sábado, 17 de dezembro de 2011

Especial Tezuka Day: a divertida e interessante história da pequena Melmo...

O logo do Tezuka Day.

Amigo visitante, seja mais uma vez bem-vindo ao NETOIN!.

Como já se faz saber, na data de hoje, diversos blogs e sites ( além de podcasts e vlogs ) brasileiros estão unindo forças para um trabalho em conjunto, que tem todos os ingredientes necessários para ser um verdadeiro marco.

Trata-se do Tezuka Day, um evento no qual se faz referência à um dos principais mangakás japoneses: Osamu Tezuka. Ele é considerado por muitos como um verdadeiro mestre, que deixou a sua marca com muitas obras que ficarão, para sempre, na memória destas pessoas.

Entre tantas características pertinentes, Osamu Tezuka procurou sempre passar emoção em suas histórias. Muitas destas, inclusive, contando com temáticas fortes e progressivas. Interessante notar, contudo, que este mangaká também trabalhou em obras que podem ser consideradas mais simples que as demais...

Uma destas histórias será tratada neste momento, por este humilde blog. A história da vida de uma pequena garota que, por um capricho do destino, tem de cuidar de pessoas especiais para ela logo cedo. Além disso, ela recebe um certo dom em forma de doces...

Caro visitante, esteja preparado para ver o post do NETOIN! referente ao Tezuka Day, sendo este sobre a obra Fushigi wa Melmo ( Marvelous Melmo no inglês ou, em português, Maravilhosa Melmo ).

Uma garota e um destino...

A capa de Fushigi wa Melmo ( divulgação ).

A obra Fushigi wa Melmo foi publicada na revista Shogaku-Ichinensei, entre setembro'1970 e março'1972. Mais tarde, este título foi todo publicado em um único volume. Uma versão animada da obra, contendo vinte e seis episódios em seu total, foi ao ar entre outubro'1971 e março'1972.

A história deste mangá pega carona na emoção que Osamu Tezuka pregava em suas obras. Entretanto, neste título, pode-se definir que a dita emoção compartilha espaço com uma simplicidade das mais agradáveis e satisfatórias, mantendo a atenção para as pequenas aventuras que se intercalam ao longo da história desta obra.

Para se ter um conhecimento do início do enredo, a obra gira em torno de uma pequena garotinha de nome Melmo. Com apenas nove anos de idade, ela acabou perdendo a sua mãe em um acidente automobilístico. E, à partir daqui, a surrealidade marca forte e destacável presença.

No céu, a mãe de Melmo faz um pedido extremamente válido. Uma vez que a sua filha e seus irmãos mais novos ( de nomes Totoo e Touch ) não tem quem cuide deles na Terra, ela acaba pedindo pela segurança de seus pequenos rebentos.

Nisso, é entregue para a mãe de Melmo um frasco com muitos doces. Estes doces, por sinal, possuem um fator de importância muito alto. O frasco é entregue para que Melmo o receba das mãos de sua mãe, na Terra, em sua última aparição para a sua filha mais velha.

Obviamente, se faz explicar o poder contido nestes doces. Não à toa, eles possuem duas cores diferentes: azul e vermelho. Para Melmo é explicado pela sua mãe que o doce azul possui o poder de fazer quem o engolir envelhecer dez anos, enquanto que o doce vermelho faz com quem o ingerir rejuvenescer dez anos. Um detalhe à citar é que todo este poder é concedido por cada doce levado à boca.

À partir de então, a Melmo possui o dever de cuidar de seus irmãos mais novos e de si mesma. Entenda-se que, graças à estes doces mágicos vindos do céu, a pequena Melmo pode se virar e levar uma vida normal ( dentro das possibilidades ).

O que esperar!?

Netotin é baixinho e perde para a Melmo. Por isso a sua frustração?

Fica muito claro e evidente que tais doces poderão tanto fazer com que a Melmo tenha uma vida feliz ( junto de seus irmãozinhos ), como também fazer com que ela se veja envolta por muitas encrencas e situações alarmantes.

O desenvolvimento da história contida em Fushigi wa Melmo se segue de uma forma muito prazerosa e espontânea. Tal efeito pode ser certamente atribuído ao fato desta obra não possuir, aparentemente, um final declarado e conciso.

Uma vez que Fushigi wa Melmo venha à ser uma série de pequenos capítulos sobre o dia a dia da garota ( em sua empreitada já conhecida ), com o toque de um mahou shoujo básico e eficiente, o que se pode prever é uma sucessão de variadas aventuras protagonizadas pela Melmo, onde ela tem que se tornar um bebê, uma adulta plena e até uma senhora de idade, para escapar ou resolver certas situações que ocorrem ao seu redor.

Intervenções da Melmo em situações diversas como: na escola, em passeios, no meio da cidade, em um evento esportivo, em meio natureza, entre tantas outras, ditam a regra e as normas da obra. Levando em consideração que Fushigi wa Melmo visava atender um público infanto-juvenil, então o resultado final é mais do que satisfatório.

Não há apenas fofura...

Passando um pouco pelo que a Melmo passa em Fushigi wa Melmo...

Até aqui, o que pôde ser notado é que este mangá passa a impressão de ser todo simples, modesto e bem arranjado em sua mensagem central. Tudo isso é verdade, mas não é apenas disto. À bem da sinceridade, Fushigi wa Melmo pode fazê-lo pensar em muito em vários momentos da obra...

Se você ter em mente que a mãe da Melmo faleceu e que não há ninguém para cuidar da jovem garotinha e de seus irmãos mais novos, isto por si já remete à algo que dá margens para diferentes ideias. Osamu Tezuka preferiu seguir por um caminho mais simples, básico e certeiro, que foi o de transmitir uma realidade cruel ( para Melmo e seus irmãos ) com um fundo mais suave e infantil ( em seu prosseguimento ).

Isto se justifica nas passagens mais sérias e diretas presentes na obra. Muito embora os doces realmente ajudam muito a Melmo em dar prosseguimento ao pedido de sua mãe, eles também levam a garotinha à ter de enfrentar muitos problemas, especialmente quando certos personagens querem se aproveitar da situação para tomar conta de sua vida e de seus pequenos irmãos...

Com isso, torna-se perfeitamente possível e justo classificar Fushigi wa Melmo como sendo um mangá de mahou shoujo, com toques sensíveis de drama e pitadas certeiras de um bom slice-of-life. Uma obra, em si, direcionada a um público mais jovem, mas pronto para sentir-se imerso ao universo no qual uma garotinha de nove anos de idade deve cuidar de sua vida, de cuidar de seus irmãos e, acima de tudo, de tentar ser feliz.

Objetivamente

Melmo e demais personagens na versão animada da obra...

Fushigi wa Melmo é um convite à simplicidade com indiscutível categoria. A simplicidade em seu enredo de base é muito bem-vinda e conta, ainda, com momentos de grande sentimentalismo no decorrer da história da obra.

Neste mangá, Osamu Tezuka mostrou para todos um traço mais arredondado, simples em sua concepção, mas extremamente eficaz na temática proposta. O diferencial está justamente nas linhas descompromissadas e certeiras desta obra, onde a Melmo ( em especial ) e demais personagens são realmente pertencentes à um universo mais infantil e alegre.

Amigo visitante, esteja ciente de que Fushigi wa Melmo pode encantar mesmo nos dias atuais. Até porque, uma obra simples e direta no ponto faz muita falta às vezes. Ponto mais do que positivo, com esta obra, para Osamu Tezuka.

Esta foi a participação do NETOIN! no Tezuka Day.
Amigo visitante, agora é com você!
Acesse aqui a FanPage do evento no Facebook e
fique à par de grandes surpresas que
estão à sua espera, além de ter acesso às postagens
e trabalhos dos demais participantes do Tezuka Day!

- Até a próxima -

[ made in NETOIN! ]

-----------------------------------------------------------------------------------------------

[ conceituando ]

Um evento desta magnitude, atraindo à tantos blogosfera afora, tende à ficar muito interessante e incrivelmente denso, à medida que as publicações vão surgindo e o conhecimento gerado por tais afunila grandiosamente.

Este humilde blogueiro faz aqui algumas indicações. É um processo muito sigiloso e que demanda certa calma. Mas o blog NETOIN!, que participou com alegria deste evento em homenagem à Osamu Tezuka, recomenda:


* Across the Starlight - Metrópolis: As disputas pelo poder da ciência: a Mary Vanucci é uma jovem blogueira que desenvolve um trabalho singular e de grande reconhecimento. Seu texto sobre Metrópolis enfatiza bem esta afirmativa;
* Elfen Lied Brasil - O Lado Perverso e Doentio da Mente Humana: a Roberta Caroline sempre desenvolve temas mais fortes e contundentes em seu blog, uma verdadeira marca registrada. Não para menos, a obra de Tezuka por ela resenhada diz muito à respeito disto. Impacto garantido;
* Gyabbo! - Apollo's Song - O amor e a verdadeira essência do ser: uma história regada à sentimentos, humanismo e muito à se ponderar. A resenha feita pelo jovem Denys expressa bem isso e muito mais, em três partes. Leia e compreenda;
* MBB Anime Kenkyuukai - Phoenix 2772 - Um sci-fi de Osamu Tezuka para o #TezukaDay: Diogo Prado mostra para seus visitantes que Tezuka, realmente, fazia obras de variados gêneros. Por sinal, um sci-fi futurista e repleto de esperança em sua concepção faz desta obra, resenhada no citado blog, algo de grande poder chamativo;
* Mangás Cult - Resenha - Tentsu no Senritsu: o jovem Nintakun desponta com um texto bem chamativo e interessante. Não para menos o suspense faz o alicerce da obra, que foi muito bem resenhada no citado blog;
* Mangás Underground - #TezukaDay: Ode to Kirihito: o "Judeu Ateu" brinda seus visitantes com a resenha de um mangá que faz valer o nome do blog citado, com muitos méritos. Ficar à par de uma história sufocada em um ambiente hostil e enigmático lhe será muito atrativo;
* Moon Stitch - [#TezukaDay] Angel's Hill - Quando as lendas encontram o ser humano: a jovem Josi mostra que uma história simples pode sim ser dinâmica, direta e grandiosamente carismática. Não é um universo restrito, mas sim um convite à explorar sentimentos e anseios de uma pessoa;
* Otakismo - A influência do pop americano na obra de Osamu Tezuka: O jovem Kauê é conhecido por seus textos que servem, sem exageros, até de base para trabalhos escolares. No caso, ele escreve, de forma cautelosa e contundente, sobre a obra de Osamu Tezuka em uma perspectiva interessante e de grande reflexão;
* Radix Brasil - [Especial] Tezuka Day - Dororo, ninguém nasce completo: uma história cheia de aventura, mas envolta por clima misterioso e de várias incógnitas. E o "artie315" soube canalizar bem isto, com o pronto auxílio do "Lmalafaia";

* Shoujo Café - O que seria de nós sem Osamu Tezuka? Algumas reflexões sobre as contribuições do grande mestre: um texto de cunho mais pessoal, com reflexão e mensagem educativa. A "Shoujofan" brinda seus visitantes com esta postagem de alto naipe sobre Tezuka;
* Troca Equivalente - Simplicidade, Otimismo e Fantasia - O mundo de Osamu Tezuka: um pouco de tudo e de tudo um pouco. Um verdadeiro breviário sobre os mais diferentes universos criados por Tezuka. Postagem recomendada para uma leitura bem agradável e dinâmica.

[ engrandecendo ]

Quem disse que o Netotin aguentaria ficar de fora? ~netin! Agora, depois que apareci em um post só para mim, não vou perder a chance também de transmitir minha alegria uma vez mais... Yay!!! Mas... humhum! Agora, Netotin entendeu tudo! O ser mais fofo vai deixar, abaixo, a listagem de todos os outros blogs, sites, podcasts e vlogs participantes deste evento, o Tezuka Day.

Mas, Netotin é bem esperto também! Quer uma prova? Além de eu comer deliciosos marshmallows todos os dias ( o que é muito bom ), vocês terão que adivinhar sobre qual obra de Tezuka os blogs, sites, podcasts e vlogs abaixo estão falando... Hã? Netotin é bonzinho sim, mas você tem que ser curioso também! ~netin! Então clique, descubra e aventure-se no universo de Tezuka você também! ~netin!

comments powered by Disqus

5 comentários:

  1. Eu acho curioso lembrar: tezuka queria passar noções de educação sexual através desse material – nada perigoso mas que levava as crianças a fazer perguntas incômodas aos pais, o que lhe deu um bocado de dor de cabeça...

    ResponderExcluir
  2. Gostei, dos comentários sobre a pequena Melmo. Certamente, é algo que eu leria um dia. E também a tematica central da trama, se ajusta perfeitamente ao estilo do seu blog. Isso é Osamu Tezuka, falando à todos =)

    ResponderExcluir
  3. LOL, imagino o tipo de pergunta que as crianças deveriam fazer aos pais. Que situação em plena década de 1970.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a Roberta, a temática central da trama se encaixou ao estilo do teu blog.

    Vendo o teu post vejo que preciso aprender muito ainda. Com todo o seu jeito já conhecido, você consegue passar a emoção do mangá.

    Para mim um dos melhores, se não melhor post do #TezukaDay. Carlírio como sempre me surpreende, com seu talento e experiência.

    Mais um mangá para a lista O/!

    ResponderExcluir
  5. Saudações


    *Lancaster e *Panino Manino: devo imaginar, de igual forma, o naipe das perguntas que deveriam ser feitas naquela época. Se bem que, friamente, imagino que sejam questões muito pertinentes para a época ( que são consideradas normais para os padrões mais atuais ). Mas posso estar enganado...

    *Roberta: encontrar algo que se encaixa na temática do blog é fantástico.^^ Explorar algo diferente é bom, inegavelmente. Mas trabalhar dentro de um escopo já conhecido, por parte de quem visita o blog, é algo simplesmente magnífico. Melmo mostrou-me isso fortemente. O NETOIN! tem uma base, o Elfen Lied Brasil tem a própria base, e acredito sinceramente que os demais blogs e sites também possuam as suas próprias vertentes de público alvo e de contexto.

    *M: sinto-me lisonjeado pelas suas palavras, humildemente. Acredito que, com o tempo, é natural que os textos melhorem ( muito embora o inverso também possa ocorrer, dependendo unicamente de cada pessoa ). Adorei escrever sobre Melmo. Achei fantástico. Talento todos possuem, bastando seguir em frente no propósito estabelecido para o mesmo amadurecer.^^ Ainda quero melhorar mais, muito mais! Grato por suas palavras.

    Agradeço à todos pelos comentários e pela visita ao blog.


    Até mais!

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre este texto do NETOIN!, visitante.

Critique, elogie, argumente sobre o post que acabou de ler.

Quer indicar alguma matéria? Fique à vontade. Esse espaço também é seu.

Expor as idéias é legal e algo bem-vindo, tenha certeza. Apenas peço para que mantenha o bom senso no que você escrever.

Agradecido pela sua visita e por seu comentário.

Até mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procure aqui...

Carregando...

NETOIN!


Presente desde
22 de dezembro de 2006...

O layout anterior foi implementado em
11 de fevereiro de 2008...

E o template atual está aí desde
15 de setembro de 2011...
( créditos mantidos no final do blog ).

 
Blog sobre animação japonesa - Favor não copiar os textos do blog sem antes entrar em contato com o dono do mesmo - NETOIN! 2006-2014
^
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons