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      Provavelmente isto seja problema de lote, rapaz. Ocorreu comigo um fato similar ao seu, só que no mangá de K-ON!.

      E sim, Another é realmente um bom mangá. Acredito que valerá a pena colecioná-lo.


      Até mais!

      Excluir
  2. Olá!!

    Já li meu primeiro volume e ainda tenho que fazer o post de Primeira Impressão. Na verdade, tem que se levar em conta sobre tal lenda a cultura japonesa. Lá, diferente daqui, eles acreditam fielmente em maldições, espíritos e coisas do tal. Então, não é difícil imaginar que a história aconteça com esse diferencial. Digo, a história do aluno para a qual nosso protagonista participa.

    Não achei o preço caro devido ao tipo das páginas coloridas e preto e branco. Deve-se levar em conta que se trata de um anime/mangá recente, então os direitos autorais devem ter um custo. Acho que além da JBC, A NewPOP faz um ótimo trabalho, só perdendo, neste caso para a periodicidade.

    Espero poder escrever logo o post em meu blog. E espero sua opinião sobre o mesmo lá.

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações

      Concordo contigo, Naty.
      Preferi não citar os costumes japoneses neste quesito. Gosto que o visitante do blog sinta a curiosidade lhe envolver e, desta forma, acabar exigindo um pouco mais de si mesmo.

      Quanto ao preço, não deixei clara a minha opinião (não me incomodei com o valor), mas obviamente haverão reclamações em razão do conjunto da obra não estar tão [majestoso] quanto Rurouni Kenshin ou Card Captor Sakura.

      Preferi, de igual forma, nem entrar na questão da publicação ser mais atual. Tenho um receio terrível de "escrever besteira" e, assim, algum visitante se sentir bem decepcionado com o texto.

      E sim, tão logo enfatize a sua opinião no [Naty in Wonderland], eu lá comentarei.^^


      Até mais!

      Excluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as ideias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

comments powered by Disqus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Blog sobre animação japonesa - Não copie os textos. Favor entrar em contato com o dono do blog para maiores dúvidas e detalhes. - Netoin! 2006-2017
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons